of 44/44
1 de 44 Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Segurança Pública Polícia Militar CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE OFICIAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO. EDITAL DE CONCURSO CFO N. 001 DGP-PMMT/2013 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 O concurso será regido por este Edital, seus anexos, Editais Complementares e posteriores retificações, caso ocorram. 1.2 As provas do Concurso Vestibular 2013/2 da Unemat compreenderá a 1ª fase Exame Intelectual deste concurso. 1.3 A seleção do Exame Intelectual para o ingresso no Curso de Formação de Oficiais bem como a Avaliação Física será executada pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, por meio da Assessoria de Gestão de Concursos e Vestibulares COVEST. 1.4 Os Exames Médicos e Odontológicos, Avaliação Psicológica, Investigação Social e Funcional e a realização do Curso de Formação de Oficiais, serão de responsabilidade da Polícia Militar de Mato Grosso. 1.5 O Concurso de que trata este edital tem por objetivo selecionar 20 (vinte) candidatos para ingresso e matrícula no 1º ano do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, de acordo com o número de vagas descritas no subitem 4.1, os quais após o concurso serão incluídos temporariamente nas fileiras da Polícia Militar, na condição de Aluno à Oficial PM. 1.6 Toda menção a horário neste Edital terá como referência o horário oficial da Capital do Estado de Mato Grosso. 2. DO CONCURSO 2.1 Para ingresso no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso o candidato deverá se submeter a 5 (cinco) fases descritas a seguir: FASES DO CONCURSO SITUAÇÃO 1ª FASE Exame Intelectual Caráter Classificatório e Eliminatório Classificado Não Classificado 2ª FASE Avaliação Física Caráter Eliminatório Apto Inapto 3ª FASE Avaliação Psicológica Caráter Eliminatório Apto Inapto 4ª FASE Avaliação Médica e Odontológica Caráter Eliminatório Apto Inapto 5ª FASE Investigação Social e Funcional Caráter Eliminatório Recomendado Não Recomendado 2.2 A terminologia Classificado/Não Classificado é utilizada para candidato que se submeteu ao Exame Intelectual 1ª Fase do Concurso.

Edital de Abertura Nº. 001/DGP-PMMT/2013

  • View
    224

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Edital de Abertura Nº. 001/DGP-PMMT/2013

  • 1 de 44

    Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Segurana Pblica

    Polcia Militar

    CONCURSO PBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE OFICIAL DA POLCIA MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO.

    EDITAL DE CONCURSO CFO N. 001 DGP-PMMT/2013

    1. DAS DISPOSIES PRELIMINARES

    1.1 O concurso ser regido por este Edital, seus anexos, Editais Complementares e posteriores

    retificaes, caso ocorram.

    1.2 As provas do Concurso Vestibular 2013/2 da Unemat compreender a 1 fase Exame Intelectual

    deste concurso.

    1.3 A seleo do Exame Intelectual para o ingresso no Curso de Formao de Oficiais bem como a

    Avaliao Fsica ser executada pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, por meio da

    Assessoria de Gesto de Concursos e Vestibulares COVEST.

    1.4 Os Exames Mdicos e Odontolgicos, Avaliao Psicolgica, Investigao Social e Funcional e a

    realizao do Curso de Formao de Oficiais, sero de responsabilidade da Polcia Militar de Mato

    Grosso.

    1.5 O Concurso de que trata este edital tem por objetivo selecionar 20 (vinte) candidatos para ingresso e

    matrcula no 1 ano do Curso de Formao de Oficiais da Polcia Militar do Estado de Mato Grosso, de

    acordo com o nmero de vagas descritas no subitem 4.1, os quais aps o concurso sero includos

    temporariamente nas fileiras da Polcia Militar, na condio de Aluno Oficial PM.

    1.6 Toda meno a horrio neste Edital ter como referncia o horrio oficial da Capital do Estado de

    Mato Grosso.

    2. DO CONCURSO

    2.1 Para ingresso no Curso de Formao de Oficiais da Polcia Militar do Estado de Mato Grosso o

    candidato dever se submeter a 5 (cinco) fases descritas a seguir:

    FASES DO CONCURSO SITUAO

    1 FASE Exame Intelectual Carter Classificatrio e Eliminatrio

    Classificado No Classificado

    2 FASE Avaliao Fsica Carter Eliminatrio

    Apto Inapto

    3 FASE Avaliao Psicolgica Carter Eliminatrio

    Apto Inapto

    4 FASE Avaliao Mdica e Odontolgica Carter Eliminatrio

    Apto Inapto

    5 FASE Investigao Social e Funcional Carter Eliminatrio

    Recomendado No Recomendado

    2.2 A terminologia Classificado/No Classificado utilizada para candidato que se submeteu ao Exame

    Intelectual 1 Fase do Concurso.

