Contributos da sismologia

  • View
    178

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Contributos da sismologia

  • 1. Modelo e Dinmica da Estrutura Interna da Geosfera: Contributo da Sismologia

2. Modelo e Dinmica da Estrutura Interna da Geosfera Superfcies de Descontinuidade: Superfcies no interior da Terra que separam materiais com diferente composio e propriedades.Em 1906, Oldham verificou que as ondas P, registadas no plo oposto ao epicentro de um sismo, se encontravam atrasadas em comparao com as registadas nas proximidades do epicentro, propagando-se a 4,5 km/s em vez de 6,5 km/s habitualmente observveis. 3. O que Atrasaria, ento, no Interior da Terra, a Propagao das Ondas P? Gutenberg observou que para cada sismo existe um sector da superfcie terrestre onde impossvel registar ondas ssmicas directas.ONDAS SSMICAS DIRECTAS:Ondas com origem no foco e que atingem a superfcie da geosfera sem sofrer reflexes nem refraces. Durante a sua propagao, a partir do foco ssmico e no contacto com o novo meio, uma onda ssmica pode: Ser Reflectida: Recua no meio inicial. Ser Refractada: Transmitida para um segundo meio. 4. O que Atrasaria, ento, no Interior da Terra, a Propagao das Ondas P? Assim, podemos definir trs formas de desenvolvimento de uma onda ssmica:ONDA SSMICA DIRECTA: a onda inicial, com origem no foco ssmico e que no interage com nenhuma superfcie de descontinuidade, no sofrendo, por isso reflexes nem refraces. ONDA REFLECTIDA: uma nova onda que se propaga, a partir de uma superfcie de descontinuidade, em sentido contrrio e no mesmo meio em que a onda inicial se estava a propagar. ONDA REFRACTADA: a onda transmitida, por uma superfcie de descontinuidade, para um segundo meio. 5. Zona de Sombra Ssmica 6. Zonas de Sombra Ssmica As ondas que percorrem trajectrias tangenciais ao ncleo emergem em locais da superfcie terrestre, cuja distncia ao epicentro corresponde a um ngulo de 103.As ondas ssmicas que percorrem trajectos mais internos na direco do ncleo tm um comportamento diferente na zona de separao conforme sejam ondas P ou ondas S.As ondas S no se propagam a partir da descontinuidade de Gutenberg e, por isso, todos os locais que se encontram a distncias superiores a ngulos epicentrais de 103 no recebem ondas S directas ou refractadas no ncleo. 7. Zonas de Sombra Ssmica As ondas P refratam-se atravs do ncleo e a sua velocidade reduz-se no s devido ao aumento de densidade como tambm devido diminuio de rigidez dos materiais existentes nessa zona da geosfera.Devido refrao as ondas P so desviadas da sua trajetria e vo emergir apenas em locais cuja distncia epicentral corresponde a ngulos superiores a 143.Os desvios verificados pelas ondas P so de tal maneira significativos que na zona compreendida entre os 103 e os 143 verifica-se um silncio ssmico, no emergindo ondas P nem ondas S diretas. 8. A Transio Manto - Ncleo 35 a 40 KmMantoDescontinuidade de Mohorovicic Esta descontinuidade separa: Crosta: as ondas deslocam-se com menor velocidade Manto: onde a velocidade das ondas maior Descontinuidade de Gutenberg2891KmNcleo ExternoAs ondas S no se propagam e h diminuio da velocidade das ondas P ncleo externo no estado lquido. Descontinuidade de Lehmann5150 KmNcleo InternoO ncleo interno est no estado slido visto que as ondas P so reflectidas e refractadas emergindo na zona de sombra. 9. A Transio Crusta - MantoA 35 / 40 km de profundidade existe uma descontinuidade a separar: Um meio superficial, no qual as ondas se deslocam com menor velocidade Crosta. Um meio mais profundo, onde a velocidade das ondas maior Manto.O primeiro grupo de ondas registado corresponde s ondas refractadas e o segundo a ondas directas. 10. A Transio Crusta - Manto