Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio page 1
Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio page 2
Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio page 3
Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio page 4
Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio page 5

Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Centauro vira plataforma para ação de marcas esportivas ...· ação de marcas esportivas no Rio

  • B O L E T I M

    Centauro vira plataforma para ao de marcas esportivas no Rio

    O F E R E C I M E N T O

    T E R A - F E I R A , 2 6 D E J U L H O D E 2 0 1 6

    US$ 10 miAo ano espera receber o Denver

    Broncos em novo contrato de naming right para sua arena

    N M E R O D O D I A

    E D I O 5 5 1

    POR DUDA LOPES

    Como estar presente no Rio de Janeiro em meio s protees de marca imposta pelo Comit Olmpico Internacional um desa-fio constante para as empresas que querem se associar aos Jogos sem um patrocnio ao evento. E, caso seja uma marca esportiva, em que a presena recomen-dvel, o problema ainda maior. Nesse caso, a Centauro se colo-cou disposio como plataforma para essas empresas.

    A companhia de varejo esporti-vo anunciou na segunda-feira que trs lojas da rede sero palco para atletas e celebridades que envol-vem os Jogos Olmpicos e para exposio de peas do segmen-to. As unidades dos shoppings Leblon, Metropolitano Barra e Norte Shopping sero contempla-das com a ao, que ter incio no prximo dia 30 e, durante agosto, ter 15 eventos.

    Cada evento ter uma marca de apoio. Trata-se de uma parceria com as lojas para fazer as ativa-es. E as grandes companhias

    do espor-te estaro pre-sentes: Adidas, Puma, Under Armour e Olym-pikus. A exceo a Nike, justa-mente a empresa que faz o patrocnio oficial ao Time Brasil, a nica que pode de fato se asso-ciar aos Jogos Olmpicos.

    Nas parcerias com a Centauro, a Puma a mais experiente no ramo. Em agosto, a marca leva-r s lojas nomes patrocinados, como o atacante Nen e a apre-sentadora Karina Oliani. Alm dis-so, haver uma sapatilha da marca usada pelo astro olmpico Usain Bolt. A pea em exposio estar autografada pelo jamaicano.

    A parceria entre a Puma e a Centauro no novidade. At mesmo na Copa do Mundo as duas j haviam se unido para pro-mover uma ao de venda com as camisas dos times africanos. Ati-vaes da marca tm sido comum nas lojas da rede de varejo.

    Os eventos da Centauro con-taro com nomes como Fernan-do Scherer, Zico, Ana Moser, Lars Grael entre outros. A Un-der Armour far tambm dois treines, com MMA e natao.

    1

    http://ia.nspmotion.com/event/?cap=412405&c=37130&e=ADM_Click!1!1!1!!&r=[timestamp]

  • 2

    POR DUDA LOPES

    Diretor de Novos Negcios da Mquina do Esporte

    A entrega da Vila Olmpica em si-tuao escandalosamente precria foi a primeira (e ltima, esperamos mais uma vez) grande vergonha da organizao brasileira nos Jogos do Rio. As fotos dos apartamentos da Austrlia foi uma amostra daquele que conhecido por no ser um pas srio, uma imagem que todo brasi-leiro honesto, maioria deste povo, quer distncia cada vez maior.

    E a cereja do bolo veio com Edu-ardo Paes. Uma piada. Com respos-ta altura do Comit Australiano. O prefeito do Rio de Janeiro pare-

    ce que precisa ser constantemente lembrado do limite entre ser um poltico carismtico e um notrio idiota. Seu comentrio sobre o tal do Canguru parece oficializar a fan-farronice de uma gesto brasileira.

    Queremos mais respeito. No uso de recursos pblicos, que nem o caso da Vila Olmpica, isso abso-lutamente bvio. Mas, alm disso, a imagem de todos ns, brasileiros, que est em jogo quando um traba-lho porco entregue em um gran-de evento esportivo. Essa sonora incompetncia passa a ser de todos

    ns em um episdio como esse. E essa uma responsabilidade que ningum quer assumir.

    Ns, da Mquina do Esporte, re-novamos constantemente a f de que os Jogos Olmpicos do Rio de Janeiro sero um enorme sucesso. Insistimos porque conhecemos de perto muitos dos patrocinadores e organizadores desse evento e sabe-mos o quanto de suor foi despejado nesse gigantesco projeto.

    J passou da hora dos velhos ma-rajs, pblicos e privados, pararem de estragar a nossa festa.

    No queremos cangurus, queremos mais respeito

    Em horrio nobre, seleo brasileira bate novela na audincia da Globo

    POR REDAO

    Na quarta-feira, a seleo brasileira entrou em campo contra o Haiti em horrio pouco comum para o futebol: s 20h30. Com isso, a Globo, que tem exibido a Copa Amri-ca do Centenrio, teve que realocar o Jornal Nacional e a novela Velho Chico. E, pelos resultados do Ibope, a emissora no se arrependeu.

    Tanto no Rio de Janeiro, quanto em So Paulo, os 7 a 1 do Brasil sobre o Haiti fize-ram a mdia da Globo subir. Na capital paulista, foram 30 pontos de mdia, com participao de 42% nas TVs ligadas. Foram quatro pontos a mais do que a mdia do mesmo horrio em um ms.

    No Rio de Janeiro, Brasil e Haiti foi ainda me-lhor, com o recorde de audincia do futebol na cidade. Foram 34 pontos de mdia, com parti-

    cipao de 47%. O aumento da mdia no ho-rrio em um ms foi sete pontos. Alm do bom resultado do futebol, os nmeros se devem ao

    baixo rendimento de Velho Chico na audincia. H um ms, em So Paulo, a novela deu 26 pontos numa quarta-feira, ndice inferior a outras novelas e ao Jornal Nacional.

