C‚MARA MUNICIPAL DE PENICHE - Munic­pio de .c‚mara municipal de peniche departamento de planeamento
C‚MARA MUNICIPAL DE PENICHE - Munic­pio de .c‚mara municipal de peniche departamento de planeamento
C‚MARA MUNICIPAL DE PENICHE - Munic­pio de .c‚mara municipal de peniche departamento de planeamento

C‚MARA MUNICIPAL DE PENICHE - Munic­pio de .c‚mara municipal de peniche departamento de planeamento

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of C‚MARA MUNICIPAL DE PENICHE - Munic­pio de .c‚mara municipal de peniche departamento...

  • CMARA MUNICIPAL DE PENICHE

    DEPARTAMENTO DE PLANEAMENTO E GESTO URBANSTICA

    INFORMAO

    ASSUNTO: ESTIMATIVA DE CUSTOS DE OBRAS -INTERPRETAO DO RMUE

    Data: 2007.03.05

    Encaminhamento: Despacho:

    Tm chegado a este departamento vrios pedidos de esclarecimento sobre a interpretao do disposto

    no n02 do art 4 do Regulamento municipal da Urbanizao e da Edificao.

    Com efeito, a disposio regulamentarem causa estabelece que a estimativa oramental por metro

    quadrado de construo fixada por" metro quadrado de rea til de construo fixado anualmente em

    Portaria, para efeitos de aplicao do n01 do art 7 do Decreto - lei n013/86, para a "zona 11", segundo a

    frmula:

    "2 - A estimativa oramental deve ser calculada em funo do valor unitrio por metro quadrado de

    construo legalmente fixado para a zona onde se insere o Municpio de Peniche, no podendo ser

    inferior que resulta da seguinte frmula:

    E () ;;:V x K

    Em que:

    a) E () - Valor em euros da estimativa de custos;

    Grafinal-gueda Formato A 4

  • CMARA MUNICIPAL DE PENICHE

    b) V - Valor em euros para efeitos de clculo correspondente ao custo por metro quadrado de rea

    til de construo fixado anualmente em Portaria, para efeitos de aplicao do n.o 1 do artigo 7. o

    do Decreto-Lei n.o 13/86, de 23 de Janeiro, para a zona li;

    c) K - Coeficiente a aplicar consoante a tipologia de construo:

    K = 0,65 - Habitao unifamiliar e colectiva;

    K = 0,35 - Caves, garagens e anexos;

    K = 0,50 - Estabelecimentos comerciais e servios;

    K = 0,50 - Estabelecimentos industriais;

    K = 0,25 - Construes agrcolas e agro-f1orestais;

    K = 0,08 - Muros confinantes com a via pblica (metro linear);

    K = 0,10 - Muros de diviso de estremas (metro linear)."

    Desde o incio da entrada em vigor do RMUE que o nosso entendimento tem sido que esse valor/m2 que

    resulta da aplicao da frmula (E), aplicada rea bruta de construo e no til. Temos

    considerado que "K" seria, no caso das construes habitacionais, precisamente o equivalente ao factor

    da converso do custo/m2 de construo de rea til para rea bruta.

    Todavia, agora que este problema se coloca com maior frequncia, quando se l e interpreta o

    regulamento, nada nos permite da letra do mesmo fazer esse entendimento, muito pelo contrrio. Trata-

    se de uma situao que no foi acautelada como deveria na redaco do n02 d? art 4. E se a nossa

    interpretao at poder encontrar uma justificao tcnica quanto s construes para fins

    habitacionais, j a mesma lgica no poder ser aplicada a todas as outras.

    Acresce que, o sistema utilizado para clculo da estimativa de custos mnima semelhante ao modelo

    utilizado pela Cmara da Lourinh, sendo certo que, uma das razes de algumas reclamaes por parte

    dos tcnicos autores dos projectos, tem precisamente a ver com as disparidades de resultados entre os

    dois concelhos vizinhos, no obstante no caso da Lourinh, a questo da rea bruta estar perfeitamente

    clarificada na definio de "V". Ainda assim, quer pelo facto da Lourinh estar inserida na zona 111 (+

    10.4%), quer ainda porque a Cmara de Lourinh estabeleceu um K (mximo) = 0.60, enquanto Peniche

    tem 0,65, o valor unitrio de estimativa mnima de construo habitacional de 334,37 /m2 enquanto

    que para o concelho de Peniche de 399.28 ( + 65,51 /m2).

    Ora, se em ambos casos for utilizada a rea bruta de construo, existe uma disparidade de mais de

    15% entre os dois concelhos vizinhos, o que no de somenos importncia dado que um mesmo

    "construtor", muitas vezes, tem alvar com classe suficiente para realizar determinada obra no Concelho

    2

    Grafillal-gueda Formaro A 4

  • CMARA MUNICIPAL DE PENICHE

    de Lourinh e j no o tem para o Concelho de Peniche, para uma obra com rea e natureza

    semelhante. Actualmente, no h qualquer razo plausvel que justifique esse facto.

    Face ao descrito no nosso regulamento e disparidade atrs referida, prope-se o seguinte:

    1. Que face interpretao do regulamento actual, se aceite, sempre que tcnico autor do projecto

    assim o entender, a aplicao do custo actualmente estipulado rea til de construo, na

    condio dessa rea til estar perfeitamente calculada e descriminada em planta.

    2. Que juntamente com a proposta de alteraes regulamentar seja includa uma proposta para

    alterao desta disposio, que permita, tanto quanto possvel, a harmonizao de valores com

    os concelhos vizinhos.

    3. A proposta de alterao dever ser presente Cmara para apreciao no prazo mximo de 60

    dias.

    Caso, a Ex. ma Cmara concorde com esta orientao, a mesma dever ser comunicada aos tcnicos

    autores dos projectos e devidamente publicitada no Portal da Cmara Municipal.

    considerao da Ex.ma Cmara

    3

    Grafinai-gueda Formaro A 4