Click here to load reader

Aprovar Ano05 Livro01 High

  • View
    108

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Aprovar Ano05 Livro01 High

Palavra da ReitoraProf.a Dr.a Marilene Corra da Silva Freitasriado para oportunizar aos concluintes do Ensino Mdio e aos que j o concluram, notadamente queles mais humildes, a chance da to sonhada vaga na universidade pblica, o Aprovar pr-vestibular gratuito oferecido pelo Governo do Estado por meio da UEA adquire uma nova caracterstica: ajusta-se ao calendrio escolar das redes pblica e privada de ensino, permitir que seus alunos possam prestar outros concursos, quer seja em universidades pblicas, quer seja em instituies privadas. Antes direcionado especialmente para o concurso vestibular da UEA, o Aprovar teve o seu projeto pedaggico ampliado, tendo como foco esse novo pblico-alvo. A modernizao e a adequao do projeto vo ao encontro de uma nova realidade que se apresenta aos jovens diante da dinmica

C

do mercado de trabalho e, ainda, ao esforo da UEA em atender s demandas impulsionadas pelas vocaes regionais. Diretrizes basilares da poltica educacional do Governo do Estado, a democratizao e a qualidade do ensino so levadas a termo pela UEA em projetos que vo da alfabetizao ps-graduao, com enfoque especial no oferecimento dos meios de acesso ao ensino superior. Dessa forma, coube UEA, no exerccio pleno de sua territorialidade e de sua misso de universalizao do conhecimento, operacionalizar o Aprovar, maior curso prvestibular gratuito do Brasil. E isso tem sido feito, nos ltimos quatro anos, com comprovado sucesso, apoiado num projeto pedaggico cuja qualidade assegurada pela experincia e competncia dos seus professores e pelo arrojo dos

profissionais que tornam possvel transmitir suas aulas aos mais longnquos municpios do nosso Amazonas. Seus resultados no representam um dado simplesmente numrico. Alm de extrapolar as fronteiras do Estado por meio da tecnologia utilizada na sua operacionalizao, o Aprovar j ajudou a concretizar o sonho de 2.416 mil alunos, que ingressaram na UEA depois de estudarem pela tev, pelo rdio e/ou pelas apostilas distribudas gratuitamente em toda a rede estadual de ensino e nos Postos de Atendimento ao Cidado da capital. Cada um desses estudantes leva consigo o nosso orgulho. O conhecimento significa transformao, deciso. E a deciso agora sua. Boa sorte!

ndicePORTUGUSFontica e Fonologia I .............. Pg. 03(aula 1)

Guia de Profisses

T

Fontica e Fonologia II ............. Pg. 06(aula 2)

Acentuao Grfica I ................ Pg. 07(aula 3)

Acentuao Grfica II ............... Pg. 09(aula 4)

Acentuao Grfica III .............. Pg. 11(aula 5)

Ortografia I ............................... Pg. 13(aula 6)

Referncia bibliogrfica ......... Pg. 15

o importante quanto a preparao para o vestibular a escolha da futura profisso, j que o mercado de trabalho torna-se cada vez mais seletivo e exigente. A partir da apostila nmero 2, o Aprovar estar disponibilizando a voc, estudante, um guia sobre as profisses mais procuradas, o nvel salarial e informaes bsicas sobre o projeto pedaggico do curso, no caso de ser oferecido pela UEA. bom lembrar que no se deve planejar o futuro profissional pensando apenas na graduao, pois a qualificao de recursos humanos avanados pr-requisito bsico para o sucesso profissional. Existem instrumentos valiosos de ajuda. A Fundao Getlio Vargas (FGV) lanou, no ano passado, uma pesquisa com valiosos dados sobre o mercado de trabalho e a remunerao. O estudo, chamado de Retornos da Educao no Mercado de Trabalho, realizado pelo Centro de Polticas Sociais, vinculado ao Instituto Brasileiro de Economia da FGV, avalia o impacto educacional no desempenho no trabalho. A pesquisa apresenta um ranking das profisses nacional e detalhado para os 27 Estados e os 200 maiores municpios do Pas. De uma forma geral, os ps-graduados em Administrao so os mais bem

remunerados (mdia de R$ 5.210,00). No quesito salrio e empregabilidade, mdicos com nvel de doutorado registram um ndice de ocupao de 93% e um ganho mdio mensal de R$ 5.091,00. J entre os graduados, 91% esto empregados, mas o salrio mdio cai para R$ 3.841,00. Teologia a carreira universitria com menores salrios (R$ 1.183,00), mas em segundo lugar no quesito horas trabalhadas por semana, s perdendo para os mdicos. Se voc quer uma ajuda sobre qual caminho seguir, uma dica. A FGV est disponibilizando em seu site www.fgv.br/cps um software interativo chamado Espelho Educacional, em que cada pessoa pode inserir a combinao dos seus dados, como sexo, idade, local de moradia, entre outros. Dessa forma, poder cruzar dados do impacto da carreira escolhida sobre o salrio e a probabilidade de encontrar ocupao, alm de dados gerais sobre a pesquisa. O linque http://www4.fgv.br/cps/simulador/ quali2/index.htm Mas o importante ter em mente que aliar vocao, fora de vontade e conhecimento do mercado pode representar a receita do sucesso profissional. Portanto, mos obra!

2

PortugusProfessor Joo BATISTA Gomes Aula 1

W = Oeste Y = trio yd = jarda

5. Nomes das letrasA B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Z W Y letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra letra . b. c. d. . efe. [fi]. g. ag. i. jota [jta]. c. ele [le]. eme [mi]. ene [ni]. . p. qu. erre [rri]. esse [ssi]. t. u. v. xis. z. dblio. psilon.

