Auditoria ICMS-SP - Prof. João Imbassahy

  • View
    38

  • Download
    24

Embed Size (px)

Text of Auditoria ICMS-SP - Prof. João Imbassahy

  • CURSOS ON-LINE AUDITORIA P/ ICMS-SP PROFESSOR JOO IMBASSAHY

    www.pontodosconcursos.com.br 11

    APRESENTAO Caros Amigos, com enorme prazer que inicio este novo trabalho no espao do Ponto dos Concursos. Agora para ministrar o curso on-line da disciplina de Auditoria voltado para o concurso de Agente Fiscal de Rendas do Estado de So Paulo. At o momento em que escrevo estas linhas, no saiu o edital do concurso, mas, pelas informaes que temos tido acesso, o concurso deve ser realizado no final de abril e incio de maio e a banca examinadora deve ser a Fundao Carlos Chagas, ao contrrio dos dois ltimos concursos, realizados em 1997 e 2002, que foram aplicados pela Vunesp. Para quem no me conhece, apresento algumas informaes sobre minha trajetria no universo dos concursos pblicos. Sou Auditor Fiscal da Receita Federal, aprovado no concurso de setembro de 1994. Iniciei como a grande maioria de vocs, saindo em busca de um emprego que me oferecesse segurana e um salrio digno. Em 1992, trabalhava em uma rea totalmente diferente sou gelogo com especializao em geofsica aplicada explorao de petrleo- quando comecei a pensar em mudar de rumo. Aps algumas semanas de angustiantes dvidas continuar minha antiga profisso ou me lanar em uma nova, em relao a qual no tinha grandes informaes resolvi arriscar. E qual no foi minha surpresa ao descobrir uma grande afinidade com as matrias que faziam parte deste novo mundo que passei a habitar. Contabilidade e Direito Tributrio eram as minhas favoritas. Comecei a estudar muito e, principalmente, tendo um grande prazer com a evoluo que sentia dia a dia. Procuro sempre passar este sentimento para os alunos. O estudo tem que gerar prazer, realizao, com ele nos engrandecemos como seres humanos. Se vocs ainda no descobriram esta fonte de felicidade (estou falando srio) porque na nossa cultura somos criados com a idia de que o estudo e o trabalho so sacrifcios a que estamos submetidos. Esta uma pssima herana cultural e qualquer um de vocs tem condies de mudar este sentimento. Que tal aproveitar esta tima oportunidade que esto tendo na preparao para os concursos. Se estiverem muito estressados,

  • CURSOS ON-LINE AUDITORIA P/ ICMS-SP PROFESSOR JOO IMBASSAHY

    www.pontodosconcursos.com.br 22

    tenham em mente que se forem firmes e determinados, a recompensa vir, mais cedo ou mais tarde. Continuando a minha histria, fui aprovado no concurso de Tcnico do Tesouro Nacional (TTN), atualmente Tcnico da Receita Federal (TRF), de 1992. Depois fui aprovado no concurso de Auditor Fiscal do Tesouro Nacional (AFTN), atualmente Auditor Fiscal da Receita Federal (AFRF), de maro de 1994. O problema foi que este concurso foi suspenso por suspeita de fraude. Continuei na luta, pois o concursando acima de tudo um guerreiro, e, em setembro de 1994, houve outro concurso para o mesmo cargo e por meio deste ingressei no cargo de Auditor Fiscal do Tesouro Nacional que tanto almejava. Mas a misso no havia acabado j que eu queria continuar vivendo no mundo dos cursos preparatrios. Mesmo trabalhando na rea aduaneira, escolhi contabilidade como disciplina a ser ministrada, em funo, como falei, da grande afinidade que possuo com esta disciplina. Ministro aulas de Contabilidade Geral, Contabilidade na Lei 6.404/76, Contabilidade de Custos, Anlise das Demonstraes Financeiras e Auditoria em cursos preparatrios do Rio de Janeiro, So Paulo e, quem sabe em breve, Belo Horizonte. Desta forma, espero contribuir para o treinamento de vocs da forma mais objetiva possvel. Retornemos ao nosso tema central. Como do conhecimento dos candidatos que j militam h algum tempo no meio, a matria de Auditoria teve um grande peso nos concursos para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal, na rea de Auditoria. Assim foi nos concursos de 1996, 1998, 2000, 2002.1, 2002.2 e 2003. No ltimo concurso para o citado cargo, realizado em dezembro de 2005, s foi cobrado um tpico da matria (controles internos) inserido no programa de contabilidade geral. A disciplina tambm integrou os programas das provas de contabilidade nos ltimos concursos para o cargo de Auditor Fiscal da Previdncia Social elaborados pelo CESPE/UNB (1997, 1998, 2000 e 2003), assim como no concurso para o mesmo cargo elaborado pela ESAF, em 2002. Tambm matria constante nos concursos dos Fiscos estaduais, como o que ser realizado em So Paulo, e nos de Analista de Finanas e Controle da Controladoria Geral da Unio e da Secretaria do Tesouro

