Edição número 1884 - 30 de outubro de 2013

  • View
    245

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Text of Edição número 1884 - 30 de outubro de 2013

  • QUARTA-FEIRAMACEI - ALAGOAS 30 DE OUTUBRO DE 2013

    N0 1884

    R$ 1,50 tribunahoje.comINDEPENDENTE

    EXEMPLAR DOASSINANTE

    POUPANA: 0,5000%

    DLAR COMERCIALR$ 2,18 R$ 2,18

    Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas

    em reas isoladas

    00:21 1.8 06:47 0.5

    Mnima

    20Mxima

    30TEMPO MARS FINANAS12:51 1.8 19:00 0.5

    DLAR PARALELOR$ 2,20 R$ 2,34

    OURO:R$ 94,00

    SANDRO LIMASANDRO LIMA

    SEGUNDO DEPOIMENTO DE EDUARDO FERNANDES, PRESIDENTE DO SINDICATO DOS SERVIDORES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, AO MINISTRIO PBLICO - QUE APURA DENNCIAS DE IRREGULARIDADES NA FOLHA DE PAGAMENTO DA CASA -, SO DEVIDOS AOS SERVIDORES TRS FOLHAS DE PAGAMENTO,

    15 FRIAS E 30% DE REAJUSTES SALARIAIS ACUMULADOS. PRESIDENTE FERNANDO TOLEDO SUGERE TRANSFORMAR TUDO EM PRECATRIOS. PGINA 3

    PROGRAMA MAIS MDICOS CUBANO DEIXOU FILHOS PARA VIR TRABALHAR EM ALAGOAS

    Mais 41 profissionais cubanos realizam curso em Macei sobre as metodologias de trabalho para atuar nas cidades alagoanas. O mdico Alberto Dominguez disse que espera fazer um excelente trabalho e falou da saudade da famlia e dos dois filhos que ficaram em Cuba.

    PGINA 9

    EMIR SADER CIENTISTA POLTICO DIZ QUE ENSINO DEVE LEVAR CONQUISTA DA INDEPENDNCIAO cientista poltico Emir Sader enalteceu, na Bienal do Livro, o programa Bolsa Famlia como um estmulo escola, mas fez uma ressalva: para ele, o mo-delo do ensino e de formao das futuras geraes leva ao desinteresse pela conquista da prpria independncia.

    PGINA 9

    LUIZ FELIPE SCOLARI DIEGO DEU AS COSTAS PARA

    UM SONHO DE MILHESAps a confirmao de que o atacante Diego Costa escolheu defender a Seleo Espanhola, a CBF emitiu nota confirman-

    do sua excluso de convocaes da Seleo Brasileira. O tcnico Luiz Felipe Scolari criticou o atleta.Ele deu as costas para um sonho de milhes, o de representar nossa seleo

    pentacampe em uma Copa do Mundo no Brasil, disse.

    PGINA 14

    COM ATRASO, ALE PRESTA INFORMAES SOLICITADAS PELO MINISTRIO PBLICO

    PGINA 3

    Safra da cana ter 15 miltrabalhadores a menos

    DESEMPREGO!

    NMERO ESTIMADO EM ESTUDO FEITO PELA FEDERAO DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA DE ALAGOAS (FETAG), COM BASE NO FECHAMENTO DE QUATRO USINAS E NA CRISE QUE ATRAVESSA O SETOR SUCROALCOOLEIRO, QUE J DEMITIU MILHARES DE TRABALHADORES.

    GENIVALDO OLIVEIRA, PRESIDENTE DA ENTIDADE, REVELA QUE S NO MS PASSADO FORAM OITO MIL DEMISSES NO SETOR. PGINA 9

    CMI

  • PolticaPresidente da Cmara alega que vice-prefeita precisa apresentar provasO presidente da Cmara de Joaquim Gomes, Antnio Gonzaga Filho, o Gon-zaguinha (PSL), disse que as denncias apresentadas pela vice-prefeita, Ana do Jaime, so s suposies, no tem fundamento. Ela precisa apresentar o cheque nominal ao prefeito para a gente poder investigar, ressaltou. O vere-ador revelou que em 2012, quem resolvia tudo da prefeitura era Ana do Jaime. Ela era a assessora direta do prefeito [Toinho Batista], a mais beneficiada foi ela, disse, reconhecendo que o gestor no faz uma boa administrao.

