Click here to load reader

Comp. Org Humano

  • View
    26

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Comp. Org Humano

  • Administrao

    5 FASE 2010/1

    COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

    UNIDADES 01 E 02

    PROF. RAMSS ANTUNES DA LUZ e-mail: [email protected]

    PROF. RAMIRO ZINDER

    e-mail: [email protected]

  • FACULDADE ESTCIO DE S SANTA CATARINA

    ==============================================================================================

    DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

    2

    ndice

    Unidade 01 Panorama do comportamento organizacional

    p.03

    1.1. O indivduo e a organizao: conceitos Texto 01. Por uma Antropologia da Condio Humana nas Organizaes

    p.03

    1.2. Razes histricas do comportamento organizacional Texto 02. A Evoluo Histrica do Comportamento Organizacional

    p.10

    1.3. O comportamento humano no contexto do trabalho - Texto 03. Significados do Trabalho

    p.19

    Unidade 02 Fenmenos do comportamento humano em organizaes

    p. 22

    2.1. A personalidade e o conflito interpessoal: a diversidade e as diferenas individuais Texto 04. Personalidade, Socializao, Paradigmas e Conflito

    p. 22

    2.2. A evoluo do comportamento no trabalho e a aprendizagem organizacional Texto 05. Aprendizagem organizacional e desempenho no comportamento

    p. 28

    2.3. A mudana de comportamento e a resistncia mudana: a dinmica do estresse Texto 06. Mudana, Resistncia Mudana e Estresse

    p. 31

    2.4. O comprometimento organizacional e o contrato psicolgico de trabalho Texto 07. O comprometimento organizacional e o contrato psicolgico de trabalho

    p. 36

    Bibliografia sobre Comportamento Organizacional

    P. 42

    Nota Importante: Material extrado, em grande parte, dos livros mencionados nas referncias bibliogrficas apresentadas no plano de ensino da disciplina, entre outras fontes devidamente citadas ao longo de seu contedo, adaptado para uso exclusivo em sala de aula, no mbito da Faculdade Estcio de S de Santa Catarina, com o objetivo precpuo de facilitar o processo de ensino-aprendizagem da disciplina Comportamento Organizacional.

  • FACULDADE ESTCIO DE S SANTA CATARINA

    ==============================================================================================

    DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

    3

    UNIDADE 01 Panorama do comportamento organizacional

    1.1. O indivduo e a organizao: conceitos

    TEXTO 01 Por uma antropologia da condio

    humana nas organizaes

    1. Introduo H mais de um sculo, nossa sociedade palco de inmeras transformaes econmicas, sociais,

    polticas e culturais. Mudanas que tm suas origens em pocas mais antigas e desembocaram sobre o acontecimento que o historiador e socilogo americano I. Wallerstein qualificou de capitalismo histrico, que se caracteriza pela ascenso da racionalizao, pela acumulao do capital, pela hegemonia das categorias econmicas, pelo desenvolvimento do individualismo, pela obsesso do progresso, pela urbanizao e pela exploso tecnolgica, Esta nova ordem social, em perptuo movimento, viu tambm nascer e proliferar grande nmero de organizaes. Estas organizaes formais tornaram-se um dos principais pontos de alavancagem e de estruturao individuais e coletivas e por isso se transformaram em objeto de estudo, pesquisa e reflexo independentes. Este interesse por estruturas organizadas tomou diferentes caminhos: os da economia, da sociologia, da psicologia, das cincias polticas, das cincias da administrao, e mesmo da antropologia e da psicanlise, enquanto que o estudo do comportamento humano nas organizaes transformou-se gradativamente em um objeto de estudo cientfico especfico.

    Amplamente dominado pelos anglo-saxes e mais especificamente pelos norte-americanos, este campo de estudo desenvolveu-se inicialmente sombra de alguns departamentos universitrios, principalmente os de psicologia e de sociologia e, mais recentemente, pelas escolas de administrao com o modismo das cincias do management do culto da empresa. O fenmeno se reproduz com maior ou menor amplitude na maioria dos pases industrializados. Esta disciplina, que pertence, antes de tudo, ao universo das cincias administrativas, est atualmente em plena expanso. Caracteriza-se ao mesmo tempo pela sua preocupao com a eficcia organizacional, sua vontade de mudana, sua inspirao predominantemente comportamental e positivista, seu carter aplicado e pluri disciplinar. Seus mtodos so diversos, bem como os contextos organizacionais estudados. Sua teoria igualmente marcada pela heterogeneidade. "Definindo brevemente, como escreveram recentemente dois autores de um manual americano, o comportamento organizacional um campo que orientado para o desenvolvimento da melhor compreenso do comportamento humano e que utiliza este saber para tornar as pessoas mais produtivas e mais satisfeitas nas organizaes". Uma reviso sistemtica das publicaes neste campo nos ltimos sete anos confirma este ponto de vista, como confirma tambm a focalizao dos autores sobre os temas que, para vrios deles, datam ainda dos anos cinqenta - o caso, principalmente, da motivao e da liderana enquanto outros temas remontam aos anos sessenta - como, por exemplo, o papel exercido pelas estruturas e pela tecnologia, sendo ressaltados alguns aspectos nos ltimos anos, o caso em particular das noes de stress e de cultura organizacional.

