CONTABILIDADE GERENCIAL[1]

  • View
    200

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of CONTABILIDADE GERENCIAL[1]

CONTABILIDADE GERENCIAL

PROF. RENATA PMILLA MATOS VIEIRA

1

ApresentaoCaro (a) aluno (a),

No incio do Sc. XX, os empresrios sentiam necessidade de definir e quantificar os custos do processo produtivo para poder, com essa informao, analisar e tomar decises sobre o desenvolvimento do parque fabril. Essa necessidade surgiu como conseqncia da passagem de uma sociedade com economia agrria para uma economia industrial, caracterizada pela produo em massa, mediante o uso de mquinas no processo produtivo. Nesse cenrio industrial, era impossvel administrar os empreendimentos sem uma base de informaes sobre o processo produtivo. A contabilidade financeira realizada at esse momento teve de ser ajustada para poder gerar as informaes necessrias ao setor de produo. Nesse sentido, pesquisas so desenvolvidas e so divulgados os diversos mtodos de custeio, tais como: por absoro, direto/varivel, padro, ABC, dentre outros. Todas as metodologias apresentadas visam apurao, anlise e gesto da produo, ou seja, proporcionar ferramental suficiente para que os gestores possam gerenciar os custos e tornar sua empresa mais competitiva numa economia globalizada. Assim importante que voc conhea as tcnicas da contabilidade de custos que auxiliam os administradores a tomar decises tais como: qual o melhor produto? Compensa a empresa aceitar um pedido? vivel terceirizar uma etapa do processo produtivo? O que acontece com o resultado se houver variao no volume e no custo? Como formar o preo de venda? Qual o ponto de equilbrio da empresa? Quanto a empresa deixou de faturar por problemas decorrentes da falta da qualidade de seus produtos? Neste material didtico, voc encontrar as respostas para esses questionamentos ao aprender a aplicar as tcnicas da contabilidade de custos no processo de tomada de deciso. Espero que esse conhecimento o ajude a agregar valor organizao em que trabalha atualmente ou vier a trabalhar.

2

Plano de EnsinoDISCIPLINA: CONTABILIDADE

GERENCIAL

EMENTA

Conceitos bsicos de custos. Classificao dos custos. Fixos e variveis, diretos e indiretos. Departamentalizao e rateio de custos. Centros de custos de produo. Centros de custos de apoio. Critrios de rateio. Sistema de apurao de custos por absoro. Conceito e objetivo. Sistema simplificado. Custeamento por centros de custos. Sistema de custeio por atividade - Ponto de equilbrio. Alavancagem. Teoria das Restries. Despesas e ganhos. Restries (Gargalos) internas e externas. Mix de produo e vendas. Formao de preo de vendas. Preo, margem e mark up. Impostos incidentes sobre o preo. Preos e custos vista e a prazo. . OBJETIVO:Objetivo Geral Apresentar algumas metodologias que visam a apurao, anlise, gesto da produo e tomada de decises com informaes de custos Objetivos especficos Calcular o ponto de equilbrio Calcular a margem de contribuio Tomar decises de curto prazo Fixar o preo de venda Calcular o ponto de equilbrio

. CONTEDO PROGRAMTICO Mtodo de custeio varivel. Margem de contribuio e decises de curto prazo. Fixao do preo de venda. Relao custo x volume x lucro. Ponto de Equilbrio. BIBLIOGRAFIA BSICA BRUNI, Adriano Leal; FAM, Rubens. Gesto de custos e formao de preos. 3. ed. So Paulo: Atlas, 2004. HORNGREN, Charles T.; FOSTER, George; DATAR, Srikant M. Contabilidade de custos. 10. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2004. PERES JUNIOR, Jos Hernandes; OLIVEIRA, Luis Martins de; COSTA, Rogrio Guedes. Gesto estratgica de custos. 4. ed. So Paulo: Atlas, 2005.

3

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR OLIVEIRA, Lus Martins de; PEREZ JR, Jos Hernandes Perez. Contabilidade de Custos para no contadores. So Paulo: Atlas, 2000. LEONE, George Sebastio Guerra. Custos: planejamento, implantao e controle. So Paulo: Atlas, 2000 MARTINS, Eliseu. Contabilidade de custos. 9. ed. So Paulo: Atlas, 2003 .

SumrioUnidade 1 Custeio Varivel x Custeio por Absoro Unidade 2 Margem de contribuio Unidade 3 Decises de curto prazo Unidade 4 Anlise diferencial Unidade 5 Ponto de equilbrio Unidade 6 Relao custo x volume x lucro Unidade 7 Preo de venda Unidade 8 Custo-padro ou standard

4

Unidade 01 Custeio Varivel x Custeio por Absoro Evidenciada Graficamente IIIMeta da unidade Apresentar o mtodo de custeio varivel e compar-lo com o custeio por absoro.

Pr-requisitos importante que voc saiba calcular o custo dos produtos fabricados pelo mtodo de custeio por absoro, que saiba classificar os custos em direitos/variveis e indiretos/fixos e que saiba qual o efeito da alocao dos custos indiretos no resultado da empresa.

Objetivos Esperamos que, ao final desta unidade, voc seja capaz de: calcular o custo dos produtos fabricados pelo mtodo de custeio varivel/direto e tambm pelo custeio por absoro; identificar as diferenas no clculo do custo da produo pelos dois mtodos; calcular o lucro pelos dois mtodos.

