Cfo Pmmg Prova

  • View
    26

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 3Curso de Formao de oFiCiais | PmmG[ Caderno 01 ]

    LNGUA PORTUGUESA

    Prezado (a) candidato (a)Coloque seu nmero de inscrio e nome no quadro abaixo:

    N de Inscrio Nome

    HiSTRicO

    A Polcia Militar do Estado de Minas Gerais a instituio mais antiga dentre todas as Polcias do Brasil, com 235 anos de existncia. Segundo ensinam os historiadores, a corporao tem a sua origem no Regimento Regular de Cavalaria de Minas, em 9 de junho do ano de 1775, no distrito de Cachoeira do Campo, municpio de Ouro Preto, o qual tinha como misso guardar as minas de ouro descobertas na regio de Vila Rica (atual Ouro Preto) e Mariana.

    O patrono da Polcia de Minas Gerais Alferes Tiradentes, heri da Inconfidncia Mineira, e que serviu no Regimento Regular de Cavalaria de Minas. Todos os anos, no aniversrio de sua fundao, a Polcia Militar de Minas Gerais concede a sua mais alta comenda, a Medalha Alferes Tiradentes, a autoridades civis e militares que se destacaram por suas atua-es junto sociedade.

    Em 2010 a Policia Militar sofreu grandes mudanas no que tange a estrutura da carreira policial militar e a forma de ingresso na corporao. Hoje os Oficiais da Polcia Militar de Minas Gerais tem competncia legal para Juzes Militares e Integram as Carreiras Jurdicas do Estado de Minas Gerais conforme constituio estadual no seu artigo 142:

    Art. 142 (...)

    Para o ingresso no Quadro de Oficiais da Polcia Militar QO-PM exigido o ttulo de bacharel em Direito e a apro-vao em concurso pblico de provas ou de provas e ttulos, realizado com a participao da Ordem dos Advogados do Brasil, Seo do Estado de Minas Gerais.

    O cargo de Oficial do Quadro de Oficiais da Polcia Militar QO-PM , com competncia para o exerccio da funo de Juiz Militar e das atividades de polcia judiciria militar, integra, para todos os fins, a carreira jurdica militar do Estado.. Art. 2 O disposto no art. 1 no implica supresso, alterao ou acrscimo das competncias constitucionalmente previstas para os rgos de que trata o art. 136 da Constituio do Estado.

    QUESTO 01

    Pode-se inferir sobre o texto que a) A Policia Militar de Minas Gerais tem recente passagem na histria brasileira.b) No se pode atribuir dados histricos a colocar crase passagens dos militares mineiros.c) O incentivo a carreira militar de Minas Gerais tem alguns contextos ligados a fundao da corporao.d) O contexto da Corporao esta atrelado a fatos ligados a Historia Mineira.

    www.pciconcursos.com.br

  • 4[ Caderno 01 ] Curso de Formao de oFiCiais | PmmG

    Leia atentamente o fragmento abaixo:

    O conectivo o qual na frase: ( ... ) no distrito de Cachoeira do Campo, municpio de Ouro Preto, o qual tinha como misso guardar as minas de ouro descobertas na regio de Vila Rica (atual Ouro Preto) e Mariana.

    QUESTO 02

    No trecho acima, o termo destacado retoma a seguinte idia:

    a) (...) no distrito de Cachoeira do Campo...b) (...) municpio de Ouro Preto...c) (...) misso de guardar as minas de ouro...d) (...) na regio de Vila Rica...

    QUESTO 03

    A caracterstica da linguagem se da por meio da

    a) conotao.b) figuratizacao.c) denotacao.d) expressividade.

    Leia e analise o BRASO da Polcia Militar de Minas Gerais:

    Polcia Militar de Minas Gerais

    QUESTO 04

    Pode-se inferir que o BRASO representa, predominantemente, uma funo de linguagem

    a) expressiva.b) referencial.c) conativa.d) ftica.

    www.pciconcursos.com.br

  • 5Curso de Formao de oFiCiais | PmmG[ Caderno 01 ]

    DiREiTO PENAL

    QUESTO 05

    Analise a expresso abaixo, depois assinale a alternativa que MELHOR atende disposio expressa.

    O resultado de um crime apenas pode ser imputado em uma relao causa e efeito. a) Todo crime depende de uma conduta realizada de livre e espontnea vontade pelo agente, ainda que seja omissiva,

    ainda que o resultado no seja obtido.b) Todo crime depende de uma conduta, ainda que o agente no queira pratic-la, ainda que seja omissiva, ainda que o

    resultado no seja obtido.c) Todo crime depende de uma conduta, ainda que o agente no queira pratic-la, ainda que seja omissiva, mas que o

    resultado dependa dela.d) Todo crime depende de uma conduta realizada de livre e espontnea vontade pelo agente, ainda que seja omissiva,

    mas que o resultado dependa dela.

    QUESTO 06

    Analise as afirmativas abaixo:

    I. impossvel imputar o crime de roubo quando o agente utiliza arma de brinquedo.II. A pessoa que ao atirar em legtima defesa contra quem atenta contra sua vida e acerta indevidamente uma pessoa que

    atravessou a linha de tiro deve ser condenada pelo crime culposo, porque assumiu o risco ao atirar.III. O Estado de Necessidade pode no ser reconhecido totalmente quando era razovel abrir mo do direito ameaado,

    gerando a aplicao de pena reduzida em at dois teros.