  • 2 de 44

    3. REFERNCIAS a) Constituio Federal;

    b) Lei Complementar n. 231, de 15 de dezembro de 2005 - Estatuto dos Servidores Militares de MT;

    c) Lei Complementar n. 271, de 12 de junho de 2007 Lei de Fixao de Efetivo da PMMT;

    d) Lei Complementar n. 387 de 05 de maro de 2010 Altera a Lei Complementar n. 271;

    e) Lei Complementar n. 408 de 01 de Julho de 2010 - Lei de Ensino PMMT;

    f) Lei Complementar n 433 de 02 de Setembro de 2011 - Lei de Fixao do subsdio;

    g) Lei Complementar n 466 de 05 de Junho de 2012;

    h) Lei n. 9.394/96 de 20 de Dezembro de 1996 Lei de Diretrizes e Bases da Educao Nacional;

    i) Decreto n. 2.466, de 26 de maro de 2010;

    j) Termo de Acordo de Cooperao Tcnica n. 003/2013, de 15 de maro de 2013.

    4. DAS VAGAS 4.1 O Concurso Pblico de Seleo ao Curso de Formao de Oficiais da Polcia Militar do Estado de

    Mato Grosso (CFO/PMMT) oferecer um total de 20 (vinte) vagas para matrcula no ano acadmico de

    2014, distribudas da seguinte forma:

    a) Sexo masculino - 18 (dezoito) vagas.

    b) Sexo feminino - 02 (duas) vagas.

    5. DOS REQUISITOS PARA INGRESSO NAS CARREIRAS MILITARES DO ESTADO DE MATO GROSSO 5.1 O cargo para provimento de que trata este edital o de Oficial da Polcia Militar do Estado de Mato

    Grosso.

    5.2 Em cumprimento ao Art. 33 da Lei Complementar n 271, de 11 de junho de 2007 (Lei de Fixao do

    Efetivo da PM/MT), 10% (dez por cento) do total das vagas ofertadas em concurso devero ser

    reservadas candidatos do sexo feminino.

    5.3 As atribuies e o enquadramento inicial do cargo constam da legislao especificada no item 3.

    5.4 O regime jurdico da carreira militar o estatutrio, regido pela Lei Complementar n. 231, de 15 de

    dezembro de 2005 e suas alteraes posteriores.

    5.5 A jornada de Trabalho de dedicao integral, incompatvel com o exerccio de quaisquer atividades

    pblica ou privada.

    5.6 A funo militar se sujeita prestao de servios em condies adversas de segurana, com risco de

    vida, plantes noturnos e chamadas a qualquer hora, desde que justificada a necessidade, inclusive com

    a realizao de atividades em todo o Estado de Mato Grosso ou fora dele.

    5.7 No haver reserva de vagas para os Portadores de Necessidades Especiais, tendo em vista a

    natureza do cargo.

    5.8 A remunerao dos Aspirantes-a-oficial e dos Oficiais da Polcia Militar regulada pela Lei

    Complementar n 433 de 02 de setembro de 2011, conforme os critrios abaixo estabelecidos:

    a) Durante o perodo de realizao do Curso de Formao de Oficiais o Aluno Oficial receber

    remunerao, conforme preceitua o Art. 5 da Lei Complementar n 433 de 02 de setembro de 2011.

  • 3 de 44

    b) Aps a aprovao no Curso de Formao e no perodo de estgio probatrio obrigatrio, o Aspirante

    Policial Militar receber subsdio correspondente ao previsto na mesma legislao.