Fontica e fonologia I1. Fonologia a parte da Gramtica que estuda o comportamento dos fonemas de uma lngua, tomando-os como unidades sonoras capazes de criar diferena de significados. Outros nomes: fonmica, fonemtica.

01. (UFAMPSC22008) Assinale a opo em que todos os vocbulos devero ser graficamente acentuados por serem proparoxtonos:a) b) c) d) e) azafama, filantropo, pudico rubrica, hieroglifo, decano ariete, levedo, vermifugo erudito, bramane, batavo periplo, aziago, maquinaria

2. Fontica a parte da Gramtica que estuda as particularidades dos fonemas, ou seja, as variaes que podem ocorrer na realizao dos fonemas.

3. Fonema e letraFonema a menor unidade sonora e distintiva de uma lngua. Os fonemas dividemse em vogais, semivogais e consoantes. Convm reforar que o fonema uma realidade acstica. Letra o sinal grfico que, na escrita, representa o fonema. A letra uma realidade grfico-visual do fonema. OBSERVAES IMPORTANTES: a) Uma mesma letra pode representar fonemas diferentes. o que ocorre com a letra x em palavras como sexo (x = ks), feixe (x = ch), exato (x = z) e prximo (x = ss). b) Um mesmo fonema pode ser representado por letras diferentes. o que ocorre em flecha (ch = x) e lixo (x = ch). c) Uma nica letra pode representar dois fonemas. A esse fenmeno, chama-se dfono. Exemplo: txi (l-se tksi x = ks). d) Duas letras podem representar um nico fonema. A esse fenmeno, chama-se dgrafo. Exemplo: chave (l-se xvi ch = x).

02. Assinale a alternativa em que o vocbulo, por ter o ditongo ei fechado, no merece acento grfico.a) b) c) d) e) nucleico proteico seborreico colmeia dispneico

03. (FURG-RS) Assinale a seqncia em que todas as palavras esto partidas corretamente:a) b) c) d) e) trans-a-tln-ti-co, fi-el, sub-ro-gar bis-a-v, du-e-lo, fo-ga-ru sub-lin-gual, bis-ne-to, de-ses-pe-rar des-li-gar, sub-ju-gar, sub-scre-ver cis-an-di-no, es-p-cie, a-teu

6. VogaisVogais so fonemas que resultam da livre passagem do ar que vem dos pulmes pela cavidade da boca, sem interferncia dos rgos bucais. O som obtido pela vibrao das cordas vocais, o que faz de todas as vogais fonemas sonoros. As vogais constituem a base da slaba, isto , no h slaba sem vogal. Som das vogais a e i o u em p = []; em irm = []. em p = []; em ip = []; em lembro = [em]; em rseo = [i]. em pipa = []; em limpo = [im]. em p = []; em p-lo = []; em ndoa = [u]; em sombra = []. em cupu = []; em cumpro = [um].

04. Assinale a palavra cuja separao silbica fere a norma culta da lngua.a) b) c) d) e) sei-o pla-ti-a u-ru-guai-o sub-li-nhar a-brup-to

05. Assinale a alternativa em que todas as palavras sejam monosslabas.a) b) c) d) e) rua, Lua, sua dia, via, lia, tia boa, voa, moa Deus, pneus, seus a, da, sa

4. AlfabetoA palavra alfabeto formada pela fuso de alfa + beta (primeiras letras do alfabeto grego). Em portugus, a palavra correspondente abecedrio. O alfabeto portugus contm 23 letras: a, b, c, d, e, f, g, h, i, j, l, m, n, o, p, q, r, s, t, u, v, x e z. Alm dessas letras, existem trs que se podem usar em casos especiais: k, w, y. So empregadas em abreviaturas, smbolos, palavras estrangeiras, nomes prprios estrangeiros. K K k kg km kW W W W = = = = = = = = = potssio Kelvin quilate quilograma quilmetro quilowatt tungstnio watt trabalho

Oralidade e nasalidade das vogais Vogais orais A corrente de ar vibrante passa apenas pela cavidade bucal. So sete os fonemas voclicos orais: 1. /a/ = mato 2. // = letra 3. // = reta 4. /i/ = vida 5. // = boca 6. // = obra 7. /u/ = rubro Vogais nasais A corrente de ar vibrante passa, ao mesmo tempo, pelas cavidades bucal e nasal. Para marcar o som nasal das vogais, a escrita utiliza-se do til, do m ou do n. So cinco as vogais nasais: 1. 2. 3. 4. 5. // /e/ /i/ // /u/ = = = = = m, anta, canto, ambos. lento, vento, lembro. cinto, finda, mpar. pe, ronco, monta, ombro. fundo, mundo, umbral.

06. Assinale a alternativa em que o x tenha som de /s/.a) b) c) d) e) txico fnix nix dplex inexorvel

07. Assinale a alterantiva em que a vogal tnica tenha som oral.a) b) c) d) e) Roraima andaime cama lama saidinha

08. Assinale a alterantiva em que a palavra no contenha dgrafo.a) b) c) d) e) umbral mpar tempo ambos amam

3

Zona de articulao Vogais anteriores ou palatais A lngua dirige-se para a regio palatal ou cu da boca. 1. // = p, serra, mel, pedra. 2. // = medo, cedo, l, medroso. 3. /i/ = fita, ri, rspido, inimigo, vida. 4. /in/ = vinda, finda, timbre. Vogais centrais ou mdias A lngua permanece em repouso. 1. //