Ed.382 - DEZ/2012 - Jornal Fecomércio Informativo

  • View
    227

  • Download
    8

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição de dezembro do Jornal Fecomércio Informativo.

Text of Ed.382 - DEZ/2012 - Jornal Fecomércio Informativo

  • FECOMRCIOINFORMATIVO

    PUBLICAO MENSAL DO COMRCIO DE BENS, SERVIOS E TURISMO DE MINAS GERAIS - SISTEMA FECOMRCIO MINAS, SESC, SENAC E SINDICATOS

    TIRAGEM

    150.000EXEMPLARESCOMPROVADA PELA SOLTZ, MATTOSO & MENDES AUDITORES INDEPENDENTES

    BELO HORIZONTE - DEZEMBRO 2012 - EDIO 382www.fecomerciomg.org.br

    SENACPRATA, BRONZE E EXCELNCIA NA OLIMPADA DO CONHECIMENTO

    SESCACORDO RESULTOU EM PACOTE PARA PORTUGAL EMABRIL DE 2013

    SEBRAEINOVAO, RECICLAGEME CAPACITAODE ARTESOS

    JURDICOCONQUISTAEmpresrios tero mais segurana com Cdigo de Defesa do Contribuinte Pgina 25

    1 2 3

    Divulga

    o

    MERCADOARGENTINAAo negociar com argentinos, seja pontual e objetivo nas apresentaesPgina 23

    COMRCIOEXPECTATIVAEmpresrios mineiros demonstram otimismo para vendas no Natal Pgina 20

    Transformao, meta alcanada e realizao. Essas so as representa-es que do signi cado nova mar-

    ca da Federao, lanada em 28 de novembro. O smbolo escolhido foi a asa, presente na gura de Mercrio

    Deus da venda, lucro e comrcio da mitologia romana , e representa o

    universo intangvel do conhecimen-to, a era digital. A identidade visual traz um novo tempo para a Fecomr-cio MG, que completou 74 anos no

    dia 4 de dezembro. A marca segue o

    conceito desenvolvido para a CNC e as federaes do Sicomrcio.

    PGINAS 3 E 6

    A capacidade de negociao e em-preendedorismo dos chineses est des-pertando a ateno de empresrios em todo o mundo. Essa realidade levou di-retores da Fecomrcio, gestores do Sis-tema e empresrios Canton Fair 2012,

    considerada a maior feira comercial, de alto nvel, com o melhor resultado em operaes da China. O objetivo foi conhecer tcnicas e oportunidades de mercado.

    PGINA 11

    FECOMRCIO COMPLETA 74 ANOS COM NOVA IDENTIDADE VISUAL

    MISSO CANTO: APRENDENDOA NEGOCIAR COM OS CHINESES

    Divulgao

    Divulga

    o

  • 2 FECOMrCiO inFOrMativO EdiO 382

    OpiniO dOprEsidEntE

    PresidenteLzaro Luiz GonzagaVice-presidentesEmerson Beloti de Souza, Sebastio da Silva Andrade, Amncio Borges de Medeiros, Osvaldo Fernandes Pereira Jnior, Lcio Emlio de Faria Jnior, Jos Maria Facundes, Herclio Arajo Diniz Filho, Iesser Anis LauarSecretriosAfonso Mauro Pinho Ribeiro, Bento Jos Oliveira, Vera Lcia Freitas Luzia, Idolindo Jos de Oliveira, Caio Mrcio Goulart, Marcus do Nascimento Cury TesoureirosMarcelo Carneiro rabe, Wainer Pastorini Haddad, Maria Luiza Maia Oliveira, Jos Donaldo Bittencourt Jnior, Jos Porfiro do

