Bloqueios pet

  • View
    853

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Bloqueios pet

  • Bloqueios

    Infiltraes

    Daniel Bonotto

    Bloqueio anestsico no diagnstico diferencial em dor orofacial

    DorExperincia sensorial e emocional desagradvel decorrente de um dano tecidual real ou descrita em termo deste dano

    IASP

    Regies frequentemente associadas dor por DTM

    Disfuno TemporomandibularTermo que agrupa as desordens das ATM e/ou dos msculos da mastigao

    DTM articulares

    DTM muscularesOliveira, 2002

    Dor OrofacialNas desordens em que a dor o principal sintoma, imperativo que a fonte da dor seja identificada

    Local da dor: onde o paciente aponta sentir dor

    Origem da dor: estrutura relacionada a causa da dor

    ex: teste trmico

    Dor OrofacialO estmulo da origem da dor exacerba a queixa do paciente

    Quando a provocao local no aumenta a dor, deve-se suspeitar de dor heterotpica

    Fisiologia da Nocicepo

    Conduo da DOR ao SNC

  • Fisiologia da Nocicepo

    Dor Heterotpica

    Voc no pode diagnosticar aquilo que no conhece (JPO)

    DiagnsticoO diagnstico obtido atravs de uma avaliao cuidadosa das informaes obtidas na anamnese e exame clnico

    Fatores para diagnstico diferencial

    1. Conhecer as dores orofaciais2. Histrico do paciente3. Exame fsico - estmulo do local da dor exacerba a queixa4. Bloqueio anestsico da origem leva depleo da dor5. Exames complementares

    Bloqueio DiagnsticoImportante para diferenciar dor primria da dor secundriaIdentificar as vias que medeiam a dor perifricaLocalizar a origem da dorBloqueios musculares podem ter valor teraputico (dor miofascial)Educao do paciente sobre a origem da dor

    Indicaes Gerais

    Bloqueio Diagnstico- seringa carpule com aspirao- agulhas curta e longa- algodo com lcool ou soluo de iodo tpico- gazes esterilizadas- soluo anestsica sem vaso constritor (lidocana 2% ou mepivacana 3%)

    Instrumentais e materiais

    Bloqueio Diagnstico- Conhecimento slido da anatomia da regio- Conhecimento profundo da tcnica de puno da estrutura- Conhecimento da farmacologia da soluo anestsica- Evitar infiltrar tecidos inflamados- Manter assepsia rigorosa- Sempre aspirar antes de injetar a soluo anestsica

    Regras Gerais

  • Anestsicos LocaisSo substncias capazes de bloquear, de forma totalmente reversvel, a gerao e a propagao do potencial de ao em tecidos eletricamente excitveisAMINOAMIDAS AMINOSTERES

    EtidocanaLidocanaBupivacanaLevobupivacanaRopivacanaPrilocanaMepivacana

    CocanaProcanaCloroprocanaTetracana

    Anestsicos Locais

    Potencial de Ao (Impulso nervoso): uma dramtica redistribuio da carga eltrica

    atravs da membrana do neurnio

    Potencial de Ao

    A despolarizao da clula durante o potencial de ao causada pela entrada de ons sdio e a repolarizao ocasionada pela sada de

    potssio atravs da membrana

    Anestsicos Locais

    Diminuio da permeabilidade

    ao on sdio

    Diminuio na velocidade e grau de

    despolarizao

    Bloqueio da conduo

    neuronal

    Bloqueio dos canais de

    sdio

    Mecanismo de Ao

    Bloqueios AnestsicosTipos de Bloqueios

    Injees Musculares

    Injees Articulares

    Injees de Bloqueio de Nervo

    Bloqueios AnestsicosInjees Musculares

    Principal indicao na identificao da origem da dor

    O bloqueio de trigger points miofasciais pode resultar em alvio significativo da dor por longa durao

    Bloqueios AnestsicosInjees Musculares

    Temporal

  • Bloqueios AnestsicosInjees Musculares

    Masster

    Bloqueios AnestsicosInjees Musculares

    E.C.M

    Bloqueios AnestsicosInjees Musculares

    Trapzio

    Bloqueios AnestsicosInjees Articulares

    Indicaes teraputicas e no diagnsticas

    Aplicao de medicao intracapsular (corticosteride, hialuronato de sdio, AL)

    1. Localizao Anatmica

    Tcnica Operatria

    1. Localizao Anatmica

  • 1. Localizao Anatmica

    1. Localizao Anatmica

    2. Assepsia da pele com PVPI tpico a 10%

    3. Anestesia Tpica com Ice Spray

    4. Anestesia local com infiltrao intracapsular de 0,5 a 1ml de lidocana 2% ou mepivacana 3% sem vaso constritor. Introduo da agulha no ponto marcado, de posterior para anterior,

    atingindo o espao supradiscal [???]

    5. Infiltrao de 1ml de hialuronato de sdio com seringa de 3ml e agulha 0,45 x 13mm ou agulha 0,7 x 25mm (22G)

  • Bloqueios AnestsicosInjees de Bloqueio de Nervo

    Diagnstico diferencialAnestsico de curta durao (sem vaso constritor)Bloqueios dentriosBloqueio do nervo auriculotemporal

    Bloqueios AnestsicosContra-indicaes e reaes adversas

    - Alergia ao AL- Dor ps-operatria- Hematoma / acidentes vasculares- Paralisia motora transitria (VII par)