Des sustentavel

  • View
    228

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Política Ambiental vs Desenvolvimento Sustentável ( Manual Prático)

Text of Des sustentavel

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL 01

    NDICE

    PrEfCIO

    Poltica Ambiental vs. Desenvolvimento Sustentvel

    Francisco Maria Balsemo - Presidente da ANJE

    01. INTrODUO

    02. INTrODUO ESTrATgIA DE gESTO

    2.1 A origem da ecoeficincia

    2.1.1 Conceito

    2.1.2 Histria

    2.2 Ser ecoeficiente

    2.2.1 Vantagens

    2.2.2 Oportunidades

    2.3 Ecoeficincia nas empresas

    2.3.1 Como ser ecoeficiente

    2.4 Ecoefincia: Aplicao de algumas

    ferramentas associadas a processos e produtos

    2.4.1 Produo Mais Limpa

    2.4.2 Anlise do Ciclo de Vida

    2.4.3 Rtulo Ecolgico

    2.5 A ecoeficincia e os indicadores para a

    sustentabilidade

    03. A EfICINCIA ENErgTICA

    3.1 A utilizao eficiente de energia no

    sector dos servios e sector industrial

    3.2 Vantagens e impactes na utilizao

    racional de energia

    3.3 Edifcios sustentveis

    3.4 Auditorias energticas

    3.5 O aumento das energias renovveis

    3.6 Plano de Aco para a Eficincia Energtica

    04. SISTEMAS DE gESTO AMBIENTAL

    4.1 Conceito

    4.2 Vantagens e custos

    4.3 Passos para a sua implementao

    4.4 Certificao - ISO 14001:2004

    Sistema de Gesto Ambiental EMAS

    Pgina 03

    Pgina 05

    Pgina 09

    Pgina 45

    Pgina 65

    05. rESPONSABILIDADE SOCIAL

    5.1 Conceito

    5.2 Vantagens

    5.3 Dimenses e Domnios da

    Responsabilidade Social Empresarial

    5.4 Ferramentas da Responsabilidade

    Social Empresarial ao servio das empresas

    5.5 Indicadores da Responsabilidade

    Social Empresarial

    5.6 Responsabilidade Social Empresarial - Uma

    oportunidade competitiva para as empresas

    5.7 Certificao SA 8000 NP 4469-1:2008 - Sistema

    de Gesto da Responsabilidade Social

    5.8 A cadeia de valor e a Responsabilidade Social

    5.9 A Responsabilidade Social Empresarial e o Desen-

    volvimento Sustentvel: questes e instrumentos

    06. SUSTENTABILIDADE

    6.1 Poltica de Sustentabilidade em Portugal

    6.2 Comunicar o Desenvolvimento Sustentvel

    6.3 Relatrios de Sustentabilidade

    07. ESTUDOS DE CASO

    Savinor, Responsabilidade Social e Ambiental

    Zmar, Eco Camping Resort & Spa

    08. ArTIgO DE OPINIO

    As Empresas como motor do desenvolvimento

    sustentvel

    Lus Rochartre - Secretrio-geral do BCSD Portugal

    09. CONCEITOS, ABrEVIATUrAS E rEfErNCIAS

    Pgina 89

    Pgina 73

    Pgina 95

    Pgina 103

    Pgina 107

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL02

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL 03

    PrEfCIO

    De resto, hoje em dia os stakeholders esto muito mais

    exigentes nestas questes, o que acentua a importncia da

    responsabilidade social como factor de competitividade e

    rentabilidade. Para l dos imperativos de cidadania, as em-

    presas tm de se empenhar realmente em preservar o ambi-

    ente, corrigir os desequilbrios nos ecossistemas, promover a

    biodiversidade e, deste modo, criar valor para a comunidade

    e promover um desenvolvimento sustentvel. Para tanto

    exige-se algo mais do que boa vontade e aces desgar-

    radas. So necessrias verdadeiras estratgias de inovao

    ambiental, de forma a encontrar solues mais engenhosas,

    eficientes e mobilizadoras para os problemas decorrentes da

    actividade das empresas sobre os ecossistemas.

    francisco Maria Balsemo

    Presidente da ANJE Associao Nacional de Jovens Empresrios

    POLTICA AMBIENTAL VS DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL

    Ao longo das ltimas dcadas, as presses sobre o ambi-

    ente acentuaram-se consideravelmente e os seus efeitos

    tornaram-se evidentes, sobretudo ao nvel das alteraes

    climticas. Esta realidade fez erguer um apelo mundial pelo

    desenvolvimento sustentvel, o qual resulta da harmoniza-

    o de trs vectores fundamentais: a qualidade ambiental, a

    coeso social e o crescimento econmico. Trata-se, portanto,

    de uma estratgia que implica um novo paradigma de

    desenvolvimento e, consequentemente, a assuno de novos

    valores pelo Estados, cidados, instituies e empresas.

