Comunicare servidores 149

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Comunicare servidores 149

Text of Comunicare servidores 149

  • UFABC recebe o evento TEDx

    Saiba o que Divulgao Cientfica

    Literatura brasileira perde trs grandes autores

    PROAP realiza Campanha de Combate ao cncer de prstata

    Informativo Interno n 149 - julho de 2014

    Cmpus Santo Andr recebe Aberto de Xadrez da UFABC

    Servidores recebem relatrio da CPA

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

    No ltimo dia 26 de junho, aps realizar a Aula Magna, a neurocientista Suzana Herculano-Houzel, em entrevista concedida WebTV da UFABC, ressaltou a importncia da divulgao cientfica: A cincia s faz sentido quando o conhecimento gerado transferido de volta para as pessoas e essas podem usar esse conhecimento para ter uma vida melhor. Para ela, a razo de ser da cincia e da divulgao cientifica gerar conhecimento e esse conhecimento no tem o menor sentido se no integrar ao cotidiano das pessoas.

    Mas o que divulgao cientfica? Segundo o pesquisador Wilson Bueno, atualmente, no Brasil, as modalidades de informao cientfica esto classificadas em quatro grupos. Em uma delas, a divulgao cientfica, so utilizados recursos, tcnicas e processos para a veiculao de informaes cientficas e tecnolgicas ao pblico em geral.

    Ainda que os conceitos apresentem comuns particularidades, pois se resumem transmisso de informaes em cincia, tecnologia e inovao (CT&I), eles implicam, em sua prtica, aspectos bastante diferentes como: perfil do pblico, nvel de discurso,

    UFABCincia

    Voc sabe o que divulgao cientfica?

    a natureza dos canais ou ambientes utilizados para sua veiculao e a finalidade explcita de cada processo em particular.

    A divulgao cientfica no Brasil tem pelo menos dois sculos de histria. Apresentou fases distintas, com finalidades e caractersticas peculiares que refletiam o contexto e os interesses da poca. As ltimas dcadas so marcadas por novos meios de divulgao e museus de cincia. Alm disso, tm sido um perodo particularmente rico em experincias de divulgao cientfica, embora o pas ainda esteja longe de ter uma atividade ampla, abrangente e de qualidade nesse domnio.

    A divulgao cientfica tem a funo de popularizar a cincia, democratizar o acesso ao conhecimento cientfico e estabelecer condies para a alfabetizao cientfica. Colabora para a incluso de cidados em debate sobre temas especializados e que podem impactar em seu cotidiano.

    E qual a importncia disso para a sociedade? (continua na prxima edio)

    Diviso Educacional

    A Pr-Reitoria de Extenso passa, a partir dessa edio, a contribuir com propostas de temas para discusso na comunidade acadmica. Em sua primeira participao, convida a todos para pensar o conceito de divulgao cientfica.

    Proex

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

    A comunidade acadmica da Universidade Federal do ABC (UFABC) recebeu no ltimo dia 07 de julho o Relatrio da Comisso Prpria de Avaliao (CPA) com os resultados de anlise referente ao ano de 2013. Os nmeros abrangem diversos itens da instituio que foram avaliados internamente e estavam disponveis no stio da CPA desde o final de maro.

    O material desenvolvido pela CPA apresenta os resultados e concluses da autoavaliao realizada pela comunidade para os seguintes itens, que abrangem o cotidiano da UFABC: a misso e o plano de desenvolvimento institucional, a poltica para o ensino, a pesquisa e a extenso, infraestrutura fsica, alm de poltica de atendimento aos discentes.

    O relatrio na ntegra, pode ser acessado por meio do endereo:

    http://ufabc.edu.br/images/stories/pdfs/administracao/CPA/relatorio-parcial-cpa-2013.pdf

    A Comisso Prpria de Avaliao da UFABC formada atualmente pelos docentes Marcos Vinicius P, Gabriela Spanghero Lotta e Joo Manoel Losada Moreira (suplente), pelos servidores tcnico-administrativos Rafael Rondina e Vanessa dos Santos Ferreira, e pelos discentes Renan Costa Viana e Gabriel Camargo de Carvalho.

    Comunidade Acadmica recebe Relatrio da Comisso Prpria de Avaliao

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

    A Universidade Federal do ABC (UFABC) recebeu no ltimo dia 19 de julho, no Cmpus So Bernardo, o evento TEDxUFABC. A conferncia, que tem como objetivo destacar ideias que merecem serem compartilhadas, abordou o tema Interdisciplinaridade: um caminho para a Inovao.

    O pblico que esteve presente no evento pde acompanhar palestras com profissionais de destaque em diversas reas, caso de Fbio Soares, do grupo Blue Man Group, Toom Moore, do Mandalah, da professora Maria Elizete Kunkel, da UFABC, entre outros. Os convidados ou speakers, como so chamados, apresentaram seus trabalhos e contaram um pouco de suas experincias no mercado.

