Click here to load reader

Clonagem Humana - Terapêutica X Reprodutiva

  • View
    68

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Clonagem Humana - Terapêutica X Reprodutiva

Pontifcia Universidade Catlica de Minas Gerais Graduao em Engenharia da Computao

Teraputica X Reprodutiva

CLONAGEM HUMANA

Alunos:

Cristianne Rodrigues Santos Dutra Fernanda de Ftima Pereira Gustavo Henrique Alves Moreira Leonardo Bernardes Manoel da Silva

1

IntroduoClone

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Conjunto de clulas, molculas ou organismos descendentes de uma clula e que so geneticamente idnticas a clula original. Herbert J. Webber (1903)

2/62

IntroduoClonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A clonagem um processo de reproduo assexuada, onde so obtidos indivduos geneticamente iguais a partir de uma clula-me. Em seres humanos, clones naturais so gmeos univitelinos, que compartilham o mesmo material gentico.

3/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1978 Primeira fertilizao in vitro realizada pelos mdicos Patrick Steptoe e Robert G. Edwards. Mistura de espermatozides e vulos numa proveta de laboratrio. Louise Brown: primeiro proveta do mundo. beb de

4/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1992 Surge o processo de injeo intracitoplasmtica. Retira-se do homem a espermatognia (clula primitiva do desenvolvimento do espermatozide), insere no testculo de um homem frtil ou animal. Aps amadurecimento dos espermatozides, retira-se para fertilizao do vulo.

5/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1996 Clone do primeiro mamfero (ovelha Dolly) pelo escocs Ian Wilmut.

6/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Anlise da Clonagem da Ovelha Dolly A ovelha Dolly no era to idntica ao doador do ncleo. Desenvolveu envelhecimento celular precoce. Sofria de artrite no quadril e joelho da pata traseira esquerda. Foi sacrificada aos 6 anos de idade, depois de uma vida marcada por envelhecimento precoce e doenas.

7/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

2001 A bezerra Vitria coloca o Brasil na linha de frente da pesquisa de clonagem. Clone de um embrio, a vaca nasceu em um laboratrio da Embrapa. Nenhum outro pas em desenvolvimento havia feito tal avano desde ento.

8/62

IntroduoHistria

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

27 de dezembro de 2002 Companhia Clonaid anuncia o nascimento do primeiro beb clone humano (Eve). A me seria uma americana de 31 anos. A cientista afirmou que mais 5 mulheres estavam a espera de bebs clonados.

9/62

IntroduoHistria

23 de abril de 2009Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Dr. Zavos anuncia que teria conseguido criar 14 embries e implantado 11 em quatro mulheres.

10/62

Clonagem Reprodutiva

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Remoo do somtica.

ncleo de uma clula

Insero desse ncleo em um vulo e implantao em um tero. Resultado: gmeo idntico nascido posteriormente.

11/62

Clonagem Reprodutiva

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

12/62

Clonagem Reprodutiva

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Tentativas posteriores de clonar outros mamferos tem mostrado: Eficincia muito baixa; Proporo muito grande de abortos Proporo muito grande de embries malformados.Dolly s nasceu depois tentativas que fracassaram. de 276

13/62

Clonagem ReprodutivaDificuldades Tcnicas

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Qual vai ser a idade do clone quando nascer? Ter a mesma idade de um recm-nascido? Essa preocupao surgiu ao verificarse que o tamanho dos telmeros (as extremidades dos cromossomos que diminuem de tamanho com o envelhecimento celular) estava encurtado na ovelha Dolly.

14/62

Clonagem ReprodutivaDificuldades Tcnicas

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A sndrome de Prader-Willi e a sndrome de Angelman podem ser causadas se uma criana receber duas cpias do cromossomo 15 de um s progenitor.

15/62

Clonagem ReprodutivaDificuldades Tcnicas

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

O diagnstico pr-natal permitir que sejam identificados fetos malformados ou portadores de mutaes? Segundo os defensores da clonagem humana, ser possvel identificar fetos defeituosos ou com mutaes patolgicas logo no incio da gestao e evitar, assim, o seu nascimento. Porm como detectar mutaes nos 30 mil ou mais genes humanos?

16/62

Clonagem Teraputica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Seria pegar o mesmo vulo cujo ncleo foi substitudo por um de uma clula somtica e, em vez de inseri-lo em um tero, deixar que ele se divida no laboratrio. Ento haver a possibilidade de usar estas clulas, para fabricar diferentes tecidos.

17/62

Clonagem Teraputica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Isso abriria perspectivas fantsticas para futuros tratamentos, porque hoje s se consegue cultivar em laboratrio clulas com as mesmas caractersticas do tecido em que foram retiradas.

