Cosntruçoes sustentáveis

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

artigo de eletrotecnica

Text of Cosntruçoes sustentáveis

2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDECENTRO DE ENGENHARIA ELTRICA E INFORMTICAUNIDADE ACADMICA DE ENGENHARIA ELTRICA______________________________________________________

III SEMINARIO DE ELETROTCNICA APLICADA SUSTENTABILIDADE

CAMPINA GRANDE, PARAIBA 28 DE SETEMBRO DE 2012

SOLUES SUSTENTVEIS NA CONSTRUO DE RESIDENCIAS

ANTONIO FERNANDO DE HOLANDA JUNIOR[footnoteRef:1] [1: Graduando do curso de Engenharia Civil; Matrcula: 20911364]

SUMRIO

INTRUDUO31O QUE SO CONSTRUES SUSTENTVEIS?42PRINCPIOS DAS CONSTRUES SUSTENTVEIS43ASPECTOS CONTEMPLADOS NAS CONSTRUES SUSTENTVEIS53.1BSICO53.2COMPLETO54REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR (3 RS)55INICIATIVAS REFERENTES CONSTRUO SUSTENTAVEL75.1 NVEL INTERNACIONAL75.2 NVEL DE BRASIL86TCNICAS UTILIZADAS EM CONSTRUES SUSTENTVEIS86.1SENSORES DE PRESENA OU DE MOVIMENTO96.2ENERGIA SOLAR96.3ENERGIA ELICA106.4REUSO DA GUA116.4.1Captao e armazenamento de gua da chuva116.4.2Mini estao de tratamento da gua116.5PERMEABILIZAO DO SOLO126.6AR CONDICIONADO ECOLGICO136.7COBERTURAS VERDES147MATERIAIS USADOS EM CONSTRUES SUSTENTVEIS157.1FIBRAS VEGETAIS177.2LEOS VEGETAIS177.3SOLO CIMENTO177.4CONCRETO RECICLADO187.5MADEIRAS ALTERNATIVAS187.6REFLORESTAMENTO187.7MADEIRAS CERTIFICADAS197.8ADOBE197.9TINTAS NATURAIS197.10TELHAS ECOLGICAS207.11PISO INTERTRAVADO207.12EQUIPAMENTOS SANITRIOS DE BAIXO CONSUMO E AUTOMTICOS207.13LMPADAS DE ALTA EFICINCIA ENERGTICA218EXEMPLOS219VANTAGENS DE UM PROJETO SUSTENTVEL2210INVESTIMENTO EM CONSTRUO SUSTENTVEL RENTVEL?2311CONCLUSO24REFERNCIAS25

INTRUDUO

As construes so a extenso do ser humano, elas so a base de suas realizaes e manifestaes, abrigam desejos e vontades, marcam acontecimentos e encontros, revelam caractersticas nicas e prprias. Assim como a humanidade, as edificaes vm sofrendo evolues e alteraes, distanciando-se da natureza como o ser humano, chegando-se ao ponto de existirem edifcios doentes, responsveis por causar alteraes na sade de seus habitantes e usurios. Atualmente a construo civil est entre as atividades humanas que mais causam impactos ambientais no mundo (Ambiente.hsw). Segundo dados da ANAB, cerca de 50% dos recursos extrados da natureza so destinados ao setor; e especificamente no caso do Brasil, responsvel pelo consumo de cerca de 40% dos recursos naturais e da energia produzida, 34% da gua, 55% de madeira no certificada, alm de responder pela produo de 67% da massa total de resduos slidos urbanos.A ideia de construes sustentveis remonta de um perodo no to antigo, vindo a ser abordado principalmente a partir da Crise Mundial do Petrleo, de 1973, onde os pases exportadores dessa matria prima energtica subiram seus preos de forma abrupta, forando assim as naes do ocidente procurarem formas alternativas para seu abastecimento, e assim, difundindo mais ainda a ideia do ecologicamente correto ser tambm vivel.Os pases mais desenvolvidos, os quais necessitavam de quantidades absurdas de matria prima energtica, encontraram-se em situao difcil e tiveram que repensar tudo desde sua cadeia de produo at o estilo de vida de seus cidados. Portanto, pela primeira vez na historia, viu-se necessria a busca por uma maior eficincia energtica, em todos os setores da economia, incluindo assim, a construo civil, uma vez que esta responsvel por grande paste do consumo de energia, seja esta referente iluminao, aquecimento ou resfriamento de sistemas, entre outras funes mais.Finalmente, aps a Conferncia das Naes Unidas sobre o Meio Ambiente, realizada na cidade do Rio de Janeiro em 1992, ficando popularmente conhecida como Rio92, ficou-se entendido necessidade da sistematizao de uma forma ou modelo que, atravs de construes, fosse possvel incorporar o mximo do ambiente natural prpria edificao, denotando um carter ecolgico ao projeto realizado.

