CAT£¾LOGO DAS PLANTAS VASCULARES DA ILHA DO CORVO 2017. 8. 18.¢  CAT£¾LOGO DAS PLANTAS VASCULARES DA

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of CAT£¾LOGO DAS PLANTAS VASCULARES DA ILHA DO CORVO 2017. 8. 18.¢ ...

  • CATÁLOGO DAS PLANTAS VASCULARES DA ILHA DO CORVO

    MARIA JOÃO PEREIRA1, RAFAEL ARRUDA1, CARLOS MEDEIROS2, JOÃO SARAMAGO3, PEDRO DOMINGUES4, DUARTE FURTADO1 & NATÁLIA CABRAL1

    1Departamento de Biologia, Universidade dos Açores, Rua da Mãe de Deus, 13-A Apartado 1422, 9501-801 Ponta Delgada

    2 Serviços de Ambiente de São Miguel - Avenida Antero de Quental, 9 C - 2º - 9500-160 Ponta Delgada 3 Centro de Linguística da Universidade de Lisboa - Avenida Prof. Gama Pinto, 2 - 1649-003 Lisboa

    4 SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves - Av. da Liberdade, 105 - 2º Esq. - 1250-140 Lisboa

    RESUMO

    Foi construído um catálogo das plantas vasculares citadas para a ilha do Corvo com base nas obras de síntese de Trelease (1897), Palhinha (1966), Franco (1971, 1984), Franco & Afonso (1994, 1998, 2003), Hansen & Sunding (1993), Silva et al. (2005), Schäfer (2003, 2005) e nos relatórios das expedições efectuadas àquela ilha em 1987 e 2007 pelo Departamento de Biologia da Universidade dos Açores. Nesta compilação utilizou-se a nomenclatura aceite pela Flora Europaea (Tutin et al., 2001) ou as alterações nomenclaturais entretanto publicadas (IPNI, 2005). Para maior clareza no reconhecimento das unidades taxonómicas, são também indicados os sinónimos nomenclaturais mais importantes. No catálogo são também indicados alguns nomes vulgares, cujo uso na ilha, foi possível confirmar. O presente catálogo assinala para a ilha do Corvo 353 taxa distribuídos por 94 famílias, acrescentando 19 novos registos para esta ilha.

    ABSTRACT

    A vascular plant checklist of Corvo Island is presented based on the published accounts of Trelease (1897), Palhinha (1966), Franco (1971, 1984), Franco & Afonso (1994, 1998, 2003), Hansen & Sunding (1993), Silva et al. (2005), Schäfer (2003, 2005) and on the reports of the expeditions to that Island, made by the Biology Department of Azores University at 1987 and 2007. In this checklist we use the ‘accepted’ names of the Flora Europaea (Tutin et al., 2001) or the published nomenclatural changes (IPNI, 2005). Some important synonyms are indicated as well as some common names used in Corvo Island. The present checklist updates the vascular plants to 353 taxa distributed by 94 families, and adds 19 new records to that Island.

    INTRODUÇÃO

    Este trabalho teve como objectivo construir uma ferramenta de trabalho prática, actualizada e de referência para quem no decurso das suas actividades profissionais necessita identificar as plantas fora de cultivo na ilha do Corvo. O catálogo refere-se a todas as plantas vasculares cuja ocorrência na ilha do Corvo foi verificada pelo menos uma vez e não refere espécies cuja distribuição é apenas indicada para os Açores de uma forma geral.

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 126

    Não constituiu objectivo deste trabalho indicar o nome correcto de um taxon em consequência das publicações existentes, ou indicar a forma correcta da apresentação dos nomes científicos e suas autoridades de acordo com as regras já estabelecidas pelo Código Internacional de Nomenclatura Botânica (CINB), mas sim fornecer a informação necessária para reconhecimento das diferentes unidades taxonómicas registadas para a ilha do Corvo.

    CONVENÇÕES ADOPTADAS E INTERPRETAÇÃO DO CATÁLOGO

    Seguindo a recomendação indicada no prefácio do CINB (Greuter et al., 2000) os nomes científicos sob a jurisdição do Código são aqui impressos em itálico independentemente da sua categoria taxonómica.

    No catálogo apresentado primeiro surge a lista dos Pteridófitos, logo seguida das listas das Gimnospérmicas, Dicotiledóneas e Monocotiledóneas. Dentro de cada um destes quatro grupos as famílias, as espécies e as categorias infra-específicas são apresentadas por ordem alfabética.

    O catálogo encontra-se organizado em 10 colunas. A primeira coluna contabiliza, de forma independente, o número total de famílias e o número total das diferentes unidades taxonómicas. A segunda coluna refere a origem do taxon nos Açores (Quadro 1). A terceira coluna indica o nome do taxon e sua autoridade; na mesma coluna são ainda indicados os sinónimos (sin.) mais importantes e os nomes vernáculos recolhidos durante a expedição à ilha do Corvo.