Introduo Vimos, anteriormente, que, historicamente, a Contabilidade de Custos visava a identificar os custos do processo de industrializao (a matria-prima ento o principal item; a mo-de-obra direta totalmente ligada fabricao; e os demais gastos, chamados gastos gerais no to relevantes), e possibilitar a determinao do lucro e do preo de venda do produto fabricado. (IBRACON, 2000, p. 206). Contudo, a alocao dos custos indiretos/fixos pode, para efeito de deciso, enviesar as informaes de custo dos produtos. Segundo Martins (2001, p.214), isso acontece porque: a) os custos fixos existem independente de haver ou no produo; b) os custos fixos so necessrios para que a empresa possa funcionar como um todo e no apenas para fabricar esta ou aquela unidade de determinado produto;

5

c) os custos fixos so atribudos a cada unidade fabricada, de acordo com critrios arbitrrios e subjetivos (critrios de rateio); e o critrio escolhido pode transformar um produto no rentvel em rentvel ou vice-versa; d) o valor do custo fixo por unidade depende da quantidade fabricada, quanto mais aumentar a quantidade, menor o custo fixo por unidade. Assim, se a empresa diminuir a fabricao de um produto porque est gerando pouco lucro, seu custo ficar maior devido diminuio na quantidade, exigindo a um aumento no preo de venda que nem sempre ser aceito pelo consumidor.

Essas alegaes e o problema apresentado na unidade anterior contriburam para que estudiosos fizessem a seguinte pergunta: por que no excluir do clculo do custo da produo os custos indiretos/fixos? Em resposta a essa pergunta, surge o Mtodo de Custeio Varivel tambm conhecido como Custeio Direto. Esse nome surgiu nos Estados Unidos no ano de 1936 atravs de J. Harris (DUTRA, 1995, p.167). O custeio varivel fundamenta-se na separao dos custos em variveis e fixos, isto , em custos que se alteram em relao quantidade produzida e vendida e custos que se mantm estveis perante as oscilaes de produo e venda. Por esse mtodo, somente os custos variveis, quer sejam diretos ou indiretos, so alocados ao produto fabricado ou servio prestado. Sendo assim, podemos concluir que os estoques registrados no Balano Patrimonial s possuem custos variveis e os custos fixos sero classificados como despesas do perodo, j que no esto includos no custo da produo (OLIVEIRA; PEREZ JR, 2000, p. 116).

Custeio Varivel um mtodo para determinar o custo dos produtos fabricados, considerando como custo apenas os custos variveis incorridos no perodo. Possui as seguintes caractersticas: o custo fixo considerado como despesa, ou seja, vai diretamente para o resultado. Portanto, no rateado, no vai para o CPV e nem para o Estoque; um instrumento gerencial e deve ser tratado extra-contabilmente; o CPV e o Estoque Final contero apenas custo varivel; faz a separao entre custo e despesas, e os custos so classificados em fixos e variveis; permite definir o ponto de equilbrio (Break-Even Point); revela o desempenho individual dos produtos, por meio da Margem de contribuio; no aceito pela legislao por no obedecer aos princpios contbeis; 6

possibilita a anlise da relao Custo-Volume-Lucro; o resultado (lucro ou prejuzo) acompanha as alteraes nas vendas (se a venda aumentar, o resultado tambm aumentar e vice-versa).Custeio Varivel

Vantagens Acaba com as flutuaes nos resultados decorrentes dos critrios de rateio; Permite conhecer a margem de contribuio efetiva de cada produto, indicando qual o melhor produto; Simplifica os trabalhos de custos uma vez que elimina as operaes contbeis de rateio dos custos fixos.

Desvantagens Este mtodo sofre restries tributrias, pois o resultado apurado no aceito como base de clculo para o imposto de renda; Dificuldade em definir os custos de comportamento efetivamente variveis, no caso de custos mistos; Seus resultados no coincidem com os de natureza contbil apresentados aos acionistas da empresa no final do ano; Antes de vender os produtos, j deduziu totalmente os custos fixos que auxiliaram na fabricao dos produtos, ferindo o princpio da competncia, pois reconhece a despesa antes da receita, isto , do produto ser vendido.

Clculo do custo de produo pelo custeio varivel Para facilitar o entendimento e a comparao entre os mtodos de custeio varivel e por absoro, vamos usar a mesma empresa apresentada na unidade anterior. A empresa industrial Brim Ltda fabrica calas e camisas. Essa empresa aluga um imvel que tem 4 cmodos, assim distribudos: administrao, vendas, almoxarifado e produo. No ms de abril de 2006, fabricou 60 camisas e 80 calas. Nesse ms, vendeu 40 camisas e 50 calas. O preo de venda de cada camisa R$ 30,00 e de cada cala R$ 60,00. O proprietrio da empresa apresentou a seguinte planilha:TRANSAOComprou 200m de tecido Jeans por R$ 10/m Comprou 100m de tecido Popeline por R$ 5/m Funcionrio que fabrica a cala ganha por unidade produzida Funcionrio que fabrica a camisa ganha por unidade produzida Funcionrio que limpa a empresa ganha Vendedor ganha por comisso Aluguel mensal Energia de abril Depreciao mensal da m