    Cada ponto no Ibope equivale a 67.113 domiclios

    em So Paulo e 42.292 no Rio de Janeiro.TV PAGA Quem tambm faturou com o Bra-

    sil foi o SporTV. Na estreia contra o Equador, a emissora teve mdia superior a 1 milho de pessoas por minuto assistindo partida no canal. A Globo tambm mostrou o jogo, s 23h de s-bado. O SporTV tem exclusividade na TV paga.

    Corinthians lana carn, e So Paulo diminui preo de ingressos

    POR REDAO

    Corinthians e So Paulo anunciaram, na ltima segunda-feira (25), novidades na comercializao de ingressos para o Campeonato Brasileiro. No fim das contas, ambos os torcedores tero uma vanta-gem para o torneio: tquetes mais baratos.

    No caso do Corinthians, o clube resolveu fazer um carn de ingressos para o segundo turno do Campe-onato Brasileiro. Sero nove ingressos vendidos em uma s compra. Sem o scio-torcedor, os tquetes se manteriam no mes-mo preo. No setor mais barato, por exemplo, o pacote sai por R$ 450, ou R$ 50 cada partida.

    No entanto, os scios tero no mnimo 40% de desconto. No plano mais caro, o Meu Amor, o desconto chega a 60%, bem acima do que o

    clube costuma praticar normalmente. A ao do So Paulo no abrange tantos

    jogos. Na verdade, o time do Morumbi resolveu diminuir as entradas ape-nas para as duas prximas partida. Nesses casos, o ingresso custar R$ 20 para o setor mais em conta.

    Uma das partidas ser contra a Chapecoense, no domingo, s 11 horas. O horrio, instaurado no lti-

    mo Campeonato Brasileiro, costuma atrair bons pblicos aos estdios.

    At h pouco focado na Libertadores, o So Paulo tem baixa mdia de pblico no Brasileiro, com apenas 13 mil pessoas por partida. Em com-parao, o Corinthians, lder nesse quesito, tem levado 33 mil pessoas em mdia.

  • http://ia.nspmotion.com/event/?cap=425915&c=37286&e=ADM_Click!1!1!1!!&r=[timestamp]

  • A Skol, patrocinador Rio 2016, anunciou seu calendrio das ativaes que sero realizadas durante o evento. A marca ir promover 19 dias de festas entre as praias do Leme e do Pontal.

    No dia 4 de agosto ser aberta a Vila Skol, espao com capacida-de para 3.000 pessoas montado no Museus de Arte Moderna. No local haver atraes musi-cais, camping para ganhadores de promoo da marca e trans-misso de competies ao vivo. Tropkillaz, Karol Conka, Omulu e Heavy Baile j esto confirmados para o palco de 9 metros.

    No dia 13, a Vila Skol ter a festa S Track Boa, com a pre-sena de Vintage Culture, Gabriel Boni, RDT, Fabrcio Peanha. No dia 20, DJ Alok ir comandar a

    festa Brazilian Bass.Os Food Trucks Annun-

    ciata, Urbano, Urbanitos, Joes Pub, Tap&oca e Mosteirinho sero os responsveis pela ali-mentao da Vila, com opes como massas e hambrgueres.

    Dentro do Parque Olmpico, a marca criou a Skol Live House. Sero 400 espelhos giratrios que se pulsaro de acordo com a emo-o da festa que estar aconte-cendo dentro do local. Essa inte-ratividade se d via sensores que acompanham o movimento da pista em seus painis para fazer a diverso ser sentida na pele.

    No Maracan, o espao para convidados ter programao es-

    pecial e surpresas preparadas nos dias de jogos. J no Boulevard Olmpico, a empresa montou a FanZone Skol, um espao de 1000m ao lado da pira olmpica. L tambm haver o Beer Gar-den, um bar conceito.

    Outra ao o balo panor-mico da Skol, que ir subir 150 metros de altura e tem capacida-de para at 25 pessoas.

    POR ADALBERTO LEISTER FILHO

    Cerveja oficial do Rio 2016, Skol programa srie de ativaes

    4

    A Stock Car foi citada por delatores da Ope-rao Lava-Jato, da Polcia Federal. Patrocnios da competio seriam usados para lavagem de dinheiro destinado a pagar propina em negocia-es de executivos e polticos da Petrobras.

    O responsvel pelo esquema seria Adir Assad, que j foi condenado na operao. Ele era dono de uma empresa de marketing esportivo chama-da Rock Star. O valor que ia alm do patrocnio real seria passado a ex-diretores da Petrobras.

    Foram dois relatos da Operao Lava-Jato que apontaram irregularidades: Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC e delator desde 2015 e Ricar-

    do Pernambuco, scio da Carioca Engenharia, que tambm indiciou recebimento de verbas via contratos feitos por Assad.

    Os relatos indicaram irregularidades no patro-cnio de R$ 820 mil para o piloto Murillo Macedo Filho, da Stock Car Light. Tambm de Macedo, a equipe J.Star Racing, da Copa Montana, teria recebido uma soma de R$ 3,5 milhes.

    Em resposta Folha de S.Paulo, Assad afirmou estar desligado da Rock Star desde 2007. Os pilo-tos e equipes envolvidos alegaram que os contra-tos de patrocnio eram repassados Rock Star, e eles no recebiam diretamente das empresas.

    Lava-Jato aponta lavagem de dinheiro na Stock Car

  • 5

    O Fox Sports apresentou imprensa novo prdio no Rio de Janeiro, ampliando sua capacida-de de produo de contedo a 11 dias do incio dos