CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE .exercício da Magistratura; e) não ter antecedentes

Embed Size (px)

Text of CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE .exercício da Magistratura; e) não ter antecedentes

1

De ordem do Exmo. Segundo Vice-Presidente do Tribunal de Justia e Superintendente

da Escola Judicial, Desembargador Reynaldo Ximenes Carneiro, e tendo em vista o

Contrato n. 149, de 18/06/2009, firmado entre o Tribunal de Justia do Estado de Minas

Gerais e a Fundao de Desenvolvimento de Pesquisa FUNDEP, publica-se o texto

consolidado do concurso pblico para provimento de cargos de Juiz de Direito Substituto

do Estado de Minas Gerais - Edital n 01/2009:

Diretora Executiva em exerccio: Thelma Regina Cardoso

CONCURSO PBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Edital n. 01/2009

(2 publicao)

O Presidente do Tribunal de Justia do Estado de Minas Gerais torna pblica a abertura de Concurso Pblico de Provas e Ttulos para provimento de cargos de Juiz de Direito Substituto do Estado de Minas Gerais, de acordo com o disposto nas Constituies Federal e Estadual, na Lei Complementar n. 59, de 18 de janeiro de 2001, com as alteraes posteriores, na Resoluo n. 590, de 30 de maro de 2009, nos atos normativos do Conselho Nacional de Justia e da Escola Nacional de Formao e Aperfeioamento de Magistrados e neste Edital. I - DO NMERO DE VAGAS O presente Concurso destina-se ao preenchimento das 45 (quarenta e cinco) vagas ora existentes e daquelas que se abrirem at o dia do incio da prova oral, inclusive. II - DA RESERVA DE VAGAS PARA CANDIDATO COM DEFICINCIA 1 - Em obedincia ao disposto na Lei Estadual n. 11.867, de 28 de julho de 1995, 10% (dez por cento) das vagas sero reservadas para os candidatos com deficincia aprovados. 1.1 - Sempre que a aplicao do percentual de que trata este item resultar em nmero fracionrio, arredondar-se- a frao igual ou superior a 0,5 (cinco dcimos) para o nmero inteiro subseqente e a frao inferior a 0,5 (cinco dcimos) para o nmero inteiro anterior. 2 - Para fins de identificao de cada tipo de deficincia, adotar-se- a definio contida no art. 4 do Decreto Federal n. 3.298, de 20 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei Federal n. 7.853, de 24 de outubro de 1989. 3 - Ressalvadas as disposies especiais contidas neste Edital, os candidatos com deficincia participaro do Concurso em igualdade de condies com os demais candidatos no que tange ao horrio de incio, ao local de aplicao, ao contedo e correo das provas, aos critrios de aprovao e a todas as demais normas de regncia do Concurso. 4 - As vagas reservadas, no preenchidas por candidatos com deficincia, sero ocupadas pelos demais candidatos habilitados, com estrita observncia da ordem de classificao no Concurso. III - DOS REQUISITOS PARA INGRESSO NA CARREIRA 1 - O candidato dever preencher, at a data da confirmao da inscrio, os seguintes requisitos: a) ser brasileiro e estar no exerccio dos direitos civis e polticos e quite com as obrigaes eleitorais e militares;

2

b) ter mais de vinte e cinco anos de idade; c) ser bacharel em Direito h, pelo menos, trs anos; d) gozar de boa sade fsica e mental e no apresentar defeito fsico que o incapacite para o exerccio da Magistratura; e) no ter antecedentes criminais e ser moralmente idneo; f) contar, pelo menos, trs anos de efetivo exerccio, a partir da colao de grau, como Magistrado, Promotor de Justia, Advogado, Serventurio da Justia, ou de atividade para cujo exerccio seja exigida a utilizao preponderante do Direito. g) possuir caractersticas psicolgicas adequadas para o exerccio do cargo. 1.1 - A idade mxima para nomeao dos candidatos aprovados neste Concurso de sessenta e cinco anos incompletos, nos termos do art. 167 da Lei Complementar n. 59, de 2001, com as alteraes posteriores. 1.2 - A fim de verificar as caractersticas psicolgicas adequadas para o exerccio do cargo, o candidato dever se submeter a processo de avaliao psicolgica, nos termos do captulo VIII deste Edital. IV - DAS FASES DO CONCURSO 1 - O Concurso para Juiz de Direito Substituto ser dividido em duas fases. 1.1 - A primeira fase do Concurso constar das seguintes etapas: a) inscrio preliminar; b) prova objetiva de mltipla escolha; c) provas escritas; d) inscrio definitiva; e) entrevista e provas orais; f) apurao das notas e classificao nesta fase. 1.2 - A segunda fase do Concurso constar das seguintes etapas: a) apresentao e anlise de ttulos; b) Curso de Formao para Ingresso na Magistratura; c) apurao final das notas e classificao final no Concurso. V - DA INSCRIO PRELIMINAR 1 - O valor da inscrio preliminar ser de R$ 200,00 (duzentos reais). 2 A inscrio preliminar ser efetuada exclusivamente via internet a partir das 9 horas (horrio de Braslia) do dia 13/07/2009 at as 19 horas (horrio de Braslia) do dia 27/07/2009, obedecidas s normas que se seguem.

