Construtora - seap.ma.gov.br .Construtora Reputa-se,portanto, totalmentecontrário àrazoabilidade

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Construtora - seap.ma.gov.br .Construtora Reputa-se,portanto, totalmentecontrário àrazoabilidade

  • # ConstrutoraIlustrssimo Senhor Doutor Presidente da Comisso Setorial de Licitao"

    da Secretaria de Estado de Administrao Penitenciria do Estado doMaranho - Dr. WELLINGTON DE JESUS FONSECA COELHO FILHO

    Ref.: Processo Administrativo n 853/2016 - SEAP

    Concorrncia n 007/2017 - CSL/MA

    D B lT* ""^ ^ T T% O

    Em,,AdmMsfratiw ac ,-

    \0

    PROTOCO/SEPRECEBIDO

    s Vg; 7YhsEm

    Ass

    engetech construtora ltda., pessoa jurdica de direitoprivado, inscrita no CNPJ sob o n. 11.109.254/0001 -69, com sede nessa cidade,na Rua do Aririzal, n. 08, Quadra 01, Jardim Eldorado, por seu representantelegal ao final assinado, vem, respeitosamente, perante este dignssimoPresidente da CSL, nos termos do item 13.1 do instrumento convocatrio e art.109,1, alnea "a" da Lei 8.666/93, tempestivamente, interpor

    RECURSO ADMINISTRATIVO

    em face da deciso administrativa que inabilitou a licitante no certame acimaidentificado, objetivando que seja reexaminado este ato, pelas razes quepassar a expor, requerendo o seu conhecimento e provimento, ou em casonegativo, a remessa autoridade superior, para apreciao, julgamento eprovimento.

    II

    Das Razes Que Ensejam a Inabilitao da Recorrente

    Conforme ser demonstrado abaixo, a Recorrente preencheu todosos requisitos editalcios necessrios para ser habilitada no certame. A despeitodisso, o d. Pregoeiro e a equipe tcnica do rgo entenderam por inabilit-lasumariamente.

    Nesse passo, a d. Comisso Setorial de Licitao entendeuequivocadamente, data vnia, inabilitar a Recorrente por dois motivos,

    Rua do Aririzal, Qd. 01, W 8 - Jd. Eldorado

    , - ' ,. So Lus-MA-Fone: (98) 2106.7574

    engetech@en8etechconstrutora.com.br

    www.engetechcoristrtitora.com.brCNPJ: 11,109,254/0001-69

    insc. Estadual: 12.320.246-9

  • # EngetechConstrutoroSEP

    Tis. nc

    Proc. n

    Rub.:

    oportunidade em que se transcreve abaixo o teor das razes elencadassesso do dia 29/10/2017, veja-se:

    Matr.

    atttr

    "4) Empresa ENGETECH CONSTRUTORA LTDA: detectamos odescumprimentodas exigncias contidas:

    a) No item 9.1.1, alnea "a", no apresentando a cdula de identidadede todos os scios;

    b) A licitante apresenta rendimento superior no que se refere Empresa de Pequeno Porte ou Microempresa, considerando que a certidosimplificada exigida no item 5.1.6, alnea "a", encontra-se em desacordocom o balano patrimonial.

    Dessa forma, esta Comisso sinaliza pela INABILITA A O da empresaENGETECH CONSTRUTORA LTDA."

    Porm, consoante ser demonstrado abaixo e, em respeito aoprincpio da ampla competitividade e da busca da proposta mais vantajosa Administrao, ambos exarados no art. 3o, da Lei 8.666/93, tem-se que asrazes elencadas na deciso recorrida no merecem prevalecer.

    m

    Quanto a Alegao de Descumprimento do Item 9.1.1, alnea "q" do

    Edital

    Um dos motivos que levou a d. Comisso de Licitao a declararinabilitada a Recorrente foi o suposto descumprimento da regra prevista no item9.1.1, alnea "a" do edital, abaixo transcrito:

    "9.1.1 HABILITAO JURDICA, que ser comprovada mediante aapresentao da seguinte documentao:

    ... a) Cdula de identidade;"

    Assevera a d. Comisso que a Recorrente no apresentoucdula de identidade de todos os scios;" (grifo nosso).

    a

    Entretanto, de acordo com a leitura do item 9.1.1, alnea "a", doedital, tal dispositivo em nenhum momento exigiu que as licitantesapresentassem as cdulas de identidade de TODOS os scios.

    Assim, quando a r. Comisso de Licitao inabilitou a Recorrentesob o equivocado pretexto de falta de cdulas de identificao de todos os

    Rua do Aririzal, Qd. 01, im- 8 - i Eldorado

    So Lus - MA - Fone: (98) 2106,7574

    engetech@engetechconstrutora.com.br

    www.engetechconstrutora.com.brlCNPJ: 11.109.254/0001 69{-

    IrtSC. Estadual: 12.320.246-9

  • # Construtorascios, violou frontalmente as regras editalcias, lei interna do pN^^dimente,licitatrio, a qual se encontra estritamente vinculada. **"*

    Sobre o princpio da vinculao ao edital, o insigne Hely LopesMeirelles afirmou:

    "a vinculao ao edital e o principio bsico de toda licitao, nem secompreenderia que a Administrao Pblica fixasse no edital a forma e omodo de participao dos licitantes e no decorrer do procedimento ou narealizao do julgamento se afastasse do estabelecido, ou admitissedocumentao e propostas em desacordo com o solicitado. O edital a leiinterna da licitao, e, como tal, vincula aos seus termos tanto os licitantescomo a Administrao que o expediu (art. 41).