    Carmo, Alfeu Freitas AbreuConselho FiscalCarlos Alberto Salvato, Carlos Wagner do Couto, Glenn AndradeFecomrcio InformativoPublicao mensal do Sistema Fecomrcio, Sesc, Senac, Sindicatos e do Sebrae-MGProduo Fecomrcio MGCoordenao de ComunicaoMrcia MissonEdio: Ana Lusa MaralProduo Editorial: Marketing Fecomrcio MinasProjeto Grfico: Prefcio ComunicaoImpresso: Sempre EditoraTiragem: 150.000 exemplaresComprovada por: Soltz, Mattoso & Mendes Auditores IndependentesCaderno Sesc:Robnson Costa do Nascimento Assessor de Marketing e ComunicaoCaderno Senac:Luciana Correa Assessora de Marketing e Comunicao Caderno Sebrae:Teresa Goulart Gerente de ComunicaoFecomrcio MG:Rua Curitiba, 561,Centro, Belo Horizonte, CEP: 30 170 120Contato: (31) 3270.3300Sesc Minas:Rua Tupinambs, 956,Centro, Belo Horizonte, CEP: 30 120 070Senac Minas:Rua Tupinambs, 1086,Centro, Belo Horizonte, CEP: 30 120 070Sebrae Minas:Av. Baro Homem de Melo, 329, Nova Sua, Belo Horizonte, CEP: 30 431 285

    ExpEdiEntE

    Na edio passada publicamos a nota Apoio aos produtores rurais mineiros com erro no nome do produtor Chico Simo. O presidente do Sebrae-MG e do Sistema Feco-mrcio Minas, Lzaro Luiz Gonzaga, acom-panhado dos produtores rurais Alceu Amaral, Mirian Marques e Chico Simo fizeram visita

    ao governador Anastasia, no dia 26 de setembro de 2012, quando foram debatidos temas de in-teresses dos produtores rurais, como melhorias na infraestrutura da regio, e reiterado o pedido para asfaltamento da estrada que liga Coroman-del ao distrito de Santa Rosa dos Dourados.

    Erramos

    hora dE rEflEtir

    Prezadas e prezados empresrios, militantes do co-mrcio de bens, servios e turismo:

    Nossa mensagem inicial de gratido e agradeci-mentos a todos que direta ou indiretamente contribu-ram para que cumprssemos as metas estabelecidas para 2012 e avanssemos tanto em nossa misso de curto, mdio e longo prazo.

    Temos sido recorrentes na citao dos princpios que norteiam a atuao do Sistema, por meio desta di-retoria 2010-2014, devido ao processo de crescimento da adeso contnua de novos representados.

    Filosoficamente trabalhamos pelo fortalecimento

    da livre iniciativa, disseminao da cultura do Empre-endedorismo, da Propriedade Privada, do Associativis-mo Econmico e Social, Sustentabilidade econmica, ambiental, social e cultural.

    Agimos pontualmente no emaranhado de normas e adjacncias para conseguir melhorar o ambiente opera-cional, para torn-lo mais simplificado, seguro e justo

    para que as empresas possam cumprir com sucesso seu papel de geradoras de riquezas, tributos e empregos para a segurana econmica, social, e engrandecimen-to do pas; para que o Brasil tambm tenha um bom desempenho no importante papel que lhe de dever e direito perante o mundo atualmente.

    Estamos falando de Burocracia, Tributao fora dos parmetros internacionais, Juros idem, Crdito simplificado, Concorrncia desleal, reformas estrutu-rais como Tributria, Trabalhista, Previdenciria, Elei-toral, porque a economia no suporta os custos diretos com eleies a cada dois anos e os indiretos com as in-decises e adiamentos de decises em funo eleitoral. Tambm a reviso do Pacto Federativo, infraestrutura como estradas, ferrovias, portos, aeroportos, energia.

    Uma excelente vitria do setor produtivo foi a re-gulamentao da Lei n 13.515 de 07 de abril de 2000, que contm o Cdigo de Defesa do Contribuinte ao

    Estado de Minas Gerais, feita por meio do Decreto n 46.085 de 13 de novembro de 2012 publicado no Mi-nas Gerais em 14 de novembro de 2012.

