Click here to load reader

BULLYING Apresentação1 certa!.ppt

  • View
    9

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of BULLYING Apresentação1 certa!.ppt

  • BULLYNG OS PERSONAGENS DESTA HISTRIA

  • OBJETIVOSPENSAR esses grandes desafios para o educador:Exercer seu papel social em sala de aula e no ambiente escolar. Conhecer as fragilidades do aluno, suas dificuldades, como se do os processos interpessoais em sala de aula eLidar com as adversidades, conduzido-as de modo adequado para a promoo do desenvolvimento do aluno, FAZER do professor um protagonista fundamental na preveno ao bullying no contexto escolar.

  • Conjunto de atitudes de violncia fsica e/ou psicolgica, de carter intencional e repetitivo, praticado por um bully (agressor) contra uma ou mais vitimas que se encontram impossibilidades de se defender.

  • FORMAS:VERBAl: insultar, ofender, xingar, fazer gozaes, colocar apelidos pejorativos, fazer piadas ofensivas, zoar...

  • FORMAS:FSICA E MATERIAL: bater, chutar, espancar, empurrar, ferir, beliscar, furtar ou destruir pertences da vitima, atirar objetos contra a vitima...

  • FORMAS:PSICOLGICO E MORAL: Irritar, humilhar e ridicularizar, excluir, isolar, ignorar, desprezar ou fazer pouco caso...

  • PSICOLGICO E MORAL: Discriminar, aterrorizar, ameaar, chantagear e intimidar, tiranizar, dominar, perseguir, difamar, passar menssagens entre os colegas de carater ofensivo, fazer intrigas, fofocas ou mexericos.

  • FORMAS:SEXUAL:Abusar, violentar, assediar, insinuar...Ocorre entre meninos com meninas, meninos com meninos. No raro a vitima ser assediada/o ou violentado por vrios colegas ao mesmo tempo.

  • FORMAS:VIRTUAL: celular e internet -ciberbulliyngAqui os ataques perversos do ciberbullying extrapolam e muito os muros da escola e alguns pontos de encontro extraclasse reais;Os agressores ganham uma blindagem pelo anonimatoApelidos = nicknames

  • Em raros casos a vtima de bullying atacada por apenas uma categoria de agresso

  • CONSEQUNCIASO aluno-alvo se encontra em desigualdade de poder e geralmente j apresenta baixa auto-estima. Agrava problema pr-existente;Abre quadros graves de transtornos psquicos e/ou comportamentais, muitas vezes com prejuzos irreversveis;Adultos que ainda experimentam aflies intensas advindas de vida estudantil traumtica.

  • CONSEQUNCIASSintomas Psicossomticos: cefalias, cansao crnico, insnia, dificuldade de concentrao, nuseas, diarria, boca seca, palpitaes, alergias, crise de asma, sudorese,tremores, sensao de nna garganta, tonturas, tenso muscularformigamentos (isolados oumltiplos)

  • CONSEQUNCIASTranstorno do pnico;Fobia escolar;Fobia Social;(TAG) Transtorno de ansiedade generalizada;Depresso;Anorexia e Bulimia;(TOC)Transtorno obsessivo-compulsivo;(TEPT) Transtorno do estresse ps-traumtico;EsquizofreniaSuicdio e homicdio.

  • OS PERSONAGENS DESTA HISTRIA

  • OS PERSONAGENS DESTA HISTRIA

    AS VITIMAS:Vitima tpica- mais frgeis ou possuem uma marcaque os destaca.Vitima provocadora hiperativos, impulsivos ou imaturos.Vitima agressora efeito cascata

  • OS PERSONAGENS DESTA HISTRIA

    OS AGRESSORES: Ambos os sexos;Traos de desrespeito e maldade;Poder de liderana;Pode agir sozinho ou em grupo;Averso a normas;Intolerantes a represlia e frustrao;Desempenho escolar regular ou deficitrio sem deficincia intelectual ou de aprendizagem ;Afetividade deficitria

  • OS PERSONAGENS DESTA HISTRIA

    OS ESPECTADORES:Passivos medo, esses sofrem conseqncias pois possuem estrutura igualmente frgil;Ativos apoio moral ao agressor, podem ser os cabeas;Neutros anestesia emocional.

  • MITOS E EQUIVOSBullying implicncia de criana;No afeta ningum;No traz consequncias para vida;Os casos vem aumentando em todos os pases; um ritual de passagem normal entre as crianas e adolescentes; uma situao inevitvel, temos que aceitar

  • MITOS E EQUIVOCOS:O agressor assim porque foi abusado;O bullying termina quando termina o colgio (assdio moral);A criana que conta que esto praticando bullying com ele delator, fofoqueiro;Quem esta sofrendo bullying deve retaliar (lei da selva);A culpa da vitima, ou ela sensvel demais;

  • MITOS E EQUIVOCOSPassar pelo bullying vai tornar a criana mais forte e preparada para vida;Crianas devem enfrentar o bullying como homens;Crianas devem resolver o bullying por si mesmas.

    BULLSHIT!!!!!

  • O Que Fazer?Pais, professores e colegas devem estar atentos a vrios aspectos comportamentais das crianas e adolescentes, considerando os possveis papeis que cada um deles pode desempenhar em uma situao de bullying escolar, para que as escolas e as famlias dos envolvidos possam elaborar estratgias e traar aes efetivas contra o bullying

  • ConclusoAssim posto, o professor dever estabelecer uma relao interpessoal com o aluno de confiana, afabilidade, segurana e escuta das suas angstias. O estreitamento do vnculo com o aluno se torna um instrumento de mediao extremamente eficaz para que o professor possa ter condies de desenvolver seu papel social na preveno ao bullying.