DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - ?· DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - DFC A DFC é uma demonstração…

  • Published on
    08-Nov-2018

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • DEMONSTRAO DO FLUXO DE CAIXA - DFC

    A DFC uma demonstrao que tem por finalidade evidenciar as

    transaes ocorridas em determinado perodo e que

    provocaram modificaes nas disponibilidades da empresa (caixa, bancos e aplicaes

    imediatas).

  • Mtodos da DFC

    Mtodo direto Por este mtodo so demonstrados os

    pagamentos e recebimentos que entraram no Caixa. (disponibilidades)

  • Modelo de DFC DIRETODFC da _________em __/12/XX:I - Fluxos das Operaes:(+) Recebimento de Vendas(-) Pagamento de Compras (-) Pagamentos de impostos(-) Pagamento de Despesas Operacionais (=) Caixa Gerado pelas Operaes II - Fluxos dos Investimentos:(-) Aquisio de Investimentos /imobilizado(+) Vendas de Investimentos /imobilizado(=) Caixa Gerado pelos Investimentos III - Fluxos dos Financiamentos:(+) integralizao do capital

    (+) Emprstimos Bancrios (-) Amortizao de Financiamentos (-) Pagamentos de dividendos(=) Caixa Gerado pelos Financiamentos Variao Total das Disponibilidades: (I + II + III)Saldo Inicial das Disponibilidades: Saldo Final das Disponibilidades:

  • ATIVOATIVO PASSIVO E PLPASSIVO E PL

    CirculanteCirculante-- CaixaCaixa-- Duplicatas a receberDuplicatas a receber-- EstoquesEstoques

    PermanentePermanente-- InvestimentosInvestimentos-- ImobilizadoImobilizado-- DiferidoDiferido

    X6X6 X7X7

    CirculanteCirculante-- fornecedoresfornecedores-- EmprEmprstimosstimos

    Patrimnio LPatrimnio LquidoquidoCapitalCapitalLucros acumuladosLucros acumulados

    X6X6 X7X7

    700700300300500500

    1001001.0001.000

    500500

    ------

    --

    --------

    100100500500

    1.5001.50010001000

    ------

    --

    --------

    Total do ativoTotal do ativo 3.1003.100 -- Total do passivo/PLTotal do passivo/PL 3.1003.100 --

    SITUAO INICIAL

  • Fatos em x7

    -Receitas de R$ 2000,00, sendo 70% vista e o restante a prazo- Impostos sobre vendas: R$ 400,00-CMV : R$ 250,00- Depreciao: 10% Imobilizado-- Impostos sobre o lucro: R$ 210,00- Pagamento de outras despesas: R$ 200,00 ( vista )- Pagamento dos fornecedores e do emprstimo de x6 (em dinheiro)- compra de um terreno: R$ 50,00 (em dinheiro)- Reserva legal 5% e dividendos:400

  • DRE E VARIAO DO CAIXA

    CAIXA

    7001400

    20010050050

    SD 1250

    DRE

    VENDAS 2000

    (-) IMPOSTOS (400)

    V. LQUIDAS 1.600

    (-) CMV (250)

    LUCRO BRUTO 1.350

    (-) DESP. OPER. (300)

    LUC. OPERAC. 1.050

    (-) IR/CSLL (210)

    LUCRO LIQUID. 840

  • ATIVOATIVO PASSIVO E PLPASSIVO E PL

    CirculanteCirculante-- CaixaCaixa-- Duplicatas a Rec.Duplicatas a Rec.-- EstoquesEstoques

    PermanentePermanente-- InvestimentosInvestimentos-- ImobilizadoImobilizado

    -- Deprec Acum Deprec Acum -- DiferidoDiferido

    X6X6

    700700300300500500

    1001001.0001.000

    500500

    X7X7

    12501250900900250250

    15015010001000(100) (100)

