Carmen Luiza de Azevedo Costa PPGQTA Rio Grande, RS - Brasil 4.2.4.1 Preparo do meio fermentativo

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Carmen Luiza de Azevedo Costa PPGQTA Rio Grande, RS - Brasil 4.2.4.1 Preparo do meio fermentativo

  • i

    FURG

    Tese de Doutorado

    Impacto do uso de fungicidas na produção de Ocratoxina A por

    Aspergillus carbonarius e na fermentação alcoólica por

    Saccharomyces cerevisiae.

    ___________________________________

    Carmen Luiza de Azevedo Costa

    PPGQTA

    Rio Grande, RS - Brasil

    2019

  • ii

    Impacto do uso de fungicidas na produção de Ocratoxina A por

    Aspergillus carbonarius e na fermentação alcoólica por

    Saccharomyces cerevisiae.

    por

    Carmen Luiza de Azevedo Costa

    Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em

    Química Tecnológica e Ambiental da Universidade Federal

    do Rio Grande (RS), como requisito parcial para obtenção

    do título de DOUTOR EM QUÍMICA.

    PPGQTA

    Rio Grande, RS - Brasil

    2019

    Rio Grande, Dezembro de 2019.

  • iii

  • iv

  • v

    AGRADECIMENTOS

    Primeiramente, a Deus por ter me dado forças para que eu conseguisse chegar

    até aqui e por me proporcionar a alegria de realizar os meus sonhos.

    Aos meus pais, Fátima e Luiz, por constituírem minha base me ensinando o

    caminho do bem e também a sempre lutar pelos meus objetivos e sonhos. Essa vitória

    também é de vocês.

    Ao meu companheiro de vida Cleiton, te agradeço imensamente por tudo, por

    estar sempre ao meu lado nos momentos bons e ruins, me apoiando e me fazendo

    acreditar que é possível realizar os nossos sonhos, aturando todo o estresse que é

    essa vida acadêmica. Sempre dizendo “Vai dar tudo certo”. Te Amo Muito!!!

    A todos os meus familiares amados, meus irmãos Marcelo e Luizy, minha

    madrasta Paula, meu padrasto Claudio, minha cunhada Tati e meus sobrinhos que

    amo muito, Marina e Lorenzo. Muito obrigada por todo apoio e pelas palavras de

    incentivo sempre me desejando o bem!!

    Aos meus queridos amigos Daia, Diego, Giselle e Rita obrigada por todo apoio e

    por fazerem parte da minha vida!!!

    À minha orientadora Jaqueline, por ter aceitado me orientar mesmo sem me

    conhecer. Agradeço pela orientação, pelos conselhos, incentivo e ensinamentos ao

    longo dessa jornada. Te agradeço também pelos momentos de descontração e pela

    confiança em mim depositada.

    À professora Eliana te agradeço pela receptividade, dedicação e empenho

    depositado no seu trabalho no laboratório, sempre pronta para solucionar nossas

    dúvidas.

    A Maristela por todo ensinamento e coleguismo ao longo dessa trajetória, te

    agradeço por tudo.

    Aos colegas de laboratório agradeço ao Maicon por toda a amizade

    desenvolvida ao longo desses quatro anos, pelos momentos de alegria e descontração

    vividos no laboratório. A minha amiga Elisa parceira de disciplinas, laboratório e

    estudos, sempre pronta para ajudar, te agradeço muito. A Eliza e a Carol que estavam

    sempre dispostas para ajudar nos experimentos e também por todos os momentos

    alegres vividos no laboratório. A Ane te agradeço muito, pelas nossas conversas,

    conselhos e por estar sempre pronta para me ouvir.

  • vi

    Aos demais colegas, agradeço a Kelly, Sabrina, Karen, Ana, Marcy, Verônica,

    Fran, Cíntia, Rafa, Wesclen, Diean e Chicão por toda parceria no laboratório, pelos

    momentos de aprendizagem e também nos momentos de descontração.

