Dirio Oficial 13-12-2014

  • View
    220

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Dirio Oficial 13-12-2014

  • 7/26/2019 Dirio Oficial 13-12-2014

    1/12

    Dirio OficialEstado de Pernambuco

    Ministrio Pblico EstadualAno XCI N

    O 226 Recife, sbado, 13 de dezembro de 20

    Evento traz como tema principal a cultura de paz com foco em aes de transformao socia

    CComeou na sexta-

    feira (12) a Semana

    do Ministrio Pbli-

    co de 2014, que ocorre at odia 17 de dezembro com

    programao voltada para a

    cultura de paz. O tema foca

    na ao transformadora dos

    indivduos em prol de uma

    coletividade que respeite os

    direitos individuais, que as-

    segure e sustente a liberdade

    de opinio e que se empenhe

    em prevenir conflitos, resol-

    vendo-os em suas fontes,

    que englobam ameaas no

    militares para a paz e para a

    segurana, como a excluso,

    a pobreza extrema e a de-

    gradao ambiental.

    A programao teve incio

    com a confraternizao da

    Associao dos Membros do

    Ministrio Pblico de Per-nambuco (AMPPE), na Di

    Branco Recepes. No sba-

    do de manh acontece a IV

    Corrida da Famlia MPPE,

    com largada da rua da

    Aurora, 1259, Santo Amaro

    (em frente ao Banco Cen-

    tral). Sero realizadas provas

    de corrida, com percursos de

    quatro e oito quilmetros, e

    caminhada, de apenas quatro

    quilmetros.

    Na segunda-feira (15), a

    palestra de abertura traz o

    tema O Ministrio Pblicocomo Agente de Transfor-

    mao Social, ministradapelo diretor da Escola Su-

    perior do Ministrio Pblico

    do Estado de So Paulo, pro-

    motor Marcelo Pedroso

    Goulart. Em seguida, dando

    vez tambm para o humor, o

    convidado especial Jessier

    Quirino. Sobre o estilo infor-

    ma Jessier Quirino, no seu

    blog, que fazer ccegas

    em balancete de banco ofi-

    cial, pois o ofcio de quem

    persegue o humor. A

    palestra e a apresentao

    tero lugar no auditrio do

    Tribunal de Contas do Es-

    tado de Pernambuco, locali-

    zado na rua da Aurora,

    n885, 10 andar, Boa Vista.J na tera-feira (16), as

    atividades comearo com o

    monlogo Quedante, peloescritor recifense Sidney Ni-

    cas, s 14h, no auditrio da

    Procuradoria Geral do Esta-

    do de Pernambuco, na rua do

    Sol, n143, edf. Ipsep, 7

    andar, Santo Antnio.

    Em seguida, s 14h15, ser

    desenvolvido o painel O Mi-nistrio Pblico e a Culturade Paz, que trar trs temas:Relaes tnico-Raciais eGesto da Diversidade, a serministrado pela professora

    do Centro Universitrio

    nalto do Distrito Feder

    pela investigadora da R

    de Antropologia DosDesde os Corpos, Jaque

    Gomes de Jesus, doutora

    psicologia social;A IncluSocial e a DependnQumica, pelo coordenado Ncleo de Polticas

    blicas do Ministrio Pb

    de So Paulo, promotor

    Justia Eduardo Ferr

    Valrio; e o Ministrio blico e a Cultura de Ppela superintendente

    modernizao da Gest

    do Atendimento ao Cida

    da Seplag/Sergipe, Debo

    Arxa.

    RUAS E CALADAS

    O Ministrio Pblico de Per-

    nambuco (MPPE), atravs da

    1 Promotoria de Justia de A-

    breu e Lima, com atuao na

    Defesa da Cidadania, recomen-

    dou direo da Instituio de

    Longa Permanncia para Ido-

    sos (ILPI) Casa Geritrica Fi-

    lhos de Deus no admitir novos

    idosos at que a instituio a-

    dote as medidas necessrias

    para sanar as irregularidades

    tcnicas apresentadas nos re-

    latrios da Vigilncia Sanitria

    e do Centro de Referncia

    Especial de Assistncia Social

    (CREAS) de Abreu e Lima.

    De acordo com a promotora de

    Justia Maria Amlia Gadelha

    Schuler, as vistorias promovi-

    das pelo CREAS e pela Vigi-

    lncia Sanitria constataram

    que a Casa Geritrica Filhos de

    Deus tinha nmero insuficiente

    de cuidadores,

    falta de as-

    sistncia m-

    dica, alimen-

    tao insatis-

    fatria, hi-

    giene precria

    e ainda prati-

    cava a reten-

    o indevida

    dos cartes de benefcios dos i-

    dosos.

    As instituies que acolhem

    idosos so obrigadas a manter

    padres de habitao compa-

    tveis com as necessidades de-

    les, bem como prov-los com

    alimentao e higiene indis-

    pensveis s normas sani-

    trias, ressaltou a promotora.

    Asituao da casa

    geritrica j estava

    sendo acompa-

    nhada pelo MPPE

    por meio do In-

    qurito Civil n

    001 de 2014.

    Outras obri-

    gaes impostas

    s ILPIs pelo arti-

    go 50 do Estatuto do Idoso (Lei

    n 10.741/ 2003) estavam

    sendo desrespeitadas pela Casa

    Geritrica Filhos de Deus,

    como promoo de atividades

    educacionais, esportivas, cul-

    turais e de lazer e quadro

    pessoal, composto de profi

    nais com formao especf

    O descumprimento de q

    quer das obrigaes prev

    no artigo 50 do Estatuto

    Idoso configura infrao

    ministrativa, passvel de m

    e mesmo interdio do e

    elecimento at que se

    cumpridas as determina

    legais.

