Contabilidade - Aula 14.pdf

  • View
    230

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Contabilidade - Aula 14.pdf

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    1/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    FOLHA DE PAGAMENTO

    CONTABILIZAO DA FOLHA DE PAGAMENTO

    Regime de Competncia

    No ltimo dia do ms, quando elaborada a Folha de Pagamento, so efetuados oslanamentos contbeis:

    Das despesas com salrios Dos encargos sociais incidentes sobre a Folha de Pagamento, quais sejam, aContribuio de Previdncia Social e o Fundo de Garantia por Tempo de Servio (FGTS).

    Quitao da Folha de Pagamentos e dos Encargos Sociais

    No ms seguinte, so efetuados os lanamentos contbeis da liquidao da Folha,correspondente ao valor lquido pago aos empregados, bem como do recolhimento da

    Contribuio de Previdncia Social, FGTS, IR e outros recolhimentos.

    EVENTOS DA FOLHA DE PAGAMENTO

    Rendimentos ou Vantagens

    Os rendimentos ou vantagens mensais de um empregado podem ser compostos de salriofixo, comisses, horas-extras, trabalho noturno, adicional de insalubridade, adicional de

    periculosidade, salrio-maternidade (no caso de gestantes), salrio famlia, ajuda de custo,descanso semanal remunerado, frias, 13o salrio, etc.

    Descontos ou Abatimentos

    Contribuio Previdenciria, faltas e atrasos, contribuio sindical, contribuio

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    2/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    confederativa, alimentao, vale-transporte, penso alimentcia, Imposto de Renda Retido naFonte, adiantamentos de salrios*

    * Valores que a empresa antecipou aos funcionrios, a ttulo de salrios, para posteriordesconto em folha de pagamento.

    PARCELAS RECUPERVEIS

    Salrio-Famlia

    Valor pago ao funcionrio que tenha filhos menores de 14 anos. A referida parcela descontada do valor que a empresa tem a recolher referente ao INSS.

    Salrio Maternidade

    o benefcio a que tem direito a segurada empregada, trabalhadora avulsa,empregada domstica, a contribuinte individual, facultativa e segurada especial, por ocasiodo parto. A referida parcela descontada do valor que a empresa tem a recolher referente

    ao INSS.

    ENCARGOS COMPLEMENTARES DA FOLHA DE PAGAMENTO

    Proviso para Frias

    Segundo o regime de Competncia, as frias transcorridas e ainda no gozadasdevem ser provisionadas, de modo a se incluir o referido valor como custo ou despesa noperodo a que competir.

    O valor da proviso deve ser determinado com base na remunerao mensal doempregado e no nmero de dias de frias a que j tiver direito.

    Proviso para 13 Salrio

    Para que os custos ou despesas mensais sejam os mais reais possveis, as empresas

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    3/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    devero constituir a proviso mensal do 13 salrio, que constituda na base de 1/12 dovalor bruto da Folha de Pagamento.

    01. (ESAF)Uma empresa apropriou, em 31 de dezembro de 1995 (data de encerramentodo exerccio social), as despesas com pessoal do ms de dezembro/95, cuja folha seria pagaem 5 de janeiro de 1996.Constavam da folha os seguintes valores:

    valor bruto da folha: 20.000,00;

    encargos sociais de responsabilidade da empresa: 20% do valor da folha; fundo de garantia por tempo de servio: 8% do valor da folha; previdncia social de responsabilidade dos empregados: 9% do valor da folha; imposto de renda na fonte, de responsabilidade dos empregados: 1.500,00.

    Feitos os lanamentos devidos, a empresa verificou que as suas obrigaes a curto prazosofreram um aumento de:a) 28.900,00;b) 16.700,00;

    c) 20.000,00;d) 24.000,00;e) 25.600,00.

    02 (ESAF/IRB 2006)A firma Serviciamentos Ltda. efetuou em cinco de abril o pagamentode seu nico empregado, emitindo um cheque da Caixa Econmica Federal. Os componentesda operao eram: salrio de R$ 500,00; horas extras de R$ 60,00; INSS de 11%; INSSpatronal: 20%; FGTS de 8%. Ao conferir o valor exato do salrio a pagar a empresa

    encontrou na contabilidade um lanamento que registrara uma despesa total no valor dea) R$ 655,20.b) R$ 672,00.c) R$ 716,80.d) R$ 733,60.e) R$ 778,40.

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    4/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    03 (ESAF/AFPS 2002)A empresa Arbresse Ltda. mandou elaborar a folha de pagamentodo ms de outubro com os seguintes dados:

    Salrios e Ordenados R$ 21.000,00;Horas Extras trabalhadas R$ 2.000,00;Imposto de Renda Retido na Fonte R$ 2.500,00;Contribuio para o INSS, parte dos empregados 11%;Contribuio para o INSS, parte patronal 20%;

    Depsito para o FGTS 8%.

