BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A page 1
BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A page 2
BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A page 3
BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A page 4
BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A page 5

BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of BOLETIM ELETRÔNICO - .BOLETIM ELETRÔNICO ... Comércio e Serviços da Câ-mara do Deputados. A

  • BOLETIM ELETRNICON 344 - 01 a 07 de setembro de 2017

    FIEGCriao da TLP e lanamento do BNDES Giro pautam representao da Fieg em Braslia

    O vice-presidente da Fieg, Wilson de Oliveira, participou, no dia 22/08 ltimo, de reunio do Conselho de Assuntos Legislativos da Confe-derao Nacional da Indstria (CAL/CNI), na condio de conselheiro in-dicado pela Federao das Indstrias do Estado de Gois. O encontro, em Braslia, contou com as presenas dos senadores Jos Serra e Jos An-bal, ambos do PSDB paulista.

    De acordo com Wilson de Oliveira, um dos principais pontos da pauta foi a Medida Provisria 777/2017, que trata da instituio da Taxa de Longo Prazo. A proposta que a TLP seja substituta da Taxa de Juros de Lon-go Brazo (TJLP), nos financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e So-cial, o BNDES.

    Wilson de Oliveira lembrou que este mesmo assunto foi pauta de um encontro promovido pela Confede-rao das Associaes Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), liderado pelo presidente George Tei-xeira Pinheiro e que teve, na poca, a presena da ento presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos, que apresentou a proposta de criao da TLP, em maro deste ano.

    A questo, pontua Wilson de Olivei-ra, que a taxa atual, a TJLP, sub-sidiada e, dessa forma, os benefcios chegam s grande organizaes, em detrimento das pequenas e mdias empresas. A inteno, portanto, seria fazer com que haja uma equalizao e que os recursos do BNDES possam chegar s pequenas empresas.

    A proposta da TLP foi aprovada na Cmara e ser, ainda, votada no Se-nado Federal. O que deve ocorrer at no mximo no dia 07 de setembro, pois, a partir desta data, a proposta perde a sua validade.

    Na quarta-feira,23, Wilson de Oli-veira participou, ainda em Braslia, de solenidade com a presena do presi-dente Michel Temer e do presidente do BNDES, Paulo Rabello de Cas-tro, para o lanamento do programa BNDES Giro, que visa justamente a oferta de linha de crdito para micro, pequenas e mdias empresas com o objetivo de estimular a economia e aumentar a gerao de empregos.

    A estimativa do governo que a li-nha de crdito chegue ao empresrio

    com custo mdio de 1,5% ao ms, a depender do risco de crdito e do tamanho da empresa reduo de aproximadamente 30% do custo das linhas existentes hoje. Alm disso, o acesso ao crdito ser tambm atra-vs de uma plataforma simplificada.

    para isso que as nossas entida-des- federaes e associaes- tm lutado e vimos que esta luta comea a dar bons resultados. O setor pro-dutivo entende que o momento de recuperar o Brasil e, neste sentido, os pequenos empresrios podem ajudar muito, desde que recebam o suporte necessrio para que possam cumprir o seu papel, destacou Wil-son de Oliveira, que tambm presi-dente da Fieg Regional Anpolis.

    Wilson de Oliveira com o presidente da CACB, George Pinheiro, no evento de lanamento do programa BNDES Giro, em Braslia.

  • ABIC/GOAudincia pblica debate poltica nacional para o caf

    Representando a regional de Gois da Associao Brasilei-ra das Indstrias de Caf (ABIC), o empresrio Wilson de Oliveira parti-cipou, em Braslia, no dia 24/08 l-timo, de uma audincia pblica, na Cmara Federal, promovida pelas comisses de Agricultura, Pecuria, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; de Finanas e Tributao; e de Desenvolvimento Econmico, In-dstria, Comrcio e Servios da C-mara do Deputados. A reunio con-tou com vrios deputados ligados Frente Parlamentar do Caf.

    Segundo Wilson de Oliveira, a au-dincia pblica foi pautada pelo de-bate sobre a poltica nacional para o caf. Participaram dos debates re-presentantes dos produtores, de co-operativas, da indstria, dos poderes Executivo e Legislativo e, tambm, vrios prefeitos de municpios produ-tores de caf.

    Uma questo polmica colocada em discusso, refere-se questo da definio do preo mnimo. Os produtores alegam que esto tendo prejuzos com o mecanismo coloca-do em prtica pelo governo, enquan-to, por outro lado, a indstria no tem como arcar com o nus de ele-vaes, j que no h margem para repassar custos ao consumidor.

    Wilson de Oliveira defendeu que a indstria cafeeira tem procurado dar sua contribuio para fortalecer a cadeia produtiva, com investimen-

    tos em tecnologia e inovao. O que, nos ltimos anos, fez com que a pro-dutividade saltasse de 07 para 22 sacas por hectare. Mesmo assim, a margem de lucro continua pequena.

