Aula 9 Normas da ABNT - 09... · NBR 14724 2005 da ABNT regulamenta a apresentação gráfica de trabalhos…

Embed Size (px)

Text of Aula 9 Normas da ABNT - 09... · NBR 14724 2005 da ABNT regulamenta a apresentação gráfica de...

  • Aula 9

    Normas da ABNT

    Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br

    Metodologia Cientfica

  • NBR 14724:2002 Elaborao e ApresentaoElementos/estrutura dos trabalhos acadmicos e apresentao grfica

    (formatao do trabalho)

    NBR 10520:2002 Citaes em documentosCitaes em trabalhos acadmicos (no corpo do trabalho)

    NBR 6023:2002 Referncias bibliogrficasElaborao das referncias (lista ao final do trabalho)

    Normatizao (ABNT)

  • NBR 14724:2002 Elaborao e Apresentao

    Elementos/estrutura dos trabalhos acadmicos e apresentao grfica

    Normatizao (ABNT)para formatao dos trabalhos

  • Recomendaes para

    apresentao grfica

  • Formatao e Apresentao Grfica

    NBR 14724 2005 da ABNT regulamenta a apresentao grfica de trabalhos acadmicos:

    fonte (estilo e tamanho)

    paginao

    pargrafo e espaamento

    margens

    (*) Veja os detalhamentos a seguir...

  • Margens

    Papel Branco, formato A4

    Impresso no anverso

    Cor preta (exceto ilustraes)

    Margens:

    a) Esquerda e Superior = 3,0 cmb) Direita e Inferior = 2,0 cm

  • Paginao

    Paginao no canto superior direito

    Contar seqencialmente a partir da folha de rosto

    Inserir a numerao a partir da primeira folha da parte textual (Introduo)

  • Fontes

    Estilo: Times ou Arial

    Para o corpo do texto:

    Espaamento 1 entrelinhas (possvel 6 pt antes e/ou depois) Fonte tamanho 12

    Para rodap e citaes longas:

    Espaamento 1 entrelinhas (possvel 6 pt antes e/ou depois) Fonte tamanho 12

  • Ttulos

    Incio de captulo e entre sees: 2 linhas em branco (teclar enter duas vezes)

    Ttulos e captulos: caixa-alta. Ttulos de subsees: maisculas apenas nas letras iniciais.

    Os ttulos das sees so destacados gradativamente,utilizando-se recursos de caixa alta, negrito, itlico, etc.

    O ttulo e o subttulo devem estar separados por dois pontos.

    Os ttulos so acompanhados pelo indicador numrico (no utilizar ponto, hfen ou travesso aps o indicativo de seo ou de seu ttulo (NBR 6024, 2003, p. 2).

  • Ttulos e Subttulos

    Ttulos

    - Maisculas, negrito, n 14- Alinhamento de captulo e sees: esquerda (justificado)- Alinhamento de ttulo sem indicao numrica: centralizado

    Subttulos

    - Minsculas (s a primeira em maiscula), negrito e n 12.

  • Apresentao Grfica: Resumo

    Texto justificado.

    Pargrafo: recuo na 1 linha do pargrafo em 1,5 cm.

    Citaes textuais com mais de 3 linhas: Recuo de 4,0 cm damargem esquerda, justificado, espao 1 e , letra n 10.

    Referncias em ordem alfabtica: AUTOR; Obra, Edio,Cidade, Editora e Ano.

    Escolher um nico sistema para fazer as referncias nocorpo do texto: Sistema Autor-data ou Notas de Rodap.

    Quantidade de pginas do trabalho:Monografia: 50 a 60 pginas / Artigo: 15 a 25 pginas

  • Tabelas

  • Grficos

  • Figuras

    Figura 2: A espiral do conhecimentoFonte: Nonaka e Tackeuchi (2007, p.80)

  • Figuras

    Fonte: http://www. fischer-blogdofischer.blogspot.com

  • NBR 10520:2002 Citaes em documentos

    Como citar a autoria no desenvolvimento do trabalho com fonte da informao

    Normatizao (ABNT)para o sistema de chamada

  • As regras das citaes (Eco, 2006)

    1: As citaes corroboram a afirmao do autor.

    2: Citar pressupe que a idia seja compartilhada pelo autor da pesquisa. Incluir expresses crticas.

    3: Em todas as citaes devem ser claramente reconhecveis autor e fonte.

    4: A remisso ao autor e obra deve ser clara.

    5: Diferenciar citaes com mais de trs linhas.

    6: As citaes devem ser fiis.

    7: Citar como testemunhar num processo.

  • CITAES

    Podem ser:

    Diretas (ipsis literis, literalmente citar a autoria, com uso de aspas ou recuo para mais de 3 linhas)

    Indiretas (uso de parfrases, com referncia autoria)

    Citao da Citao (uso do apud)

  • CITAES DIRETAS

    Citao textual

    Transcrio de trechos da obra do autor referido exatamente iguais ao texto original

    Supresso de parte do texto: indicar as reticncias entre parnteses (...)