    Quadro 1 - Codificação utilizada para a origem dos taxa relativamente aos Açores.

    As sete colunas seguintes correspondem às principais obras de síntese distribuídas ao longo do tempo sobre a flora dos Açores e também aos relatórios das expedições realizadas pelo Departamento de Biologia àquela ilha. Em cada uma destas colunas é codificada a informação relativa à presença do taxon na ilha do Corvo (Quadro 2).

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 127

    Quadro 2 - Codificação utilizada relativa à informação das obras sobre a presença da espécie na ilha do Pico.

    Finalmente apontamos os 19 novos registos de espécies para a ilha do Corvo aqui publicados:

    Tetrapanax papyriferus (Hook.) C. Koch (nº 56), Calendula arvensis L. (nº 59), Borago officinalis L. (nº 85), Opuntia sp. (nº 101), Corynocarpus laevigata J. R. Forster & G. Forster (nº 126), Elaeagnus umbellata C. P. Thunberg ex A. Murray (nº 132), Medicago lupulina L. (nº 147), Lycopus europaeus L. (nº 172), Metrosideros excelsa Sol. ex Gaertner (nº 189), Psidium littorale Raddi (nº 190), Epilobium sp. (nº 194), Duchesnea indica (Andrews) Focke (nº 230), Veronica polita Fr. (nº 254), Ailanthus altissima (Mill.) Swingle (nº 256), Vitis sp. (nº 267), Brunsvigia rosea (Lam.) Hannibal; (nº 269), Phormium tenax J.R. & G. Forst (nº 339), Crocosmia x crocosmiiflora (G. Nichols.) N.E.Br. (nº 340) e Platanthera azorica Schlecht. (nº 350).

    Nas páginas seguintes, apresenta-se o catálogo das plantas vasculares da ilha do Corvo.

    TAXA VASCULARES CITADOS PARA A ILHA DO CORVO

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 128

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 129

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 130

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 131

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 132

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 133

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 134

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 135

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 136

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 137

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 138

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 139

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 140

  • XIII Expedição Científica do Departamento de Biologia - Flores e Corvo 2007. Rel. Com. Dep. Biol., 35: 141

    AGRADECIMENTOS

    Desejamos agradecer a valiosa colaboração prestada por todos os elementos das entidades Corvinas, quer pelo acompanhamento prestado, quer pelas excelentes condições trabalho que proporcionaram durante a expedição àquela ilha.

    REFERÊNCIAS

    FRANCO, J.A., 1971. Nova Flora de Portugal (Continente e Açores). Vol. 1, Lycopodiaceae- Umbelliferae. Instituto Superior de Agronomia (Ed.), Lisboa, 648 pp.

    FRANCO, J.A., 1984. Nova Flora de Portugal (Continente e Açores). Vol. 2, Clethraceae- Compositae. Instituto Superior de Agronomia (Ed.), Lisboa, 660 pp.

    FRANCO, J.A. & M.L.R. AFONSO, 1994. Nova Flora de Portugal (Continente e Açores). Vol. 3, Fasc. I, Alismataceae-Iridaceae. Instituto Superior de Agronomia. Escolar Editora, Lisboa, 181 pp.

    FRANCO, J.A. & M.L.R. AFONSO, 1998. Nova Flora de Portugal (Continente e Açores). Vol. 3, Fasc. II, Gramineae. Instituto Superior de Agronomia. Escolar Editora, Lisboa, 283 pp.

    FRANCO, J.A. & M.L.R. AFONSO, 2003. Nova Flora de Portugal (Continente e Açores). Vol. 3, Fasc. III, Juncaceae-Orchidaceae. Instituto Superior de Agronomia. Escolar Editora, Lisboa, 187 pp.

    GREUTER, W., J. MCNEILL, F.R. BARRIE, H.-M. BURDET, V. DEMOULIN, T.S. FILGUEIRAS, D.H. NICOLSON, P.C. SILVA, J.E. SKOG, P. TREHANE, N.J. TURLAND & D.L. HAWKSWORTH, 2000. The International Code of Botanical Nomenclature (St Louis Code). Regnum Vegetabile 138. Koeltz Scientific Books, Königstein, Electronic Publication.

    HANSEN, A. & P. SUNDING, 1993. Flora of Macaronesia. Checklist of vascular plants. 4. revised edition. Sommerfeltia, 17: 1-295.

    IPNI, 2005. The International Plant Names Index. The Royal Botanic Garden – Kew, the Harvard University and the Australian National Herbarium.