Click here to load reader

Decisão autoridade concorrência SERA

  • View
    237

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Decisão de processo da autoridade da concorrência sobre a SERA

Text of Decisão autoridade concorrência SERA

  • DECISO

    PRC 2009/12

    DATA DA DECISO: 21/03/2013

    [VERSO NO CONFIDENCIAL]

    VISADOS:

    SERA GMBH

    SERA PORTUGAL, UNIPESSOAL

  • Pgina 2 de 90

    A Autoridade da Concorrncia (doravante tambm designada por AdC), considerando:

    A. As competncias atribudas pelo artigo 6., nmero n. 1, alnea a) e artigo 7., n. 2,

    alnea a), dos Estatutos da Autoridade da Concorrncia, aprovados pelo Decreto-Lei

    n. 10/2003, de 18 de janeiro;

    B. O disposto na Lei n. 18/2003, de 11 de junho (doravante tambm designada por

    LdC), aplicvel nos termos que resultam da alnea a) do n. 1 do artigo 100. da Lei

    n. 19/2012, de 8 de maio;

    C. Os autos do processo de contraordenao registado sob a referncia PRC n.

    12/2009, em que so Arguidas:

    - Sera GmbH, pessoa coletiva n. 980342996, com sede social em Max-

    Planck-Str,6, 52525, Heinsberg, Alemanha (doravante tambm designada

    como Sera GmbH);

    - SERA Portugal, Unipessoal, Lda., pessoa coletiva n. 508236940, com sede

    social na Ponte da Pedra, n.555 3 esq., 4470 106 Maia, matriculada na

    Conservatria do Registo Comercial da Maia (doravante tambm designada

    como Sera Portugal);

    D. A Nota de Ilicitude deduzida nos autos a 6 de Junho de 2012, e a Resposta das

    Arguidas, Nota de Ilicitude;

    E. Todos os elementos constantes dos autos do processo, incluindo aqueles que s

    Arguidas aprouve comunicar aos autos no presente processo contraordenacional;

    Tem a decidir, ponderando todas as questes e elementos de facto e de direito relevantes

    para a boa deciso do processo, nos termos e para os efeitos do artigo 28., n. 1 da Lei n.

    18/2003, o seguinte:

  • Pgina 3 de 90

    I. DO PROCESSO

    I.1. Origem do processo

    1. O presente processo teve origem numa denncia apresentada na AdC, em 25 de junho

    de 2009, por Antnio Francisco de Lima Carvalho, proprietrio da loja Pet4you.Net

    (doravante tambm designado por denunciante ou retalhista Pet4you), contra a empresa

    Sera Portugal, referente ao fornecimento de produtos para aquariofilia (fls.4 a 7).

    2. Assim, a Autoridade instaurou e fez seguir o presente processo de contraordenao na

    sequncia da deteo de indcios que poderiam consubstanciar uma violao do n. 1 do

    artigo 4. e/ou do artigo 6. da Lei da Concorrncia, na atividade de distribuio de

    produtos para aquariofilia.

    3. Neste contexto, por despacho do Conselho da AdC, datado de 16 de setembro de 2009,

    foi ordenada a abertura de inqurito nos termos do disposto no n. 1 do artigo 24. da Lei

    da Concorrncia e mandado instruir o respetivo processo, que foi registado como PRC

    n. 12/2009, pela existncia de um eventual acordo de fixao dos preos de venda ao

    pblico recomendados (doravante tambm denominados de PVPs recomendados)

    como preos mnimos de venda, em violao do disposto no n. 1 do artigo 4. da Lei da

    Concorrncia e/ou de um eventual abuso de posio dominante em violao do disposto

    no artigo 6. da Lei da Concorrncia.

    4. Por despacho do Conselho da AdC, datado de 27 de maio de 2011, foi decidida a

    extenso objetiva do presente processo de inqurito PRC n. 12/2009, de modo a incluir

    na sua investigao a aplicao dos artigos 101. e 102. do Tratado sobre o

    Funcionamento da Unio Europeia (doravante designado como TFUE).

    I.2. Diligncias de investigao

    5. No exerccio dos poderes de inqurito da AdC, foram dirigidos numerosos pedidos de

    elementos s Arguidas e a outras empresas do setor, designadamente distribuidores e

    retalhistas, no sentido de avaliar se a informao constante da denncia confirmava os

    indcios iniciais, de uma aparente fixao de PVPs recomendados como preos

    mnimos de venda, tendo, de igual forma, sido solicitada informao adicional para

    melhor enquadramento, jurdico e econmico, das empresas e atividades abrangidas

    pela presente investigao.

    6. Neste contexto, foram, em particular, dirigidos diversos pedidos de elementos: (i)

    empresa Sera Portugal; (ii) Sera GmbH; (iii) s empresas importadoras/distribuidoras

  • Pgina 4 de 90

    de produtos de aquariofilia, concorrentes da Sera Portugal; (iv) s empresas retalhistas

    que comercializam produtos de aquariofilia e que so concorrentes da denunciante; e,

    ainda, (v) denunciante.

