CENTRO UNIVERSITRIO UNA DIRETORIA DE EDUCA‡ƒO ?£o...  centro universitrio una diretoria de

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of CENTRO UNIVERSITRIO UNA DIRETORIA DE EDUCA‡ƒO ?£o...  centro universitrio una...

CENTRO UNIVERSITRIO UNA DIRETORIA DE EDUCAO CONTINUADA, PESQUISA E EXTENSO

MESTRADO EM TURISMO E MEIO AMBIENTE

LUS CARLOS ARAJO DE MORAES

LICENCIAMENTO AMBIENTAL Uma viso conflitante na preservao da biodiversidade e dos recursos naturais

Belo Horizonte 2011

LUS CARLOS ARAJO DE MORAES

LICENCIAMENTO AMBIENTAL: Uma viso conflitante na preservao da biodiversidade e dos recursos naturais

Dissertao apresentada ao Curso de Mestrado do

Centro Universitrio UNA, como requisito

parcial obteno do ttulo de Mestre em

Turismo e Meio Ambiente.

Linha de pesquisa: Gesto Ambiental

Orientadora: Profa. Dra. Fernanda Carla Wasner Vasconcelos

Belo Horizonte 2011

Ficha catalogrfica desenvolvida pela Biblioteca UNA campus Guajajaras

M827l Moraes, Lus Carlos Arajo de Licenciamento ambiental: uma viso conflitante na preservao da biodiversidade

e dos recursos naturais. / Lus Carlos Arajo de Moraes. 2011.

94f.: il. Orientadora: Professora Doutora Fernanda Carla Wasner Vasconcelos. Dissertao (Mestrado) - Centro Universitrio UNA, 2011. Programa de

Mestrado em Turismo e Meio Ambiente. Bibliografia f.69-78.

1. Licenciamento ambiental. 2. Biodiversidade. 3. Direito ambiental. I. Vasconcelos, Fernanda Carla Wasner. II. Centro Universitrio UNA. III. Ttulo.

CDU: 338.484

minha esposa pela pacincia e compreenso pelas

horas que me destinei na elaborao desta pesquisa

abdicando das nossas horas de lazer.

AGRADECIMENTOS Agradeo em primeiro lugar a Deus por me oportunizar a cada dia o aprendizado e, assim, a

chance de melhorar e evoluir na minha vida.

Professora orientadora Dra. Fernanda Carla Wasner Vasconcelos, pela orientao, incentivo

e pacincia ao longo do desenvolvimento deste trabalho.

Equipe tcnica do Departamento de Licenciamento Ambiental da AMAR, em especial aos

analistas Joo Carlos Ferreira e a Rosangela Azevedo Sardinha Duque, pelo auxlio e apoio a

pesquisa realizada.

Aos colegas do mestrado pela convivncia e amizade ao longo do curso.

Enfim, obrigado a todos que de certa forma contriburam para o meu mestrado, mesmo no

estando entre os nomes aqui citados.

RESUMO O trabalho apresenta uma breve discusso terica sobre a Poltica Nacional do Meio Ambiente e seus mecanismos de controle, dando nfase a Avaliao de Impactos Ambientais AIA, aos Estudos Prvios de Impacto Ambiental, ao Licenciamento Ambiental, objeto deste estudo e ao Zoneamento Ecolgico Econmico ZEE. A seguir, foi discutida a importncia da biodiversidade e dos recursos naturais juntamente com suas ferramentas de conservao e preservao. Logo, enfatiza-se o carter conflituoso das legislaes pertinentes ao uso e ocupao do solo. O estudo tem como objetivo analisar o licenciamento ambiental de empreendimentos imobilirios como instrumento de preservao da biodiversidade e dos recursos naturais no municpio de Resende (RJ) nos anos de 2009-2011. A metodologia utilizada foi a identificao e separao dos processos administrativos de licenciamento ambiental, que deram entrada na Agncia do Meio Ambiente de Resende neste perodo, e a seleo de trs empreendimentos imobilirios para estudo de caso. Estes empreendimentos foram escolhidos por estarem situados em reas frgeis e escolhidos com base no SIG Resende-Geo. O resultado aponta para o contraditrio processo de licenciamento, por parte do Municpio, como ferramenta de preservao dos recursos naturais. Palavras chave: empreendimentos imobilirios, licenciamento ambiental, recursos naturais.

