Dirio Oficial do Municpio de Ribeiro Bonito - Edio Dirio Oficial do Municpio de Ribeiro Bonito, veiculado exclusivamente na forma eletrnica, ... estabelecendo-se, cumulativamente,

  • View
    218

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Dirio Oficial do Municpio de Ribeiro Bonito - Edio Dirio Oficial do Municpio de Ribeiro Bonito,...

  • DIRIO OFICIAL MUNICPIO DE RIBEIRO BONITO

    Conforme Lei Municipal n 2.506, de 19 de maio de 2016

    www.ribeiraobonito.sp.gov.br | www.ribeiraobonito.dioe.com.br

    Sexta-feira, 24 de maro de 2017 Ano II | Edio n 127 Pgina 1 de 15

    Dirio Oficial Assinado Eletronicamente com Certificado Padro ICPBrasil, em conformidade com a MP n 2.200-2, de 2001

    O Municpio de Ribeiro Bonito garante a autenticidade deste documento, desde que visualizado atravs do site www.ribeiraobonito.sp.gov.br

    Compilado e tambm disponvel em www.ribeiraobonito.dioe.com.br

    EXPEDIENTE

    O Dirio Oficial do Municpio de Ribeiro Bonito, veiculado exclusivamente na forma eletrnica, uma publicao das entidades da Administrao Direta e Indireta deste Municpio, sendo referidas entidades inteiramente responsveis pelo contedo aqui publicado.

    ACERVO

    As edies do Dirio Oficial Eletrnico de Ribeiro Bonito podero ser consultadas atravs da internet, por meio do seguinte endereo eletrnico: www.ribeiraobonito.sp.gov.brPara pesquisa por qualquer termo e utilizao de filtros, acesse www.ribeiraobonito.dioe.com.brAs consultas e pesquisas so de acesso gratuito e independente de qualquer cadastro.

    ENTIDADES

    Prefeitura Municipal de Ribeiro BonitoCNPJ 45.355.914/0001-03Praa dos Trs PoderesTelefone: (16) 3355-9900Site: www.ribeiraobonito.sp.gov.brDirio: www.ribeiraobonito.dioe.com.br

    Cmara Municipal de Ribeiro BonitoCNPJ 01.755.400/0001-70Praa Sylvio Gomes de Camargo, 01Telefone: (16) 3344-3049Site: www.cmrb.sp.gov.br

    SUMRIO

    PODER EXECUTIVO DE RIBEIRO BONITO 2Atos Oficiais 2 Leis 2 Decretos 6Licitaes e Contratos 7 Outros atos 7 Homologao / Adjudicao 8

  • Municpio de Ribeiro Bonito Estado de So PauloDirio Oficial assinado digitalmente conforme MP n 2.200-2, de 2001, garantindo autenticidade, validade jurdica e integridade.

    DIRIO OFICIAL MUNICPIO DE RIBEIRO BONITO

    Conforme Lei Municipal n 2.506, de 19 de maio de 2016

    www.ribeiraobonito.sp.gov.br | www.ribeiraobonito.dioe.com.br

    Sexta-feira, 24 de maro de 2017 Ano II | Edio n 127 Pgina 2 de 15

    Atos Oficiais

    Leis

    Lei n 2540De 22 de maro de 2017

    Autoriza o Poder Executivo Municipal a instituir o Programa de Recuperao Fiscal REFIS, no municpio de Ribeiro Bonito e d outras providncias.

    Francisco Jos Campaner, Prefeito Municipal de Ribeiro Bonito, Estado de So Paulo, no uso de suas atribuies, em conformidade como quanto dispe o inciso I do artigo 76 da Lei Orgnica do Municpio e demais legislaes aplicveis espcie, faz saber que a Cmara Municipal de Ribeiro Bonito aprovou e ele sanciona a seguinte Lei:

    Art. 1 - Fica institudo o Programa de Recuperao Fiscal do Municpio de Ribeiro Bonito, Estado de So Paulo, REFIS MUNICIPAL, com a finalidade de promover a regularizao de crditos tributrios decorrentes de dbitos das pessoas fsicas e jurdicas, relativos a tributos municipais (impostos e taxas), vencidos at 31 de dezembro de 2016, inscritos em dvida ativa, parcelados ou no, ajuizadas ou no, com exigibilidade suspensa ou no.