    2. Comportamento organizacional, um campo heterogneo e um desenvolvimento isolado Herdeiro simultaneamente das relaes humanas, de alguns ramos da psicologia industrial, da

    sociologia e das teorias das organizaes, da abordagem scio tcnica, da dinmica de grupos, do behaviorismo anglo-saxo, das diferentes correntes do management, o comportamento organizacional apresenta-se hoje como uma imensa colcha de retalhos, um campo aberto a quase todos os ventos tericos. Porque, alm do ecumenismo aparente, completamente relativo sem sombra de dvida, observa-se no interior desse conjunto terico heterogneo, mesmo heterclito, a ocultao ou ausncia de certas

  • FACULDADE ESTCIO DE S SANTA CATARINA

    ==============================================================================================

    DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

    4

    dimenses humanas que so objeto do presente livro: a dimenso cognitiva e da linguagem, a dimenso espao temporal, a dimenso psquica e afetiva, a dimenso simblica, a dimenso da alteridade, a dimenso psicopatolgica. Como as cincias administrativas, o campo do comportamento organizacional parece ter se desenvolvido at o presente isoladamente, negligenciando em larga medida os conhecimentos mais recentes elas cincias humanas bsicas.

    Este isolamento da produo intelectual tem duas causas: de um lado, tendo instalado o econmico, o quantitativo e as organizaes no centro de seu universo, nossa sociedade parece ter esquecido o resto, isto , tudo o que no redutvel formalizao; por outro lado, como todo recurso a um pensamento externo e forosamente crtico pode sempre ameaar a ordem organizacional estabelecida, o mundo da gesto tem com freqncia preferido as vises que lhe so menos incmodas. Esta profunda economicidade do mundo organizado moderno, esta "economizao", fenmeno relativamente recente na histria da humanidade - e esta vontade de assegurar um sistema de controle de inspirao taylorista ou burocrtica produziram alguns impactos perversos sobre a orientao tecnocrtica desta disciplina, antes de tudo gerencial. "O interesse da psicologia organizacional pela motivao e sua falta de interesse pelo simblico no trabalho caracterizam bem sua orientao tecnocrtica. Os objetos de estudo abordam questes estreitas e bem definidas, as respostas a estas questes constituem a base de um fragmento de engenharia social cujo objetivo amortecer as tendncias nascidas da diviso do trabalho e do empobrecimento das tarefas". Ou seja, a obsesso pela eficcia, pelo desempenho, pela produtividade, pelo rendimento a curto prazo que encontramos at hoje nas nossas organizaes e na sociedade levou a maioria dos pesquisadores a concentrar seus interesses nestas questes e a reduzir seus esforos a simples tcnicas de controle.

    Desde ento, pode-se compreender por que, a partir de alguns anos, cada vez mais os pesquisadores em geral, e, mais particularmente na cultura latina, contestam esta concepo instrumental, adaptativa, e mesmo manipuladora do ser humano, interrogando-se sobre as dimenses esquecidas, voltando-se para outras disciplinas ou outras perspectivas tericas. Deste modo, procuram, cada um a seu modo, tornar compreensvel a experincia humana e captar sua complexidade e riqueza. Estes questionamentos tornam-se cada vez mais pertinentes medida que as crticas so mais numerosas em relao formao que recebem os futuros gestores e quando os problemas que surgem no cotidiano no so resolvidos de acordo com o que se pensa ou se ensina.

    3. Questionamento da formao do administrador Vinte e cinco anos aps o famoso relatrio da Fundao Ford que reivindicava uma real formao

    acadmica e profissional em que as cincias do comportamento ocupassem seu justo lugar, o ensino e a formao do administrador so novamente contestados. Seja nos Estados Unidos, no Canad, na Frana ou em outros pases, no se hesita em denunciar em graus diversos o elevado grau de especializao, a rigidez, o anti intelectualismo, o etnocentrismo, o quantitativismo, o economismo, a incultura, a ausncia de conscincia histrica, a inaptido para comunicar ou interagir nos programas e no comportamento dos estudantes.

    Estas crticas e lamentaes que, em certos casos, poderiam ser menos ferozes, no esto isentas de uma ligao com a situao observada no mundo do trabalho. Com efeito, mesmo se alguns acreditam que a condio humana nas organizaes parece satisfatria, resta a evidncia de alguns estudos realizados em profundidade que nos mostram que a reali

Search related