    500500

    CirculanteCirculantefornecedoresfornecedoresEmprEmprstimosstimos

    Impostos a Rec.Impostos a Rec.Dividendos a PGDividendos a PG

    P. LP. LquidoquidoCapitalCapitalLucros acum.Lucros acum.Reserva legalReserva legal

    X6X6

    100100500500

    1.5001.5001.0001.000

    X7X7

    0000

    610610400400

    1500150014081408

    3232

    Total do ativoTotal do ativo 3.1003.100 39503950 Total do passivo/PLTotal do passivo/PL 3.1003.100 39503950

  • DFC MODELO DIRETO

    DFC em 31/12/07:I - Fluxos das Operaes:(+) Recebimento de Vendas 1.400(-) Pagamento de Compras (100)(-) Pagamento de Despesas Operacionais (200)(=) Caixa Gerado pelas Operaes 1.100II - Fluxos dos Investimentos:(-) Aquisio de novos Investimentos/Imobilizado (50)(=) Caixa Gerado pelos Investimentos (50)III - Fluxos dos Financiamentos:(+) Emprstimos Bancrios 0(-) Amortizao de Financiamentos (500)(=) Caixa Gerado pelos Financiamentos (500)Variao Total das Disponibilidades: 550Saldo Inicial das Disponibilidades: 700Saldo Final das Disponibilidades: 1.250

  • DFC MTODO INDIRETO

    Para evidenciar os fluxos operacionais no mtodo indireto, partimos do lucro lquido do exerccio da DRE, isto , partimos do resultado econmico da companhia. Aps sucessivos ajustes, chegamos ao valor de fluxo gerado pelo caixa, este mtodo tambm conhecido como o mtodo da reconciliao.

  • MODELO DFC INDIRETODFC da _________em __/12/XX:I - Fluxos das Operaes:Resultado do Exerccio(+) Depreciao(-) aumento das duplicatas a receber(+) Diminuio dos estoques(-) diminuio de fornecedores(-) diminuio de contas a pagar e impostos a recolher(=) Caixa Gerado pelas Operaes II - Fluxos dos Investimentos:(-) Aquisio de Investimentos /imobilizado(+) Vendas de Investimentos /imobilizado(=) Caixa Gerado pelos InvestimentosIII - Fluxos dos Financiamentos:(+) integralizao do capital

    (+) Emprstimos Bancrios (-) Amortizao de Financiamentos (-) Pagamentos de dividendos(=) Caixa Gerado pelos FinanciamentosVariao Total das Disponibilidades: (I + II + III)Saldo Inicial das Disponibilidades: Saldo Final das Disponibilidades:

  • MODELO DFC INDIRETODFC da _________em __/12/XX:I - Fluxos das Operaes:Resultado do Exerccio 840(+) Depreciao 100(-) aumento das duplicatas a receber (600)(+) Diminuio dos estoques 250(-) diminuio de fornecedores (100)(+ aumento de contas a pagar e impostos a recolher 610(=) Caixa Gerado pelas Operaes 1.100II - Fluxos dos Investimentos:(-) Aquisio de Investimentos /imobilizado (50)(+) Vendas de Investimentos /imobilizado(=) Caixa Gerado pelos Investimentos (50)III - Fluxos dos Financiamentos:(+) integralizao do capital

    (+) Emprstimos Bancrios (-) Amortizao de Financiamentos (500)(-) Pagamentos de dividendos (=) Caixa Gerado pelos Financiamentos (500)Variao Total das Disponibilidades: (I + II + III) 550Saldo Inicial das Disponibilidades: 700Saldo Final das Disponibilidades: 1.250

  • Entendendo o mtodo Indireto

    O mtodo indireto no apresenta diretamente as variaes nas disponibilidades (da o nome indireto),mas efetua a anlise por meio das variaes corridas nas demais contas do Ativo Circulante e do Passivo Circulante.

  • Resumo das variaes do AC e PC

    Aumento Reduo

    Contas do AC Reduo do Caixa (desembolso) Aumento do Caixa (recebimento)

    Contas do PC Aumento do Caixa (no pagamento) Reduo do Caixa (pagamento)

  • CONCLUSO

    A diferena entre o modelo indireto e o modelo direto da DFC est apenas na evidenciao dos fluxos gerados pelas operaes. No h diferena no que diz respeito aos fluxos gerados pelos financiamentos e pelos investimentos

Recommended

View more >