1 O QUE SO CONSTRUES SUSTENTVEIS?

Construes sustentveis empregam as tcnicas da bioarquitetura e so, antes de tudo, intervenes conscientes e planejadas. Buscam satisfazer as necessidades humanas, ajustando-as s condies naturais locais, empregando de forma sustentvel os recursos, buscando sempre no esgot-los, preservando-os para as geraes futuras. Como embasamento da proposio de solues para os problemas que a prpria construo criar, deve-se buscar desde o primeiro momento na fase de planejamento analisar o contexto global do local onde se pretende inserir a nova edificao. Deve-se considerar as condies naturais (vegetao, relevo, condies climticas), a disponibilidade de recursos materiais e humanos e as tcnicas que melhor se ajustam a cada caso. Desta forma tm-se ambientes construdos com menos impactos ambientais, com menor consumo energtico e hidrulico, mais confortveis e saudveis para seus moradores e usurios, e sustentveis, ou seja, so construes viveis ambientalmente, economicamente e socialmente. Com isso, as Construes Sustentveis passam a no ser assunto especfico somente de arquitetos e engenheiros civis, uma vez que abrange conceitos mais amplos, como meio ambiente, sociologia e economia, o que torna essencial a participao uma equipe multidisciplinar capaz de abordar todos os requisitos para se ter uma edificao realmente sustentvel.

2 PRINCPIOS DAS CONSTRUES SUSTENTVEIS

1- Reduo do impacto da obra e da operao das edificaes, contemplando para isso o total planejamento, o uso racional dos recursos, o uso de tcnicas e materiais menos degradantes e com maior durabilidade;2- Contemplao das necessidades dos moradores e usurios, adequando-as s condies do meio ambiente local, promovendo a sade e bem estar do ser humano;3- Envolvimento da sociedade, com o emprego de materiais, tcnicas e Mo de obra locais;4- Utilizao das construes sustentveis como instrumento de educao ambiental e melhoria da conscincia ambiental dos envolvidos;

3 ASPECTOS CONTEMPLADOS NAS CONSTRUES SUSTENTVEIS

Diversos so os aspectos considerados, estando presentes os mais variados materiais e tcnicas, sendo eles de uso histrico, tradicional ou moderno, mas que visam sempre seguir os princpios bsicos das construes sustentveis. Desta forma, podem-se dividir os aspectos considerados em dois grupos: o bsico e o completo. No primeiro esto todos aqueles fatores realmente indispensveis para quem pensa em construir uma edificao sustentvel; e no segundo esto todos aqueles que vo contribuir ainda mais para o meio ambiente e para a qualidade da edificao.

3.1 BSICO

Planejamento da obra; Considerao das necessidades dos moradores e/ou usurios; Anlise e considerao das condies locais, abordando aspectos naturais, como vegetao, relevo e condio climtica (chuva, sol e vento); Anlise e considerao das condies socioeconmicas locais; Contemplao da boa relao com a comunidade do entorno da obra; Utilizao de mo de obra e materiais locais; Treinamento e conscientizao dos operrios, demonstrando-lhes sua responsabilidade na minimizao dos impactos da obra; Aplicao de gesto de resduos slidos na obra, baseada nos princpios dos 3 Rs (reduo, reutilizao e reciclagem); Uso racional dos recursos e materiais; Emprego de tcnicas e materiais que possibilitem a reduo do consumo energtico (como aquecedores solares) e hidrulico (como descargas e torneiras mais eficientes). Uso de Madeira certificada, por contemplarem aspectos ambientais desde seu plantio at o fornecimento ao consumidor; Priorizao do uso de materiais no txicos, no nocivos ao ser humano e natureza; Utilizao de ecoprodutos, materiais com baixo impacto ambiental; Emprego de tcnicas capazes de manter a boa qualidade do ar e o conforto trmico-acstico dos ambientes;

3.2 COMPLETO

Captao e utilizao da gua da chuva; Tratamento individual de esgoto; Tratamento e reuso da gua; Escolha minuciosa de todos os materiais a ser utilizados; Reutilizao de portas, janelas, pisos e outros materiais provenientes de demolies; Utilizao de tcnicas construtivas com o uso de materiais como tijolos em solo cimento, adobe e bambu; Uso de energias renovveis para produo de energia eltrica, como solar fotovoltaica e elica; Uso de telhado jardim, por serem timos isolantes trmicos;

4 REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR (3 RS)

Como j dito, a construo civil uma das atividades que mais impacta no meio ambiente. Seja pela produo, extrao e ou transporte das matrias-primas, a energia gasta e os resduos que se perdem pelo meio do processo so altamente desproporcionais com o consumo real do material.O desperdcio na construo civil colabora com o aumento dos entulhos e lixes, muitas vezes localizados em espaos onde os ecossistemas so mais frgeis.Uma construo sustentvel deve atender a um planejamento rigoroso sobre o manejo do que entra e sai em sua obra e, principalmente, do que entra e sai no cotidiano de seu funcionamento.Alm disso, os materiais que entram e os resduos que saem devem ser acompanhados desde o fornecedor at a entrega das sobras ao receptor.Em primeiro lugar, certificar de onde vem o material estar ciente de no colaborar com fornecedores irresponsveis ambientalmente. Em segundo lugar ao destinar os resduos necessrio estar ciente que aquilo que sobra no ser despejado em alguma beira de crrego.Hoje, empresas de demolio j recebem incentivos do governo federal para atenderem e comercializar entulhos de demolies.A maioria dos materiais de uma obra em demolio pode e deve ser reaproveitada. Felizmente, vrios setores da construo civil j se organizam e sentem no bolso o valor da reciclagem. Produzir, atravs de materiais que podem ser reciclados, s vezes sai mais barato do que comprar matria prima, pois o preo da fabricao j est embutido no material de segunda mo.Tambm bom negcio para quem vai consumir este material reciclado, pois o preo mais razovel. Assim todo mundo sai ganhando, principalmente a sociedade e o meio ambiente em geral.Uma forma racional e coerente de se construir ter certeza da quantidade necessria de material. Se for muito, reduza. Se for pouco, reutilize. Se sobrar, recicle.

5