    Joaquim Gomes um dos municpios alagoanos que ainda continua descumprin-do a Lei da Transparncia n131/2009. Com 22.581 ha-bitantes, o municpio teve quatro anos para se adequar e mesmo assim, nada foi fei-to. H cinco meses, Joaquim Gomes desrespeita a Legis-lao.

    A vice-prefeita Ana do Jaime revelou que h dois meses solicitou na prefeitu-ra as folhas de pagamento dos servidores pblicos, as quais foram negadas pelo

    prefeito Toinho Batista. Se a vice-prefeita no tem acesso as informas que deveriam ser pblicas imagine a popu-lao, que sofre com os refle-xos de uma administrao repleta de denncias.

    Solicitei as folhas de pa-gamento do ano passado e deste ano, no dia 20 de agos-to; e meu pedido foi negado, depois fiz um requerimento e at agora no tive respos-ta, afirmou a vice-gestora, lembrando que essas so in-formaes que qualquer pes-soa tem direito a ter.

    A falta de transparncia nos atos pblicos do prefeito levou Ana do Jaime a proto-colar denncias em diversos rgos fiscalizadores.

    A Lei da Transparncia obriga a todos os municpios do Brasil a darem transpa-rncia aos atos pblicos, por meio de portais na internet, mas enquanto no houver uma postura mais rgida dos rgos responsveis, como Tribunais de Contas e Mi-nistrios Pblicos Estaduais e de Contas, o desrespeito a legislao vai continuar.

    Se lei para ser cumpri-da ento que os rgos fis-calizadores e a Justia faa com que a Legislao seja respeitada e aqueles que vo de encontro a ela, seja ento, punidos.

    De acordo com a Lei, as cidades com menos de 50 mil habitantes tiveram quatro anos para providenciar toda a estrutura para dar trans-parncia aos seus dados pblicos. Para esses munic-pios, pelo menos 88 em Ala-goas, o prazo expirou desde o dia 28 de maio. (A.T.)

    DIVULGAO

    ADAILSON CALHEIROS

    Vice-prefeita reclama que prefeito Toinho Batista sumiu da Prefeitura

    Ana do Jaime est sentindo na pele a inoperncia da funo de vice

    ANDREZZA TAVARESREPRTER

    Cada dia que passa as denncias contra o prefeito de Joaquim Gomes, Antnio de Ara-jo Barros, Toinho Batista (PSDB), s aumentam. Alm das dennicas da vice-prefei-ta, Ana Genilda Costa Cou-to, a Ana do Jaime (PMDB), publicadas recentemente na Tribuna Independ-ente, referente a falta de transparncia da adminis-trao pblica, no final do ano passado, o gestor teria ainda, demitido cerca de mil servidores comissionados.

    Segundo Ana do Jai-me, no dia 31 de dezembro de 2012, o prefeito demitiu quase mil funcionrios con-tratados com a promessa de readmit-los. Vrios servido-res assinaram um termo de voluntariado para garantir que retornariam prefeitu-ra, informou.

    Como um municpio com 22.581 habitantes tem condi-o de manter mil servidores comissionados na prefeitura?

    Mas uma vez, o prefeito Toinho Batista foi procurado

    pela reportagem para apre-sentar sua verso sobre as denncias mas, ele continua sem atender as ligaes.

    De acordo com a vice--prefeita, em 2013, nenhu-ma benfeitoria foi feita no municpio com os recursos prprios. E o dinheiro do municpio, onde foi parar? preciso uma investigao para esclarecer os desman-dos do prefeito, enfatizou.

