EDITAL DE ABERTURA MINUTA - s3.· 1 DÉCIMO QUINTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of EDITAL DE ABERTURA MINUTA - s3.· 1 DÉCIMO QUINTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE

1

DCIMO QUINTO CONCURSO PBLICO PARA PROVIMENTO DE

CARGOS DE JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO

EDITAL DE ABERTURA

O DESEMBARGADOR FEDERAL MAIRAN MAIA, Presidente da

Comisso do XV Concurso do Tribunal Regional Federal da Terceira Regio, de

acordo com o Regulamento aprovado pela Resoluo n 83, de 09 de outubro de 2009,

da Egrgia Presidncia do Tribunal Regional Federal da Terceira Regio, considerada

como parte integrante deste, em conformidade com a Resoluo n 75 do E. Conselho

Nacional de Justia e com a Resoluo n 67 do E. Conselho da Justia Federal,

FAZ SABER que estaro abertas, no perodo de 18 de janeiro a 26 de

fevereiro de 2010, exceto nos dias 25 de janeiro, 15 e 16 de fevereiro de 2010 as

inscries para o Dcimo Quinto Concurso Pblico de Provas e Ttulos para

Provimento de Cargos de Juiz Federal Substituto, no mbito da Terceira Regio,

compreendida pelas Sees Judicirias dos Estados de So Paulo e Mato Grosso do

Sul.

1 DO CARGO, EXERCCIO E NMERO DE VAGAS

1.1 O presente Concurso Pblico de Provas e Ttulos destina-se ao

provimento de cargos de Juiz Federal Substituto, no mbito da jurisdio do Tribunal

Regional Federal da 3 Regio, que compreende as Sees Judicirias dos Estados de

So Paulo e Mato Grosso do Sul.

1.2 Os candidatos nomeados Juzes Federais Substitutos estaro sujeitos

designao para o exerccio, em substituio ou auxlio, em quaisquer das Varas

Federais e Juizados Especiais Federais das Sees Judicirias dos Estados de So

Paulo e Mato Grosso do Sul.

2

1.3 So 39 (trinta e nove) vagas existentes de Juiz Federal Substituto, sendo

2 (duas) vagas reservadas para portadores de deficincia, que podero ser acrescidas

de outras que surgirem durante a realizao do certame.

1.4 So requisitos para ingresso na carreira:

1.4.1 Ser aprovado no concurso pblico;

1.4.2 Estar no exerccio dos direitos civis e polticos;

1.4.3 Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de

nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e

portugueses (Decreto n. 70.436/1972), com reconhecimento do gozo dos direitos

polticos, nos termos do art. 12, 1, da Constituio Federal;

1.4.4 Estar em dia com as obrigaes eleitorais e, em caso de candidato

do sexo masculino, tambm com as militares;

1.4.5 Ser bacharel em Direito h trs anos, no mnimo, por instituio de

ensino superior, oficial ou reconhecida, com diploma registrado na forma da lei;

1.4.6 Ter, na ocasio da inscrio definitiva, trs anos de atividade

jurdica, exercida aps a obteno do grau de bacharel em Direito, na forma definida

no art. 93, I, da Constituio Federal, e na Resoluo n 75, de 12/05/2009, do

Conselho Nacional de Justia, comprovada por intermdio de documentos e certides;

1.4.7 Ter aptido fsica e mental para o exerccio das atribuies do

cargo;

1.4.8 Ter comprovados, na investigao procedida pelo Tribunal

Regional Federal da 3 Regio, bons antecedentes morais e sociais, bem assim, de

acordo com laudo emitido por rgo oficial, sade fsica e mental e caractersticas

psicolgicas adequadas ao exerccio do cargo;

1.4.9 Apresentar declarao pblica de bens e prestar compromisso de

desempenhar, com retido, as funes do cargo, cumprindo a Constituio e as leis;

1.4.10 No registrar antecedentes criminais;

1.4.11 Cumprir as determinaes deste edital.

3

2 DA INSCRIO

PERODO E LOCAIS

2.1 O pedido de inscrio poder ser feito nos dias teis do perodo de 18

de janeiro a 26 de fevereiro de 2010, das 13 s 18 horas, exceto nos dias 25 de

janeiro, 15 e 16 de fevereiro de 2010 nos seguintes endereos:

Em So Paulo SP:

Avenida Paulista, n 1912 1 andar Bairro Cerqueira Csar.

Em Campo Grande MS:

Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira, n 128, na sede da Justia

Federal.

DOCUMENTAO EXIGIDA

2.2 No ato do pedido de inscrio devero ser apresentados os documentos

abaixo relacionados, conforme o art. 22 da Resoluo n 83, de 09 de outubro de 2009:

I cpia autenticada da Cdula de Identidade ou de documento

que comprove a nacionalidade brasileira;

II duas fotos coloridas tamanho 3x4 (trs por quatro) e datadas

recentemente, de preferncia at 3 meses anteriores ao pedido de inscrio;

III instrumento de mandato com poderes especiais e firma

reconhecida para requerimento de inscrio, no caso de inscrio por procurador;

IV prova de pagamento da taxa de inscrio no valor de R$

160,00 (cento e sessenta reais), por meio de Guia de Recolhimento da Unio (G.R.U.),

que dever ser impressa para o pagamento e apresentao no dia do pedido de

inscrio preliminar, disponvel apenas no stio eletrnico do Tesouro Nacional

4

(www.tesouro.fazenda.gov.br), cujo preenchimento especificar:

cdigo UG/gesto: 090029/00001;

cdigo de recolhimento: 28883-7;

nmero de referncia: 15;

competncia: ms do depsito;

vencimento: data do depsito;

C.P.F. e nome do candidato;

2.2.1 A importncia dever ser recolhida somente nas agncias do

Banco do Brasil.

