Bandamento (c,g,r)

Embed Size (px)

Text of Bandamento (c,g,r)

BANDAMENTOS CROMOSSMICOS (BANDAMENTOS C, G, R) E SUAS FUNES EM GRUPOS ANIMAIS E HUMANOS.

Fabilene Paim

TPICOS ABORDADOS1. CROMATINA 2. CROMOSSOMOS

3. BANDAMENTO CROMOSSMICO4. BANDAMENTO C 5. BANDAMENTO G 6. BANDAMENTO R

2

O cromossomo constitudo por uma molcula muito longa de DNA associadas a protenas.

Fonte: http: //vendandoodna2010.blogspot.com.br

3

CARACTERSTICAS DA CROMATINAO termo cromatina designa, com exceo dos nuclolos, toda a porodo ncleo que se cora e visvel ao microscpio de luz.

Sua organizao dinmica, pois se altera de acordo com a fase dociclo celular e com seu grau de atividade. (Junqueira e Carneiro, 2005)

4Fonte: http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1265

CARACTERSTICAS DA CROMATINA constituda por DNA + protenas (histonas e no-histnicas) + RNA ( 3%). (Junqueira e Carneiro, 2005)

Fonte: http://www.mhhe.com/biosci/esp/2001_gbio/folder_stru cture/ge/m4/s1/index.htm

Fonte: http://www.fomosplanejados.com.br/capitulos/assuntos/as sunto.asp?codcapitulo=22&codassunto=101&numero=8

5

ESTADOS FUNCIONAIS DA CROMATINA

Eucromatina menos corada e mais homognea. Forma a cromatina ativa, que menos condensada.

(Lewin, 2009)

6

ESTADOS FUNCIONAIS DA CROMATINA Heterocromatina colorao mais intensa, nvel maior decompactao, ausncia de atividade gnica e replicao tardiamente.

Heterocromatina constitutiva: formada por sequncias gnicas altamente repetitivas, que nunca so transcritas. Permanece condensada durante todo o ciclo celular e concentra-se em blocos (cromocentro).

(Lewin, 2009)

7

ESTADOS FUNCIONAIS DA CROMATINAHeterocromatina facultativa: a parte da heterocromatina que,em um mesmo organismo, se apresenta condensada em alguns indivduos e descondensada em outros. Exemplo: Cromatina Sexual ou Corpsculo de Barr. (Lewin, 2009)

8Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Genetica/herancaesexo2.php

ORGANIZAO MOLECULAR DA CROMATINADo DNA ao CROMOSSOMO

9Fonte: http://genetica.ufcspa.edu.br/cromatina.html

MORFOLOGIA DO CROMOSSOMO

Fonte: http://www.essaseoutras.com.br/introducao-a-divisao-celular-cromossomos-e-producao-de-gametas-veja/

10

MORFOLOGIA DO CROMOSSOMO Centrmero ou Constrio PrimriaAs cromtides irms so mantidas unidas pelas coesinas.

Regies centromrica so ricas em

sequncia de DNA satlite.

Um Cromossomo mantido no fuso mittico pela ligao dos microtbulos ao cinetcoro.

(Lewin, 2009)

Fonte: 11 http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/citogenetica/citogenetica-5.php

MORFOLOGIA DO CROMOSSOMORegio Organizadora de Nuclolo est presente na constrio secundria de alguns cromossomos.

Constrio Secundria

(Junqueira e Carneiro, 2005)

Cromossomos que mostram constrio secundria, acompanhada ou no de satlites,

constituem bons marcadorescitolgicos. (Kasahara, 2009)12 Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/citogenetica/citogenetica-5.php

MORFOLOGIA DO CROMOSSOMO requerido para a estabilidade do cromossomo.

Telmero

Sequncias telomricas foram bastante conservadas durante a evoluo.

Cada telmero consiste em uma sequncia curta, repetida inmeras vezes (tandem). (Lewin, 2009)Fonte: http://scienceblogs.com.br/brontossauros/2009/10/telomeros/

13

MORFOLOGIA DO CROMOSSOMO TelmeroSuas principais funes: proteger a extremidade do cromossomo e

permitir que o telmero sejaestendido.

So essenciais sobrevivncia.(Lewin, 2009)

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/ensino-medio/velha-pergunta-sempre-atual-por-que-envelhecemos-530019.shtml

14

CARITIPO: CONCEITO, REPRESENTAO E CARACTERIZAOConjunto de caractersticas constantes dos cromossomos da espcie, quanto ao nmero, tamanho e morfologia.

As espcies possuem nmeros cromossmicos diferentes.

(Guerra, 1988)Fonte: http://www.fabiologicamente.blogspot.com.br/

15

Tabela 1: Nmero de cromossomos nas clulas diplides de algumas espcies animais.Nomes Cientfico e vulgar Ascaris megalocefala (lombriga de cavalo) Drosophila melanogaster (mosca-das-frutas) N de cromossomos (2n) 2

8

Rattus rattus (rato)Homo sapiens (homem)

4246

Gorilla gorilla (gorila)Capra hircus (cabra)

4860

Equus caballus (cavalo)Columba livia (pomba)

6680Fonte: (Adaptado Junqueira e Carneiro, 2005) 16

CARITIPO: CONCEITO, REPRESENTAO E CARACTERIZAOUm caritipo traz muitas informaes sobre caractersticas genticas de um animal ou linhagem celular. Esses aspectos podem ser relacionados a doenas, infertilidade ou gnese de tumores. (Masabanda et al., 2004) Alm disso, a deteco de rearranjos cromossmicos fornece importantes dados que podem ser utilizados em anlises filogenticas. (Pieczarka e Nagamachi, 2004)

