Click here to load reader

Bovespa

  • View
    1.204

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Bovespa

Porque seus sonhos precisam de ao.

Este texto no uma recomendao de investimento. Para esclarecimentos adicionais, sugerimos a leitura de outros folhetos editados pela BOVESPA. Procure sua Corretora. Ela pode ajud-lo a avaliar os riscos e benefcios potenciais das negociaes com valores mobilirios.Publicao da Bolsa de Valores de So Paulo. expressamente proibida a reproduo de parte ou da totalidade de seu contedo, mediante qualquer forma ou meio, sem prvia e formal autorizao, nos termos da Lei n.o 9.610/98.Impresso em maro/2006.

Introduo

Quanto mais desenvolvida uma economia, mais ativo o seu mercado de capitais, o que se traduz em mais oportunidades para as pessoas, empresas e instituies aplicarem suas poupanas. Ao abrir seu capital, uma empresa encontra uma fonte de captao de recursos financeiros permanentes. A plena abertura de capital acontece quando a empresa lana suas aes ao pblico, ou seja, emite aes e as negocia nas bolsas de valores.

E voc, ao adquirir aes, passa a ser tambm scio da empresa - um acionista.

Preparamos esse material especialmente para que voc possa conhecer melhor o mercado de aes, seus conceitos, como e por que participar dele, a importn-cia do mercado para o pas, para o desenvolvimento das empresas e outras informaes importantes.Caso tenha dvidas a respeito ou tenha interesse em saber mais sobre a BOVESPA e sobre o mercado de aes, acesse o site www.bovespa.com.br, onde voc encontrar um conjunto completo de informaes, ou ligue para o SAP - Servio de Atendimento ao Pblico BOVESPA/CBLC.

SAP: 0800-770-0149

Conhecendo os fundamentos e conceitos

O que uma companhia aberta?Uma companhia considerada aberta quando promo-ve a colocao de valores mobilirios em bolsas de valores ou no mercado de balco. So considerados valores mobilirios: aes, bnus de subscrio, debntures e notas promissrias para distribuio pblica.

O que so aes?Aes so ttulos nominativos negociveis que repre-sentam, para quem as possui, uma frao do capital social de uma empresa. Ao um pedacinho de uma empresa.

Com um ou mais pedacinhos da empresa, voc se torna scio dela.

Quais so os tipos de ao?As aes podem ser:

ordinrias, que concedem queles que as possuem o poder de voto nas assemblias deliberativas da companhia; ou preferenciais, que oferecem preferncia na distribuio de resultados ou no reembolso do capital em caso de liquidao da compa-nhia, no concedendo o direito de voto, ou restringindo-o.

As aes, ordinrias ou preferenciais, so sempre nominativas, originando-se do fato a notao ON ou PN depois do nome da empresa.

O que so dividendos?Os dividendos correspondem parcela de lucro lquido distribuda aos acionistas, na proporo da quantidade de aes detida, ao fim de cada exerccio

social. A companhia deve distribuir, no mnimo, 25% de seu lucro lquido ajustado. As aes preferenciais recebem 10% a mais de dividendos que as ordinrias, caso o estatuto social da companhia no estabelea um dividendo mnimo.

Quando uma empresa vai bem, ela divide os lucros com quem tem suas aes.

Isso so dividendos.

E bonificaes?As bonificaes correspondem distribuio de novas aes para os atuais acionistas. Excepcionalmente pode ocorrer a distribuio de bonificao em dinheiro.

Como funcionam as subscries de novas aes?Os acionistas tm, ainda, preferncia na compra de novas aes emitidas ou direito de preferncia na subscrio. Alm de garantir a possibilidade de man-ter a mesma participao no capital total, esse direito pode significar ganho adicional, dependendo das condies do lanamento. Por fim, se no exercido, o direito pode ser vendido a terceiros.

Voc sempre ouve falar em mercado primrio e secundrio. O que significa?O mercado primrio compreende o lanamento de novas aes no mercado, com aporte de recursos companhia. Uma vez ocorrendo o lanamento inicial ao mercado, as aes passam a ser negociadas no mercado secun-drio, que compreende mercados de balco, organi-zados ou no, e bolsas de valores.

O que so bolsas de valores?So os mais importantes centros de negociao das aes, devido ao expressivo volume e maior transpa-rncia das operaes. Organizadas como associaes civis, sem fins lucra-tivos e com funes de interesse pblico, as bolsas atuam como auxiliares da CVM - Comisso de Valores Mobilirios - na fiscalizao do mercado (em especial de seus membros, as Sociedades Corretoras) e tm ampla autonomia na sua esfera de responsabilidade.

Bolsa de valores o local onde se compram e se vendem as aes das companhias.

A BOVESPA, com seus mais de 115 anos de experi-ncia, tradio e competncia, vem, ao longo desses anos, procurando desenvolver o mercado de capitais.