    Pargrafo nico. Este programa no gera crdito para contribuintes ou responsveis que se mantiveram em dia com suas obrigaes fiscais.

    Art. 2 A opo pelo REFIS 2017 poder ser formalizada a contar da vigncia da Lei, at 120 dias, mediante a utilizao do Termo de Opo pelo REFIS, conforme modelo Anexo II, a ser fornecido pelo Departamento Jurdico.

    Art. 3 - O ingresso no REFIS MUNICIPAL dar-se- por opo do sujeito passivo, pessoa fsica ou jurdica, ou responsvel pelo crdito municipal que faa jus ao regime

    especial de consolidao e parcelamento dos dbitos fiscais no artigo anterior, juntando identificao do imvel ou da empresa a que se refere a dvida, assim como a indicao do plano de parcelamento que pretende seguir, durante a vigncia da presente lei.

    Pargrafo 1 - O ingresso no REFIS MUNICIPAL implica na incluso da totalidade dos dbitos em nome do sujeito passivo, referidos no artigo 1. (primeiro), inclusive com a incluso dos honorrios advocatcios fixados nos processos judiciais ou, na ausncia de fixao judicial, estes sero devidos no patamar de 10% (dez por cento) do valor do dbito, sob pena de no consolidao do dbito e adeso ao Programa.

    Pargrafo 2 - Sem prejuzo dos honorrios advocatcios, o contribuinte que realizar a adeso ao Programa dever arcar com todas as despesas e custas processuais, a serem liquidadas e saldadas pelo contribuinte, por meio de boleto bancrio a ser emitido com data par vencimento em at 60 (sessenta) dias, a contar da data da opo, sob pena de inscrio na dvida ativa ou protesto.

    Art. 4 - Os crditos tributrios e fiscais vencidos, at a data da publicao da presente lei, inclusive aqueles denunciados de forma espontnea, podero ser parcelados em at 120 (cento e vinte) meses, em parcelas consecutivas, com incidncia de 1% (um por cento) ao ms sobre o valor monetariamente atualizado do crdito, conforme ndices de correo do Municpio ou os que vierem a substitui-lo, observados os limites estabelecidos pela Unio Federal.

    Art. 5 - Para fins da consolidao do montante do dbito de que trata este artigo, ficam estabelecidos os seguintes benefcios ao contribuinte, em relao a consolidao, at o pagamento, quanto aos dbitos ajuizados ou no, a saber:

    Forma de pagamento MULTA/JUROS

    Garantia Vinculado em conta Sem garantia

    vista 90%

    De 02 a 20 parcelas 80% 80% 70%

    De 21 a 40 parcelas 80% 75% 65%

    De 41 a 60 parcelas 80% 70% 60%

    PODER EXECUTIVO DE RIBEIRO BONITO

  • Municpio de Ribeiro Bonito Estado de So PauloDirio Oficial assinado digitalmente conforme MP n 2.200-2, de 2001, garantindo autenticidade, validade jurdica e integridade.

    DIRIO OFICIAL MUNICPIO DE RIBEIRO BONITO

    Conforme Lei Municipal n 2.506, de 19 de maio de 2016

    www.ribeiraobonito.sp.gov.br | www.ribeiraobonito.dioe.com.br

    Sexta-feira, 24 de maro de 2017 Ano II | Edio n 127 Pgina 3 de 15

    De 61 a 80 parcelas 80% 65% 55%

    De 81 a 100 parcelas 80% 50% 40%

    De 101 at 120 parcelas 80% 40% 30%

    Pargrafo 1 - O pagamento da parcela nica ou das parcelas do REFIS MUNICIPAL devero ser pagas at o dia previamente escolhido pelo optante, vencendo-se a primeira no ato do deferimento da opo e as demais, no mesmo dia dos meses subsequentes.