    Assim, estabelecidas as regras do certame, tornam-se inalterveis paraaquela licitao, durante todo o procedimento. Se no decorrer da licitao aAdministrao verificarsua in viabilidade, dever in valid-la e reabri-la emnovos moldes, mas, enquanto vigente o edital ou convite, nopoder desviar-se de suas prescries, quer quanto tramitao, quer quanto aojulgamento. "

    Nestes termos, a Lei de Licitaes contundentemente expressa:

    "Art. 41. A Administrao no pode descumprir as normas e condies doedital, ao qual se acha estritamente vinculada. "

    Nesta senda, caso fosse a vontade da Administrao exigir aapresentao dos documentos pessoais de todos os scios das empresasparticipantes, teria redigido o texto da seguinte forma: "Cdulas deidentidade de todos os scios da empresa licitante.".

    Desta feita, no pode agora, em momento posterior ao lanamentodo edital, fase de habilitao, mudar as regras da competio, sob pena deviolao do princpio mais bsico de todo procedimento licitatrio, ou seja, avinculao ao edital.

    Lado outro, embora a Recorrente disponha de trs scios em suacomposio, a administrao da sociedade pode ser exercida isoladamente porcada um destes, conforme se observa da clusula quinta da consolidao docontrato social:

    'CLUSULA QUINTA - A administrao da sociedade exercida pelosscios administradores: Miguel Nicolau Duailibe Filho, Natercio Silva dosSantos e Emanuel Queiroga de Arajo, que assinam isoladamente, ficandovedado o uso da sociedade em negcios estranhos aos seus interesses sociais,

    .,,"' Rua do Aririzal, Qd, 01, H" 8 - Jd. EldoradoSo LUS - MA - Fone: (98) 2106.7574

    , " engetech@engetechcof)strutora.com.bry,,-'' www.engetechconstrutora.com.b/

    CNPJ: 11,109.254/0001-69

    nsc. Estadual: 12.320.246-9

  • ^

    c

    EngetechConstrutora

    'Fls. nu jl_

    Proc.

    notadamente avais e fianas e a responsabilidade tcnica soNatercio Silva dos Santos e Emanuel Queiroga de Arajo. "

    Rub.:

    Portanto, como o instrumento convocatrio no exigiu as cdulasde identidade de todos os scios, aliado ao fato de que cada scio da Recorrentepode administrar a sociedade de forma isolada, caberia apenas juntar habilitao jurdica a cdula de identidade de um nico scio, o que mais doque suficiente para atender o item 9.1.1, aliena "a".

    E, conforme se extrai dos autos do processo administrativo, odocumento de identificao pessoal do scio Natercio Silva dos Santos seencontra devidamente acostado documentao de habilitao apresentadapela Recorrente.

    De qualquer forma, a habilitao jurdica da Recorrente foiplenamente atendida atravs do seu contrato social e alteraes (por setratar de pessoa jurdica de direito privado), do qual se verifica acapacidade desta no exerccio de direitos e deveres para caso de eventualresponsabilizao pelas obrigaes pactuadas.

    Ademais, urge destacar, que no contrato social acostado documentao de habilitao se observa os dados completos de todos os sciosda Recorrente, o que, por si s, capaz de suprir a necessidade de trazer a tonaa cdulas de identidades dos demais scios.

    Desta feita, no houve qualquer prejuzo aferio dahabilitao jurdica da Recorrente, uma vez que qualificao de todos osscios desta encontrava-se expressa do contrato social apresentado r.Comisso Setorial de Licitao

    Assim sendo, no deve prevalecer o formalismo exacerbado emdetrimento da finalidade da licitao, se esta foi alcanada com a documentaoapresentada pela Recorrente.

    Afasta-se, pois, a possibilidade de inabilitao da Recorrente poresses termos, e a inverso do julgamento medida que se impe.

    IV

    Quanto a Alegao de Desacordo entre as Informaes indicadas no

    Balano Patrimonial e na Certido Simplificada

    A douta Comisso de Licitao entendeu pela inabilitao daRecorrente sob a alegao de ter encontrado inconsistncia de informao entre

    Ruado Aririzal Qd. 01, N" 8 - Jd, Eldorado

    So LUS MA - Fone: (98) 2106.7574

    ,.''"' ,, engetech@engetechconstrutora.com.brwmv.engetechcanstrutora.com.br

    CNPJ: 11.109.254/0001-69

    msc Estadual: 12.320.246-9

  • # ConstrutoroSEA

    Fls. o _, -

    proc. n ___

    o balano patrimonial e a certido simplificada, seno confira as\^z$sj2aia-ytanto, verbis:

    "b) A licitante apresenta rendimento superior no que se refere Empresa dePequeno Porte ou Microempresa, considerando que a certido simplificadaexigida no item 5.1.6, alnea "a", encontra-se em desacordo com o balanopatrimonial."

    Entretanto, vale esclarecer que apesar de a certido simplificada,expedida exclusivamente pela JUCEMA, ter registrado a Recorrente comomicroempresa ou empresa de pequeno porte, esta em nenhum momento docertame assim se declarou qualificada, ou seja, no buscou qualquerbenefcio com essa informao.

    Como mencionado acima, o documento em referncia emitidoexclusivamente pela JUCEMA, isto , a Recorrente no pode ser penalizada poruma falha cometida por terceiro.

    __5-

    Ademais, a qualificao econmico-fmanceira foi cabalmentedemonstrada pela Recorrente atravs da juntada do balano patrimonialassinado por tcnico em contabilidade responsvel - Sr. Leonides Vanni deBarros, inscrito no CRC sob o n 6820/O-7 T-MA - MT, documento este que foraarquivado em 10.08.2017 na Junta Comercial do Maranho.

    Desta feita, im