    Com base nos dados e informaes acima fornecidos, pode-se dizer que a empresa, emdecorrncia dessa folha de pagamento, ter despesas totais no valor de

    a) R$ 29.440,00b) R$ 31.970,00c) R$ 34.470,00d) R$ 26.910,00

    e) R$ 24.410,00

    04. (ESAF-2009) A empresa de servios Alvorada Ltda. listou os seguintes dadoscontratuais para elaborar a folha de pagamento referente ao ms de maro:

    Salrios R$ 9.000,00Previdncia social patronal (22%) R$ 1.980,00Previdncia social dos empregados (9%) R$ 810,00

    FGTS (8%) R$ 720,00Salrio-famlia R$ 150,00

    Com os dados indicados, sem considerar eventuais parcelas de 13o salrio ou friasproporcionais, podemos afirmar que a despesa de pessoal, referente ao ms de maro, quea empresa dever efetivamente desembolsar, ser de

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    5/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    a) R$ 10.890,00.b) R$ 10.850,00.c) R$ 11.700,00.d) R$ 12.510,00.e) R$ 12.660,00.

    05. (ESAF/AFRFB/2009)pagamento relativa ao ms de abril, a empresa Roscea Areal

    Ltda. computou os seguintes elementos e valores:

    Salrios e ordenados R$ 63.000,00Horas-extras R$ 3.500,00Salrio-famlia R$ 80,00Salrio-maternidade R$ 1.500,00INSS contribuio Segurados R$ 4.800,00INSS contribuio Patronal R$ 9.030,00FGTS R$ 5.320,00

    Considerando todas essas informaes, desconsiderando qualquer outra forma de tributao,inclusive de imposto de renda na fonte, pode-se dizer que a despesa efetiva a sercontabilizada na empresa ser de

    a) R$ 66.500,00.b) R$ 87.230,00.c) R$ 79.270,00.d) R$ 77.630,00.

    e) R$ 80.850,00.

    06. (ESAF/AFRFB/2012) A empresa Data Power S.A. apura sobre sua folha depagamentos administrativa de R$ 100.000,00 o total de 20% de INSS, correspondente a12% de contribuio da parcela de responsabilidade da empresa e 8% da parcela do

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    6/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    empregado. A empresa efetuou a contabilizao de R$ 20.000,00 como despesa de INSS noresultado. Ao fazer a conciliao da conta, deve o contador

    a) considerar o lanamento correto, uma vez que a folha refere-se a despesasadministrativas.b) estornar da despesa o valor de R$ 8.000,00, lanando a dbito da conta salrios a pagar.c) reverter da despesa o valor de R$ 12.000,00, lanando contra a conta de INSS a recolher.

    Enunciado para resoluo das questes 07 e 08.Dos registros do Departamento de Pessoal da Cia. BomPatro, foram selecionados os seguintes dados:

    Tomando-se como base apenas os dados anteriores, pode-se afirmar que:

    07-(ESAF/AFC/2013)O total das despesas de pessoal somam:

    a) R$ 258.500,00.b) R$ 258.000,00.c) R$ 256.500,00.d) R$ 256.000,00.e) R$ 250.500,00.

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    7/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    08. (ESAF/AFC/2013)O valor total inscrito em salrios a pagar a) R$ 250.000,00.b) R$ 240.000,00.c) R$ 206.000,00.d) R$ 189.000,00.e) R$ 187.000,00.

    09. (ESAF/MINTUR/2014) Uma das despesas mais usuais em qualquer entidade adespesa com pessoal. Tomemos como exemplo uma atividade realizada por apenas umempregado contratado, o qual tenha demandado gastos mensais com a seguintecomposio:salrio mensal do empregado R$ 1.000,00adiantamento salarial R$ 250,00previdncia social, parte patronal 21%previdncia social, parte do segurado 11%Fundo de Garantia por Tempo de Servio 8%

    Considerando que tenha sido este o fato ocorrido, podemos dizer que essa empresa devercontabilizar uma despesa no valor dea) R$ 1.400,00b) R$ 1.320,00c) R$ 1.290,00d) R$ 1.210,00e) R$ 1.150,00

    10. (FUNDATEC/CAGE/2014-2)A Comercial Rocha Ltda. Apurou no final do ms demaro o valor de sua folha de pagamento, relativa ao ms de maro, que ser paga noprximo dia 5 de abril onde foram apresentados os seguintes valores;

    Remunerao Bruta dos Funcionrios R$ 345.000,00Remunerao Lquida dos funcionrios: R$ 312.900,00Encargos Sociais Retidos dos Funcionrios: R$ 32.100,00

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    8/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    Encargos Sociais Devidos pela Empresa: R$ 77.625,00.

    Levando em considerao somente estas informaes, possvel calcular que o passivocirculante da Comercial Rocha Ltda, ir aumentar em 31 de maro , em:

    a) R$ 267.375,00b) R$ 312.900,00c) R$ 321.900,00d) R$ 390.525,00

    e) R$422.625,00

    11. (VUNESP/FUNDUNESP/2014)Considere os dados seguintes, hipoteticamenteextrados de uma folha de pagamento:

  • 7/26/2019 Contabilidade - Aula 14.pdf

    9/17

    Contabilidade

    Curso FISCAL 2015

    Professor: Silvio Sande

    Professor: Silvio Sande

    O valor do INSS a recolher ser dea) $ 5.200.b) $ 4.100.c) $ 3.700.d) $ 2.800.e) $ 2.200.

    12-(ESAF/AFRFB/2014) Da folha de pagamento da Cia. Pag