Dirigente Lojista 443

  • View
    231

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Setembro de 2011

Text of Dirigente Lojista 443

  • dirigente Lojista l setembro 2011 l 1

    LOJISTAD I R I G E N T E

    MAIS DE 5 MIL VAREJISTAS DE TODO O PAS DEMONSTRARAM A FORA E A UNIO DO MOVIMENTO,

    FAZENDO DA 52 CONVENO NACIONAL DO COMRCIO LOJISTA UM SUCESSO ABSOLUTO

    ASSOCIATIVISMO FORTALEZA DO

    ANO 36 N 443 SETEMBRO 2011 R$ 9,90

  • 2 l dirigente Lojista l setembro 2011

  • dirigente Lojista l setembro 2011 l 3

    NESTA EDIO

    A participao macia de vare-jistas na 52 Conveno Na-cional do Comrcio Lojista mais uma prova da veracidade do tema do evento: Associativismo Nossa Fortaleza. Mais de 5 mil conven-cionais de todo o Pas lotaram os auditrios das palestras e eventos paralelos, mostrando a unio do Movimento Lojista brasileiro.

    Um bom sinal. As caractersticas do comrcio lojista brasileiro mais de 90% formado por micro e pe-quenas empresas no Brasil exigem a fora que apenas o associativis-mo pode proporcionar. Sem medo de exagero, pode-se dizer que questo de sobrevivncia, como o prprio presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, disse no discurso de abertura da Conveno.

    Juntos, os varejistas ganham for-a para apresentar reivindicaes a todas as esferas de governo. E mais, ganham poder de barganha no mercado. Um exemplo apresen-tado na Conveno a Uni Rede, consrcio do Cear que tem obtido preos competitivos ao fazer com-pras conjuntas, em maior quantida-de. Unidos, mais barato capacitar os funcionrios, desenvolver aes sociais, investir em tecnologias, etc. Enfi m, a velha mxima continua atual: a unio faz a fora.

    Alexsandro VaninEditor

    DIRETORIA CNDL

    PRESIDENTE Roque Pellizzaro Junior1 VICE-PRESIDENTE Vitor Augusto KochVICE-PRESIDENTE Ado Henrique VICE-PRESIDENTE Francisco Honrio Pinheiro Alves VICE-PRESIDENTE Geraldo Csar de ArajoVICE-PRESIDENTE Jos Csar da CostaVICE-PRESIDENTE Melchior Luiz Duarte de AbreuDIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Silvio Antnio de Vasconcelos SouzaDIRETOR DO DASPC Roberto Alfeu Pena GomesDIRETOR CDL Jovem Samuel Torres de VasconcelosDIRETORES Ralph Barana Assayag, Maurcio Stainoff, Sergio Alexandre Medeiros, Jair Francisco Gomes, Mar-celo Caetano Rosado Maia Batista, Mustaf Morhy Jnior, Paulo Gasparoto, Ilson Xavier Bozi, Maria do Socorro Teixeira Noronha, Antnio Xar, Fernando Luis Palaoro, Francisco Regis Cavalcanti Dias

    DIRETORIAS ESPECIAISAdilson SchuenkeEmanuel Silva PereiraCelso Vilela GuimaresGeovanne TellesValdir Luiz Della GiustinnaMarcelo SalesAntoine Youssef TawilJos Manoel RamosEgnaldo Pedro da Silva

    CONSELHO SUPERIORRomo Tavares da Rocha, Aliomar Luciano dos Santos,

    Geruza Lcia de Nazareth, Francisco Freitas Cordeiro, lvaro Cordoval de Carvalho

    CONSELHO FISCAL Alberto Fontoura Nogueira da Cruz, Eduardo Melo Cato e Marcelino Campos (membros efetivos); Jayme Tas-sinari, Milton Arajo e Divino Jos Dias (suplentes)

    SUPERINTENDENTE Andr Luiz PellizzaroGERENTE Kleber Srgio Carvalho SilvaSUPERVISO Luiz Santana

    CONSELHO DELIBERATIVO DO SPC BRASILPRESIDENTE Itamar Jos da Silva VICE-PRESIDENTE Jos Csar da Costa

