Boletim set out nov

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Confira as notícias da missão em Moçambique.

Text of Boletim set out nov

  • BOLETIM MISSIONAL INHAMINGA, setembro a novembro de 2013

    Ol, amigos!

    Sempre que paro para vos escrever penso no quando

    estou cada vez mais adaptado e no que o Senhor tem

    feito em minha vida. A saudade da famlia e da minha

    noiva ainda grande, mas tenho experimentado graa

    de Deus para no perder o foco.

    Este o meu xar! Ele est cada vez mais bonito!

    Jovens de Inhaminga

    Como as aulas aqui na escola bblica s voltaro no incio

    do ano que vem, tenho usado o tempo aqui para coope-

    rar mais com os jovens e pr-adolescentes da igreja de

    Inhaminga e Massandza. Com os jovens de Inhaminga

    temos estudado e refletido juntos sobre o Sermo do

    Monte. Tem sido momentos bem especiais juntos. Os en-

    sinamentos de Jesus mexem diretamente com a nossa

    vida e o nosso dia-a-dia, pois falam sobre santidade e de

    justia social. Durante os estudos levantamos questes

    que os fazem refletirem sobre suas vidas, recheamos de

    exemplos e provocamos alguns debates. Os jovens so

    espertos e esto crescendo atravs de serem alimenta-

    dos com a Palavra de Deus.

    Projeto Alegria

    um projeto aqui da misso de apoio a pessoas em

    situao de risco (vivas, rfos, idosos e doentes),

    em hospitais, prises e entre a comunidade. Apoio

    populao em pocas de enchente, ou seca.

    Desde de que as aulas acabaram comecei a me

    envolver com esse projeto e estou me apaixonando

    por ele. Deus tem um carinho especial pelos rfos e

    vivas e quanto mais chegamos perto dessas pesso-

    as mais conhecemos suas necessidades e mais senti-

    mos o amor de Deus pelos necessitados.

    Pai dos rfos e juiz das vivas Deus em Sua Santa morada

    Salmos 68:5

  • Em uma manh pedi a Deus para que me mostrasse uma famlia especfica que eu pudesse ajudar com meus

    recursos e no mesmo dia o Senhor me mostrou!

    A ajuda acontece quando ns mesmos da equipe ou pessoas prximas, ao passar pelas vilas percebemos os

    mais necessitados. Estes que em sua maioria so de alguma forma impossibilitados de trabalhar, como no caso

    das vivas com filhos pequenos. As famlias que esto cadastradas no projeto recebem ajuda mensal de alimen-

    tao bsica (arroz ou farinha de milho branco, feijo, leo, sal e acar). Essa ajuda complementada pelo o

    que colhido na machamba (plantao). O projeto tambm prov utenslios como pratos, panelas, esteiras

    (pois no usam camas), mantas e etc. Algumas vezes reparo e at construo de casas e etc.

    Casa da viva

    Em uma das visitas ao hostpital de Inhaminga, Paulo e

    Gabriel conheceram Antnia e Beatriz, me e filha.

    Beatriz estava com a sade bem debilitada, pois a

    me no estava conseguindo amamentar. Alm de

    orar e compartilhar do evangelho com ela, surgiu no

    corao deles um desejo de visitar a sua casa e aju-

    d-la com uma cesta bsica alimentar. Chegando

    l, conheceram mais um pouco da realidade daque-

    la famlia.

    Uma mulher relativamente jovem com trs crianas,

    entre elas um beb. Sua casa tinha parcialmente de-

    sabado depois de uma chuva, por isso ela dormia

    fora de casa com as crianas e quando chovia fica-

    va na casa de uma vizinha. Ela trabalha sozinha em

    sua machamba (plantao), pois as crianas ainda

    so muito pequenas para poderem ajudar. Justa-

    mente por produzir pouco tem necessidade de aju-

    da, principalmente nessa poca do ano onde no

    chove muito por aqui.

    Depois que constatamos que a necessidade daquela

    famlia ia alm de uma cesta bsica mensal, come-

    amos a planejar a construo de uma nova casa!

    Reunimos os jovens aqui da igreja de Inhaminga,

    compramos bambus, pregos, lona plstica, palha e

    mos obra!. A casa foi feita de barro, bambu e

    palha. Foram dois dias de trabalho coletivo e alegria

    para aquela me seus filhos! Tambm compramos

    farinha para a chima (uma espcie de polenta de

    farinha branca) e um cabrito para almoarmos todos

    juntos! Todos cooperaram com muita alegria e o re-

    sultado foi muito bom.

    Ficamos felizes em abeno-la com uma casinha

    nova e muito mais ela e as crianas fiaram felizes pois

    agora no precisaram mais dormir no terreno, nem

    na casa da vizinha quando a chuva vier!