    Para Wilson de Oliveira, h mui-tos entraves colocados para o se-tor, dentre eles, a inexistncia de estatsticas confiveis, baseada em georreferenciamento, para balizar

    o mercado e minimizar os conflitos gerados com a especulao. Alm do que, h diversos rgos atuando no segmento, sem que haja uma sin-tonia entre os mesmos. A indstria tambm busca a modernizao das legislaes que regem as operaes de importao e exportao de caf, a fim de se criar um ambiente mais competitivo para os negcios.

    BOLETIM ELETRNICON 344 - 01 a 07 de setembro de 2017

  • SICMAEntidade presente na Concrete Show South Amrica

    O Sindicato das Indstrias da Construo e do Mobilirio de Anpolis (Sicma) esteve presente num dos maiores eventos da Am-rica Latina que rene toda a cadeia produtiva do concreto. Trata-se da Concrete Show South Amrica, que aconteceu entre os dias 23 a 25 de agosto ltimo, no Centro de Expo-sies So Paulo Expo, na capital paulista. A entidade foi representa-da no evento pelos diretores Moiss Ribeiro Neto, Nicolas Soares de Mo-raes e pelo articulador do Sistema Fieg, Darlan Neiva de Siqueira.

    Em sua 11 edio, a Concrete Show recebeu um pblico estimado de 20 mil visitantes. Cerca de 350 marcas foram apresentadas na feira, que contou com dezenas de lana-mentos de produtos e solues de tecnologias e uma galeria de concre-to com peas de design e materiais inovadores baseados em concreto de diferentes pases.

    Durante o evento, foram realizadas 60 palestras gratuitas para a capaci-tao e atualizao de profissionais que atuam na construo civil por re-nomados profissionais. Alm disso, houve ainda sesso de autgrafos de livros tcnicos e premiao nacio-nal para estudantes de arquitetura.

    Case de AnpolisNa exposio da Concrete Show,

    foi apresentado um banner sobre o uso de vermiculita na construo de um edifcio em Anpolis, trabalho este desenvolvido pelo Engenheiro Isaas Ferreira Filho, diretor da em-presa Tecniff Engenharia e tambm diretor do Sicma.

    BOLETIM ELETRNICON 344 - 01 a 07 de setembro de 2017

  • SENAIProjeto de alunos implantado na Caoa/Hyundai

    EXPEDIENTE

    FEDERAO DAS INDSTRIAS DO ESTADO DE GOIS

    FIEG REGIONAL ANPOLIS SINDICATOS DAS INDSTRIAS

    Pedro Alves de OliveiraPresidente

    Wilson de OliveiraSindicato das Indstrias de

    Alimentao de Anpolis (SindAlimentos)www.sindalimentosgo.com.br

    Anastcios Apostolos DagiosSindicato das Indstrias da Construo e do

    Mobilirio de Anpolis (SICMA)www.sicmago.com.br

    Robson Peixoto BragaSindicato das Indstrias Metalrgicas,

    Mecnicas e de MaterialEltrico de Anpolis (SIMMEA)www.simmeago.com.br

    Jair RizziSindicato das Indstrias do

    Vesturio de Anpolis (SIVA)www.sivago.com.br

    Laerte Simo

    Sindicato das IndstriasCermicas do Estado de Gois

    (SINDICER/GO)www.sindicergo.com.br

    Heribaldo Egdio da Silva - Presidente

    Maral H.Soares - Presidente Executivo Sindicato das Indstrias Farmacuticas

    no Estado de Gois (SINDIFARGO)www.sindifargo.com.br

    Patrcia OliveiraCoordenadora Administrativa

    Wilson de OliveiraPRESIDENTE

    Rua Eng. Roberto Mange, 239-A Bairro Jundia

    Anpolis - Gois CEP: 75.113-630

    62 3324-5768 / 3311-5565fieg.regional@sistemafieg.org.br

    Contatos

    Aprendizes na Caoa/Hyundai, os alunos Matheus Fernandes e Gabriel Pedro, do Senai Anpolis, desenvolveram projeto para diminuir o desperdcio de gua em torneiras automticas utilizando abraadeiras de nylon.

    O trabalho foi orientado pelo ins-trutor do curso montador de vecu-los automotores, Ricardo Oliveira. A ideia foi implantada em um dos seto-res da montadora, com previso de economizar mais de 30 mil litros de gua por ano.

    O Sindicato das Indstrias Metalr-gicas, Mecnicas e de Material Eltri-co de Anpolis (Simmea), parabeniza os alunos, o Senai e a Caoa/Hyundai pela iniciativa e pela parceria.

    BOLETIM ELETRNICON 344 - 01 a 07 de setembro de 2017

  • BOLETIM ELETRNICON 344 - 01 a 07 de setembro de 2017