ABSTRACT

The work provides a theoretical discussion about the National Environmental Policy and its control mechanisms, emphasizing the Environmental Impact Assessment EIA, the Preliminary Studies of Environmental Impact, Environmental Licensing, object of this study and the Ecological and Economic Zoning- EEZ. Below, we discuss the importance of biodiversity and natural resources along with tools for conservation and preservation. Therefore, we emphasize the conflictual character of the laws regarding the use and occupation. The study aims at the environmental licensing of real estate as a means of preserving biodiversity and natural resources in the municipality of Resende, Rio de Janeiro during the years 2009-2010. The methodology used was the identification and separation of the administrative processes of environmental licensing, lodged at the Environment Agency of Resende in this period, and a case study of three real estate developments located in fragile areas and chosen based on GIS Resende-Geo. The result points to the contradictory licensing process by the municipality as a tool for preservation of natural resources.

Keywords: real estate development, environmental licensing, natural resources.

LISTA DE FIGURAS

Pgina

Figura 1- Estrutura Organizacional do MMA ...................................................... 18

Figura 2- Localizao do Municpio de Resende (RJ) .......................................... 47

Figura 3- Rio Paraba do Sul e PARNA do Itatiaia ao fundo ............................... 48

Figura 4- Cobertura vegetal remanescente ............................................................ 49

Figura 5- reas insubstituveis para proteo de espcies na Mata Atlntica .. 50

Figura 6- Distribuio de remanescentes florestais na Mata Atlntica e limites dos corredores de biodiversidade .............................................................. 51

Figura 7- Vista area de Resende com seus cursos dgua ................................. 52

Figura 8- Percentagem por tipo de licenciamento ............................................... 53

Figura 9- rea de construo de uma clnica em APP ........................................ 55

Figura 10- Edificao da clnica em APP .......................................................... 55

Figura 11- Desmoronamento do muro de um condomnio de luxo ................... 56

Figura 12- Moradia classe mdia condenada pela Defesa Civil ......................... 56

Figura 13- Desabamento da cabeceira de uma ponte no centro da cidade ......... 57

Figura 14- rea do Empreendimento B .............................................................. 59

Figura 15- Empreendimento B ........................................................................... 60

Figura 16- rea do empreendimento C ............................................................. 61

Figura 17- Supresso de vegetao no comeo da terraplanagem ..................... 62

Figura 18- Aterramento de curso dgua ......................................................... 63

Figura 19- Empreendimento A. Edificao em FMP ....................................... 64

Figura 20- Flagrante de canalizao do crrego................................................. 65

Figura 21- Supresso de mata ripria e compactao de solo em APP ............. 67

LISTA DE TABELAS

Pgina

Tabela 1: rea do empreendimento ................................................................ 44

Tabela 2: Fatores condicionantes .................................................................... 45

Tabela 3: Determinao do potencial poluidor .............................................. 45

LISTA DE SIGLAS

AIA- Avaliao de Impacto Ambiental

ANA- Agncia Nacional de guas

AMAR- Agncia do Meio Ambiente do Municpio de Resende

APA- rea de Proteo Ambiental

APP- rea de Preservao Permanente

CDB- Conveno sobre a Diversidade Biolgica

CNPJ- Cadastro Nacional da Pessoa Jurdica

CNUMAD- Conferncia das Naes Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento

CONAMA- Conselho Nacional do Meio Ambiente

CPF- Cadastro de Pessoas Fsicas

EIA- Estudo Prvio de Impacto Ambiental

FEEMA- Fundao Estadual de Engenharia do Meio Ambiente

FMP- Faixa Marginal de Proteo

IBAMA- Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica

IDEMA- Instituto de Desenvolvimento Econmico e Meio Ambiente

IEF- Instituto Estadual de Florestas

INEA- Instituto Estadual do Ambiente

LP- Licena Prvia

LI- Licena de Instalao

LO- Licena de Operao

MMA- Ministrio do Meio Ambiente

ONU- Organizaes das Naes Unidas

PARNA- Parque Nacional

PCA- Plano de Controle Ambiental

PNMA- Poltica Nacional do Meio Ambiente

PRAD- Plano de Recuperao de reas Degradadas

RAP- Relatrio Ambiental Preliminar

RCA- Relatrio de Controle Ambiental

RIMA- Relatrio de Impacto Ambiental

SERLA- Superintendncia Estadual de Rios e Lagoas

SISNAMA- Sistema Nacional de Meio Ambiente

SLAP- Sistema de Licenciamento de Atividades Poluidoras

SNUC - Sistema Nacional de Unidades de Conservao

UC- Unidades de Conservao

UNESCO- Organizao das Naes Unidas p