COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016 cbds.org.br/wp-content/uploads/2016/03/Regulamento-Geral-Copa... ·…

Embed Size (px)

Text of COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016...

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

REGULAMENTO GERAL

CAPTULO 1 DAS DISPOSIES INICIAIS

Artigo 1. Este regulamento o documento composto conjunto das disposies que regem Copa Brasil de Futsal dos Surdos - Edio 2016, nas categorias masculina e feminina.

Artigo 2. O evento promovido e supervisionado pela Confederao Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS), que conta com apoio da Federao Mineira de Desportos dos Surdos (FMDS) e a organizao ser por conta da Associao dos Surdos de Uberlndia (ASUL) juntamente com a Fundao Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (FUTEL). Pargrafo nico. A competio ser realizada no dia 26 a 29 de maio de 2016, em Uberlndia/MG.

Artigo 3. Podero participar do evento as Entidades de Surdos filiadas s Federaes e CBDS. Artigo 4. O evento ser realizado de acordo com as regras oficiais previstas pela Confederao Brasileira de Futebol de Salo (CBFS).

Artigo 5. Todos os participantes deste evento sero considerados testemunhas deste documento e das legislaes afins vigentes, aos quais ficam submetidos.

CAPTULO 2 DOS OBJETIVOS

Artigo 6. Os objetivos deste evento so:

a) Estimular a profissionalizao dos surdoatletas;

b) Incentivar os surdoatletas como forma de promoo e integrao na sociedade;

c) Divulgar a existncia e o crescimento da CBDS e das Entidades dos surdos para a sociedade;

d) Estimular a pratica desportiva entre as comunidades surdas, utilizando esta como uma ferramenta fundamental para a socializao;

e) Realizar a competio com condies e infraestruturas dignas e adequadas;

f) Conhecer e revelar novos talentos do Brasil.

CAPTULO 3 DOS PODERES E SIGLAS

Artigo 7. A coordenao do evento ser da CBDS.

Pargrafo nico. Durante o evento, os seguintes rgos e respectivas siglas estaro envolvidos:

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

CBDS, FMDS, ASUL, Entidades filiadas, apoiadores, patrocinadores e outros envolvidos.

CAPTULO 4 - TERMO DE COMPROMISSO, TERMO DE DESISTNCIA, FICHA DE INSCRIO, TAXA DE ANUIDADE, TAXA DE INSCRIO E TAXA DE DESPESAS

Artigo 8. Para participar da Copa Brasil de Futsal dos Surdos 2016, as entidades autorizadas pelas Federaes devero enviar o TERMO DE COMPROMISSO CBDS, por via e-mail: eventos@cbds.org.br at 15/04/2016, respeitado o prazo definido impreterivelmente.

Artigo 9. A desistncia da participao dever ser feita atravs do TERMO DE DESISTNCIA e enviada para o e-mail: eventos@cbds.org.br at 30/04/2016. Pargrafo nico. A atleta que no informar sua desistncia da competio ser punida com uma multa da CBDS.

Artigo 10. A FICHA DE INSCRIO dos surdoatletas e membros tcnicos dever ser digitada e enviada no formato .DOC (word) para o e-mail: eventos@cbds.org.br, at 08/05/2016. Artigo 11. As FICHAS DA CBDS devero ser feitas atravs do sistema: www.sis.cbds.org.br, conforme o tutorial que se encontra no link da pgina eletrnica da CBDS: http://cbds.org.br/?page_id=2567, com o comprovante de pagamento da TAXA DE ANUIDADE 2016, que dever ser depositado CBDS ou atravs de suas federaes: BANCO DO BRASIL, agncia 3122- 4, conta corrente n 31923-6.

Pargrafo nico. As pessoas, que j realizaram este pagamento de anuidade, no necessitam pagar novamente. Por vias de dvidas, as federaes devem entrar em contato com Departamento de Eventos da CBDS, por e-mail: eventos@cbds.org.br.

Artigo 12. Os atletas devero enviar audiometria nacional, conforme formulrio prprio da CBDS. O prazo de envio ser at 08/05/2016. Pargrafo nico. Caso os surdoatletas j tenham o nmero de audiometria de ICSD, no h necessidade de enviar novamente.

Artigo 13. Custar a TAXA DE INSCRIO da CBDS no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) por equipe, tanto masculina quanto feminina. Porm, em caso, a entidade se inscrever duas equipes (feminina e masculina), o valor ser R$ 750,00 (setecentos e cinquenta reais). Pargrafo nico. Dever ser depositado at 08/05/2016, dever ser depositado diretamente CBDS: BANCO DO BRASIL, agncia 3122- 4, conta corrente n 31923-6. E o comprovante deve ser enviado para o e-mail: eventos@cbds.org.br.

Artigo 14. A TAXA DE DESPESAS ser informada atravs de Boletim Informativo, onde dever

mailto:eventos@cbds.org.brmailto:eventos@cbds.org.brmailto:eventos@cbds.org.brhttp://hhttp://hhttp://hhttp://hmailto:eventos@cbds.org.br

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

constar as informaes como numero da conta e o procedimento do envio de comprovante.

