COLÉGIO ESTADUAL SÃO CRISTÓVÃO, ENSINO ?· colÉgio estadual sÃo cristÓvÃo, ensino fundamental.…

Embed Size (px)

Text of COLÉGIO ESTADUAL SÃO CRISTÓVÃO, ENSINO ?· colÉgio estadual sÃo cristÓvÃo, ensino...

  • COLGIO ESTADUAL SO CRISTVO, ENSINO

    FUNDAMENTAL. MDIO E PROFISSIONAL

    PROPOSTA CURRICULAR

    DA DISCIPLINA DE

    ARTES

    Unio da Vitria

    2010

  • 1 - APRESENTAAO DA DISCIPLINA

    A arte esta presente desde os primrdios da humanidade, como uma atividade

    fundamental do ser humano e uma forma de trabalho criador. Assim, o homem

    transforma a natureza e a si prprio. Pois um processo de humanizao do ser humano

    como criador produz novas maneiras de ver e sentir que so diferentes em cada

    momento histrico e cultural.

    A proposta da arte tem dupla funo: analisar o seu papel na formao da

    percepo e da sensibilidade do aluno atravs do trabalho criador do conhecimento

    artstico e a produo cultural. E do outro lado colher a significao da arte no processo

    de humanizao do homem, produzindo novas maneiras de ver e sentir.

    1.1 - OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA

    A arte na escola tem como objetivo despertar e ampliar no aluno

    progressivamente a sensibilidade e cognio em artes visuais, teatro, msica e dana.

    Desenvolver um conhecimento esttico e competncia artstica nas linguagens da rea

    da arte.

    de suma importncia a aproximao do seu entorno cultural, ressaltando

    quatro gestos da ao: a fruio, a apreciao e reflexo do fazer, leitura deste fazer e

    sua insero no tempo.

    O entendimento e utilizao da arte como linguagem fundamental na

    formao do aluno, bem como, cria uma relao de autoconfiana com a produo

    artstica pessoal e a dos colegas, sabendo receber e elaborar crticas fundamentadas na

    relao e compreenso das funes da arte, produes artsticas, inserido num conceito

    contextualizado, participativo e consciente.

    2 - CONTEDOS

    Os contedos sero trabalhados conforme as orientaes das DCEs Os

    contedos esto organizados de forma que compem uma unidade. Para isso foram

    selecionados enfoques a serem aprofundados em cada srie para todas as reas. Neste

    sentido, o trabalho na 5a srie/6 ano direcionado para a estrutura e organizao da

    Arte em suas origens e outros perodos histricos; nas sries seguintes, prossegue o

  • aprofundamento dos contedos, sendo que na 6a srie/7ano importante relacionar o

    conhecimento com formas artsticas populares e o cotidiano do aluno; na 7a srie/8 ano

    o trabalho poder enfocar o significado da arte na sociedade contempornea e em outras

    pocas, abordando a mdia e os recursos tecnolgicos na arte; na 8a srie/9 ano, tendo

    em vista o carter criativo da arte, a nfase na arte como ideologia e fator de

    transformao social.

    A partir dos contedos estruturantes, relacionaremos os contedos especficos a

    serem trabalhados em artes, considerando a especificidade da matria.

    Desafios Educacionais Contemporneos (contedos trabalhados):

    sexualidade;

    preveno ao uso indevido das drogas;

    educao fiscal;

    enfrentamento violncia na escola;

    educao ambiental

    2.1- CONTEDOS POR SRIE/ANO

    5 Serie

    Elementos Formais Composio Movimentos e Perodos

    MUSICA

    Altura

    Durao

    Timbre

    Intensidade

    Densidade

    ARTES VISUAIS

    Ponto

    Linha

    Textura

    Forma

    Superfcie

    Volume

    Cor

    Luz

    TEATRO

    Personagem:

    expresses

    corporais,

    vocais,

    Ritmo

    Melodia

    Escalas: diatnica

    pentatnica

    cromtica

    Improvisao

    Bidimensional

    Figurativa

    Geomtrica, simetria

    Tcnicas: Pintura,

    escultura,

    arquitetura...

    Gneros: cenas

    Enredo, roteiro.

    Espao Cnico,

    adereos

    Tcnicas: jogos

    Greco-Romana

    Oriental

    Ocidental

    Africana

    Arte Greco-

    Romana

    Arte Africana

    Arte Oriental

    Arte Pr-Histrica

    Greco-Romana

    Teatro Oriental

    Teatro Medieval

    Renascimento

  • gestuais e

    faciais

    Ao

    Espao

    DANA

    Movimento

    Corporal

    Tempo

    Espao

    teatrais, teatro

    indireto e direto,

    improvisao,

    manipulao,

    mscara...

    Gnero: Tragdia,

    Comdia e Circo.