    As empresas afiguram-se indispensveis a esta mudana de

    mentalidades, tendo em conta o seu peso socioeconmico

    nas sociedades modernas. No caso particular do ambiente,

    so conhecidos os impactes que a actividade empresarial

    tem sobre os ecossistemas naturais. Logo, a adopo

    de polticas ambientais pelas empresas concorre para a

    preservao dos ecossistemas e consequente fomento do

    desenvolvimento sustentvel. Alm disso, enquadra-se nas

    responsabilidades sociais do tecido empresarial e constitui,

    igualmente, um factor de promoo de valores e princpios

    de sustentabilidade junto da sociedade.

    Importa acrescentar, a propsito, que o desrespeito pelos

    ecossistemas naturais hoje uma via inexorvel para o in-

    sucesso empresarial, dada a crescente conscincia ecolgica

    dos consumidores. Isto significa que a competitividade das

    empresas passa, em boa medida, pelo cumprimento de

    normas de salvaguarda da qualidade ambiental. Quando

    uma empresa se preocupa genuinamente com o ambiente, a

    comunidade reconhece essa preocupao e retribui o inves-

    timento. Logo, a responsabilidade social em matria ambien-

    tal das empresas funciona com um factor competitivo.

    Acresce que a adopo de estratgias de sustentabilidade

    em matria ambiental permite s empresas reduzirem os

    custos de produo, incentiva a introduo de mais inova-

    o nos processos de fabrico, facilita a fidelizao de con-

    sumidores e melhora a gesto global de risco. As empresas

    tm, pois, toda a vantagem em seguirem normas rigorosas

    ao nvel do ambiente, sendo certo que o desenvolvimento

    sustentvel hoje essencial para o bom desempenho

    econmico, social e ambiental. E os beneficirios desse bom

    desempenho no so apenas os accionistas, mas os cidados

    em geral e as geraes futuras em particular.

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL4

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL 5

    01. INTrODUO

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL06

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL 07

    01. INTrODUO So vrias as opes e iniciativas apresentadas neste documento para aqueles que pretendem implementar um novo modelo de desenvolvimento baseado nos princpios da Sustentabilidade.

    So cada vez mais as empresas que desenvolvem as suas activi-

    dades seguindo estes princpios, com a adopo de uma postura

    socialmente responsvel.

    Actualmente, perante uma sociedade to exigente, uma orga-

    nizao ou empresa que pretenda crescer no mercado deve

    adoptar uma estratgia que contemple o que na expresso

    anglo-saxnica se designa de Triple Botton Line, que gere valor

    nas dimenses econmica, ambiental e social.

    A ecoeficincia significa, em termos simples, a criao de mais

    produtos e servios, com uma reduo, tanto na utilizao de

    recursos, como na produo de desperdcios e poluio. O con-

    ceito de ecoeficincia foi introduzido em 1992 pelo World Busi-

    ness Council for Sustainable Development (WBCSD) e tem vindo a

    ser adoptado em grande escala. Muitas actividades econmicas,

    em vrios continentes, tm introduzido diversas formas de

    reduzir o impacte no ambiente, em sinergia com o crescimento

    e desenvolvimento econmico.

    A gesto dos recursos de energia hoje um dos principais

    desafios que a sociedade moderna enfrenta a nvel mundial. O

    desafio que se coloca aos governos, instituies e empresas no

    se pode limitar apenas identificao de uma necessidade de

    alterao do rumo no paradigma energtico. Tem necessaria-

    mente de passar pela definio do modo como essa mudana

    pode e deve ser realizada, garantindo assim o progresso social, o

    equilbrio ambiental e o sucesso econmico.

    A gesto ambiental no um conceito novo nem mesmo uma

    necessidade nova. Os Sistemas de Gesto Ambiental foram

    projectados para permitirem a uma empresa ou organizao in-

    tegrar uma abordagem planeada, coordenada e organizada para

    a gesto dos efeitos das suas actividades, produtos e servios

    sobre o meio ambiente.

    O conceito da Responsabilidade Social Empresarial deve estar

    presente em todas as actividades desenvolvidas pela organizao

    e empresas. A sociedade est cada vez mais exigente e as empre-

    sas devem corresponder activa e eficazmente s suas solicitaes.

    No obstante todas as questes que se colocam dentro do

    grande conceito de Sustentabilidade, existe um consenso de que

    preciso agir j, de forma rpida e com aces mais concretas.

    Este manual pretende dar resposta a algumas questes lanadas

    volta de conceitos: como implementar, que passos seguir e

    quais as melhores formas de ser uma empresa ou organizao

    sustentvel.

    Com o objectivo de se tornar numa ferramenta prtica para

    a implementao de processos inovadores, inclumos breves

    relatos, depoimentos sobre a experincia de algumas das nossas

    empresas mais conceituadas nesta rea.

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL8

  • Anje 2011 POLTICA AMBIENTAL VS. DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL 9

    DESENVOLVIMENTO SUSTENTVEL, rESPONSABILIDADE SOCIAL EMPrESArIAL,

    INOVAO E ECOEfICINCIA SO hOjE MAIS UM IMPErATIVO PrTICO qUE UM

    MErO CONCEITO qUANDO INCOrPOrADOS NAS ESTrATgIAS DE gESTO DA