    Pargrafo 2 - O parcelamento autorizado por esse REFIS, somente ser concedido aos dbitos com valores superiores a R$ 200,00 (duzentos reais), sendo que cada parcela no poder ser inferior ao valor de R$ 30,00 (trinta reais), para pessoas fsicas; e R$ 80,00 (oitenta reais) para pessoas jurdicas.

    Pargrafo 3 - O pedido de parcelamento implica:

    I - em confisso irrevogvel e irretratvel dos dbitos tributrios;

    II o dever de pagar regularmente as parcelas dos dbitos consolidados no REFIS e os dbitos vencidos aps 31 de dezembro de 2016, inscritos ou no em dvida ativa do Municpio;

    III - na expressa renncia a qualquer defesa ou recurso administrativo ou judicial, bem como desistncia dos j interpostos, relativamente aos dbitos fiscais constantes do pedido, por opo do contribuinte.

    Pargrafo 4 - Para se apurar os valores totais do dbito tributrio, h de se considerar todos os dbitos, estabelecendo-se, cumulativamente, os seguintes critrios:

    I - Os dbitos fiscais inscritos em dvida ativa provenientes do parcelamento original no lanamento do referido carn.

    II - Os dbitos fiscais, inscritos em dvida ativa provenientes dos pedidos de parcelamento, ajuizados ou no, sem ter quitado nenhuma das parcelas.

    III - Os dbitos fiscais, inscritos em dvida ativa provenientes dos pedidos de parcelamento ajuizados ou no, que tenha pago uma ou mais parcelas e interrompido, sem a devida quitao do total do dbito tributrio.

    Art. 6 - Requerida a desistncia da ao judicial, com

    renncia ao direito sobre o qual se funda, os eventuais depsitos judiciais efetuados devero ser convertidos em renda, permitida a incluso no REFIS de eventual saldo devedor.

    Art. 7 - Fica facultado administrao municipal proceder compensao, quando postulada pelo contribuinte, de eventual crdito liquido, certo e exigvel que este possua em face do errio municipal, oriundo de despesas correntes e ou investimentos, permanecendo no REFIS MUNICIPAL o saldo do dbito que eventualmente remanescer.

    Pargrafo 1 - Valores lquidos que, eventualmente, o contribuinte possa ter direito, decorrentes de atrasos de pagamento, ainda que relacionados com crditos referidos no caput no podero ser includos na compensao, sujeitando-se ao procedimento normal de cobrana.

    Pargrafo 2 - O contribuinte que pretender utilizar a compensao prevista neste artigo apresentar juntamente com o requerimento de opo, documentao probatria de seu crdito liquido certo e exigvel, indicando e comprovando a origem respectiva.

    Pargrafo 3 - O pedido de compensao ser decidido pelo Executivo do Municpio, em at 30 (trinta) dias, aps avaliao da Fiscalizao Tributria Municipal, contados da data do protocolo de requerimento de compensao.

    Art. 8 - O contribuinte ser excludo do REFIS MUNICIPAL, mediante ato do Executivo do Municpio, ante ocorrncia de pelo menos uma das seguintes hipteses:

    I inadimplncia de 03 (trs) parcelas sucessivas ou alternadas;

    II - inobservncia de qualquer das exigncias estabelecidas nesta Lei;

    III - constituio de crdito tributrio, lanado de ofcio, correspondente a tributo abrangido pelo REFIS MUNICIPAL e no includo na confisso a que se refere o artigo 2 desta Lei, salvo se integralmente pago em 30 (trinta) dias, contados da constituio definitiva ou, quando impugnado o lanamento, da intimao de deciso administrativa ou judicial, que o tornou definitivo;

    IV falncia ou extino, pela liquidao da pessoa

  • Municpio de Rib