18/62

Clonagem Teraputica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A clonagem teraputica teria a vantagem de evitar rejeio se o doador fosse a prpria pessoa. Seria o caso, por exemplo, de reconstituir a medula em algum que se tornou paraplgico aps um acidente, ou substituir o tecido cardaco em uma pessoa que sofreu um infarto.

19/62

Clonagem Teraputica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

20/62

Clonagem TeraputicaLimitaes

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

No pode ser utilizada em portadores de doenas genticas. Se houver reduo no tamanho dos telmeros, as clulas clonadas teriam a idade do doador e no seriam necessariamente clulas jovens. Aps a coleta das clulas, o embrio seria descartado. Seria lcito matar uma vida para salvar outra?

21/62

ClonagemPontos Negativos

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Tcnica de baixa eficincia. Vrios fetos morrem durante a gestao ou logo aps o nascimento. Grande nmero de anomalias. Envelhecimento Precoce. Os clones seriam maiores do que o normal, denominado de sndrome do filhote grande (large offspring syndrome LOS). Leses hepticas, tumores, baixa imunidade.

22/62

ClonagemPontos Positivos

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Utilizao da tcnica de clonagem para obteno de clulas tronco a fim de restaurar a funo de um rgo ou tecido. A clonagem "teraputica" teria a vantagem de no oferecer riscos de rejeio se o doador fosse a prpria pessoa. Diminuio ou fim do trfico clandestino de rgos.

23/62

ClonagemPontos Positivos

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Ajudar casais infrteis que no podem ter filhos, mesmo aps anos de tratamento de infertilidade.

Melhoramento animal, resgate de material gentico, maximizao do potencial gentico de uma raa.

24/62

Clonagem e a ticaConstituio Federal Brasileira 1988

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A Constituio brasileira assegura, em vrios artigos, a proteo do ser humano: Fazendo referncia ao princpio da dignidade da pessoa humana.Art. 1 , inciso III

Protegendo a vida, a sade, garantindo a igualdade, a liberdade, a segurana. Art. 5

25/62

Clonagem e a ticaConstituio Federal Brasileira 1988

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Condies dignas de sobrevivncia por meio da proteo famlia, a maternidade, infncia, a adolescncia e a velhice.Art. 203, inciso I

Proteo ao ambiente ecologicamente equilibrado e sadia qualidade de vida a ser assegurada gerao presente e futuraArt. 225

26/62

Clonagem e a ticaDefinio de Biotica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A palavra biotica significa, literalmente, tica da vida. tica o comportamento correto, do ponto de vista moral. No caso, a biotica a cincia que tem como princpio o respeito vida humana.Professor Lino Ranpazzo, na sua obra Antropologia, Religies e Valores Cristos

27/62

Clonagem e a ticaDefinio de Biotica

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

O fundamento biotico :

do

pensamento

O ser humano um fim em si mesmo e, jamais, deve constituir um meio para atingir determinado fim.Filosofia Kantiana

28/62

Clonagem e a ticaHistrico de discusses ticas sobre Clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1970: Paul Ramsey props a importante discusso sobre a questo da possibilidade da clonagem substituir a reproduo pela duplicao. 1974: O filsofo Hans Jonas, em seu texto Engenharia Biolgica - Uma Previso, afirmava que a clonagem era intolervel pois condenava o futuro do novo indivduo ao passado do indivduo original.

29/62

Clonagem e a ticaHistrico de discusses ticas sobre Clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1977: O Prof. Bernhard Haering, da Academia Alfonsiana de Roma/Itlia, discute sobre uma outra questo, relativa a possvel seleo dos indivduos gerados. 1983: O Prof. Andrew Varga, levantou outras questes ticas, como as associadas produo de clones de plantas e animais destinados ao consumo humano ou produo de outros produtos.

30/62

Clonagem e a ticaHistrico de discusses ticas sobre Clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1987: Publicado pelo Vaticano o documento Donum Vitae que afirma que: O que tecnicamente possvel no , por esta razo, moralmente admissvel. 2001: O Prof. Ronald Green utilizou o termo "entidade humana", e no ser humano ou pessoa ao se referir aos embries produzidos na pesquisa da ACT de clonagem teraputica.

31/62

Clonagem e a ticaHistrico de discusses ticas sobre Clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1997: No Brasil, a Comisso Tcnica Nacional de Biossegurana (CTNBio), vinculada ao Ministrio da Cincia e Tecnologia, baixou uma Instruo Normativa 08/97, de 9 de julho de 1997, proibindo a manipulao gentica de clulas germinativas ou totipotentes humanas, assim como os experimentos de clonagem em seres humanos.

32/62

Clonagem e a ticaHistrico de discusses ticas sobre Clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

2003: Alguns cientistas manifestaram sua preocupao pelo fato de que poderiam ser gerados clones, por diviso de embries em fases iniciais, apenas com a finalidade de diagnosticar possveis problemas genticos.

