Click here to load reader

DAS PRIORIDADES COMPETITIVAS · PDF file a alinhamento das prioridades competitivas entre compradores e vendedores de mÁquinas e equipamentos competitive priority alignment between

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of DAS PRIORIDADES COMPETITIVAS · PDF file a alinhamento das prioridades competitivas entre...

RAM. Revista de Administrao Mackenzie

ISSN: 1518-6776

[email protected]

Universidade Presbiteriana Mackenzie

Brasil

GIRO MOORI, ROBERTO; NABIL GHOBRIL, ALEXANDRE; CAVALHEIRO MARCONDES,

REYNALDO

ALINHAMENTO DAS PRIORIDADES COMPETITIVAS ENTRE COMPRADORES E VENDEDORES

DE MQUINAS E EQUIPAMENTOS

RAM. Revista de Administrao Mackenzie, vol. 10, nm. 4, julio-agosto, 2009, pp. 156-182

Universidade Presbiteriana Mackenzie

So Paulo, Brasil

Disponvel em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=195416863008

Como citar este artigo

Nmero completo

Mais artigos

Home da revista no Redalyc

Sistema de Informao Cientfica

Rede de Revistas Cientficas da Amrica Latina, Caribe , Espanha e Portugal

Projeto acadmico sem fins lucrativos desenvolvido no mbito da iniciativa Acesso Aberto

http://www.redalyc.org/revista.oa?id=1954http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=195416863008http://www.redalyc.org/comocitar.oa?id=195416863008http://www.redalyc.org/fasciculo.oa?id=1954&numero=16863http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=195416863008http://www.redalyc.org/revista.oa?id=1954http://www.redalyc.org

AAALINHAMENTO DAS PRIORIDADES COMPETITIVAS ENTRE COMPRADORES E VENDEDORES DE MQUINAS E EQUIPAMENTOS

COMPETITIVE PRIORITY ALIGNMENT BETWEEN BUYERS AND SELLERS OF MACHINES AND EQUIPAMENTS

ROBERTO GIRO MOORIDoutor em Engenharia da Produo pela Escola Politcnica da Universidade de So Paulo (USP).

Professor titular do Centro de Cincias Sociais Aplicadas

da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Rua Tamandar, 272, Liberdade So Paulo SP Brasil CEP 01525-000

E-mail: [email protected]

ALEXANDRE NABIL GHOBRILDoutor em Administrao do Programa de Ps-Graduao e Administrao

pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Coordenador do Ncleo de Inovao e Tecnologia do Centro de Cincias Sociais Aplicadas

da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Rua Joo Moura, 1.362, Pinheiros So Paulo SP Brasil CEP 05412-003

E-mail: [email protected]

REYNALDO CAVALHEIRO MARCONDESDoutor em Administrao pela Faculdade de Economia, Administrao

e Contabilidade da Universidade de So Paulo (USP).

Professor titular do Programa de Ps-Graduao em Administrao de Empresas do Centro de Cincias Sociais

Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Rua dos Ingleses, 524, Bela Vista So Paulo SP Brasil CEP 01329-000

E-mail: [email protected]

RAM REVISTA DE ADMINISTRAO MACKENZIE, V. 10, N. 4 SO PAULO, SP JUL./AGO. 2009 ISSN 1678-6971

Submisso: 14 nov. 2007. Aceitao: 28 set. 2008. Sistema de avaliao: s cegas tripla.UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE. Walter Bataglia (Ed.), p. 156-182.

157

RAM REVISTA DE ADMINISTRAO MACKENZIE, V. 10, N. 4 SO PAULO, SP JUL./AGO. 2009 p. 156-182 ISSN 1678-6971

RESUMO

Este trabalho tem por objetivo verificar o alinhamento das prioridades competitivas entre empresas compradoras e usurias de mquinas e equipamentos para a fabri-cao de produtos alimentcios e seus fornecedores industriais. Est fundamen-tado em uma pesquisa exploratria descritiva em que se aplicou um questionrio estruturado junto a gestores das reas relacionadas a compras, vendas e produo das empresas. Foram obtidas 77 respostas de gestores de empresas fabricantes de alimentos e 55 de fabricantes de equipamentos. Os dados, submetidos estatstica descritiva e correlao bivariada no paramtrica, revelaram que: a) no mbito do relacionamento entre compradores e vendedores de mquinas e equipamentos, o fator qualidade foi a prioridade competitiva alinhada entre eles; b) no mbito de empresas usurias de mquinas e equipamentos, houve evidncia de trade-off entre as variveis reduzir estoques e velocidade de entrega rpida. Essas revelaes permitiram concluir que: a) a qualidade um fator de alinhamento externo e inter-no; b) o trade-off usado como um instrumento para o alinhamento das priorida-des competitivas no ambiente interno das empresas compradoras e usurias de mquinas e equipamentos.

PALAVRAS-CHAVE

Trocas compensatrias; Alinhamento de prioridades competitivas; Prioridades competitivas; Bens de capital mecnico; Mquinas e equipamentos.