  • CITAES DIRETAS

    CITAES DIRETAS CURTAS (at 3 linhas)

    So destacadas por aspas e/ou por letra diferenciada (itlico), com indicao da pgina

    CITAES DIRETAS LONGAS (mais de 3 linhas)

    Constar em pargrafo independente, sem aspas

    Destacar com recuo de 4,0cm da margem esquerda

    Usar espao entrelinhas simples e tamanho da fonte menor que o texto.

  • Exemplo

    Esta uma tendncia que deve ser questionado sobre os seus impactos futuros. Conforme Luhmann (apud LVAREZ, 2003:281):

    se puede hablar de sistema cuando se tiene ante los ojoscaractersticas que, si se suprimieran, podran en cuestin elcarcter de objeto de dicho sistema. A veces, tambin se llamasistema al conjunto de dichas caractersticas. En el mismo sentidoentonces: La afirmacin hay sistemas solo quiera decir que hayobjetos de investigacin con tales caractersticas que justifican elempleo Del concepto de sistema. As como al contrario: el conceptode sistema nos sirve para abstraer hechos que son comparablesentre si, o hechos de carcter distinto bajo el aspecto igual/desigual.

    O autor d destaque aos aspectos sistmicos que podem ser comparados relao entre ..............

  • CITAES INDIRETAS

    Parfrase ou citao livre

    Reproduz-se a idia do autor sem copiar, suas palavras

    Indicao do autor de referncia

    Cuidado com bricolagem

  • Exemplo

    Para se compreender as funes recprocas no interior dasociedade, utilizando-se do cdigo licitude/ilicitude possvelcompreender o funcionamento da estabilizao de expectativas decomportamento, ao fazer uso do cdigo governo para a tomada dedecises que vinculem coletivamente (LUHMANN, 2002: p.490).

    ou

    a partir de tais premissas que a Teoria dos Sistemas deLuhmann (2002) que se desenvolve um olhar bastante arguto, esta teoriamostra-se como um instrumental de vital importncia para a compreensodo Direito.

  • CITAO DA CITAO

    Sugere-se evitar esta forma de citao

    Uso do apud.

    Segundo Evans (1995 apud Medeiros, 1997, p.16) xxxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

    Os dados do documento original devem ser mencionados em nota de rodap.

  • Como fazer referncias

    (sistema de chamada)

  • SISTEMAS DE CHAMADAS

    Sistema autor/data (cita-se somente o sobrenome do autor e ano da obra)

    Sistema numrico (cita-se utilizando notas de rodap numeradas no final da pgina ou final do captulo para referenciar autoria)

  • SISTEMA AUTOR-DATA

    Sistema autor/data

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx (FULANO, 2001).

    ou

    Segundo Fulano (2001, p. 21), xxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxXXXXXXXXXXXXXx.

  • Exemplo

    Nery Junior (1996, p. 65)afirma que recurso uma medidajudicial franqueada parte que

    recebeu uma deciso desfavorvel

    com o fim de provocar um reexame

    de deciso, dentro do mesmo

    processo, atravs de um tribunal

    hierarquicamente superior.

    O mesmo pode ser

    observado

    21

    Referncias Bibliogrficas

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    NERY JUNIOR, Nelson. Atualidades sobre o processo civil. So Paulo: Revista dos Tribunais. 2 ed, 1996.

    48

  • SISTEMA NOTA DE RODAP

    Segundo Fulano xxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

    ___________________________________

    1 FULANO, P. O Estado Democrtico de Direito. So Paulo: Saraiva, 2001, p. 28.

    1

  • Exemplo

    21 43

    O professor NelsonNery Junior afirma querecurso uma medida judicialfranqueada parte querecebeu uma decisodesfavorvel com o fim deprovocar um reexame dedeciso, dentro do mesmoprocesso, atravs de umtribunal hierarquicamentesuperior.

    _______________________ Nelson Nery Junior. Atualidades sobre o processo civil, p. 65

    Referncias Bibliogrficas

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    NERY JUNIOR, Nelson. Atualidades sobre o processo civil. So Paulo: Revista dos Tribunais. 2 ed, 1996.

    48

  • Uso das notas de rodap

    Indicar as fontes das citaes

    Acrescentar bibliografia ou citao de apoio

    Ampliar ou corrigir as afirmaes do texto

    Fornecer traduo de citao em lngua estrangeira

  • Outros Recursos Metodlogicos

    Ibidem ou ibid na mesma obra

    Idem ou id igual anterior

    Op. Cit. obra citada

    Sic Assim como

    Et alii ou e al. e outros

    A 1 citao de uma obra, obrigatoriamente, requerreferncia completa.

    As subseqentes podem ser abreviadas, quando se optoupelo sistema numrico (rodap):

  • Idem

    Idem ou id. = o mesmo autor

    ______________

    LYORTARD, Jean-Franois. The post-modern condition.

    Id. Le Postmodern explication et les tudes.

  • Ibidem

    Ibidem ou ibid. = na mesma obra

    Quando o trecho refere-se nota imediamente anterior, na mesma folha.

    ______________

    LYORTARD, Jean-Franois. The post-modern condition.

    Ibid. p.375.

  • Op. Cit.

    Opus citatum = na mesma obra citada

    A obra j foi citada no trabalho, sem ser a imediatamente anterior ou na mesma folha (no dispensando a autoria).