    Assinale a alternativa cORRETA.

    a) As afirmativas I, II e III esto corretas.b) As afirmativas I, II e III esto incorretas.c) Apenas as afirmativas I e II esto incorretas.d) Apenas as afirmativas I e III esto incorretas

    QUESTO 07

    Os crimes contra a Administrao Pblica possuem caractersticas prprias, seja pela qualidade da(s) vtima(s), seja pela qualidade do(s) autor(es) ou do(s) objeto(s) ou resultado(s) atingido(s). O peculato um dos delitos contra a Administrao Pblica. Nesse sentido, necessrio saber que

    a) a apropriao de bem, dinheiro ou valor essencial para configurao do crime, por se tratar de crime de mero resul-tado.

    b) normalmente no se sempre opera a extino da punibilidade se o agente ativo reparar imediatamente o dano, antes da sentena condenatria.

    c) os bens ou valores obtidos como vantagem devem pertencer Administrao Pblica, caso contrrio o delito praticado o furto ou o roubo.

    d) pode ocorrer na modalidade culposa quando o a conduta do servidor pblico concorrer com a do agente ativo, ainda que o resultado no tenha ocorrido.

    www.pciconcursos.com.br

  • 6[ Caderno 01 ] Curso de Formao de oFiCiais | PmmG

    QUESTO 08

    Imaginemos a seguinte situao: um brasileiro, morando na Argentina e em uma casa prpria, quitada e segurada, situada num condomnio residencial, foi preso por colocar fogo em seu prprio patrimnio, no colocando em risco o meio ambien-te, a vida ou bens de outrem. Aqui no Brasil, ele seria acusado:

    a) Pelo incndio qualificado, para a obteno de vantagem de econmica a partir do recebimento do prmio do seguro.b) Pelo incndio simples e pelo estelionato, pois no existe expressa designao de que a concorrncia com uma fraude

    ao seguro seja qualificadora do delito incndio, havendo concurso material de crimes.c) Pelo incndio qualificado e pelo estelionato, na proporo de que ambos so crimes autnomos e suas circunstncias,

    ainda que se comuniquem, concorrem materialmente para o mesmo resultado.d) Apenas pelo crime de estelionato, porque o caso em questo no se alinha s hipteses do crime de incndio.

    DiREiTO PROcESSUAL PENAL

    QUESTO 09

    O Inqurito Policial providncia de ordem investigativa essencial para a apurao efetiva dos crimes em espcies ocor-ridos no Brasil. A competncia para sua instaurao e para o exerccio da investigao vinculada e exercida por autori-dades policiais de carreira. Tambm, sobre o inqurito policial, importante saber que

    a) o requisitante da instaurao de inqurito policial por crime de ao pblica poder recorrer ao chefe de polcia, acerca do contido no despacho de indeferimento de sua instaurao.

    b) as autoridades pblicas que tomarem conhecimento de crimes de ao pblica devem instaurar de ofcio o devido Inqurito Policial.

    c) o princpio da Indisponibilidade garante que, nos crimes de ao pblica presumido o interesse de qualquer pessoa que tomar conhecimento do delito pode verbalmente ou por escrito requerer a instaurao de Inqurito ao Delegado de Polcia, que obrigado a instaurar o procedimento investigativo.

    d) lcito s partes envolvidas requererem providncias investigatrias no curso do inqurito, bem como a produo de percias, provas, inquirio de testemunhas e apreenso de documentos.

    QUESTO 10

    Leia e analise a informao abaixo:

    Joo X procurou o Promotor de Justia da cidade de Jejum/MG e requereu por meio de documento a instaurao de um Inqurito Policial, em razo da conduta de um vizinho, na prtica inveterada de crimes contra o patrimnio e, para tanto, apresentou fotos, documentos e testemunhas da prtica delitiva.

    Em relao ao caso acima descrito, iNcORRETO dizer que

    a) Entendendo que os apontamentos so suficientes para tal, o promotor de justia pode promover imediatamente a de-nncia e propor a aplicao de medidas assecuratrias perante o judicirio.

    b) O promotor de justia pode requisitar a instaurao de inqurito policial, visando aquilatar a investigao sobre os fatos e, em separado, requerer a aplicao de medidas assecuratrias perante o judicirio.

    c) Caso o Juiz tome conhecimento antes do MP, deve encaminhar ao Parquet a documentao pertinente para anlise e, caso seja pertinente, apresentao da denncia.

    d) O promotor, de ofcio, deve encaminhar a documentao ao magistrado, que por sua vez deliberar pela instaurao ou no do devido processo legal.

    www.pciconcursos.com.br

  • 7Curso de Formao de oFiCiais | PmmG[ Caderno 01 ]

    QUESTO 11

    Sobre os inquritos e ou processos na rea penal, analise as afirmativas abaixo.

    I. A preveno o sistema de induo de competncia que determina a competncia de um juiz ou delegado de polcia quando, na existncia de duas ou mais autoridades, uma delas tomou conhecimento do fato em razo da natureza.

    II. No caso de crimes de homicdio, o Cdigo de Processo Penal determina que os cadveres sejam identificados preli-minarmente e fotografados posteriormente na posio original, assim como cada uma das leses aparentes, ainda n