Cancro Abordagem Medicina Chinesa

  • View
    438

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Pedro Choy

Text of Cancro Abordagem Medicina Chinesa

  • 3Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    O Cancro Abordagem da Medicina Chinesa

    Dr. Pedro Choy

    Doutorado pela Universidade de Medicina Chinesa de Chengdu.

    Professor Convidado da Universidade de Medicina Chinesa de Chengdu.

    Presidente da APPA.

    Presidente da APA-DA.

    Presidente da Universidade Medicina Chinesa - Plo da Universidade de MTC de Chengdu.

    Vice-Presidente da WFCMS - Federao Mundial de Associaes de Medicina Chinesa, Pequim.

    Vice-Presidente da PEFOTS - Federao Pan-Europeia de Associaes de Medicina Tradicional Chinesa, Amesterdo.

    Director da Ps-Graduao de Medicina Chinesa na Universidade de vora.

    A Medicina Chinesa tem evoludo, nas ltimas dcadas, cada vez mais se fala em Medicina Integrada, integram-se os antigos conceitos tradicionais, que esto correctos, com os conhecimentos mdicos !"#$%& '()!*+,-."#$") '//" $'(0)#+.,)1+(2')(!.3!4$! ,)5")/"(+-$,5').+!$')6'(!$!7'8)92')(")$/,$,)5")+(,/)

    Medicina Convencional para tratar. Mas sim, de aproveitar o conhecimento da etiopatogenia em termos !"#$%& '()")'(),7,#:'()".)."!'(),+;!-!,/"()5")5!,*#'($! '0)6,/,)."-

  • 4 Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    a nossa profisso passa a ser: Mdico de Medicina Chinesa

    ou Chinese Medical Doctor. Abreviado na sigla: CMD. Clara

    aproximao de MD (Medical Doctor) designao internacio-

    nal para Mdico de Medicina Convencional.

    B.)C"(+.'),)DEFGH)")')I'7"/#')F

  • 5Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    Favorece a mobilidade e deslocao, da as leses secund-

    rias (metstases)

    Adio de outro critrio cientfico:

    Na Doena Neoplsica, a medicina Chinesa restitui clula

    oncolgica duas capacidades perdidas:

    1. A inibio de contacto (dependente da membrana cito-

    plasmtica), permitindo clula deixar de se reproduzir

    quando a membrana atinge o limiar de presso.

    2. A aptoptose (dependente do ncleo), permitindo-lhe mor-

    rer, autodestruindo-se por lise quando o tecido a que per-

    tence est em excesso.

    Dai resultam duas consequncias imediatas:

    1. A inibio de contacto, uma vez restituda, permite mem-

    brana citoplasmtica interpretar a presso externa como

    factor inibidor da replicao celular. As clulas tumorais

    param de se reproduzir, quando a membrana atinge o li-

    miar de presso normal. O que resulta em diminuio do

    crescimento das leses primarias e/ou secundrias.

    2. A aptoptose, permite a autodestruio das clulas tumo-

    rais quando o tecido a que pertencem est em excesso.

    Ora um tumor constitudo por um excesso de clulas

    de um determinado tecido (A Palavra Tumor significa

    justamente um aumento de volume anormal). A recupe-

    rao desta capacidade permite a autodestruio de c-

    lulas tumorais e por conseguinte a diminuio da carga

    tumoral. Que se constata em diminuio dos marcadores

    tumorais nas analises sanguneas. E diminuio do volu-

    me e nmero das leses visveis por imagiologia (TAC;

    ECO; RMN; Cingrafia; PET; etc.).

    A TERAPUTICA EM MEDICINA CHINESA BASEIA-SE EM QUATRO PRINCIPIOS:

    Eliminar as TAN, eliminar as acumulaes, ou seja comba-

    ter as mucosidades. Clarificar o HUO (Calor). Parar o FENG

    (Vento), ou seja parar a metastizao e disseminao tumo-

    ral. Equilibrar o SHEN, equilibrar as emoes, o mesmo

    dizer aumentar Zheng Qi , Desbloquear o Fgado e Aumentar

    a Wei Qi ( Imunidade). Com essa finalidade recorre-se

    Acupunctura, Fitoterapia, Diettica Chinesa e Higiene de

    Vida.

    ACUPUNCTURA 4 ASPECTOS

    1. Eliminar as TAN, eliminar as acumulaes, ou seja

    combater as mucosidades. Para tal so usados os pon-

    tos Fenglong (40E); Tianshu (25E); Zusanli (36E); e

    Shuifen (9 VC).

    2. Clarificar o HUO, Clarificar o Calor com os pontos Hegu

    (4GI); Baihui (20VG); Ququan (8F); e Geshu (17V).

    3. Parar o FENG, parar o Vento, ou seja parar a metastiza-

    o e disseminao tumoral. Utilizando os pontos Xuehai

    (10Rt); Fengmen (16VG); Fengchi (20Vb); Fengshi

    (31Vb); Ganshu (18V); e Qimen (14F) devido sua ac-

    o energtica.

    4. Equilibrar o SHEN, equilibrar as emoes, o mesmo

    dizer aumentar Zheng Qi , Desbloquear o Fgado e

    Aumentar a Wei Qi ( Imunidade). Os pontos selecciona-

    dos so Shenmen (7C); ErShenmen (55Pa); Benshen

    (13Vb); e shangzhong (17VC).

    DIETTICA

    Estando a Wei Qi enfraquecida necessrio promover o

    equilbrio. Qualquer regime drstico agravar a doena. Por

    exemplo, comer s vegetais crus, s lquidos, fazer jejum.