  • CURSOS ON-LINE AUDITORIA P/ ICMS-SP PROFESSOR JOO IMBASSAHY

    www.pontodosconcursos.com.br 33

    Nacional, do Tribunal de Contas da Unio e do Banco Central do Brasil, entre outros. Em relao ao curso on-line de Auditoria voltado para os cargos de Analista de Controle Externo do Tribunal de Contas da Unio ACE/TCU e Analista de Finanas e Controle AFC/CGU, que realizamos recentemente, h algumas diferenas importantes, como a parte de Auditoria Governamental que no deve ser cobrada no concurso de Agente Fiscal de Rendas de So Paulo. Outra diferena foi que no ltimo concurso realizado pela Vunesp, foram cobrados itens relacionados a tpicos especficos da legislao tributria, tais como presunes legais de omisso de receitas. No que tange apresentao das aulas, faremos algumas alteraes em relao ao curso anterior no tocante ordem dos assuntos, procurando seguir a seqncia estabelecida nas normas. Tambm acrescentaremos mais questes comentadas de concursos realizados pela Fundao Carlos Chagas. Nosso trabalho ser desenvolvido de acordo com a sistemtica que entendo ser a mais apropriada para um treinamento voltado para concursos pblicos, ou seja, por meio da anlise dos aspectos tericos e prticos inseridos na dinmica de resoluo de questes de provas anteriores e de simulados. No tenho dvida de que esta a forma mais eficaz de absoro dos conhecimentos e do desenvolvimento da capacidade de resoluo das questes. Os assuntos sero abordados em sete aulas, incluindo a presente, ou seja Aulas 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6. Embora o edital no tenha sido publicado, muito provvel que o programa da disciplina no contenha grandes alteraes em relao aos dos demais concursos, pois os tpicos cobrados so basicamente os mesmos, dentre os quais se destacam Auditoria Independente das Demonstraes Financeiras e Auditoria Interna, alm, conforme j comentado, do conhecimento das Presunes Legais de Omisso de Receitas. Como a banca examinadora deve ser a Fundao Carlos Chagas e no a Vunesp, vamos deixar sair o edital para transcrevermos o programa do concurso, que, espero, no deve trazer grandes surpresas.

  • CURSOS ON-LINE AUDITORIA P/ ICMS-SP PROFESSOR JOO IMBASSAHY

    www.pontodosconcursos.com.br 44

    Iniciaremos nosso estudo abordando os conceitos gerais pertinentes matria de Auditoria.

    AULA 0: AUDITORIA - DEFINIO 1.1 AUDITORIA - DEFINIO

    A Auditoria Contbil constitui-se em uma das tcnicas desenvolvidas pela cincia contbil. Seu objetivo primordial o de examinar a veracidade e correo das informaes apresentadas na escriturao e nas demonstraes contbeis das entidades. As entidades compreendem as sociedades (aquelas cujo objeto econmico, ou seja, objetivam a obteno de lucros), as associaes, as fundaes e os organismos governamentais. As entidades necessitam estabelecer mecanismos de controle de seus patrimnios. Tais mecanismos so desenvolvidos por meio das tcnicas contbeis. So definidas como tcnicas contbeis:

    1. ESCRITURAO; 2. DEMONSTRAES CONTBEIS (OU DEMONSTRAES

    FINANCEIRAS); 3. ANLISE DAS DEMONSTRAES CONTBEIS; 4. AUDITORIA

    A escriturao, constitui-se na tcnica contbil por meio da qual so efetuados os registros dos fatos contbeis, quer dizer, das operaes efetuadas pelas entidades. Tais registros so efetuados por meio do mtodo das partidas dobradas ou sistema de dbito e crdito. A escriturao das entidades deve estar fundamentada em documentos comerciais e fiscais que comprovem a efetiva ocorrncia das operaes. So exemplos de documentos emitidos nas operaes comerciais: as notas fiscais, as faturas, as duplicatas e os contratos, entre outros.

    No final de cada perodo contbil (ano, semestre, trimestre ou ms), com base na escriturao efetuada, so elaboradas as demonstraes contbeis (2 tcnica contbil), por meio das quais possvel verificar a situao econmica, financeira e patrimonial das entidades no perodo de referncia.

  • CURSOS ON-LINE AUDITORIA P/ ICMS-SP PROFESSOR JOO IMBASSAHY

    www.pontodosconcursos.com.br 55

    Os usurios da contabilidade, tais como dirigentes, acionistas, credores e organismos governamentais de controle, entre outros, necessitam interpretar a evoluo das situaes econmicas, financeiras e patrimoniais das entidades. Tal avaliao efetuada por meio da anlise das demonstraes contbeis (3 tcnica contbil), a qual desenvolvida atravs da aplicao de anlises e ndices que visam, entre outros aspectos, mensurar a liquidez, o endividamento, os prazos mdios de pagamento, recebimento e de renovao de estoques e a rentabilidade das entidades. Nesse contexto, torna-se necessrio verificar a veracidade e correo dos registros efetuados na escriturao e nas demonstraes contbeis das entidades. Para tal verificao, so aplicadas as tcnicas e procedimentos de auditoria (4 tcnica contbil). Podemos dividir o estudo da auditoria em quatro campos: 1. Auditoria Independente das Demonstraes Contbeis A Auditoria Independente constitui-se no conjunto de procedimentos tcnicos, postos em execuo por profissionais contadores, sendo estes Auditores Independentes, Pessoa Fsica ou Empresa de Auditoria, com vistas emisso de um Parecer, o qual dever revelar se as Demonstraes Contbeis de determinada entidade so adequadas no sentido de retratar a sua real situao financeira e patrimonial, assim como se estas demonstraes foram desenvolvidas de acordo com os Princpios Fund