BOA VONTADE 194

  • View
    628

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of BOA VONTADE 194

Nesta edio O Carisma do Lder da Boa Vontade. Nesta edio: II fascculo do MPARsegundo fascculo d

BOA VONTADEA RevistA dA espiRituAlidAde ecumnicA AnO XXii n 194 OutuBRO de 2004 R$ 7,90

Editorial

Alziro Zarur e Paiva Netto: unidos pela Boa Vontade Mundial (pginas 4 a 7)

O Portal do Terceiro Milnio

Edio especial do 15o aniversrio do Templo da Boa Vontade A Pirmide da Paz

BOA VONTADE

3

Outubro de 2004

E D I TOR IALwww.paivanetto.com.br

Quinze e 25 anosEJoo Preda

m 21 de outubro de 1989, durante o 10o aniversrio do desenlace do saudoso fundador da Legio da Boa Vontade, Alziro Zarur (1914-1979), inaugurei em Braslia/DF, Brasil, na presena de milhares de pessoas vindas de vrias partes do Planeta, o Templo da Boa Vontade (TBV), smbolo expressivo da vanguardeira mensagem do Ecumenismo*1 Total e Irrestrito ao mundo. Com satisfao, estamos comemorando o 15o aniversrio*2 do TBV. Segundo a Agncia de Desenvolvimento do Turismo do Distrito Federal (Adetur), ele , desde que foi aberto, o Jos de Paiva Netto, jornamonumento mais visitado do Planalto Central, lista, radialista e escritor, Presidente das Instituies recebendo mais de um milho de peregrinos por da Boa Vontade. ano. Isso nos leva a refletir sobre a fora da pregao pioneira e pragmtica da LBV Mundial, originria do Programa Hora da Boa Vontade, que Zarur criou a 4 de maro de 1949. A famosa Instituio teve as suas primeiras reunies na Associao Brasileira de Imprensa, a ABI.

O despertar do sentimento de SolidariedadeNesta ocasio festiva, quero prestar uma justa homenagem ao grande brasileiro, jornalista, radialista, poeta e escritor, Alziro Zarur. Por fora de sua coragem e de inabalvel confiana nos desgnios de Deus, fomentou, por intermdio de sua pregao pioneira e irrestritamente ecumnica, o sentimento de Solidariedade religiosa do Povo. Apresento a seguir mensagem do sempreArquivo LBV

Chico Anysio entrevistado pelo jornalista Enaildo Viana, no programa Brasil Democrtico da Rede Mundial de Televiso A TV da Educao, da Cultura e da Cidadania com Espiritualidade!

lembrado Proclamador da Religio do Amor Universal, durante o memorvel Congresso da Mocidade Legionria e dos Soldadinhos de Deus, no Clube Sampaio, na cidade do Rio de Janeiro, em 10 de julho de 1976. Trata-se de um resumo histrico das lutas desse gigante da Boa Vontade, que recebeu de Jesus a misso de revelar o Seu Novo Mandamento: Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei (Evangelho do Cristo, segundo Joo, 13: 34), h dois milnios quase esquecido na Bblia Sagrada.

Chico Anysio fala sobre ZarurNo programa Brasil Democrtico*3, da Rede Mundial de Televiso A TV da Educao, da Cultura e da Cidadania com Espiritualidade!, o ilustre Chico Anysio, homem de mil talentos, narra um impressionante testemunho a respeito do incio da vida apostolar de Zarur. Prestemos ateno ao resumo das declaraes do velho Chico: Fao parte tambm do seletssimo grupo de pessoas para quem Alziro Zarur, pela primeira vez, falou na Legio da Boa Vontade. Eu era radioator da Mayrink Veiga, j tinha sado da Guanabara. O nosso diretor no radioteatro era Zarur. Naquele dia, tnhamos ensaio de um captulo de novela, devia ser umas seis e meia quando ele chegou, dizendo que havia recebido uma mensagem divina. E ele tremia todo, estava nervosssimo, no pde fazer o ensaio. Quem fez foi o Urbano Lis. E ns todos entendemos o Zarur (...). Dali em diante, ele se transformou.

BOA VONTADE

4

Outubro de 2004

Em 7 de janeiro de 1950, Alziro Zarur (1914-1979) comanda a primeira reunio ecumnica da Legio da Boa Vontade, a Cruzada de Religies Irmanadas pela qual pioneiramente preconizava o inter-relacionamento religioso. Ela foi realizada no Salo do Conselho da Associao Brasileira de Imprensa (ABI), no Rio de Janeiro/RJ, da qual Leopoldo Machado foi um dos oradores. Na primeira foto, ao lado esquerdo de Zarur, que aparece em p, Teles da Cruz (Catolicismo), direita Murilo Botelho (Esoterismo) e Ascnio Farias (Positivismo).

Ento, fui o primeiro a saber disso. Ele abandonou tudo. No foi mais diretor do radioteatro. Fez um programa, chamado Hora da Boa Vontade, s seis da tarde. E, dali, passou para a Rdio Mundial. (...) Criou a Legio da Boa Vontade. Era a Sopa do Zarur, a Sopa dos Pobres. Os mendigos do Rio no passaram mais fome, porque a sopa que distribua matava a fome de todos. Sei da seriedade, que ele no fez disso um meio de ganhar dinheiro, de enganar ningum. Fao doaes para a LBV: vrias vezes j as fiz. Na minha exposio*4, no Templo da Boa Vontade, em Braslia/DF, farei outra e continuarei ajudando, porque a LBV da maior seriedade. Eu estou abenoado com a minha pintura aqui. Deus est aqui comigo! uma coisa muito divina demais! (...).