2.3 O candidato comprovadamente sem recursos poder eximir-se do

recolhimento da taxa, mediante requerimento especfico, a ser apreciado pela

Comisso de Concurso, comprovando no dispor de condies financeiras para

suportar tal encargo, sob as penas da lei, conforme disciplina o art. 18 do Regulamento

do certame.

O candidato, ao preencher o formulrio de inscrio, firmar

declarao, sob as penas da lei:

a) de que bacharel em Direito e de que dever atender, at a

data da inscrio definitiva, a exigncia de 3 (trs) anos de atividade jurdica exercida

aps a obteno do grau de bacharel em Direito;

b) de estar ciente de que a no apresentao do respectivo

diploma, devidamente registrado pelo Ministrio da Educao, e da comprovao da

atividade jurdica, no ato da inscrio definitiva, acarretar a sua excluso do processo

seletivo;

c) de que aceita as demais regras pertinentes ao concurso

consignadas no edital;

d) de que pessoa com deficincia e, se for o caso, que carece de

atendimento especial nas provas;

e) de que no cnjuge, companheiro ou parente em linha reta,

colateral ou por afinidade, at o terceiro grau e nem servidor funcionalmente vinculado

a membro da Comisso de Concurso;

5

2.4 No sero aceitas inscries condicionais.

3 DAS PROVAS

3.1 A previso de datas, para a realizao das provas, a seguinte:

Prova Objetiva Seletiva 25 de abril de 2010 (domingo);

Prova Discursiva 04 de junho de 2010 (sexta-feira);

Prtica de Sentena de natureza civil 05 de junho de 2010 (sbado);

Prtica de Sentena de natureza criminal 06 de junho de 2010 (domingo);

3.1.1 As datas das provas orais, por dependerem dos resultados dos exames

mdicos, psicolgicos e da habilitao dos candidatos, aps a realizao da

investigao social, sero oportunamente divulgadas.

3.1.2 As datas inicialmente designadas podero sofrer alterao para maior

convenincia da realizao do certame, de acordo com a determinao da Comisso de

Concurso.

3.2 O contedo das disciplinas objeto de avaliao no certame est

publicado em anexo.

3.3 A Comisso dever considerar, na avaliao das provas escritas, o

raciocnio lgico, o conhecimento sobre o tema jurdico, a vinculao ao tema

proposto, a utilizao correta do idioma oficial e a capacidade de exposio.

4 PONTUAO DOS TTULOS

4.1 Os ttulos apresentados observaro a seguinte pontuao:

I - exerccio de cargo, emprego ou funo pblica privativa de bacharel em

Direito pelo perodo mnimo de 1 (um) ano:

a) Judicatura (Juiz):

a.1) 1 ano de efetivo exerccio 1,0;

6

a.2) acima de 1 ano at 2 anos 1,5;

a.3) acima de 2 anos at 3 anos 2,0;

a.4) acima de 3 (trs) anos 2,5;

b) Pretor, Ministrio Pblico, Defensoria Pblica, Advocacia-Geral da

Unio, Procuradoria (Procurador) de qualquer rgo ou entidade da Administrao

Pblica direta ou indireta de qualquer dos Poderes da Unio, dos Estados, do Distrito

Federal e dos Municpios:

b.1) 1 ano de efetivo exerccio 0,5;

b.2) acima de 1 ano at 2 anos 1,0;

b.3) acima de 2 anos at 3 anos 1,5;

b.4) acima de 3 (trs) anos 2,0;

II - exerccio do Magistrio Superior na rea jurdica pelo perodo mnimo

de 5 (cinco) anos:

a) mediante admisso no corpo docente por concurso ou processo

seletivo pblico de provas e/ou ttulos 1,5;

b) mediante admisso no corpo docente sem concurso ou processo

seletivo pblico de provas e/ou ttulos 0,5;

III - exerccio de outro cargo, emprego ou funo pblica privativa de

bacharel em Direito no previsto no inciso I, pelo perodo mnimo de 1 (um) ano:

a) mediante admisso por concurso:

a.1) 1 ano de exerccio 0,15;

a.2) acima de 1 ano at 2 anos 0,30;

a.3) acima de 2 anos at 3 anos 0,50;

a.4) acima de 3 anos 1,00;

b) mediante admisso sem concurso:

b.1) 1 ano de exerccio 0,10;

b.2) acima de 1 ano at 2 anos 0,15;

b.3) acima de 2 anos at 3 anos 0,25;

b.4) acima de 3 anos 0,