    CONSELHO DE ADMINISTRAO DO SPC BRASILPRESIDENTE Roberto Alfeu VICE-PRESIDENTE Melchior L. D. de Abreu Filho DIRETOR FINANCEIRO Silvio Antnio de Vasconcelos Souza VICE-DIRETOR FINANCEIRO Marcelo Salles BarbosaDIRETOR DE COMUNICAO Dr. Francisco de FreitasSUPERINTENDENTE Nival Martins Jnior

    CONSELHO FISCAL DO SPC BRASILLuiz Antnio Kuyava, Maria do Socorro Teixeira Noronha, Antoine Yossef Tawil

    A revista Dirigente Lojista produzida pela Editora Empreendedor

    DIRETOR-EDITOR Acari Amorimacari@empreendedor.com.brDIRETOR DE COMERCIALIZAO E MARKETING Geraldo Nilson de Azevedogeraldo@empreendedor.com.brREDAO dirigentelojista@empreendedor.com.brEDIO-EXECUTIVA Alexsandro VaninREPORTAGEM Camila Sthelin, Clia Schmitz, Michelle Arajo e Raquel RezendeEDIO DE ARTE Gustavo Cabral VazPROJETO GRFICO Wilson WilliamsREVISO Lu Coelho EDITORA DO PORTAL DA CNDL Ana Paula MeurerEDITORA DO PORTAL EMPREENDEDOR Carla Kempinski

    SEDESSo PauloDIRETOR COMERCIAL Fernando SantAnna Borbafernandoborba@empreendedor.com.brEXECUTIVOS DE CONTAS Gerson Cndido dos Santos e Osmar Escada JuniorRua Sabar, 566 9 andar conjunto 92 Higienpolis01239-010 So Paulo SPFone: (11) 3214-1020empreendedorsp@empreendedor.com.br

    FlorianpolisEXECUTIVA DE ATENDIMENTO Joana Amorimanuncios@empreendedor.com.brRua Padre Loureno Rodrigues de Andrade, 496Santo Antnio de Lisboa 88053-400 Florianpolis SCFone: (48) 3371-8666CENTRAL DE COMUNICAORua Anita Garibaldi, n 79, sala 601 - CentroFone: (48) 3216-0600E-mail: comercial@centralcomunicacao.com.br

    ESCRITRIOS REGIONAISRio de JaneiroRua So Jos, 40 4 andar Centro20010-020 Rio de Janeiro RJFones: (21) 2611-7996 / 9607-7910milla@triunvirato.com.brBrasliaUlysses C. B. CavaCondomnio Ville de Montagne, Q. 01 Casa 81 - Lago Sul - 71680-357 - Braslia - DFFones: (61) 9975-6660 / 3367-0180ulyssescava@gmail.comRio Grande do SulNen Zimmermann / Renato ZimmermannRua Quintino Bocaiva, 554 conjunto 501 Floresta 90440-051 Porto Alegre RSFone: (51) 3327-3700nene@starteronline.com.br.com.brrenato@starteronline.com.br.com.brParanMerconeti Representao de Veculos de Comunicao Ltda / Ricardo TakigutiRua Dep. Atlio Almeida Barbosa, 76 conjunto 3Boa Vista 82560-460 Curitiba PRFone: (41) 3079-4666 ricardo@merconeti.com.brPernambucoHM Consultoria em Varejo Ltda / Hamilton MarcondesRua Ribeiro de Brito, 1111 conjunto 605 Boa Viagem 51021-310 Recife PE Fone: (81) 3327-3384hmconsultoria@hmconsultoria.com.brMinas GeraisSBF Representaes / Srgio Bernardes FariaAv. Getlio Vargas, 1300 17 andar conjunto 170430112-021 Belo Horizonte MG Fones: (31) 2125-2900 / 2125-2927sbfaria@sbfpublicidade.com.br

    PRODUO GRFICA Teixeira Grfi ca e Editora

    www.empreendedor.com.br

    ASSINE A DIRIGENTE LOJISTA(61) 3213 2000 | assinatura.dirigentelojista@cndl.org.br | www.cndl.org.br

