direito constitucional sua peticao secao .Tanto os direitos coletivos como os direitos difusos e

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of direito constitucional sua peticao secao .Tanto os direitos coletivos como os direitos difusos e

SEO 4

SUA PETIO

Direito Constitucional

Sua causa!

Seo 4

Direito Constitucional

Ol, aluno! Bem-vindo a mais uma Seo do nosso NPJ!

Ainda estamos no mesmo contexto da Defensoria Pblica, onde estagia o nosso personagem Jos Afonso. Aps resolvida a situao de Magnlia, assistida que acompanhas nas sees passadas, Jos realizou um novo atendimento, o qual vamos conhecer agora.

Justino, um jovem senhor de 54 anos, nascido e criado em Caic, no Cear, de onde jamais sara. Seus antepassados todos se criaram na cidade, o que faz com que Justino tenha um apego afetivo ainda maior pela cidade. conhecido por quase todos os moradores do municpio, est sempre ativo nas causas da cidade e luta para manter a cidade limpa, bem cuidada e segura. Porm, muitas vezes ele luta sozinho, sem conseguir o apoio dos governantes locais.

Sr. Justino, em 01.12.2000, movido pelo amor que sente pela cidade, fundou a Associao dos moradores unidos de Caic, uma entidade com personalidade jurdica de direito privado, sem fi ns lucrativos, a qual possui como objetivo a preservao do patrimnio histrico, cultural e do meio ambiente do municpio de Caic. Diversos moradores imbudos do mesmo intuito se juntaram ao Sr. Justino e passaram a compor a Associao, que atualmente conta com mais de 200 associados.

2

NPJ - NCLEO DE PRTICA JURDICA COM SUPORTE EM AVA

DIREITO CONSTITUCIONAL - SUA PETIO - SEO 4

Caic uma cidade pequena e muito pouco desenvolvida do ponto de vista urbanstico, porm, possui algumas runas da poca da colonizao portuguesa, as quais fazem parte do patrimnio histrico e cultural da cidade. A runa mais famosa Colosseu administrada por uma empresa privada, a GUARARAPES ADM LTDA. e virou um ponto turstico de intensa visitao no municpio. Ocorre que nos ltimos meses, mas precisamente desde de setembro de 2017, a empresa tem deixado de lado a manuteno do local, o qual est gravemente deteriorado precisando de srios reparos, os quais a empresa promete que vai realizar, porm no faz.

Sr.Justino, ciente e muito preocupado com o futuro convocou os diretores da Associao para buscar uma soluo para o problema. Como uma associao sem fins lucrativos sem muitos recursos financeiros, sempre que precisam de auxlio jurdico recorrem a Defensoria Pblica do Estado para buscar orientao, e dessa vez no foi diferente, o grupo de moradores foi at a Defensoria noticiar a situao e verificar o que pode ser feito do ponto de vista jurdico. Os moradores foram atendidos por Jos Antonio, que prontamente preparou um Ofcio Prefeitura Municipal de Caic, com quem a empresa GUARARAPES possui o contrato de convnio, solicitando informaes e providncias.

A Prefeitura, no dia 10/01/2018 informou que j havia diligenciado junto empresa as providncias cabveis, mas que tambm ainda no tinha obtido retorno. O Prefeito informou tambm quem em reunio com o responsvel da empresa convocada para tratar do assunto, foi dado prazo a resoluo do problema, porm que o mesmo no havia sido cumprido. O contrato firmado entre a Prefeitura local e a empresa continua vigente mesmo com o descumprimento da contratao, sem que sejam tomadas as devidas providncias para a revitalizao do local, seja pela Prefeitura seja pela empresa privada responsvel pela administrao do local.

33

Direito Constitucional - Sua Petio - Seo 4NPJ

Fundamentando!

Agora, aluno, imagine voc na condio de advogado, qual a ao cabvel para resolver a situao? Como a Associao dos Moradores Unidos de Caic pode pleitear juridicamente a preservao do patrimnio histrico e cultural da cidade? Este o problema que voc tem que resolver nesta seo!

Mos obra, advogado. Agora com voc! Elabore a pea

processual da ao coletiva que pode ser ajuizada em

nome da Associao, constituda h mais de 1 ano, para

resguardar direito difuso da populao do municpio de

Caic. Lembre-se de identifi car corretamente o polo ativo

e o polo passivo da ao, bem como da fundamentao

legal correta

DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS

O que so?

So direitos que possuem titularidade indeterminada,

tambm por isso chamados de direitos transindividuais ou

metaindividuais. Grandes exemplos desses direitos so os

direitos fundamentais de 30 dimenso, como: direito ao meio

ambiente protegido e equilibrado, direito proteo do

patrimnio cultural, dentre outros.

