of 39/39
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO “LATO SENSU” EM DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO Jurisdição – Processo – Ação Pressupostos e Condições de Ação Teoria da asserção. Apresentação de Gabriel Lopes Coutinho Filho Disponível em www.lopescoutinho.com Outono/2012 – 13/04

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO Jurisdição – Processo – Ação Pressupostos e Condições de Ação Teoria

  • View
    111

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO Jurisdição...

  • Slide 1
  • CURSO DE PS-GRADUAO LATO SENSU EM DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO Jurisdio Processo Ao Pressupostos e Condies de Ao Teoria da assero. Apresentao de Gabriel Lopes Coutinho Filho Disponvel em www.lopescoutinho.com Outono/2012 13/04
  • Slide 2
  • SUMRIO JURISDIO PRETENSO DEMANDA JURISDIO VOLUNTRIA PROCESSO E PROCEDIMENTO PRESSUPOSTOS PROCESSUAIS E CONDIO DE AO TEORIAS DA AO CARNCIA DE AO CONDIES DA AO INTERESSE PROCESSSUAL TRINMIO LEGITIMIDADE POSSIBILIDADE JURDICA DO PEDIDO TEORIA DA ASSERO 2
  • Slide 3
  • JURISDIO LIDE: -A pretenso resistida de um direito. -O conflito de interesses. -O objeto de um processo (mrito). A lide existe antes e independente do processo judicial. 3
  • Slide 4
  • PRETENSO a vontade, o interesse da parte em face de objeto. Pode haver ou no direito ao objeto. Sempre h direito de deduzir uma pretenso em juzo. CRFB/1988, Art.5, XXXV - a lei no excluir da apreciao do Poder Judicirio leso ou ameaa a direito; Pretenso uma exigncia em face do Estado, que detm o monoplio da violncia. CRFB/1988, Art.5, LIV - ningum ser privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal; 4
  • Slide 5
  • DEMANDA Demanda o deduo do pedido em juzo. Demanda a exigncia da tutela jurisdicional. A demanda coloca o pedido diante do juiz e em face do demandado. (Teoria Triangular do Processo: Autor-Juiz-Ru) O direito de demandar incondicionado em face do princpio de inafastabilidade da jurisdio. Direito de demandar diferente do direito de ao mediante o preenchimento de certas condies. 5
  • Slide 6
  • JURISDIO Trata-se de funo estatal, exercida pelo Poder Judicirio. iuris = direito dictio = falar o poder de dizer o direito por meio dos magistrados. (juzes e Tribunais) poder: Decidir imperativamente uma lide. funo: Satisfazer o direito para a pacificao social. atividade: Atos do juiz visando decidir a lide. 6
  • Slide 7
  • JURISDIO VOLUNTRIA A o pronunciamento do Poder Judicirio sem a existncia de uma lide real. Exemplos processuais civis: -Arrolamento -Separao consensual Precedentes histricos trabalhistas: Ao de homologao da opo do FGTS (Lei n. 5.106/1966) Pedido de demisso de empregados estveis (art.500, da CLT) 7
  • Slide 8
  • JURISDIO VOLUNTRIA 1 Jornada de Direito Material e Processual do Trabalho do TST. (Braslia, 23/11/2007) (ENUNCIADOS MERAMENTE ORIENTATIVOS) 63. COMPETNCIA DA JUSTIA DO TRABALHO. PROCEDIMENTO DE JURISDIO VOLUNTRIA. LIBERAO DO FGTS E PAGAMENTO DO SEGURO- DESEMPREGO. Compete Justia do Trabalho, em procedimento de jurisdio voluntria, apreciar pedido de expedio de alvar para liberao doFGTS e de ordem judicial para pagamento do seguro-desemprego, ainda que figurem como interessados os dependentes de ex-empregado falecido. -QUESTES LEVANTADAS PELA INTELIGNCIA. 8
  • Slide 9
  • PROCESSO E PROCEDIMENTO o instrumento da jurisdio. Dinamarco: o conjunto de atos interligados e coordenados com o objetivo de produzir a tutela jurisdicional. Atos interligados representam um procedimento. Processo: o meio de soluo da lide Procedimento: a exteriorizao do processo. O rito. 9