CAPTULO 5 DAS CERIMNIAS

Artigo 15. Ser organizada uma cerimnia de abertura, da qual devero participar todas as delegaes envolvidas.

Artigo 16. A cerimnia de abertura constar basicamente de:

Concentrao das delegaes;

Saudao da Comisso Organizadora;

Saudao do presidente e/ou diretor da CBDS;

Saudao dos apoiadores e patrocinadores;

Execuo do Hino Nacional, com hasteamento das bandeiras do Brasil, de Minais Gerais, do municpio (sede) e da CBDS;

Declarao oficial de abertura feita pelo presidente ou diretor da CBDS;

Sada das delegaes.

Artigo 17. Para o encerramento do evento, a Comisso Organizadora organizar uma cerimnia de entrega das premiaes s equipes vencedoras no local definido atravs do Boletim Informativo.

CAPTULO 6 DAS COMPETIES

Artigo 18. Cada Entidade poder inscrever apenas uma equipe por categoria. Pargrafo 1. Ressaltamos, que para cada Federao estadual/distrital poder se inscrever nesta competio 50% das associaes filiadas que participaram da competio de futsal local de 2015 ou 2016. Citamos um exemplo: Copa de futsal local teve 5 equipes masculinas e 3 equipes femininas. Isso significa que tem 2 vagas para masculino e 1 vaga para feminino na Copa do Brasil. Pargrafo 2. Sero 24 vagas para categoria masculina e 12 para categoria feminina.

Artigo 19. Os jogos sero disputados de acordo com as regras oficiais da modalidade, salvo modificaes previstas no Boletim Informativo. Pargrafo nico Para que ocorram os jogos, necessria a inscrio de, no mnimo, trs equipes por categoria.

Artigo 20. A Comisso Organizadora ser responsvel pela programao e poder transferir os

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

jogos, no necessitando, para tanto, da aprovao das Entidades participantes.

CAPTULO 7 DO CONGRESSO TCNICO

Artigo 21. Os participantes se reuniro em Congresso Tcnico, atravs do Boletim Informativo, onde ser informado a data, o local e o horrio, que ser presidido pela Comisso Organizadora, com a finalidade de discutir e aprovar assuntos inerentes ao evento. Pargrafo 1 Durante o Congresso Tcnico, no sero debatidos ou deliberados assuntos considerados contraditrios aos objetivos do evento. Pargrafo 2 Somente ter direito a manifestar-se no Congresso Tcnico, obrigatoriamente, um representante ou delegado da Entidade participante, desde que esteja devidamente credenciado e inscrito na modalidade em questo. Pargrafo 3 Caso o no-comparecimento do responsvel, a Entidade participante no poder implicar no caso de no concordar algum artigo deste Regulamento e outros assuntos relativos ao evento.

CAPTULO 8 DO SISTEMA DE DISPUTA

Artigo 22. O sistema de disputa ser de acordo com o nmero de equipes inscritas e o tempo disponvel para a realizao do evento. Pargrafo 1 A durao dos jogos ser de at 50 (cinquenta) minutos, divididos em dois tempos de 20 minutos com um intervalo de at 10 minutos. O cronmetro ser direto, exceto quando houver faltas graves. Nota que o tempo pode ser alterado sem aviso prvio conforme combinao com a equipe de arbitragem. Pargrafo 2 Compete exclusivamente ao arbitro paralisar o jogo e fazer cumprir o que determina o regulamento tcnico e/ou regra oficial.

Artigo 23. A classificao das equipes ser por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critrio:

Vitria: 3 pontos;

Empate: 1 ponto;

Derrota: 0 ponto

Artigo 24. Em casos de WxO, alm dos trs pontos ganhos para efeito de contagem, ser conferido o placar de 5x0.

Artigo 25. A programao das competies, datas e horrios dos jogos ser fixada pela Comisso Organizadora, havendo uma tolerncia mxima de 15 minutos do tempo estabelecido na tabela. Passada essa tolerncia, a equipe faltosa perder por WxO. O placar ser de acordo com a regra

COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS 2016

UBERLNDIA/MG

26 A 29 DE MAIO DE 2016

oficial da modalidade. Os motivos apresentados para justificar a ausncia da equipe sero avaliados pela Comisso Organizadora, que determinar devida penalidade. Pargrafo 1. Quanto ao WxO, os 15 minutos de tolerncia iniciam a partir da assinatura do tcnico ou capito da equipe presente, com o apito do arbitro principal. Pargrafo 2. Aquela equipe automaticamente desligada da competio se houver mais de dois jogos por WxO. Pargrafo 3. Aquela equipe que levar WxO em algum jogo sofrer penalidades definidas pela CBDS.

CAPTULO 9 DAS FICHAS DE INSCRIO

Artigo 26. Somente podero participar os surdoatletas maiores de 14 anos e membros tcnicos maiores de 16 anos. Pargrafo 1. A Entidade dever apresentar a declarao assinada pelo responsvel do menor e entregar aos cuidados da Diretoria da CBDS, no dia de Congresso Tcnico. Pargrafo 2. O modelo de declarao ser enviado diretamente Entidade, onde consta o menor na relao inscrita. Pargrafo 3. Caso no apresentar, o menor ficar impossibilitado de participar