    Pelo contrrio importa nutrir o Bao e o Rim para promover

    a Wei Qi. Os rebentos, as leguminosas, os cogumelos, os

    rebentos, incrementam a wei qi pela via renal. Os cereais in-

    tegrais bem cozidos (arroz, po); fruta cozida; sopas quentes.

    Incrementam a Wei Qi pela via do Bao. O Aquecedor Mdio

    nestes quadros clnicos est enfraquecido, necessrio re-

    correr a alimentos de fcil digesto, preferencialmente quen-

    tes e o mais natural possvel (alimentos frescos, da poca e

    5,)/"*!2'0)3!'-4*! '(T8)Z,/)6/"1"/=# !,),) 'V!5'0)*/"-

  • 6 Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    negativos). Por Exemplo: a contrariedade bloqueia o Qi e

    Xue)#')E%*,5'8)B($")[-'@+"!'),*/,7,),)$"#5=# !,)XM!#!(,#$"Y)

    (Tumoral). Se o paciente tiver energia suficiente aconse-

    lhvel que pratique um exerccio como por exemplo: Tai Chi

    Chuan; Qi Gong\)],$,)M'*,\)F,.!#

  • 7Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    fazem parte uma equipa de ervas chinesas, destinadas a pro-

    duzir um forte efeito anti cancergeno; fortalecer e tonificar o

    organismo (corpo e mente) e antagonizar os efeitos adversos

    da quimioterapia e radioterapia.

    Composio:

    Smen Coicis - Yi Yi Ren Flos Chrysanthemi - !"#$%Herba Ecliptae - Han Lian Cao Spica Prunellae - Xia Ku Cao Rhizoma Coptidis - Huang Liann Cortex Phellodendri - Huang Bai Radix Paenia Alba -Bai Shao Yao Radix Lithospermi - Zi Cao Frutus Xanthii - Cang Er Zi

    Aco:

    Medicina Chinesa:

    Trata as Mucosidades acumuladas, dispersa os ndulos, cla-

    rifica o Fogo, pra o Vento interno e dispersa o vento externo,

    Tonifica o Centro e o Qi, aumenta a Wei Qi; Tranquiliza.

    Tem um efeito diaforctico: Drena as coleces purulentas;

    abcessos; quistos; tumores;

    Transforma as mucosidades; Metaboliza as acumulaes;

    Dissolve os ndulos.

    Incrementa a Wei Qi; Refora a superfcie (Biao)

    Refora o Bao; Tonifica o Rim; Suporta o Pulmo; Drena o

    Fgado; Alimenta o Yin do Corao.

    Clarifica o Calor Interno (efeito anti-inflamatorio; antipirtico;

    antibitico; antitoxico (importante para parar o crescimento

    tumoral).

    Elimina as obstrues, permitindo recircular: Sangue; Qi e

    Lquidos.

    Pra o Vento interno (importante para impedir a proliferao

    de leses secundarias).

    Equilibra as emoes (acalma [Rim/Corao]; despreocupa

    [Bao]); Tonifica e fortalece o organismo em geral; Equilibra

    a presso arterial.

    Aco Segundo os Critrios Cientficos:

    L) Melhora as emoes, tonifica e d vitalidade.

    L) Incrementa a auto imunidade anti-tumoral.

    L) Contraria a metastizao.

    Contraria o Crescimento Tumoral, seja da leso primria seja

    nas leses secundrias.

    F'#$/,/!,),)$"#5=# !,)6,/,),)5!((".!#,:2')6'/)-"(^"()(" +#-

    drias (metstases).

    Contribui para que as clulas tumorais recuperem a capaci-

    dade perdida de apoptose (fenmeno natural de auto destrui-

    o celular que ocorre na regulao fisiolgica do tamanho

    dos tecidos), ou seja as clulas que compem o tecido tumo-

    ral recuperam a capacidade de se autodestruir por lise em

    face de um nmero celular excessivo, sendo que em qualquer

    neoplasia, existe hiperplasia (aumento excessivo de clulas

    de um determinado tecido).

    Contribui para a recuperao do fenmeno de inibio de

    contacto da membrana citoplasmatica celular tumoral, o que

    pode inibir o crescimento tumoral. Em Resumo contribui para

    a recuperao da capacidade natural do organismo para lutar

    contra a doena Neoplsica

    Indicaes e sintomas:

    Quistos, Tumores (benignos ou malignos), Carcinomas (leso

    primaria e leses secundarias [metstases]);

    Doena neoplasica em geral, tratamento e preveno.

    Discrasia sangunea; Leucemia; Linfoma;

    Anemia; Trombocitemia; Trombopenia; Leucopenia;

    Hepatite txica; Hepatite viral; Hepatite auto imune; Cirrose

    Heptica;

    Febre; Nuseas; Vmitos; Digesto difcil;

    Mal-estar e dores em qualquer parte do corpo;

    Efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia;

    Irritabilidade, agitao, ansiedade, angustia, depresso, des-

    motivao, medos,

    Fadiga fsica e mental, vertigens, tonturas, zumbidos, aftas,

    queda de cabelo.

    Edemas; Celulite; Varizes; M circulao

    Hipertrofia Benigna da Prstata.

  • 8 Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    Yi Yi Ren (Semen Coicis)

  • 9Journal of Traditional Chinese Medicine N 31 . 2011

    Observao Clnica

    HIERARQUIA DA FRMULA

    A Kang Ai Ling (F3088) uma frmula par ou seja com 2 Imperadores:

    1 Imperador - Yi Yi Ren (Semen Coicis), com: Sabor: doce; Natureza: quase fria; Tropismo: Pulmo;

    Bao e Estmago;

    Grupo Teraputico: Substncias que transformam a

    Humidade. Liberta o exterior, metaboliza os lquidos, re-

    fora o Bao, elimina as obs