  • Slide 10
  • PROCESSO a relao jurdica processual que se estabelece entre o autor, juiz e ru. um instrumento a servio do direito material. O objeto da relao jurdica processual: a prestao de mrito, a soluo da lide em seu fundo material. Objeto imediato ou primrio: a deciso judicial. Objeto mediato ou secundrio: o bem da vida postulado. 10
  • Slide 11
  • PRESSUPOSTOS PROCESSUAIS E CONDIO DE AO So os aspectos genricos e especiais do processo que precedem sua prpria existncia e validade. So requisitos de existncia e validade da relao jurdica processual. CPC, Art. 267. Extingue-se o processo, sem resoluo de mrito:... IV - quando se verificar a ausncia de pressupostos de constituio e de desenvolvimento vlido e regular do processo; 11
  • Slide 12
  • PRESSUPOSTOS PROCESSUAIS DE EXITNCIA 1.Juiz regularmente investido. 2.Demanda regularmente formulada. PRESSUPOSTOS PROCESSUAIS DE VALIDADE 1.Juiz com competncia material 2.Juiz imparcial 3.Partes capazes de serem titulares de direitos e obrigaes na ordem jurdica. 4.Regularidade dos atos processuais (sem nulidades) PRESSUPOSTOS NEGATIVOS DE VALIDADE Inexistncia de fatos extintivos da relao jurdica. 1.Litispndncia 2.Coisa Julgada 12
  • Slide 13
  • PRESSUPOSTOS PROCESSUAIS E CONDIES DE AO Requisitos gerais e especiais. Os primeiros so responsveis por haver processo (ou pelo menos rito). Os segundos so responsveis por levar o processo a produzir uma sentena de mrito. 13
  • Slide 14
  • AO o direito constante na lei processual que nasce da manifestao da vontade da parte. Seu objetivo mais relevante a prestao jurisdicional, a aplicao da lei material em uma lide concreta. Ao o direito de exerccio da atividade jurisdicional. 14
  • Slide 15
  • TEORIAS DA AO Teoria civilista: -Para todo direito existe uma ao que o assegure. Teoria da ao como direito autnomo e concreto: -A ao dirige-se contra o Estado, exigindo a prestao jurisdicional, e contra a parte, exigindo a pretenso. Teoria do Direito Potestativo (Chiovenda): -A ao se dirige contra o estado. -As condies da ao so de mrito. Teoria da ao como direito autnomo e abstrato: -A ao desvinculada do direito material. 15
  • Slide 16
  • AO Teoria ecltica do direito de ao (Liebman): -A deciso de mrito est vinculada presena de determinadas condies de ao. -Presentes as condies de ao, o juiz examina o mrito. CPC, Art. 267. Extingue-se o processo, sem resoluo de mrito:... Vl - quando no concorrer qualquer das condies da ao, como a possibilidade jurdica, a legitimidade das partes e o interesse processual; 16
  • Slide 17
  • AO CARNCIA DE AO a falta de alguma das condies de ao. -Pedido juridicamente possvel -Partes capazes -Interesse de agir. 17
  • Slide 18
  • CONDIES DA AO 1 Teoria de Liebman -Legitimidade -Interesse de agir -Possibilidade jurdica CPC, Art. 267. Extingue-se o processo, sem resoluo de mrito:... Vl - quando no concorrer qualquer das condies da ao, como a possibilidade jurdica, a legitimidade das partes e o interesse processual; 18
  • Slide 19
  • CONDIES DA AO 2 Teoria de Liebman -Legitimidade -Interesse de agir (que engloba a possibilidade do direito) CPC, Art. 267. Extingue-se o processo, sem resoluo de mrito:... Vl - quando no concorrer qualquer das condies da ao, como a possibilidade jurdica, a legitimidade das partes e o interesse processual; 19
  • Slide 20