33/62

Clonagem e a ticaQuestes ticas envolvidas na clonagem

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A individualidade do ser humano. O descarte dos embries gerados para fins teraputicos Utilizao de embries como fornecedor de material biolgico para salvar seres humanos doentes Utilizao da clonagem como forma de Eugenismo (melhoramento gentico).

34/62

Clonagem e a ReligioCatolicismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A igreja catlica defende a existncia da vida humana, desde o momento da fecundao.

A vida um dom de Deus, e s ele o senhor sobre ela. A clonagem teraputica fere o mandamento de no matar, ao destruir o embrio.

35/62

Clonagem e a ReligioCatolicismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A Carta Encclica Evangelium Vitae de Joo Paulo II, condena todas as formas de reproduo artificial.

Na carta, tcnicas de reproduo artificial repudiada, como o aborto e a eutansia. A clonagem humana admitida pela igreja a natural, dos chamados gmeos idnticos.

36/62

Clonagem e a ReligioCatolicismo

A Pontifcia Academia Pro Vita doIntroduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

vaticano que existe para promoo e defesa da vida humana pontua alguns argumentos contra a clonagem humana: Aproximao com a Eugenia (melhoramento gentico da espcie humana) Reduz a reproduo humana a seu significado biolgico. Instrumentao da mulher. Identidade do clone que passa a ser uma cpia

37/62

Clonagem e a ReligioProtestantismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Aceita a clonagem humana com fins no reprodutivos (bancos de tecidos, etc.), sempre que no se utilizem ou manipulem embries. Na clonagem humana reprodutiva violado o direito identidade prpria e a vida humana corre o risco de converter-se num produto de consumo, degradando a sua dignidade e valor.

38/62

Clonagem e a ReligioJudasmo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

primeira vista, se o mtodo da clonagem for empregado para aumentar a oferta de alimentos e melhorar o padro de vida, no somente no ser proibido pela Tor, como se constituir at numa mitsv (mandamento). Na lei da Tor aparentemente no h argumentos que probam a clonagem.

39/62

Clonagem e a ReligioJudasmo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A biotica judaica tende a permitir todas as formas de biotecnologia reprodutiva seguindo o ensinamento de Deus de ser frutfero e se multiplicar , permitindo at a clonagem humana se esta for segura para me e o feto.

40/62

Clonagem e a ReligioJudasmo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Segundo a Lei judaica para uma entidade ser considerada embrio humano, esta deve ter sido gestada alm de 40 dias e formada dentro do ventre humano com sucesso. Portanto a clonagem teraputica seria permitida se obedecer esse critrio.

41/62

Clonagem e a ReligioIslamismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A clonagem totalmente contrria aos princpios islmicos e dignidade do indivduo. O individuo clonado desprovido de pai e me. Poder inserir na sociedade indivduos sem o senso de famlia.

42/62

Clonagem e a ReligioIslamismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A clonagem teraputica tambm condenada, pois toda criatura obra de Deus. Os seres humanos no so criados por partes e no podem ser alvo de experincias.

43/62

Clonagem e a ReligioEspiritismo

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

O espiritismo no contra nem a favor. Se a clonagem de humanos for possvel isso no seria um absurdo para o espiritismo pois clona se o corpo e no a alma. O homem deve refletir sobre os seus efeitos, tanto do ponto de vista material como principalmente do ponto de vista moral.

44/62

Clonagem e a ReligioCrtica comum entre religies

Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A

pretenso do homem em comparar-se a Deus.

45/62

Clonagem X Legislao BrasilNo Brasil, a Constituio Federal de 1988, j previa o assunto no art. 225, 1, incisos II e V. Art. 225 - Todos tm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Pblico e coletividade o dever de defend-lo e preserv-lo para as presentes e futuras geraes.

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

46/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

1 - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Pblico: II - preservar a diversidade e a integridade do patrimnio gentico do Pas e fiscalizar as entidades dedicadas pesquisa e manipulao de material gentico;

47/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

V controlar comercializao e tcnicas, mtodos comportem risco qualidade de vida e

a produo, a o emprego de e substncias que para a vida, a o meio ambiente;

48/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

A Lei 8.974, de 5 de janeiro de 1995, regulamentou estes incisos. Medida Provisria no 2.191-9, de 23 de agosto de 2001 Acresce e altera dispositivos da Lei no 8.974, de 5 de janeiro de 1995, e d outras providncias.

49/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Lei no 10.814, de 15 de dezembro de 2003. Estabelece normas para o plantio e comercializao da produo de soja geneticamente modificada da safra de 2004, e d outras providncias.