  • Na reunio de jovens Como estvamos ensinando que finanas e justia social esto inteiramente ligadas ao reino de Deus (usamos uma srie chamada O Deus Provedor da Universidade da Famlia), foi uma grande oportunidade de mostrar na prtica que se compadecer dos rfos e vivas faz parte da vida crist genuna e que no importa se te-mos muito ou pouco, Deus deseja nos usar para abenoar as pessoas. Editamos as fotos e vdeos que fize-mos durante a construo e exibimos na reunio de jovens, ficou muito legal! Ao fim dei uma pequena pala-vra baseada em Mateus 5:14-16 Vs sois a luz do mundo. No se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para coloc-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe tambm a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vos-so Pai que est nos cus.

    Conferncia Anual de Pr-adolescentes

    Oitenta pr-adolescentes de zonas prximas Inhaminga se reuniram para cinco dias de muito ensino e brin-

    cadeiras. Fizemos uma pista de provas onde cada obstculo continha uma lio referente ao ensino que esta-

    vam recebendo, foi muito legal e engraado!

    O tema foi Para que voc foi criado?.Nossa equipe ensinou sobre: O Carter de Deus, A Criao do Ho-

    mem e sua queda, O Pecado, Quem Jesus A Redeno atravs da Cruz O Amor de Deus e etc. No

    nada fcil ministrar para crianas! preciso usar recursos visuais e mexer bastante com a imaginao deles!

    Se j difcil falar durante quarenta minutos com os mais velhos daqui, imagine falar com crianas! Mas o Se-

    nhor me deu graa e acredito que consegui ter a ateno da maioria. Preguei sobre A Redeno Atravs da

    Cruz e ao fim, oramos juntos com as crianas, dizendo que se desejassem ser salvas deveriam se arrepender e

    clamarem a Deus por misericrdia e salvao. Algumas crianas estavam simplesmente imitando as outras,

    mas podia ver no rosto de alguns pequenos que o Senhor estava realmente tocando seus coraes para que

    recebessem salvao. Durante a conferncia senti um cansao extremo e bateu um desnimo grande, por

    isso no aproveitei o quanto gostaria, fiquei um pouco triste por isso, mas no fim j estava melhor e feliz com

    tudo o que Deus fez naqueles dias.

    Treinamento de lderes de jovens e conferncia regional de jovens

    Depois da conferncia de pr-adolescentes tivemos uns dez dias de descanso e j entramos no treinamento de

    lderes que aconteceu uma semana antes da conferncia de Jovens.

  • Contribuies: Banco do Brasil - Ag:6572-2 - Conta Poup:6755-5 (variao 51) CONTATO: felipexmoraes@gmail.com

    Sessenta e dois lderes de jovens vindos de diferentes provncias se reuniram para receberem treinamento. Disci-

    pulado, orao, evangelho, avivamento, dons e ministrios foi o contedo ensinado por nossa equipe. Todas as

    ministraes foram boas, pois equiparam e encorajaram os lderes. De todas as conferncias que ns fizemos

    essa foi a que eu mais gostei, tambm tive a oportunidade de reforar um ensino que eles receberam sobre

    Dom, chamado e ministrio Tivemos um momento de perguntas e resposta muito bom, foi um tempo muito pro-

    veitoso!

    Aps a conferncia de lderes, os jovens chegaram para mais uma semana de ministraes e momentos de bus-

    ca a Deus. Somando os lderes de jovens mais os jovens que chegaram tivemos mais ou menos 220 jovens para

    a conferncia geral. Nessa segunda parte da conferncia apenas os obreiros nacionais ministraram. O objetivo

    da misso capacitar os obreiros moambicanos para que no dependam dos missionrios estrangeiros, en-

    to, aos poucos eles tem sido encarregados de organizar e ministrar nesses eventos. Tivemos mais ou menos 10

    dias de conferncia, ao final, estvamos todos cansados mas felizes com o resultado! O Senhor tocou muito jo-

    vens e tambm batizou a muitos com o Esprito Santo, tivemos uma noite para buscarmos a Deus e foi maravilho-

    so, fomos agraciados com a Sua presena!

    Muito Obrigado!

    Obrigado a todos os irmos que tem orado e se preocupado com a nossa segurana aqui em Moambique. A

    situao do pas tensa mas cremos que o Senhor tem tudo sob seu controle soberano e que ir continuar nos

    guardando.

    Um novidade!

    Minha noiva vir me visitar no meio de dezembro! Estamos muito felizes e nos sentindo abenoados com a oportu-

    nidade de poder nos ver depois de um ano! Orem para que o visto dela saia logo e que ela tenha uma viagem

    tranquila! Visitaremos o Malawi, um pas que fica pertinho daqui! Teremos cinco dias de folga l. Obrigado mais

    uma vez aqueles que tem investido em nossas vidas!