    Kinesfera

    Eixo

    Ponto de Apoio

    Movimentos

    articulares

    Fluxo (livre e

    interrompido)

    Rpido e lento

    Formao

    Nveis (alto, mdio e

    baixo)

    Deslocamento (direto

    e indireto)

    Dimenses (pequeno

    e grande)

    Tcnica:

    Improvisao

    Gnero: Circular

    Pr-histria

    Greco-Romana

    Renascimento

    Dana Clssica

    6 Srie

    Elementos Formais Composio Movimentos e Periodos

    MUSICA

    Altura

    Durao

    Timbre

    Intensidade

    Densidade

    ARTES VISUAIS

    Ponto

    Linha

    Forma

    Textura

    Superfcie

    Volume

    Ritmo

    Melodia

    Escalas

    Gneros: folclrico,

    indgena, popular e

    tnico

    Tcnicas: vocal,

    instrumental

    e mista

    Improvisao

    Proporo

    Tridimensional

    Figura e fundo

    Abstrata

    Perspectiva

    Msica popular e

    tnica (ocidental

    e oriental)

    Arte Indgena

    Arte Popular

    Brasileira e

    Paranaense

    Renascimento

    Barroco

  • Cor

    Luz

    TEATRO

    Personagem:

    expresses

    corporais,

    vocais,

    gestuais e

    faciais

    Ao

    Espao

    DANA

    Movimento

    Corporal

    Tempo

    Espao

    Tcnicas: Pintura,

    escultura,

    modelagem,

    gravura...

    Gneros: Paisagem,

    retrato, natureza

    morta...

    Representao,

    Leitura dramtica,

    Cenografia.

    Tcnicas: jogos

    teatrais, mmica,

    improvisao, formas

    animadas...

    Gneros:

    Rua e arena,

    Caracterizao.

    Ponto de Apoio

    Rotao

    Coreografia

    Salto e queda

    Peso (leve e pesado)

    Fluxo (livre,

    interrompido e

    conduzido)

    Lento, rpido e

    moderado

    Niveis (alto, mdio e

    baixo)

    Formao

    Direo

    Gnero: Folclrica,

    popular e tnica

    Comdia dell

    arte

    Teatro Popular

    Brasileiro e

    Paranaense

    Teatro Africano

    Dana Popular

    Brasileira

    Paranaense

    Africana

    Indgena

    7 Srie

    Elementos Formais Composio Movimentos e Perodos

    MUSICA

    Altura

    Durao

    Timbre

    Intensidade

    Densidade

    Ritmo

    Melodia

    Harmonia

    Tonal, modal e a

    fuso de ambos.

    Tcnicas: vocal,

    instrumental

    Indstria Cultural

    Eletrnica

    Minimalista

    Rap, Rock, Tecno

  • ARTES VISUAIS

    Linha

    Forma

    Textura

    Superfcie

    Volume

    Cor

    Luz

    TEATRO

    Personagem:

    expresses

    corporais,

    vocais,

    gestuais e

    faciais

    Ao

    Espao

    DANA

    Movimento

    Corporal

    Tempo

    Espao

    e mista

    Semelhanas

    Contrastes

    Ritmo Visual

    Estilizao

    Deformao

    Tcnicas: desenho,

    fotografia, audiovisual

    e mista...

    Representao no

    Cinema e Mdias

    Texto dramtico

    Maquiagem

    Sonoplastia

    Roteiro

    Tcnicas: jogos

    teatrais, sombra,

    adaptao cnica...

    Giro

    Rolamento

    Saltos

    Acelerao e desacelerao

    Direes (frente,

    atrs, direita e

    esquerda)

    Improvisao

    Coreografia

    Sonoplastia

    Gnero: Indstria

    Cultural e espetculo

    Indstria Cultural

    Arte no Sc. XX

    Arte

    Contempornea

    Indstria Cultural

    Realismo

    Expressionismo

    Cinema Novo

    Hip Hop

    Musicais

    Expressionismo

    Indstria Cultural

    Dana Moderna

    8 Srie

    Elementos Formais Composio Movimentos e Perodos

    MUSICA

    Altura

    Durao

    Timbre

    Intensidade

    Densidade

    Ritmo

    Melodia

    Harmonia

    Tcnicas: vocal,

    instrumental

    e mista

    Gneros: popular,

    folclrico e tnico.

    Msica Engajada

    Msica Popular

    Brasileira.

    Msica

    Contempornea

  • ARTES VISUAIS

    Linha

    Forma

    Textura

    Superfcie

    Volume

    Cor

    Luz

    TEATRO

    Personagem:

    expresses

    corporais,

    vocais,

    gestuais e

    faciais

    Ao

    Espao

    DANA

    Movimento

    Corporal

    Tempo

    Espao

    Bidimensional

    Tridimensional

    Figura-fundo

    Ritmo Visual

    Tcnica: Pintura,

    grafitte,

    performance...

    Gneros: Paisagem

    urbana, cenas do

    cotidiano...

    Tcnicas: Monlogo,

    jogos teatrais,

    direo, ensaio,

    Teatro-Frum...

    Dramaturgia

    Cenografia

    Sonoplastia

    Iluminao

    Figurino

    Kinesfera

    Ponto de Apoio

    Peso

    Fluxo

    Quedas

    Saltos

    Giros

    Rolamentos

    Extenso (perto e

    longe)

    Coreografia

    Deslocamento

    Gnero: Performance

    e moderna

    Realismo

    Vanguardas

    Muralismo e Arte

    Latino-Americana

    Hip Hop

    Teatro Engajado

    Teatro do

    Oprimido

    Teatr