44

Direito Constitucional - Sua Petio - Seo 4NPJ

A Constituio os menciona no art. 129, III, porm no os

conceitua, vejamos:

Art. 129. So funes institucionais do Ministrio Pblico:

III - promover o inqurito civil e a ao civil pblica, para a

proteo do patrimnio pblico e social, do meio ambiente e

de outros interesses difusos e coletivos.

Tambm possuem previso infraconstitucional no Cdigo de

Defesa do Consumidor, onde j se encontra um conceito, nos

seguintes termos (grifo nosso):

Art. 81. A defesa dos interesses e direitos dos consumidores e

das vtimas poder ser exercida em juzo individualmente, ou a

ttulo coletivo.

Pargrafo nico. A defesa coletiva ser exercida quando se

tratar de:

I - interesses ou direitos difusos, assim entendidos, para efeitos

deste cdigo, os transindividuais, de natureza indivisvel, de

que sejam titulares pessoas indeterminadas e ligadas por

circunstncias de fato;

II - interesses ou direitos coletivos, assim entendidos, para

efeitos deste cdigo, os transindividuais, de natureza indivisvel

de que seja titular grupo, categoria ou classe de pessoas ligadas

entre si ou com a parte contrria por uma relao jurdica base;

III - interesses ou direitos individuais homogneos, assim

entendidos os decorrentes de origem comum.

Disso, pode-se extrair o seguinte:

55

Direito Constitucional - Sua Petio - Seo 4NPJ

DIREITOS OU

INTERESSES

DIFUSOS

DIREITOS OU

INTERESSES

COLETIVOS

DIREITOS

INDIVIDUAIS

HOMOGNEOS

Transindividuais Transindividuais transindividuais

Natureza Indivisvel Natureza Indivisvel Divisveis

Titularidade: pessoas indeterminadas

Titularidade: grupo de pessoas, categoria ou classe determinada

Pessoas determinadas

Pessoas ligadas por circunstncias de fato

Pessoas ligadas por uma relao jurdica base

Origem em comum

Tabela da Classificao dos Direitos Coletivos

Fonte: elaborado pela autora

Tanto os direitos coletivos como os direitos difusos e os

individuais homogneos so transindividuais, o que significa

dizer que no pertencem um indivduo especfico. Os difusos

e coletivos so de natureza indivisvel, ou seja, no possvel

determinar o quantum devido a cada detentor do direito. Nos

casos em que as aes judicias que os pleiteiam gerarem algum

tipo de restituio pecuniria, como indenizao, este valor,

por ser indivisvel, no ser divido entre as pessoas, mas sim

direcionado a um fundo destinada a reconstituio do bem

lesado. J os direitos individuais homogneos so divisveis,

sendo possvel identificar o que devido a cada pessoa, logo,

logo, no caso de uma ao judicial cada qual receber o seu

quantum no momento da execuo.

H, portanto diferena entre eles, apesar das similaridades.

Tais diferenas devero ser verificadas de acordo com o caso

concreto, pois um mesmo fato pode afetar tanto direitos difusos,

como direitos coletivos. Por exemplo, imagine que h um grave

dano ambiental prximo a um local de intensa produo agrcola,

e que este dano afete os produtores da associao agrcola do

66

Direito Constitucional - Sua Petio - Seo 4NPJ

local e ao mesmo tempo cause a poluio de um rio. Quando

se falar no direito dos produtores se estar tratando de direito

coletivo (grupo pessoas ligadas por uma relao jurdica base,

compe uma associao). Entretanto, tal fato tambm afeta

direito difuso de pessoas indeterminadas, vez que se trata de

dano ambiental e atinge o direito fundamental ao meio ambiente

de todos os indivduos, tirem ele algum proveito direto do local

ou no.

Os direitos individuais homogneos, por sua vez, podem ser

pleiteados tanto individualmente como coletivamente, sendo

esta ltima uma opo poltica ou estratgica e no necessria.

O processo coletivo facilita, mas no impede que a pessoa

acesse a justia de forma individual.

Entendido o que so esses direitos, passemos ento a conhecer

os meios processuais disponveis para a sua proteo judicial.

DA PROTEO JUDICIAL DOS DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS

A proteo judicial dos direitos difusos, coletivos e individuais

homogneos se d por meio das chamadas aes coletivas.

AO POPULAR: um importante meio de exerccio da

democracia direta no Brasil. uma ao que pode ser proposta

por qualquer cidado para proteo de direitos difusos, que

visem o benefcio da coletividade e no interesse individual.

Previso Constitucional: Art. 50, LXXIII qualquer cidado

parte legtima para propor ao popular que vise a

anular ato lesivo ao patrimnio pblico ou de entidade

de que o Estado participe, moralidade administrativa,

77

Direito Constitucional - Sua Petio - Seo 4NPJ

ao meio ambiente e ao patrimnio histrico e cultural,

ficando o autor, salvo comprovada m-f, isento de

custas judiciais e do nus da sucumbncia (B