ABSTRACT

This aim of this study is to verify the competitive priority alignment between buyers and machine & equipment users for food processing and its equipment suppliers. Based on an exploratory and descriptive research, was applied a structured questionnaire having as subject the purchase, sale and production managers. There were altogether 77 answers obtained from food processing managers and

158

RAM REVISTA DE ADMINISTRAO MACKENZIE, V. 10, N. 4 SO PAULO, SP JUL./AGO. 2009 p. 156-182 ISSN 1678-6971

55 from equipment manufacturer managers. The obtained data were analyzed according to descriptive statistic and to non-parametric test of bivariate correlation, which revealed that: a) in the scope of relationship between food processing and equipment manufacturer, the quality factor was the competitive priority aligned between them; b) in the scope of buyers and machine & equipment users, there was evidence the trade-off between the variables stock reduction and quickly delivery. The results allowed concluding that: a) the quality is a factor of alignment to internal and external environment; b) the trade-off is used as an instrumental to achieve the competitive priority alignment in the internal environment of the buyer and machine & equipment users for food processing.

KEYWORDS

Trade-offs; Competitive priority alignment; Competitive priorities; Mechanic capi-tal goods; Machine and equipment.

1 INTRODUO

A insero do pas em um processo de globalizao da economia tem levado as empresas a buscar inovaes nos processos pelos quais elas dirigem suas ope-raes. Nesse cenrio, as relaes entre empresas e seus fornecedores mudaram profundamente. Uma dessas mudanas a expanso da influncia e do controle gerencial para alm das fronteiras da empresa, visando facilitar o planejamento e as operaes conjuntas entre clientes e fornecedores. A crena fundamental de que a integrao de processos produtivos reduzir o risco total, melhorando a eficincia geral. Nesse sentido, o alinhamento das prioridades estabelecidas pelos clientes com a capacidade de fornecimento da cadeia de suprimentos de fundamental importncia.

Considerar as prioridades estabelecidas pelo cliente no significa conside-r-lo como o rei, mas como parte integrante de uma equipe que ajudar na definio de processos produtivos comuns e essenciais para obter a vantagem competitiva. Exemplos disso podem ser vistos na Dell, empresa fabricante de computadores localizada no Rio Grande do Sul e em So Paulo, cujo processo produtivo e distribuio do produto se alinham s necessidades do cliente com o fornecedor, ponto importante para a busca e manuteno de sua vantagem competitiva.

Outro exemplo a Embraer, empresa brasileira fabricante de aeronaves comerciais, que tem nas necessidades do cliente o ponto de partida para projetos

159

RAM REVISTA DE ADMINISTRAO MACKENZIE, V. 10, N. 4 SO PAULO, SP JUL./AGO. 2009 p. 156-182 ISSN 1678-6971

de novos modelos de avio. Segundo a revista Exame (2003), na fabricao dos avies da famlia 170 iniciada em 2002, os compartimentos internos da aero-nave foram reprojetados para que coubesse uma mala de mo. O reprojeto do compartimento interno tinha como objetivos dar maior agilidade ao processo de desembarque dos passageiros, bem como diminuir o volume de bagagens des-pachadas e, assim, no perder minutos preciosos em solo. Isso ocorreu porque, para as companhias areas amortizarem os seus investimentos, o avio, uma vez em terra, aps 15 minutos deve decolar novamente.

Em cenrio semelhante, com o intuito de atender crescente demanda de alimentos industrializados ocorrida nos ltimos anos, os fabricantes de mqui-nas e equipamentos esto substituindo cada vez mais motores convencionais assncronos, eltricos e trifsicos por servomotores, visando alcanar altas veloci-dades de produo desejadas pelos fabricantes de alimentos (FISPAL, 2006).

Esses exemplos mostram a importncia do alinhamento entre comprado-res e fornecedores, em diferentes segmentos econmicos, como uma forma de obter vantagem competitiva em ambientes dinmicos. Para responder rapida-mente a essa dinamicidade econmica, as empresas so compelidas a realizar constantemente os necessrios ajustes estratgicos. O termo ajuste, tambm utilizado como alinhamento ou ressonncia, entendido como um processo contnuo e dinmico em que as capacidades da organizao devem estar em harmonia ou alinhadas com as exigncias do mercado (BROWN et al., 2006).

Assim, com base na premissa de que o alinhamento de prioridades competi-tivas um importante fator contributivo para a vantagem competitiva, a questo bsica considerada para a pesquisa que fundamentou este artigo foi a seguinte: Existe alinhamento das prioridades competitivas entre compradores de mqui-nas e equipamentos alimentcios e seus fornecedores industriais?

O objetivo do trabalho , portanto, identificar as variveis preponderantes para o alinhamento das prioridades competitivas entre compradores de mqui-nas e equipamentos para a fabricao de produtos alimentcios e seus forne-cedores industriais. A identificao dessas variveis pode enriquecer a reflexo sobre a importncia do alinhamento das prioridades competitivas, incluindo em especial a questo de trade-offs presentes no alinhamento.

O artigo est organizado da seguinte forma: na seo 2, feita uma reviso das questes centrais que fundamentam o estudo; na

Search related