Um garoto furoAgora, passarei a palavra ao prprio homenageado, cujo nome vem carregado de simbolismo bblico a que ele tanto serviu: Alziro Abraho Elias David Zarur: Entrei no rdio na dcada de 1930. S em 49 pude lanar a Campanha da Boa Vontade, a partir da qual fundei a LBV. Vejam bem, de 1930 at praticamente 1950, levei 20 anos num aprendizado. J havia mais quatro, antes disso, porque comecei em 1926, pregando na rua, no trem, no bonde. Era um garoto furo. Ficava todo mundo espantado comigo. No trem, o garoto metia o dedo no ar e dizia: Meus amigos, o que que vocs sabem de Jesus? O que sabem da Vida eterna?. Daqui a pouco estava todo mundo calado, escutando o garoto. ... Depois de feito tudo fcil, qualquer um faz. O menino Zarur, Todos conhecem uma fraaos 8 anos de idade. se que diz muito bem: Voc est vendo aquele cara? um engenheiro de obras feitas. A maioria de engenheiros de obras feitas. Mas, fazer que , desbravar que , abrir caminho que ... Ainda mais, depois preciso saber fazer a coisa. Vocs reconhecem que a maioria no tem estrutura enciclopdica, gente simplria.

Arquivo LBV

BOA VONTADE

Paiva Netto sempre esteve presente nos momentos de grandes desafios atravessados pelo fundador da LBV frente da Instituio.

5

Outubro de 2004

Arquivo LBV

E D I TOR IALwww.paivanetto.com.br

Corra Santos

Ento vocs tm de ir massa, ao entendimento do Povo.

Programas radiofnicosNa minha vivncia radiofnica, lancei a Enciclopdia Popular com gatinhos e sinucas. Gatinho era um errinho de portugus; sinuca, uma pergunta difcil de responder. Lancei Gatinhos em 1941, portanto, vejam vocs, h quanto tempo! Pois at hoje quando passo na rua ainda escuto: Onde que est o gatinho?. Eu dizia uma frase errada e perguntava: Onde que est o gatinho? Por exemplo: Eu tenho a sbida honra; onde que est o gatinho? Perfeitamente, est na palavra sbida que no existe. Zarur pregando o Evangelho, na Rdio O certo subida honra, quer Mundial, durante seu famoso programa dizer, honra elevada. E h Jesus Est Chamando! (Rio de Janeiro/RJ). muitas outras coisas de que vocs se lembram. At na revista Boa Vontade h vrias publicaes de Onde que est o gatinho? O gatinho o erro de portugus. E quanta gente aprendeu muita coisa custa desse processo engraado de ensinar. E ainda dava prmios a quem acertasse. Sinuca era uma pergunta difcil. Por exemplo: Como se chama quem nasce em Guimares, cidade de Portugal? Como se chama quem nasce na cidade do Rio de Janeiro? Quem nasce na cidade do Rio carioca. Quem nasce na cidade de So Paulo paulistano. E quem nasce em Guimares, como o nome dele? sinuca mesmo porque o pessoal se embasbacava. Ora, quem nasce em Guimares vimaranense. Quem podia imaginar uma coisa dessas? Quem nasce em Jerusalm hierosolimitano. Mas era uma sinuca, porque ningum sabia como que era. Mas havia tambm umas perguntas fceis, por exemplo: Quem foi que fundou a Legio da Boa Vontade? Como o tempo passa! Mas, Deus sabe que tudo o que possvel fazer pelo bem da Humanidade tenho feito, e pelo bem do meu Brasil. So praticamente 50 anos de vida pblica. Menino ainda j escrevia nos jornais, no Suplemento Infantil. Mas papai no queria, ento eu assinava Almanzor Kabul; no rdio, Ricardo Reis; at que um dia pude comear a trabalhar com o meu prprio nome. Quantas coisas tenho enfrentado para levantar o povo brasileiro, para levar o Evangelho e o Apocalipse aos coraes!

e comecei a correr mundo, a ver coisas. Lancei vrios programas. O primeiro programa literrio do rdio fui eu que lancei, muito antes da Biblioteca do Ar, que a Rdio Mayrink Veiga depois tambm irradiaria. O primeiro programa policial educativo fui eu que lancei: As Aventuras de Sherlock Holmes. Eu descobria todos os mistrios, prendia todos os bandidos e todas as bandidas. (...) E lancei tanta coisa mais! Se fosse falar sobre isso, falaria aqui o dia todo. Quando pregava Evangelho e Apocalipse, ainda rapazinho, terminava as minhas pregaes com poesias que fazia na hora. Ento, o Povo gostava de me ouvir, porque sempre havia uma novidade, uma curiosidade. Depois de fazer sucesso como homem de rdio e de jornal, a que fui partir para a LBV no rdio. E tambm no foi fcil, no. Porque o rdio daquele tempo s queria anncio, e essas coisas que vocs sabem: bebidas, mulheres, carnaval e orgias... (...). Nada de coisa sria: No venha c falar de Deus. Que Deus que nada! No venha para c lembrar os Mandamentos. Ns queremos gozar a vida!. Diante disso, abrir caminho e fundar a LBV no rdio, s com a minha fibra e a minha perseverana! Mas vocs pensam que foi fcil? No! Mesmo o programa sendo bonito, elevado, eles no aceitavam. Rdio nenhuma aceitava. Ento eu mesmo fui conseguir anunciante.Consegui bons anunciantes para poder dizer: Agora est patrocinado (...). Foi enfrentando essa luta que nasceu a Campanha da Boa Vontade, por um Brasil melhor, por uma Humanidade mais feliz! Vejam bem como Deus sbio. Se eu no casse cedo no mundo, se no tivesse aquela experincia indispensvel, no poderia lanar o programa, porque no teria a intuio de procurar patrocinadores. Parece fcil dizer: Qualquer um faz