    O municpio est um caos, conforme afirmou a vice-prefeita que, diante da situao, j rompeu politica-mente com Toinho Batista. Na cidade faltam medica-mentos, material de limpeza, equipamentos de trabalho como vassoura para os garis, e at gneros alimentcios, destinados as refeies dos pacientes do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) tambm esto em falta. A maioria dos doentes esto desistindo de continuar o tratamento. O municpio est abandonado, denunciou.

    Ana do Jaime no v o prefeito h mais de dois me-ses, pois segundo ela, Toinho Batista no aparece na pre-feitura.

    Todo mundo fala que vice s pra compor chapa, afinal de contas, a Legislao no permite que o chefe do Executivo, seja ele munici-pal, estadual ou federal, as-sumam o cargo sem a figura de seu vice. Exemplo disso, o que vem se desenhando em Joaquim Gomes, onde a vice-prefeita Ana do Jaime, denuncia que no tem acesso a nada relacionado a gesto pblica municipal.

    Na prtica, o vice no as-sume o compartilhamento de funo e so privados das to-madas de decises adminis-trativas e polticas, desta-cou o professor universitrio e cientista poltico Ranulfo Paranhos.

    Segundo o especialista, durante as eleies a figura do vice agrega poder ou ma-ximiza o sucesso no pleito e depois eles so deixados de lado. Isso uma coisa cul-tural que atinge no s Ala-goas, mas todo o Brasil, res-saltou Paranhos, lembrando que o vice s assume o Exe-

    cutivo mediante a vacncia do gestor titular.

    Diferente da instncia municipal, lembrou o cien-tista poltico, no governo es-tadual, o vice mais atuan-te, ficando responsvel por algumas pastas e projetos.

    Se os poderes do vice, se que pode-se dizer que eles os possui, so limitados, uma proposta apresentada no Congresso quer diminuir ainda mais, seu campo de atuao.

    Se a vacncia do prefei-to se der nos primeiros dois anos de mandato, o vice as-sume temporariamente at o Tribunal Regional Eleitoral [TRE] realize novas eleies. Mas se a vacncia se der nos dois ltimos anos de gesto, o vice-prefeito assume tam-bm temporariamente at que a Cmara eleja de for-ma direta, um novo chefe do Executivo, explicou Para-nhos.

    A vice prefeita de Joa-quim Gomes revelou que nem gabinete tem. (A.T.)

    JOAQUIM GOMES

    Municpio no respeita Lei da Transparncia

    ACESSRIO

    Vice reclama da falta de autonomia e voz

    MACEI - QUARTA-FEIRA, 30 DE OUTUBRO DE 2013POLTICA2

    JG: Prefeito demitiu mil comissionadosNo ltimo dia de 2012, Toinho Batista exonerou contratados com a promessa de readimit-los; servios esto comprometidos

    Feliciano quer ser vice de Campos

    Do polmico deputado Pastor Feliciano (PSC-SP), presidente da Comisso de Direitos Humanos, em comentrio para aliado, que far chegar aos ouvidos de Eduardo Campos (PSB): Ele poderia isolar Marina Silva, fechar com o PSC e me chamar para vice. Na ava-liao do pastor, seu nome traria mais votos dos evanglicos que o de Marina. Ambos so da mesma igreja, a Assembleia de Deus. Campos, no entanto, j fechou informalmente com Marina para sua vice. Mas isso pode mudar.

    Equao eleitoralA ideia de Feliciano vai ao encontro de toda demanda candidato: tempo de TV. Com chapa puro sangue, Campos perde mais de um minuto que o PSC pode lher dar.

    VaivmO PSC avalia lanar candidato prprio, e o cotado hoje o presidente pastor Everaldo, mas no descartaria convite do socialista.

    Bye, tristezaBem mais magro do que j era, Demstenes Torres, o ex-senador cachoeirense, foi visto no 5 estrelas Royal Tulip de Braslia no Domingo em famlia. Estava feliz.

    Dinheiro no faltaO montante j repassado pela Caixa para os clubes br