    SERVIO AO ASSINANTEassinante.dirigentelojista@cndl.org.br

  • 4 l dirigente Lojista l setembro 2011

    A O S L O J I S T A S

    As vitrias do Movimento Lojista brasileiro sempre foram frutos de uma intensa mobilizao e da

    forte unio que caracteriza o associa-

    tivismo. Graas sintonia de prop-

    sitos e resposta imediata ao cha-

    mamento participao nas grandes

    questes que afetam o varejo, com

    refl exos em toda a sociedade, foi

    possvel conquistar muitos avanos

    em nossas reivindicaes. Atualmen-

    te temos duas grandes questes que

    atingem no somente os empres-

    rios, mas todos os cidados. Uma

    a pretendida recriao da CPMF que

    a sociedade j havia sepultado. Ou-

    tra a urgncia na aprovao das

    mudanas no Simples Nacional. No

    podemos fi car calados e muito me-

    nos imobilizados neste momento.

    Assim, como medida prtica, em

    atendimento s solicitaes que re-

    cebemos de diversos setores repre-

    sentativos e da prpria populao,

    a CNDL (Confederao Nacional de

    Dirigentes Lojistas) est disponibili-

    zando dois abaixo-assinados como

    forma de posicionamento claro a es-

    tes dois temas que tm impacto na

    vida econmica do Pas. Os abaixo-

    assinados podem ser acessados no

    site da CNDL www.cndl.org.br.

    O Brasil precisa de uma Refor-

    ma Tributria com Justia Fiscal

    para melhorar a qualidade e a dis-

    tribuio da carga tributria entre os

    contribuintes sem a criao de novos

    tributos. Precisamos combater a in-

    formalidade e a sonegao com mais

    competitividade e gerao de novos

    empregos e renda para a populao.

    Nossa atual carga tributria, inclusive

    sobre a folha de pagamento, inibe o

    crescimento econmico. A recriao

    da CPMF representar maior carga

    tributria, onerando a sociedade e

    o consumo, com aumento do Custo

    Brasil afetando o capital de giro das

    empresas, em especial das MPEs, in-

    vestimentos e gerao de emprego.

    Por tudo isso que o Movimento Lo-

    jista posiciona-se a favor da reforma

    tributria com Justia Fiscal sem

    a possibilidade do aumento da car-

    ga tributria, hoje excessiva, ainda,

    sendo contrrio recriao da Con-

    tribuio Provisria sobre Movimen-

    tao Financeira (CPMF) na forma

    de Contribuio Social para a Sade

    (CSS). Reportagem publicada em

    setembro na Folha de S.Paulo reve-

    lou que os trs expedientes usados

    pelo governo para compensar par-

    cialmente a extino da CPMF aca-

    baram por permitir que a receita da

    MUDANAS EM FAVOR DO VAREJO E DA SOCIEDADE

    ASSINE EMBAIXOO Brasil

    precisa de uma Reforma

    Tributria com Justia Fiscal para melhorar

    a qualidade e a distribuio da carga tributria sem a criao de novos tributos

    ROQUE PELLIZZARO JUNIORPresidente da Confederao Nacionalde Dirigentes Lojistas (CNDL)

  • dirigente Lojista l setembro 2011 l 5

    O Simples responsvel pelo fortalecimento e manuteno das MPEs, expanso

    do emprego, massa salarial, fortalecimento da economia e ampliao da arrecadao

    Unio, hoje, supere a de 2007, ltimo

    ano da cobrana sobre movimenta-

    o fi nanceira. De l para c, relata

    a matria da Folha, foram elevadas

    as alquotas do IOF (Imposto sobre

    Operaes Financeiras) e da CSLL

    (Contribuio Social sobre o Lucro L-

    quido), alm das parcelas dos lucros

    das empresas estatais repassadas ao

    Tesouro Nacional. Ou seja, no existe

    nem argumento para a recriao da

    famigerada contribuio.

    J o Simples Nacional respons-

    vel pelo fortalecimento e manuten-

    o das MPEs, expanso do emprego,

    massa salarial, fortalecimento da eco-

    nomia interna para enfrentamento

    das crises internacionais e ampliao

    da arrecada