  • CONDIES DA AO: INTERESSE PROCESSSUAL TRINMIO o interesse de obter o provimento do direito demandado. Conceito bsico de UTILIDADE (Interesse-utilidade). Tambm NECESSIDADE (Interesse-necessidade). A prestao jurisdicional deve ser necessria obteno do direito material. Nesse sentido, a necessidade da interveno estatal. Tambm ADEQUAO (Interesse-adequao). A prestao jurisdicional deve usar o instrumento adequado para respeitar o devido processo legal. 20
  • Slide 21
  • CONDIES DA AO: LEGITIMIDADE Legitimidade para agir: (ad causam) a qualidade especial para estar em juzo, postulando um direito ou defendendo uma resistncia. Titularidade ativa e passiva do direito Ser titular de um direito e titular da responsabilidade de responder por esse direito ou por sua leso. A titularidade aferida no plano abstrato. S com o mrito possvel examinar se a parte legitima para demandar ou para resistir. 21
  • Slide 22
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE CPC, Art. 6o Ningum poder pleitear, em nome prprio, direito alheio, salvo quando autorizado por lei. Regra: Somente o titular do direito pode postular, em nome prprio, o prprio direito. Exceo: Um legitimado no ordinrio (extra ordinrio) pode postular em nome prprio, um direito alheio, desde que autorizado por lei. 22
  • Slide 23
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE Tipos: EXCLUSIVA: Uma s pessoa tem a qualidade especial de estar em juzo para determinada demanda. CONCORRENTE A lei faculta que mais de uma pessoa tem a qualidade especial de estar em juzo para determinada demanda. EXTRAORDINRIA A lei autoriza uma pessoa a vir a juzo postular em nome prprio direito alheio (CPC,Art.6) 23
  • Slide 24
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE CONCORRENTE Sindicado, postulando direitos coletivos. O Sindicado pede em nome prprio mas o titular do direito pode postular concorrentemente. 24
  • Slide 25
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA A pessoa que postula no titular do direito material. Algumas correntes: 1.Legitimao extraordinria o mesmo que substituio processual. 2.Legitimao extraordinria gnero da qual a substituio processual uma espcie. Observao: essa corrente no indica outras espcies de legitimao extraordinria. 25
  • Slide 26
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA Classificao: 1. Quanto ao momento: -Inicial : Desde a propositura da ao ou -Superveniente: No curso do processo. CPC, Art. 42. A alienao da coisa ou do direito litigioso, a ttulo particular, por ato entre vivos, no altera a legitimidade das partes. 1o O adquirente ou o cessionrio no poder ingressar em juzo, substituindo o alienante, ou o cedente, sem que o consinta a parte contrria. 26
  • Slide 27
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA Classificao: 2. Quanto exclusividade: Exclusiva: Se somente o substituto processual pode postular o direito em juzo. Ex.:Marido postulando bens dotais da mulher (exemplo de Bezerra Leite) ou Concorrente: Se os titulares individuais do direito tambm podem postular diretamente o direito em juzo. Ex.: Condmino demandando ao reinvidicatria. 27
  • Slide 28
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA PROCESSO DO TRABALHO TST -Inicialmente adotou linha restritiva, com Smula 310. -Com o cancelamento da Smula 310, aceita a linha ampliativa. 28
  • Slide 29
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA SUM-310 SUBSTITUIO PROCESSUAL. SINDICATO (cancelamento mantido) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 e republicada DJ 25.11.2003 I - O art. 8, inciso III, da Constituio da Repblica no assegura a substituio processual pelo sindicato.... 29
  • Slide 30