    Por fim, a promotora M

    Amlia Gadelha Sch

    recomendou ao Conselho

    nicipal do Idoso iniciar

    inspees ordinrias para

    ficar as condies de funci

    mento da referida casa geri

    ca.

    Comea a Semana do MinistrioPblico 2014

    MP recomenda adequaesem casa geritrica

    Goiana deve desocuparespaos pblicos

    ABREU E LIMA

    O Ministrio Pblico de Per-

    nambuco recomendou ao prefei-

    to de Goiana, Frederico Gade-

    lha, e ao secretrio de Urbanis-

    mo, Obras e Patrimnio Arquite-

    tnico do municpio, Francisco

    Lucchese Junior, que promo-

    vam, at o dia 2 de janeiro de

    2015, o levantamento de todos

    os imveis urbanos particulares

    que estejam ocupando espaos

    pblicos, como caladas e ruas.

    Segundo o promotor de Justia

    de Goiana, Fabiano de Arajo

    Saraiva, apoderar-se dos espaos

    pblicos em benefcio prprio

    virou prtica comum entre os es-

    tabelecimentos comerciais da ci-

    dade. Observamos alguns co-

    merciantes usando parte da rua

    para expor os produtos vendidos

    em suas lojas, outros ocupando

    as caladas com carros, motos,

    banners, outdoors e demais ma-

    teriais de propaganda, obrigando

    as pessoas a caminharem pela

    rua, descreveu.

    O MPPE recomendou ainda

    gesto municipal que, aps a

    concluso do levantamento das

    ocupaes irregulares, promova,

    at o dia 2 de fevereiro de 2015,

    todas as medidas legais para de-

    socupar as reas pblicas ocupa-

    das por particulares, com a

    finalidade de promover o orde-

    namento urbano e a qualidade

    de vida dos moradores.

    Caso acatem as medidas, o pre-

    feito Frederico Gadelha e o se-

    cretrio Francisco Lucchese

    devero enviar, em at 10 dias

    aps o final dos prazos, relatrio

    com as aes empreendidas em

    prol do ordenamento urbano em

    Goiana.

    Unidade no

    deve admitir

    novos idosos

    at regularizar

    a situao

  • 7/26/2019 Dirio Oficial 13-12-2014

    2/12

    2 Dirio Oficial do Estado de Pernambuco - Ministrio Pblico Estadual Recife, 13 de dezembro de 2

    PORTARIA POR-PGJ N 1.878/2014

    O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIA, no uso das suas atribuies,

    CONSIDERANDOo teor do Ofcio n 24/2014, oriundo da 32 Promotorias de Justia de Defesa da Cidadania da Capital, que alescala de planto;

    CONSIDERANDO, por fim, a necessidade e convenincia do servio;

    RESOLVE:

    Modificar o teor Portaria POR-PGJ N 1.788/2014, de 27.11.2014, publicada no DOE de 28.11.2014, para:

    Onde se l:PLANTO INTEGRADO DA INFNCIA E JUVENTUDE

    DATA DIA PROMOTORIA DE JUSTIA PROMOTORIA DE JUSTIA

    21.12.2014 Domingo Rosa Maria Salvi da Carvalheira 32 Promotoria de Justia de Defesa da Cidadania da Capit

    Leia-se:PLANTO INTEGRADO DA INFNCIA E JUVENTUDE

    DATA DIA PROMOTOR DE JUSTIA PROMOTORIA DE JUSTIA

    21.12.2014 Domingo

    Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.

    Recife, em 12 de dezembro de 2014.

    Agui naldo Fenelon de Barr osProcurador-Geral de Justia

    PORTARIA POR-PGJ N 1.879/2014

    O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIA, no uso de suas atribuies legais;

    Considerandoos termos do Ofcio n 309/2014 da Prefeitura de Betnia, protocolado nesta Procuradoria Geral de Justia sob n 53646-6Considerando, ainda, a necessidade e a convenincia do servio;

    PROCURADOR-GERAL DE JUSTIAAguinaldo Fenelon de Barros

    SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIA EMASSUNTOS INSTITUCIONAIS

    Fernando Barros de Lima

    SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIA EMASSUNTOS ADMINISTRATIVOSLais Coelho Teixeira Cavalcanti

    SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIA EMASSUNTOS JURDICOSMaria Helena Nunes Lyra

    CORREGEDOR-GERALRenato da Silva Filho

    CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTOPaulo Roberto Lapenda Figueiroa

    OUVIDORMrio Germano Palha Ramos

    SECRETRIO-GERALPetrcio Jos Luna de Aquino

    CHEFE DE GABINETEJos Bispo de Melo

    ASSESSOR DE COMUNICAO SOCIALJaques Cerqueira

    JORNALISTASGiselly Veras, Izabela Cavalcanti, JaquesCerqueira, Miguel Rios e Bruno Bastos

    ESTAGIRIOSGabriella Alencastro, Marcelle Sales, MarilenaSmith (Jornalismo), Adlia Andrade, Rayanna

    Maciel (Publicidade)

    RELAES PBLICASEvngela Andrade

    PUBLICIDADEAndra Corradini, Leonardo Martins

    DIAGRAMAOGiselly Veras e Izabela Cavalcanti

    Rua do Imperador D. Pedro II, 473,Ed. Roberto Lyra, Santo Antnio, Recife-PE

    CEP. 50.010-240 fone 3303-1259 / 1279 - fax 3419 7160imprensa@mppe.mp.br

    Ouvidoria (81) 3303-1245ouvidor@mppe.mp.br

    www.mppe.mp.br

    Procuradoria Geral da Justia

    Procurador Geral: Aguinaldo Fenelon de Bar

Recommended

View more >