O que so Corretoras de Valores?So instituies financeiras membros das bolsas de valores, credenciadas pelo Banco Central, pela CVM e pelas prprias bolsas, e esto habilitadas, entre outras atividades nos mercados financeiro e de capitais, a negociar valores mobilirios com exclusividade no prego fsico (viva voz) ou eletrnico das bolsas.

Corretora de Valores a instituio que compra e vende aes para voc.

Corretoras da BOVESPA: sua porta de entrada para o mercado de aesA BOVESPA tem vrias Corretoras Membros que podem ajudar voc a escolher as melhores opes de investimento, de acordo com o seu perfil, j que elas contam com profissionais especializados em anlise de mercado, de setores da economia e de compa-nhias. Por acompanharem o mercado o tempo todo, avaliando os principais acontecimentos, as empresas que esto progredindo e os fatores que podem gerar mudanas de cenrio, as Corretoras da Bolsa prestam um servio essencial aos investidores. Confira mais informaes e a lista completa de Corretoras no site www.bovespa.com.br.

Quem so os investidores?So indivduos ou instituies que aplicam recursos em busca de ganhos a mdio e longo prazos, que operam nas bolsas por meio de Corretoras e distribui-doras de valores, que executam suas ordens e rece-bem corretagens pelo seu servio.

Investidores so os clientes das Corretoras.

O que o prego? o recinto fsico ou eletrnico onde so realizadas as negociaes.

Negociao na BOVESPAA negociao na BOVESPA totalmente eletrnica, conta com sistemas de ltima gerao e uma das mais rpidas do mundo, com tempo de resposta inferior a um segundo, o que amplia e torna ainda mais seguro, gil e transparente o mercado de capitais brasileiro. O prego viva voz foi utilizado na BOVESPA at 30/9/2005, quando todas as operaes foram centra-lizadas no sistema eletrnico, que a Bolsa implemen-tou pioneiramente no Brasil em 1972.

Como escolher uma ao?O processo de escolha da ao o mesmo para qual-quer investidor.As aes com o objetivo de obter ganho(s) a mdio e longo prazos, em oposio a resultados imediatos, podem ser divididas em:

blue chips ou de 1 linha - so aes de grande liquidez (grande quantidade de negcios) e procura no mercado de aes por parte dos investidores, em geral de empresas tradicionais, de grande porte/mbito nacional e excelente reputao; de 2 linha - so aes um pouco menos lqui-das, de empresas de boa qualidade, em geral de grande e mdio portes; de 3 linha - so aes com pouca liquidez, em geral de companhias de mdio e pequeno portes porm no necessariamente de menor qualidade; de privatizao - so aes de companhias colocadas no mercado por meio de leiles do Programa Nacional de Desestatizao - PND. Algu-mas das companhias em processo de privatizao podem j ter suas aes negociadas em bolsas de valores, antes mesmo daquele ser completado, tendendo a incrementar sua liquidez aps a con-cluso do mesmo.

A segurana no mercado de aes

A Bolsa de Valores de So Paulo exerce, em defesa do interesse dos investidores, um rigoroso acompanha-mento de todas as transaes, o que assegura eleva-dos padres ticos no cumprimento dos negcios realizados.

GarantiasCom a finalidade de oferecer o mximo de segurana nas operaes realizadas em seu sistema de negocia-o, a BOVESPA as acompanha minuciosamente. Alm disso, exige limites e garantias para a execuo dessas operaes.

CustdiaPara a guarda de ttulos e exerccio de direitos, o in-vestidor pode dispor de servio especializado, presta-do por instituies credenciadas pela CVM para esse fim.A CBLC - Companhia Brasileira de Liquidao e Cust-dia, empresa ligada e que presta esse tipo de servio BOVESPA, oferece custdia com padro de gesto de qualidade internacional, tendo conquistado a certifi-cao ISO 9001:2000*. * Sistema de Gesto da Qualidade certificado pela SGS ICS.

Cuidados na escolha do intermedirio A escolha do intermedirio que ir administrar os recursos do investidor exige muita ateno. importante que o investidor certifique-se de que esse intermedirio atende a alguns requisitos bsicos:

tradio e solidez da instituio como adminis-tradora de recursos; idoneidade pessoal do administrador; experincia no gerenciamento de recursos, relacio-nado capacidade de indicar as melhores alternativas e os momentos mais adequados para a realizao dos negcios; situao legal regular com autorizao de funcio-namento dada pelo Banco Central e pela Comisso de Valores Mobilirios, alm de ser membro ativo da BOVESPA; alto padro de qualidade na prestao de servi-o. Competncia e tica para atender s necessida-des do investidor.

Investindo em aes. Como e por qu.

Aes como formao de patrimnioEmbora o folclore do mercado destaque sempre casos de investidores que tiveram grandes ganhos no curto prazo na bolsa, no deve ser esta a expectativa de quem decide investir em aes.

Por ser um investimento de renda varivel, o investidor nunca deve comprometer na

sua aquisio de aes recursos que sero necessrios para despesas de primeira

necessidade ou gastos imediatos.

recomendvel que o investidor diversifique seus inves-timentos entre vrias opes de poupana. E dedique ao mercado de a

Search related