    O aluno Wesley Oliveira, que participou da organizao do evento, ficou satisfeito com o resultado final do TEDxUFABC e destacou a sintonia entre o assunto abordado e a Universidade. O tema que escolhemos para o TEDx foi Interdisciplinaridade: um caminho para a Inovao que tudo o que a UFABC. A gente conseguiu uma representao muito boa de palestrantes do Brasil inteiro que complementaram todas as reas de conhecimento da Universidade, afirmou.

    Essa foi a primeira edio TEDx na UFABC. O evento foi realizado de forma independente, por meio do conceito de conferncias sem fins lucrativos TED, que rene pensadores de todo o mundo para compartilhar ideias e falar de seus projetos.

    Evento TEDxUFABC destaca a Interdisciplinaridade como caminho para a Inovao

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

    Auditorito

    UFABC

    Agora a vez do

    Controle Primrio!

    Ol, pessoal!

    Nesta edio falaremos sobre controle primrio. Afinal, o que significa?

    Bem, costumo dizer que o responsvel direto pelo controle primrio o gestor de uma rea ou processo organizacional. H tambm quem se refira a esse tipo de controle pela expresso controle interno administrativo.

    Por controle interno se considera o conjunto de atividades, planos, rotinas, mtodos e procedimentos interligados, estabelecidos com vistas a assegurar que os objetivos das unidades e entidades da administrao pblica sejam alcanados,

    de forma confivel e concreta, evidenciando eventuais incorrees ao longo da gesto.

    importante comentar que embora os controles no sejam uma finalidade, so um meio importante para a consecuo dos objetivos institucionais, por isso devem ser fortalecidos,

    de modo a minimizar os riscos envolvidos na gesto. Dessa forma, o papel da Auditoria Interna avaliar os controles primrios no intuito de aprimor-los, agregando valor gesto.

    O assunto no se encerra aqui! Na prxima edio explicarei sobre a atuao da Auditoria Interna da UFABC (AUDIN).

    At breve!

    Auditorito

    Auditoria Interna

    O Cmpus Santo Andr da Universidade Federal do ABC (UFABC) recebe neste sbado (02) a quarta edio do Aberto de Xadrez. O evento acontece na sala 002-0 do Bloco A, a partir das 09h00.

    A competio, que aberta a comunidade acadmica, ser disputada por meio de sistema suo de emparceiramento com cinco rounds (software: Swiss Perfect). Ao final do torneio, os cinco melhores colocados ganharo medalhas e todos os participantes iro receber Certificado de Participao fornecido pelo Setor de Esportes e Lazer da PROAP (o documento vale horas de Atividades Complementares).

    As inscries so gratuitas e podem ser feitas no dia da competio, das 09h00 s 09h30. O torneio, que organizado pela Equipe de Xadrez da UFABC, tem um limite de 60 participantes, e os interessados, podem garantir vaga antecipadamente se inscrevendo pelo site:

    http://sites.google.com/site/xadrezufabc/

    Cmpus Santo Andr recebe 4 edio do Aberto de Xadrez da UFABC

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

  • Informativo Interno da Fundao Universidade Federal do ABC n 149 julho de 2014

    Envie suas sugestes para comunicacao@ufabc.edu.br

    A Pr-Reitoria de Assuntos Comunitrios e Polticas Afirmativas iniciar em meados de agosto uma campanha visual de combate ao cncer de prstata: Campanha pela Sade do Homem. Isso se deve ao fato de que o cncer de prstata o segundo tipo de cncer que mais mata homens em nosso pas, e que pode ser prevenido em muitos dos casos.

    Esta campanha tem por objetivo dinamizar a reflexo e o debate entre homens, principalmente acima de 45 anos de idade, sobre a importncia da consulta peridica anual ao urologista, bem como a consequente realizao de exames preventivos. Os dois principais exames rotineiros para este tipo de

    Referncias:

    RONDINELLI, P. A construo da masculinidade a partir de tabus corporais: consideraes no campo da sade. Tese de doutorado. Programa de Ps Graduao em Integrao da Amrica Latina. Universidade de So Paulo. 2014.

    SCHRAIBER, L.B., GOMES, R., COUTO, M.T. Homens e sade na pauta da sade coletiva. Cincia e Sade Coletiva. v.10, n.1, 2005.

    SROUGI, M. Prstata: isso com voc. So Paulo: Publifolha, 2003.

    Proap

    preveno o PSA (Antgeno Prosttico Especfico) e o exame de toque retal. Este ltimo, bastante temido pela populao masculina, haja vista que sua realizao depende de penetrao anal para a identificao de possveis alteraes na prstata.

    exatamente para tentar desmistificar esse exame e de incentivar o debate e a adeso aos exames preventivos de prstata que surgiu a ideia da campanha. Sero afixados cartazes pela universidade, contendo charges sobre o exame de toque retal, acrescidas de i