    Aos professores, funcionários e colegas do Programa de Pós Graduação em

    Química Tecnológica e Ambiental – FURG, pela convivência e ensinamentos ao longo

    dessa caminhada.

  • vii

    SUMÁRIO

    LISTA DE FIGURAS......................................................................................................vii

    LISTA DE TABELAS........................................................................................................ix

    LISTA DE ABREVIATURAS E SÍMBOLOS ................................................................. xivii

    RESUMO..................................................................................................................... xviv

    ABSTRACT.....................................................................................................................xv

    ii

    1. INTRODUÇÃO.............................................................................................................1

    2. OBJETIVOS..................................................................................................................4

    2.1 OBJETIVO GERAL.....................................................................................................4

    2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS......................................................................................4

    3. REVISÃO DA LITERATURA...................................................................................5

    3.1 UVAS E VINHOS NO BRASIL....................................................................................5

    3.2 MICOTOXINAS ..........................................................................................................8

    3.3 OCRATOXINA A.......................................................................................................10

    3.3.1 Ocorrência de ocratoxina A em uvas e vinhos......................................................11

    3.4 TÉCNICAS PARA O CONTROLE DE OTA EM UVAS E VINHOS..........................13

    3.5 MÉTODOS DE EXTRAÇÃO E DETECÇÃO DE OTA..............................................16

    3.6 FUNGICIDAS............................................................................................................20

    3.6.1 Modo de ação dos fungicidas................................................................................23

    4. MATERIAL E MÉTODOS...........................................................................................25

    4.1 Reagentes, solventes e Material..............................................................................25

    4.1.1 Equipamentos.......................................................................................................26

    4.2 MÉTODOS...............................................................................................................26

    4.2.1 Preparo das soluções............................................................................................26

  • viii

    4.2.2 Ocorrência de OTA no vinho.................................................................................28

    4.2.2.1 Amostragem.......................................................................................................28

    4.2.2.2 Extração Quantificação de Micotoxina no vinho.................................................28

    4.2.2.3 Validação do Método..........................................................................................29

    4.2.2.4 Estimativa de ingestão de OTA pelo consumo de vinho....................................31

    4.2.3 Crescimento fúngico de Aspergillus carbonarius e manifestação toxigênica........31

    4.2.3.1 Avaliação do crescimento fúngico......................................................................32

    4.2.3.2 Produção de OTA no meio de cultura PDA........................................................33

    4.2.4 Efeito da micotoxina OTA e dos fungicidas cresoxim metílico e famoxadona na

    fermentação alcoólica.....................................................................................................34

    4.2.4.1 Preparo do meio fermentativo............................................................................34

    4.2.4.2 Condições de cultivo...........................................................................................34

    4.2.4.3 Determinações tecnológicas no fermentado: acidez, etanol, açúcar redutor,

    proteínas e MEV.............................................................................................................35

    4.2.4.4 Determinações bioquímicas no fermentado: concentração celular, atividade

    enzimática da peroxidase, produção de glutationa e concentração de OTA ................36

    4.2.4.5 Parâmetros cinéticos..........................................................................................37

    4.2.5 Limpeza de vidraria e tratamento de resíduos......................................................38

    4.2.6 Análise Estatística.................................................................................................39

    5. APRESENTAÇÃO E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS..........................................40

    5.1 ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE OTA EM VINHO..................................................40

    5.2 ESTUDO DO POTENCIAL TOXIGÊNICO EM PRESENÇA DOS FUNGICIDAS...43

    5.2.1 Crescimento micelial e conteúdo de glicosamina..................................................43

    5.2.2 Produção de ocratoxina A pelo fungo Aspergillus carbonarius.............................47

    5.3 EFEITO DA MICOTOXINA OTA E DOS FUNGICIDAS CRESOXIM METÍLICO E

    FAMOXADONA NA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA ............................................