50/62

Clonagem X Legislao BrasilA Lei 11.105, de 25 de Maro de 2005. Regulamenta os incisos II e V do 1o do art. 225 da CF. Estabelece normas de segurana e mecanismos de fiscalizao de atividades que envolvam organismos geneticamente modificados OGM e seus derivados Cria o Conselho Nacional de Biossegurana CNBS

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

51/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Reestrutura a Comisso Tcnica Nacional de Biossegurana CTNBio Revoga a Lei no 8.974, de 5 de janeiro de 1995 Revoga a medida Provisria no 2.191-9, de 23 de agosto de 2001 Revoga os arts. 5o, 6o, 7o, 8o, 9o, 10 e 16 da Lei no 10.814, de 15 de dezembro de 2003

52/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Permite a utilizao de clulas-tronco produzidas a partir de embries humanos para fins de pesquisa e terapia, desde que sejam embries inviveis ou estejam congelados h mais de trs anos. A comercializao biolgico crime. do material

53/62

Clonagem X Legislao Brasil

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Em 29 de maio de 2008 o Supremo Tribunal Federal confirmou que a lei em questo constitucional, ratificando assim o posicionamento normativo dessa nao.

probe a clonagem humana e prev pena de recluso de dois a cinco anos, alm de multa, para quem pratic-la.

54/62

Clonagem X Legislao Mundo Portugal, Alemanha, Frana Ilegal uso de embries humanos para pesquisas. Probe clonagem teraputica. Probe clonagem reprodutiva.

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Espanha - Ilegal a produo de embries para fins de pesquisa. Clonagem teraputica legal a partir de embries inviveis at 14 dias. (Probe produo de embries para pesquisa.) Probe clonagem reprodutiva.

55/62

Clonagem X Legislao Mundo Finlndia Ilegal criao de embries para pesquisa. Clonagem teraputica legal se a partir de embries excedentrios. Clonagem reprodutiva ilegal.

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Reino Unido Legal manipulao de embries humanos para pesquisa. Clonagem teraputica legal. Clonagem reprodutiva ilegal.

56/62

Clonagem X Legislao Mundo ustria Produo de embries se no para procriao ilegal. Clonagem teraputica proibida segundo interpretao da lei de Medicina. Clonagem reprodutiva no regulamentada.

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Blgica No existe uma lei especifica. Clonagem teraputica no regulamentada. Clonagem reprodutiva no regulamentada.

57/62

Clonagem X Legislao MundoEstados Unidos - probe a aplicao de verbas do governo federal a qualquer pesquisa envolvendo embries humanos (a exceo feita para 19 linhagens de clulas-tronco derivadas antes da aprovao da lei norteamericana).

Introduo Clonagem Humana Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

58/62

RefernciasIntroduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Genoma Humano. Disponvel em: Acesso em 27 ago. 2011. Clonagem. Disponvel em: Acesso em 27 ago. 2011. ZATZ Mayana. Gentica e tica. Mesa Redonda, n 16, p. 13-28. Braslia 2002. Disponvel em: Acesso em 27 ago. 2011 COELHO, Luiz F. Clonagem reprodutiva e clonagem teraputica: questes jurdicas. Mesa redonda n 16, p. 29-48. Braslia 2002. Disponvel em: Acesso em 27. ago 2011. As Leis. Disponvel em: Acesso em 07 de Setembro de 2011.

59/62

RefernciasIntroduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Lei da Biossegurana. Disponvel em : Acesso em 10 de Setembro de 2011. CLONAGEM REPRODUTIVA E CLONAGEM TERAPUTICA: QUESTES JURDICAS . Disponvel em : . Acesso em 10 de Setembro de 2011. Empresa diz que primeiro clone humano saudvel. Disponvel em: Acesso em: 20 de setembro de 2011. Primeiro beb clonado pode nascer em 2 anos. Disponvel em: Acesso em: 20 de setembro de 2011

60/62

RefernciasA clonagem sob o olhar da religio. Disponvel em:Introduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Acesso em: 17 de setembro de 2011. Evangelium vitae. Disponvel em: Acesso em: 17 de setembro de 2011. Assuntos Biomdicos e Assuntos ticos na Pesquisa de Clulas tronco Embrionias. Disponvel em: Acesso em: 17 de setembro de 2011.

61/62

RefernciasIntroduo Clonagem Reprodutiva Clonagem Teraputica Clonagem e a tica Clonagem e a Religio Clonagem e o Direito

Perguntas Respondidas: Temas Diversos - 1) Gostaria de saber o que a Doutrina Esprita fala a respeito de clonagem. a favor ou contra? Disponvel em: Acesso em: 17 de setembro de 2011. OS EVANGLICOS E A VIDA: Aliana Evanglica Espanhola, 2000-12-06. Disponvel em: Acesso em: 17 de setembro de 2011.

62/62