3

2.1 - O candidato, para requerer sua inscrio preliminar, dever acessar o endereo eletrnico www.fundep.br e preencher o Requerimento Eletrnico de Inscrio, lanando os dados solicitados. 2.1.1 - O Requerimento Eletrnico de Inscrio conter declarao de que o candidato conhece e se sujeita a todas as prescries legais e normativas relativas ao Concurso e de que preenche todos os requisitos exigidos pela Lei Complementar n. 59, de 2001, com as alteraes posteriores, pela Resoluo n. 590 - TJMG, de 2009, e pelo presente Edital. 2.1.2 - Somente ser aceito o pedido de inscrio preliminar feito em modelo prprio de requerimento adotado pelo TJMG/FUNDEP, conforme as regras constantes deste item. 2.1.3 - de exclusiva responsabilidade do candidato a exatido dos dados cadastrais informados no Requerimento Eletrnico de Inscrio. 2.2 - Aps enviar os dados, o requerente dever gerar e imprimir o boleto bancrio, que ser emitido em nome do candidato, para efetuar o pagamento da taxa de inscrio, em dinheiro, preferencialmente no Banco do Brasil, observados os horrios de atendimento e transaes da instituio bancria envolvida. 2.2.1 - Para a correta leitura do cdigo de barras, o boleto bancrio dever ser impresso em impressora a laser ou jato de tinta. 2.2.2 - A segunda via do boleto bancrio somente estar disponvel para impresso durante o perodo de inscrio determinado no item 2 deste captulo, ficando indisponvel a partir das 19 horas e 10 minutos do dia 27/07/2009. 2.2.3 - A inscrio preliminar somente ser concretizada se confirmado que o pagamento da taxa de inscrio for efetuado at o dia 27/07/2009. 2.2.4 - Ser automaticamente cancelada a inscrio preliminar se, por qualquer motivo, houver insuficincia da taxa de inscrio. 2.3 - O recibo de pagamento do boleto bancrio ser o comprovante de que o candidato requereu a sua inscrio preliminar no concurso, no sendo considerado, para esse fim, o simples comprovante de agendamento de pagamento futuro. 2.3.1 - O simples pagamento da taxa de inscrio no confere ao candidato o direito de submeter-se prova objetiva de mltipla escolha. 2.4 No ser vlida a inscrio preliminar cujo pagamento seja realizado em desobedincia s condies previstas nos subitens 2.2 e 2.2.4 deste item. 3 - A importncia relativa taxa de inscrio somente ser devolvida na hiptese prevista na Lei Estadual n 13.801, de 26 de dezembro de 2000, que dispe sobre a devoluo da taxa de inscrio em Concurso Pblico no realizado. 4 - O Requerimento Eletrnico de Inscrio e o valor pago referente taxa de inscrio so pessoais e intransferveis. 5 - O TJMG e a FUNDEP no se responsabilizam por solicitaes de inscries preliminares no recebidas por falhas de comunicao, congestionamento das linhas de comunicao, falhas de impresso, problemas de ordem tcnica nos computadores utilizados pelos candidatos, bem como por outros fatores alheios que impossibilitem a transferncia dos dados e a impresso do boleto bancrio. 6 - O candidato poder obter o Edital do Concurso por meio de download nos endereos eletrnicos www.ejef.tjmg.jus.br e www.fundep.br.

http://www.fundep.br/http://www.tjmg.jus.br/ejef

4

7 - No sero admitidas inscries preliminares efetuadas por fax, via postal, correio eletrnico ou outro meio que no o estabelecido neste Edital. 8 - No ser aceita inscrio provisria, condicional ou extempornea. 9 - O candidato com deficincia que pretender concorrer s vagas reservadas dever, sob as penas da lei, declarar a condio de deficiente no espao prprio do Requerimento Eletrnico de Inscrio, especificando o tipo de deficincia, bem como, se for o caso, condies especiais para se submeter a todas as provas e demais atos pertinentes ao concurso, tempo adicional para realizar as provas, observando, ainda, no que couber, o disposto no subitem 9.4 deste captulo. 9.1 - O candidato com deficincia que, no ato da inscrio preliminar, no solicitar condies especiais e/ou tempo adicional para se submeter s provas e demais atos pertinentes ao concurso, ter a prova preparada nas mesmas condies dos demais candidatos, no lhe cabendo qualquer questionamento no dia da prova ou posteriormente. 9.2 - O candidato com deficincia que no se manifestar na forma estabelecida no item 9 deste captulo no poder alegar posteriormente essa condio, para reivindicar a prerrogativa legal. 9.3 - A realizao das provas em condies especiais requeridas pelo candidato com deficincia, conforme disposto no item 9, ficar sujeita apreciao e deliberao da FUNDEP, at as provas escritas, e da EJEF, a partir das provas orais at o final do concurso, observada a legislao especfica. 9.4 - O processo para comprovao da deficincia dar-se- na forma estabelecida no item 12 do captulo VIII deste Edital. 10 - A FUNDEP enviar ao candidato, no endereo informado no Requerimento Eletrnico de Inscrio, o Comprovante de Inscrio - CI, que conter a indicao da data, do horrio e do local de realizao da prova objetiva de mltipla escolha. 10.1 - Em caso de no recebimento do CI at cinco dias teis antes da realizao da prova objetiva de mltipla escolha, o candidato dever entrar em contato com a FUNDEP/Gesto de Concursos para as devidas orient