    Foi uma promessa de campanha do governador, professor Antonio Anastasia, cumprida agora e de mui-ta importncia para o relacionamento mais respeitoso por parte do Fisco para com os contribuintes mineiros. O nosso muito obrigado ao governador.

    Temos, por continuidade, conseguir algo semelhan-te em relao a outras esferas de poder para coibir os excessos como bloqueio de contas diante das situaes mais comuns, principalmente praticadas pela Justia do Trabalho.

    Tambm esto em reviso o Cdigo Comercial Bra-sileiro que data de 1850, esvaziado por leis esparsas, e o Cdigo Civil, que devidamente reestruturados e atu-alizados podem contribuir muito para a simplificao

    operacional e melhor desempenho das empresas. O Sistema est de visual renovado, e as lideranas

    com motivao e entusiasmo tambm.Desejamos a todos, juntamente com os familiares,

    um feliz Natal e demais festividades de final de ano;

    votos de plena realizao dos projetos para 2013; e o nosso muito obrigado!

    Positividade Divina Sempre.At breve...

    Lzaro Luiz GonzaGapresidente do sistema fecomrcio mG, sesc,

    senac, sindicatos e do sebrae-mG

    Comunique-se conoscoE-mail: presidente@fecomerciomg.org.br

    Telefone: (31) 3270-3308 Fax: (31) 3201-4961Rua Curitiba, 561, 12 andar, Centro

    Belo Horizonte, MG CEP: 30170-120

    Mantra: Planejar beM Para evitar o desPerdcio do teMPoe recursos, fazendo cada vez Melhor e, Mais, coM Menos.

    Na visita ao governador Anastasia estiveram presentes os produtores rurais Alceu Amaral, Mirian Marques e Chico Simo,

    e o presidente do Sistema, Lzaro Luiz Gonzaga, que entregaramo pedido de asfaltamento para a estrada de Santa Rosa dos Dourados

  • FEcomrcio inFormativo Edio 382 3

    RepResentao queimpulsiona a tRansfoRmao

    Priscilla zara

    A marca a traduo da forma de agir de uma empresa. Ela sinaliza a mudana interna. A marca identifica a realidade porque traduz uma essncia,

    uma verdade, uma promessa. Conta uma histria,

    gera contedo. Tem personalidade, constri valo-res e estabelece uma conexo emocional com seu pblico. Na era digital, as organizaes precisam

    se reinventar para se manter atualizadas, assim as

    marcas do Sistema CNC, Sesc e Senac passaram

    por processo de sensibilizao para que pudessem

    consolidar suas imagens.O resultado a uniformidade visual entre as

    novas marcas, que mostram a fora que as ins-tituies tm no desenvolvimento do pas. Se-guindo o conceito desenvolvido para a CNC e

    as federaes do Sicomrcio, a Fecomrcio MG

    comemora seus 74 anos com uma nova identida-de, cuja essncia mostra o legado de sua trajetria

    com um olhar confiante para o futuro. A asa de

    Mercrio Deus da venda, lucro e comrcio da

    mitologia romana representa o universo intang-vel do conhecimento, a era digital. O cone denota

    a velocidade do mundo em constante transforma-o, simboliza o futuro.

    Representante de mais de 4 milhes de em-preendedores, a Confederao Nacional do

    Comrcio de Bens, Servios e Turismo (CNC)

    participa h 67 anos da construo de um futuro

    melhor. A Fecomrcio MG, com mais de sete

    dcadas de histria, representa 714 mil empresas

    do comrcio de bens, servios e turismo no esta-do de Minas Gerais. Em conjunto, as entidades

    so parte integrante da vida do brasileiro, atuan-do com eficincia na promoo do desenvolvi-mento social, poltico e econmico do pas.

    Desenvolvimento Das marcasRevelar a essncia da marca o ponto de

    partida para a construo da cultura e identi-dade da Instituio. De acordo com a diretora

    da agncia Packaging Brands, Maria Luz Sch-neider, ela deve ser atemporal e traduzir a sua

    misso e significado. Para cri