Biofisica Do Sistema Renal

  • View
    164

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Biofisica Do Sistema Renal

Biofsica do Sistema Renal Por: Gabriel S. Silva e Talita Oliveira

Objetivos Principais Funes do Sistema Renal; Estrutura do Sistema Renal; Funcionamento do Sistema Renal; Mecanismo de Contra Corrente.

Principais Funes Renais Excreo de resduos metablicos e substncias exgenas Regulao do Equilbrio Hidroeletroltico Regulao da osmolalidade e das concentraes de eletrlitos nos fluidos corporais Regulao do equilbrio cido-base Regulao da presso arterial

Secreo, Metabolismo e Excreo de hormnios (Renina, Calcitriol e Eritropoitina) Gliconeognese

Localizao Anatmica do Sistema Renal

T12 rins

ureter

bexigauretra

Anatomia do Rim

crtex renal cpsula renal medula renal

papila renal

clice menorclice maior coluna renal

veia renal artria renal pelve renal

ureter pirmide renal

Nfrons

Sistema RenalAs tarefas renais so feitas atravs da Secreo e Reabsoro de vrios ons, metablitos, substncias exgenas e gua.1. Filtrao Glomerular; 2. Reabsoro Tubular; 3. Secreo Tubular.

Sistema Renal Nfrons: Unidades Funcionais dos Rins

Artria AferenteCapilares Glomerulares Artria Eferente Capilares Peritubulares e Vasos Retos Veia Renal

FILTRAO!

Sistema Renal Filtrado contido pela Cpsula de Bowman

Tbulos ProximaisAla de Henle Tbulos Distais Tubo Coletor

REABSORO e SECREO

Formao de Urina

Taxa de Excreo Urinria = Taxa de Filtrao Glomerular Taxa de Reabsoro + Taxa de Secreo

Filtrao GlomerularProduo de um ultrafiltrado de plasma dos capilares glomerulares para a cpsula de Bowman: Livre de protenas e elementos celulares Quantidade de Sais e molculas orgnicas similares do plasma

A ultrafiltrao causada pelas foras de Starling: Balano entre as foras hidrosttica e onctica transcapilaresPresso Presso Presso Presso hidrosttica capilar = PCG hidrosttica capsular = Pt onctica capilar = CG onctica capsular = t

Puf = PCG - Pt - CG

Filtrao Glomerular

Puf = presso efetiva de ultrafiltrao

Puf = PCG - Pt - CG

Extremidade aferente 60 mmHg 0 mmHg -15 mmHG - 28 mmHg 17 mmH

Extremidade eferente 58 mmHg PCG 0 mmHg CB -15 mmHG Pt - 35 mmHg CG 8 mmHg Puf

Filtrao GlomerularControle Mecnico da Filtrao Glomerular

Filtrao GlomerularRitmo de Filtrao Glomerular Aproximadamente 21% do FPR (125 mL/min-1) 180L/24 horas

Alta taxa de reabsoro (99%)

Medida da Taxa de FGSubstncias Usadas devem obedecer os seguintes requisitos: Ser livremente filtrada atravs dos glomrulos para o espao de Bowman No ser absorvida ou secretada pelos nfrons No ser metabolizada ou produzida pelos rins No alterar a TFG

Polmero de frutose administrado por via endovenosa Produto do metabolismo da creatina dos msculos esquelticos

As mais comumente usadas so: EXGENA: Inulina ENDGENA: Creatinina

Depurao de InulinaQuantidade filtrada

=

Quantidade excretada

TFG . Pin

=

Uin . VPin = TFG No h reabsoro nem secreo tubular

TFG = Taxa de filtrao glomerular Pin = Concentrao de inulina no plasma Uin = Concentrao de inulina na urina V = Fluxo urinrio

TFG = Uin . V Pin

A equao para calcular a TFG a mesma da depurao plasmtica renal

Cx = Ux . V Px

Reabsoro Tubular Responsvel pelo retorno de 99% do volume filtrado;

Mecanismos ativos ou passivos

Reabsoro Tubular de Na+ Transporte Passivo e Ativo

Reabsoro Tubular de gua Aumento da concentrao de solvente no lmen do tbulo (retirada do Na+), origina um gradiente e h entrada passiva de solvente. Ao do ADH.

Reabsoro Tubular de Cl passiva e se faz de 2 modos:

1. Acoplada entrada de Na+2. Pelo gradiente osmtico que se forma quando a concentrao de Cl- aumenta pela retirada de gua do tbulo.

Reabsoro Tubular de HCO3 Relacionada a entrada de Na+ e secreo de H+

Transporte Mximo de Reabsoro Capacidade substncia; LRP= Tm RFG mxima de reabsoro de uma

Secreo Tubular Quantidade de uma substncia na urina maior que no filtrado, excedendo o RFG. Substncia endgenas e exgenas

Formao de Urina

Taxa de Excreo Urinria = Taxa de Filtrao Glomerular Taxa de Reabsoro + Taxa de Secreo

Mecanismo de Contra Corrente Sistema de trocas onde 2 fluxos caminham em sentidos opostos

Mecanismo de Contra Corrente1. Contra Corrente multiplicadora dos tubos

2. Contra Corrente de trocas nos vasos retos

O ser humano possui dois rins que tm cor vermelho-escuro e forma de um gro de feijo. Em uma pessoa adulta os rins medem 12cm cada um e pesam 130 a 170g cada um. Localizam-se nas costas um de cada lado da coluna e so protegidos pelas ltimas costelas.Passam pelo rim aproximadamente 1.200 a 2.000 litros de sangue por dia que chegam atravs das artrias renais. No interior dos rins, as artrias dividem-se em vasos, cada vez menores, at formarem um enovelado de vasos muito finos que constituem o glomrulo. O glomrulo o verdadeiro filtro do rim, por onde o sangue passa e filtrado, eliminando todas as substncias indesejveis atravs da urina. Existem aproximadamente um milho de glomrulos em cada rim.

A urina formada pela eliminao da gua desnecessria, dos sais e outros produtos que no devem ser acumulados no nosso sangue. A quantidade diria de urina da + ou - de 1,2 a 1,5 litros de urina por dia. Partindo do rim, a urina inicia a sua caminhada para o exterior, descendo pelo ureter, chegando bexiga e saindo pela uretra. Na urina eliminado diariamente, alm da gua, sdio, clcio, fsforo, uria, cido rico e inmeros outros produtos do catabolismo do nosso organismo. O trabalho metablico aproveita o que serve para o organismo e rejeita o que no deve ser assimilado (produto catablico) e envia ao rim para ser eliminado por ser desnecessrio.

Infeco Urinria O paciente se queixa de dor, ardncia e urgncia para urinar. O volume urinado torna-se pequeno e freqente, tanto de dia como de noite. A urina turva e mal cheirosa podendo surgir sangue no final da mico. Nos casos em que a infeco atingiu o rim, surge febre, dor lombar e calafrios, alm de ardncia e urgncia para urinar. Clculo Renal A clica renal, com dor no flanco e costas muito caracterstica, quase sempre com sangue na urina e em certos casos pode haver eliminao de pedras.

Insuficincia Renal AgudaSurge quando o rim sofre a ao de uma doena que deteriora irreversivelmente a funo renal, apresentando-se com reteno de uria, anemia, hipertenso arterial, entre outros.