17

CARITIPO: CONCEITO, REPRESENTAO E CARACTERIZAOClassificaoQuanto ao tamanho Quanto a posio do centrmero

Onde: r = razo entre braos ic = ndice centromrico l = brao longo c = brao curtoGrande Mdio Pequeno

(Guerra, 1988)

18

CARITIPO: CONCEITO, REPRESENTAO E CARACTERIZAO

Fonte: http://www.essaseoutras.com.br/introducao-a-divisao-celular-cromossomos-e-producao-de-gametas-veja/

19

CROMOSSOMOS APRESENTAM PADRO DE BANDAMENTO

Inicio da dcada de 1970 - mtodos de bandamentos cromossmicos, do ingls, chromosome banding. (Kasahara, 2009)

Tratamentos cromossmicos envolvendo desidratao, envelhecimento, desnaturao ou digesto enzimtica seguida da incorporao de corante DNA-especfico. (Junqueira e Carneiro, 2005)

20

CROMOSSOMOS APRESENTAM PADRO DE BANDAMENTO

Fonte:http://larissaitavo.blogspot.com.br/2011/07/inducao-da-ovulacao-em-mulheres-com.html

21

CROMOSSOMOS APRESENTAM PADRO DE BANDAMENTO

Fonte: http://dc233.4shared.com/doc/Ul-qsHLo/preview.html

22

IMPORTNCIA DO BANDAMENTO CROMOSSMICO

Pareamento cromossmico (cada par cromossmico apresenta um padro distinto e bem caracterstico de bandas).

Identificar alteraes cromossmicas, permitindo detectar pequenas

variaes estruturais, como delees, inverses, translocaes, etc.

Localizar a regio do cromossomo diretamente afetada.

Compreenso da evoluo cariotpica entre as espcies.

(Kasahara, 2009)23

PRINCIPAIS BANDAMENTOS CROMOSSMICOS

Banda C Banda G Banda R Banda Q

24

BANDAMENTO C

A tcnica de bandamento C produz marcaes na heterocromatinaconstitutiva.

Utilizada para investigar rearranjos cromossmicos, auxiliar no pareamento cromossmico e identificao de polimorfismo. (Verma e Babu, 1995)

25

BANDAMENTO C

As Bandas C so localizadas, em geral, nas regies centromricas. Emhumanos, exceto o cromossomo Y , aparece na regio distal do brao longo. (Verma e Babu, 1995)

Fonte: (Macgregor et al,, 1988)

26

BANDAMENTO C

Tambm podem aparecer em regies pericentromricas, interticiais, telomricas, em regies que flanqueiam as RONS ou em stios coincidentes a elas, em braos de autossomos ou cromossomos

sexuais.

(Kasahara, 2009)

Banda C no primata Mico humeralifera com 2n = 44. Os pares 2 e X da fmea mostram heteromorfismo de banda C.Fonte: (Kasahara, 2009)

27

BANDAMENTO C

Podem variar quando se observa oshomlogos de um mesmo par. (Kasahara, 2009)

Banda C no anfbio anuro Eupemphix nattereri com 2n = 22. Heteromorfismo de banda C no par 11 (a) e par 8 (b).

Variao na quantidade de heterocromatina no par 8 (c).Fonte: (Kasahara, 2009)

28

BANDAMENTO C

As variaes das bandas noscromossomos observadas. (Kasahara, 2009) podem ser

A

B

Bandas C no lagarto Tropidurus torquatus com 2n = 12 M + 24 m. (a) Banda C adicional nos braos longos; (b) e (c) Banda C centromrica acentuada.Fonte: (Kasahara, 2009)

C

29

BANDAMENTO C

TCNICA Incubao das preparaes cromossmicas em HCL; Tratamento salino com hidrxido de brio; Incubao em soluo salina 2XSSC a 60 C; Colorao com Giemsa. (Summer, 1972)

30

BANDAMENTO G

Metodologia

mais

empregada

no

reconhecimento

dos

pares

cromossmicos.

A grande vantagem que o material observado microscopia de luz comum.

H vrios tipos de tratamentos que produz o bandamento G.

Faixas transversais com diferentes tonalidades de colorao regiomais coradas e mais brilhantes apresentam maior contedo de bases AT.31

BANDAMENTO G

(Verma e Babu, 1995)

32

BANDAMENTO G

Entre os vertebrados, os padres de bandas G so bem definidos e, bastante teis para identificao

A

cromossmica.(Kasahara, 2009)

B

Bandas G em Hoplias malabaricus (a) e Tropidurus hispidus (b).Fonte: (Kasahara, 2009)

33

BANDAMENTO G

Aplicaes variaes caritipicas associadas a sndromes genticas. Sndrome de Down (trissomia do cromossomo 21);

Sndrome de Patau (trissomia do cromossomo 13);Sndrome de Edwards (trissomia do cromossomo 18); Sndrome de Turner (monossomia do cromossomo X); Sndrome de Klinefelter (47,XXY); Sndrome Cri-du-chat (deleo 5p);

Outras alteraes cromossmicas raras.

34

BANDAMENTO G

Sndromede Down

Fonte: http://larissaitavo.blogspot.com.br/2011/07/inducao-da-ovulacao-em-mulheres-com.html

35

BANDAMENTO G

Sndromede Edwards

Fonte: http://www.ghente.org/ciencia/genetica/trissomia18.htm

36

BANDAMENTO G

Sndromede Turner

Fonte: http://www.ghente.org/ciencia/genetica/turner.htm

37

BANDAMENTO G

S