Daniel Goleman. Quociente de Inteligência Inteligência Emocional

  • View
    128

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Daniel Goleman. Quociente de Inteligência Inteligência Emocional

  • Slide 1
  • Daniel Goleman
  • Slide 2
  • Quociente de Inteligncia Inteligncia Emocional
  • Slide 3
  • Auto conscincia; Administrao de sentimentos aflitivos; Manuteno do otimismo; Perseverana, apesar das frustraes; Aumento da empatia; Cooperao, envolvimento; e capacidade de motivar a si mesmo.
  • Slide 4
  • IraAmorAlegria Tristeza Paixo Medo
  • Slide 5
  • Racional modo de compreenso de que temos conscincia; Emocional sistema impulsivo e ilgico. Atuam com estreita harmonia com o objetivo de nos orientar no mundo.
  • Slide 6
  • Comparao de um crebro humano com o de um chimpanz. Embora a diferena entre o genoma das duas espcies no chegue a 1%, ela foi o suficiente para produzir um crebro muito maior, com muito mais neurnios e uma capacidade cognitiva infinitamente mais sofisticada. Crescimento do crebro; A parte mais primitiva do crebro; Funes bsicas de outros rgos do corpo.
  • Slide 7
  • Surgimento dos centros emocionais; Neocrtex crebro pensante; O lobo olfativo clulas que absorvem e analisam o cheiro. A mais antiga raiz de nossa vida emocional est no sentido do olfato
  • Slide 8
  • Evoluo do Sistema Lmbico aprendizado e memria; As ligaes entre o bulbo olfativo e o sistema lmbico; O neocrtex do Homo Sapiens = vantagem intelectual O neocrtex do Homo sapiens, maior que o de qualquer outra espcie, acrescentou tudo o que distintamente humano: sede do pensamento; percepo dos sentidos e nos permite ter sentimentos sobre idias, arte, smbolos, imagens.
  • Slide 9
  • As emoes que alimentam a paixo sexual A ligao me-filho Sentimentos sobre nossos sentimentos Repertrio muito mais gil
  • Slide 10
  • A vida uma comdia para os que pensam e uma tragdia para os que sentem Horace Walpole Exploses emocionais so sequestros neurais O assassinato das executivas; Sequestros que no so aflitivos; Plano de urgncia do crebro.
  • Slide 11
  • So grupos de neurnios que, juntos, formam uma massa esferide de substncia cinzenta com cerca de dois centmetros de dimetro. Esta regio do crebro faz parte do sistema lmbico e um importante centro regulador do comportamento sexual e da agressividade. Amgdalas Cegueiras afetivas; A psquisa de LeDoux.
  • Slide 12
  • O domnio do sentimento explosivo sobre a razo; A reao da amgdala; Secreo dos hormnios orgnicos, hormnios noradrenalina e o aumento da reatividade cerebral. Diferentes partes da amgdala recebem diferentes emoes: via ncleo central expresso de medo, msculos sem reao; via clulas que regulam os grandes msculos do esqueleto fazem os cachorros rosnar e comprimem os msculos das cordas vocais nos seres humanos Amgdala como sistema de alarme:
  • Slide 13
  • Slide 14
  • Opinies inconscientes so memrias emocionais que ficam guardadas na amgdala; O hipocampo est mais ligado ao registro e atribuio de sentido do que com reaes emocionais.
  • Slide 15
  • Slide 16
  • Quem vai reconhecer o rosto de uma pessoa o hipocampo, mas a amgdala quem vai dizer que voc no gosta dela; A amgdala recebe sinais hormonais e de acordo com a intensidade, ela grava os momentos na memria;
  • Slide 17
  • A amgdala alertada diante de um fato presente semelhante a um passado, nos induzindo a agir da mesma maneira; Exploses emocionais muitas vezes remontam a um tempo inicial em nossas vidas, quando tudo era desconcertante e no tnhamos palavras para descrever os fatos.
  • Slide 18
  • Poder da amgdala de impedir ao nas emergncias; Rota de emergncia: olho ouvido amgdala crucial; Sinal uniforme apenas advertncia; No precisa saber o que para saber que pode ser perigoso!
  • Slide 19
  • Essencial para peixes, pssaros e rpteis; Consequncias desastrosas para humanos; Emoo precognitiva; A amgdala reage num delrio de raiva ou medo antes do crtex saber o que est acontecendo;
  • Slide 20
  • Amgdala: Ansiedade e impulso Crebro emocional: resposta mais adequada Regio neocortical: resposta analtica
  • Slide 21
  • Amgdalas + neocrtex
  • Slide 22
  • Memria funcional: capacidade de ateno que guarda na mente os fatos essenciais para concluir uma determinada tarefa Ctex pr-frontal: regio responsvel pela memria funcional No consigo pensar direito!
  • Slide 23
  • Slide 24
  • 1. Quais as funes das amgdalas?
  • Slide 25
  • 1. Pode tomar decises aps o neocrtex realizar o reconhecimento, responsvel por funes emocionais e pela estratgia de comportamento; 2. responsvel pelo reconhecimento de um rosto, funciona como uma proteo contra interferncias das partes cerebrais para que seja possvel que todos os pontos do crebro funcionem normalmente; 3. Pode tomar decises quando o neocrtex ainda toma deciso, especialista em funes emocionais, reage instantaneamente e tambm reguladora do comportamento sexual e da agressividade; 4. Est diretamente ligada ao registro e atribuio de sentido do que com reaes emocionais; 5. Ajudam a proteger a faringe contra a invaso de Bactrias. As amgdalas podem sofrer processos de inflamaes e infeces, denominadas amigdalite.
  • Slide 26
  • 2. Qual a funo da memria funcional?
  • Slide 27
  • 1. responsvel pelas funes bsicas de outros rgos do corpo e pela imunidade; 2. responsvel pela formao de respostas analticas e pela distino de gosto; 3. Toma decises e especialista em funes emocionais, reage instantaneamente e tambm reguladora do comportamento sexual e da agressividade; 4. responsvel por guardar na mente os fatos essenciais para concluir uma determinada tarefa ; 5. responsvel pelo crescimento do crebro.
  • Slide 28
  • Dirio da Sade. Disponvel em http://www.diariodasaude. com.br/. Acesso em 15 out 2012.http://www.diariodasaude. com.br/ GOLEMAN, Daniel. Inteligncia Emocional. Ed. Objetiva. So Paulo. VEIGA NETO, Alpio Santos. Inteligncia Emocional. Disponvel em http://www.veiga.net/aulas/emocional.htm. Acesso em 14/10/2012. Acesso em 17 out 2012.http://www.veiga.net/aulas/emocional.htm. Acesso em 14/10/2012