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA SUM-310... V - Em qualquer ao proposta pelo sindicato como substituto processual, todos os substitudos sero individualizados na petio inicial e, para o incio da execuo, devidamente identificados pelo nmero da Carteira de Trabalho e Previdncia Social ou de qualquer documento de identidade.... 30
  • Slide 31
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA SUM-310... VI - lcito aos substitudos integrar a lide como assistente litisconsorcial, acordar, transigir e renunciar, independentemente de autorizao ou anuncia do substituto.... 31
  • Slide 32
  • CONDIES DA AO : LEGITIMIDADE EXTRAORDINRIA O sindicato substituto processual em direitos individuais homogneos. Se os direitos forem difusos ou coletivos, o sindicato pede em nome prprio direitos transindividuais. -Nesse caso legitimao ordinria. 32
  • Slide 33
  • CONDIES DA AO: POSSIBILIDADE JURDICA DO PEDIDO Possibilidade significa direito no vedado pelo ordenamento ou sistema jurdico. Ausncia de direito significa lacuna. LINDB Lei de Introduo s Normas do Direito Brasileiro (Nova ementa da mesma LICC) Art. 4o Quando a lei for omissa, o juiz decidir o caso de acordo com a analogia, os costumes e os princpios gerais de direito. 33
  • Slide 34
  • TEORIA DA ASSERO (Aferio in statu assertionis) Avaliao das condies da ao mediante exame simples da inicial. A aferio de plano independe da defesa ou da prova. Assim: Tecnicamente incorreto examinar, legitimidade ou a possibilidade jurdica do pedido ou o interesse em agir em sede de preliminar. A existncia de certas condies s pode ser aferida com o mrito. 34
  • Slide 35
  • TEORIA DA ASSERO (Aferio in statu assertionis) Avaliao das condies da ao mediante exame simples da inicial. A aferio de plano independe da defesa ou da prova. Assim: Tecnicamente incorreto examinar, legitimidade ou a possibilidade jurdica do pedido ou o interesse em agir em sede de preliminar. 35
  • Slide 36
  • TEORIA DA ASSERO DESPACHO SANEADOR CPC, Art. 323. Findo o prazo para a resposta do ru, o escrivo far a concluso dos autos. O juiz, no prazo de 10 (dez) dias, determinar, conforme o caso, as providncias preliminares, que constam das sees deste Captulo. PROCESO DO TRABALHO: No prev o despacho saneador. CLT, Art. 841 - Recebida e protocolada a reclamao, o escrivo ou secretrio, dentro de 48 (quarenta e oito) horas, remeter a segunda via da petio, ou do termo, ao reclamado, notificando-o ao mesmo tempo, para comparecer audincia do julgamento, que ser a primeira desimpedida, depois de 5 (cinco) dias. 36
  • Slide 37
  • TEORIA DA ASSERO CASOS CONCRETOS Inicial: Postula declarao de relao de emprego. Defesa: Nega o pedido alegando que o autor autnomo. Inicial: Postula declarao de relao de emprego. Defesa: Nega o pedido alegando que o autor nunca foi seu empregado. Inicial: Postula declarao de relao de emprego. Defesa: Nega alegando que o autor era cooperativado. 37
  • Slide 38
  • TEORIA DA ASSERO CARNCIA DE AO Trata-se de questo tpica do autor. Jamais do ru. Momento tpico: Apresentao da defesa de mrito. Possibilidade: a qualquer momento em razo de ser matria de ordem pblica, inclusive declarada de ofcio. Ex.: Autor postula declarao de relao de emprego. Ru defende-se alegando que autor nunca foi empregado. Instruo: Autor servidor pblico em regime de exclusividade (impossvel juridicamente o pedido). 38
  • Slide 39
  • CURSO DE PS-GRADUAO LATO SENSU EM DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO Jurisdio Processo Ao Pressupostos e Condies de Ao Teoria da assero. Apresentao de Gabriel Lopes Coutinho Filho Disponvel em www.lopescoutinho.com Outono/2012 13/04