    7. Por ofcio datado de 28 de outubro de 2009, foi comunicado ao representante legal da

    empresa Sera Portugal que o processo PRC 12/2009 corria termos nesta Autoridade

    contra a referida empresa, tendo a mesma sido notificada, nos termos e para os efeitos

    do disposto na alnea a) do n. 1 do artigo 17. e no artigo 18. da LdC, para enviar

    informao complementar, designadamente (fls.11 e 12):

    i) Relatrios e Contas ou Relatrios de Gesto de 2006, 2007 e 2008 da

    empresa Sera;

    ii) Indicao da estrutura acionista atual da empresa Sera;

    iii) Descrio da(s) atividade(s) da empresa Sera;

    iv) Indicao e caracterizao das marcas de produtos para aquariofilia

    comercializados pela empresa Sera;

    v) Descrio e caracterizao do mercado em que a empresa Sera comercializa

    produtos para aquariofilia;

    vi) Indicao da data em que a empresa Sera iniciou a sua atividade em Portugal

    no que respeita comercializao dos produtos indicados em resposta

    alnea (iv) supra;

    vii) Indicao das quotas detidas no mercado dos produtos indicados na resposta

    alnea (iv) supra, nos anos de 2007, 2008 e 2009;

    viii) Indicao de empresas concorrentes da empresa Sera no mercado descrito e

    caracterizado na alnea (v) supra, bem como das respetivas quotas de

    mercado;

    ix) Listagem dos retalhistas com quem tiveram e tm relaes comerciais, nos

    ltimos cinco anos, inseridos no mercado acima referido;

    x) Descrio das condies contratuais, independentemente da forma que

    assumam, aplicveis aos seus clientes no mercado dos produtos de

    aquariofilia e em vigor nos anos de 2007, 2008 e 2009, bem como cpia de

    todos os documentos (por exemplo, contratos, acordos, circulares, ofcios ou

    e-mails) referentes s referidas condies contratuais.

    8. A resposta da empresa Sera Portugal ao pedido de elementos supra referido, consta de

    fls. 13 a 48.

    9. Por ofcio datado de 20 de janeiro de 2010, solicitou-se documentao adicional Sera

    Portugal nomeadamente (fls.82 a 83):

  • Pgina 5 de 90

    i) Descrio detalhada do sistema de distribuio dos produtos da marca SERA no

    mercado nacional, desde o incio da sua comercializao em Portugal;

    ii) Indicao do volume de vendas anual dos produtos da marca SERA no mercado

    nacional, desde o incio da sua comercializao em Portugal;

    iii) Lista dos retalhistas que comercializam ou comercializavam os produtos

    adquiridos a essa empresa atravs da internet;

    iv) Lista dos retalhistas, com indicao dos respetivos contatos, a quem essa

    empresa cessou ou interrompeu/suspendeu os fornecimentos, desde o incio do

    exerccio da sua atividade.

    10. A resposta da empresa Sera Portugal ao pedido de elementos em causa consta de

    fls.137 a 141 A.

    11. Por ofcio datado de 28 de outubro de 2009, foi comunicado ao denunciante que, na

    sequncia da sua exposio Autoridade, foi aberto um processo de inqurito com a

    referncia PRC 12/2009, contra a empresa Sera Portugal.

    12. No ofcio supra referido foi solicitado, nos termos e para os efeitos do disposto na alnea

    b) do n. 1 do artigo 17. e no artigo 18. da LdC, o envio de cpias dos seguintes

    elementos (fls.9 e 10):

    (i) Descrio da(s) atividade(s) da empresa Pet4you.Net;

    (ii) Indicao e caracterizao das marcas de produtos para aquariofilia

    comercializados pela empresa Pet4you.Net;

    (iii) Indicao da data em que a empresa Pet4you.Net iniciou a sua atividade em

    Portugal no que respeita comercializao dos produtos indicados na alnea

    (ii) supra e, especificamente, da data em que iniciou a revenda de produtos

    para aquariofilia comercializados pela empresa denunciada na exposio

    acima mencionada;

    (iv) Identificao dos demais fornecedores de produtos para aquariofilia

    empresa Pet4you.NET e indicao dos respetivos contactos;

    (v) Identificao do(s) motivo(s) de escolha do(s) fornecedor(es) indicados na

    alnea (iv) supra;

    (vi) Descrio das condies contratuais, independentemente da forma que

    assumam, aplicveis na relao com a empresa denunciada na exposio

    supra mencionada e em vigor desde a data indicada na alnea (iii) supra;

    (vii) Fornecimento de cpia dos contratos celebrados com o(s) fornecedor(es) de

    produtos para aquariofilia, incluindo a empresa denunciada na exposio

    acima referida;

  • Pgina 6 de 90

    (viii) Fornecimento de cpia de todos os documentos (por exemplo,

    correspondncia, circulares, ofcios, condies de fornecimento, e-mails,

    recomendaes, instrues) enviados pela empresa denunciada na

    exposio em referncia empresa Pet4you.Net, relativos comercializao

    de produtos para aquariofilia.

    13. A resposta do denunciante ao pedido de elementos em causa consta de fls.146 a 177.

    14. Por ofcio datado de 23 de maro de 2010, foi solicitado s empresas distribuidoras,

    concorrentes da Sera Portugal, a seguinte informao: (i) Descrio da(s) atividade(s) da

    empresa; (ii) Relatrios e Contas ou Relatrios de Gesto de 2007, 2008 e 2009 da

    empresa; (iii) Descrio e caracterizao da atividade de importao dos produtos para

    aquariofilia da marca SERA, assumida por