    5.9 So requisitos para ingresso nas carreiras militares:

    a) ser brasileiro;

    b) estar, no mnimo, com dezoito e, no mximo, com vinte e cinco anos na data da matrcula

    (20/01/2014).

    c) possuir ilibada conduta pblica e privada;

    d) estar quite com as obrigaes eleitorais e militares;

    e) no ter sofrido condenao criminal com pena privativa da liberdade ou qualquer condenao

    incompatvel com a funo militar;

    f) no ter sido dispensado do servio militar ou desligado de cursos e escolas militares por incapacidade

    mental, moral ou disciplinar;

    g) obter a aprovao nos exames mdicos, fsicos, psicolgicos e intelectual, exigidos para a incluso,

    nomeao ou matrcula;

    h) ser apto nos exames mdicos e odontolgicos procedidos pela Junta de Inspeo de Sade e

    aprovado nos Testes de Aptido Fsica, conforme critrios estipulados em edital do concurso;

    i) ser considerado aprovado em sindicncia sobre sua vida pregressa, onde lhe ser exigida a

    apresentao de toda documentao necessria, a fim de que seja comprovado o no impedimento

    para o ingresso na corporao;

    j) possuir, no mnimo, ensino mdio completo;

    k) ser apto em avaliao psicolgica, de acordo com o perfil psicolgico exigido para o exerccio do

    cargo e funo de Oficial da Polcia Militar;

    l) ter altura mnima de 1,67m para o sexo masculino e 1,57m para o sexo feminino e, em ambos os

    casos, peso proporcional a altura;

    m) Possuir Carteira Nacional de Habilitao (CNH).

    5.10 O disposto no subitem 5.9, letras b e l deste Edital de Concurso no se aplicam aos candidatos j

    ingressados na Polcia Militar do Estado do Mato Grosso, por tais requisitos serem exigidos apenas aos

    candidatos civis, respectivamente, por fora do disposto no Art. 11, inciso II da Lei Complementar n 231,

    de 15.12.05 e Art. 22, inciso VIII da Lei Complementar n 408, de 01.07.10.

    6. DAS DISPOSIES GERAIS SOBRE A INSCRIO 6.1 A inscrio poder ser efetuada com pagamento da taxa de inscrio ou com iseno do pagamento

    da referida taxa.

    6.1.1 As inscries a que se refere o subitem 6.1 sero realizadas unicamente via internet no endereo

    eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    6.2 A inscrio com pedido de iseno de taxa dever ser efetuada nos termos do item 7 deste Edital.

    6.3 A inscrio com pagamento de taxa dever ser efetuada nos termos do item 8 deste Edital.

    6.4 Para efetuar a inscrio, imprescindvel o nmero do Cadastro de Pessoa Fsica (CPF) do candidato.

    6.5 O candidato que no possuir o nmero de CPF dever solicit-lo junto aos rgos competentes, de

    forma a obt-lo antes do trmino do perodo de inscrio.

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 4 de 44

    6.5.1 O candidato que no preencher o seu nmero de CPF, preench-lo incorretamente ou utilizar o

    nmero de CPF de terceiros, no ter seu requerimento de inscrio aceito.

    6.6 Antes de efetuar a inscrio e/ou o pagamento da taxa de inscrio, o candidato dever tomar

    conhecimento do disposto neste Edital, seus Anexos, Editais Complementares e posteriores alteraes,

    caso ocorram, e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos.

    6.7 O valor da taxa de inscrio est fixado em R$ 120,00 (cento e vinte) reais.

    6.7.1 O valor da taxa de inscrio no ser devolvido em nenhuma hiptese.

    6.7.2 No ser permitida a transferncia do valor pago como taxa de inscrio para outra pessoa, assim

    como, a transferncia da inscrio para pessoa diferente daquela inscrita.

    6.8 Para fins de inscrio, agendamentos de pagamento sem a devida efetivao, bem como pagamentos

    do boleto bancrio efetuados aps o dia 22/04/2013, ou, ainda, pagamento atravs de carto de crdito,

    transferncia entre contas, depsito em conta e/ou depsito efetuado em terminal de autoatendimento,

    implicaro a no efetivao da inscrio. A COVEST no se responsabilizar por inscries no

    efetivadas pelos motivos listados neste subitem.

    6.9 No ser aceita inscrio condicional, efetuada via fax, via correio eletrnico, via postal ou fora do

    prazo.

    6.10 O candidato atravs do n. do CPF poder editar/alterar sua inscrio, durante o perodo de realizao

    das inscries.

    6.11 Ao preencher o requerimento de inscrio, o candidato dever, obrigatoriamente, sob pena de no

    ter a sua inscrio aceita no Concurso Pblico CFO/PMMT, indicar nos campos apropriados s

    informaes requeridas.

    6.11.1 As informaes prestadas no formulrio de inscrio sero de inteira responsabilidade do

    candidato, dispondo a COVEST/UNEMAT do direito de exclu-lo do Concurso Pblico CFO/PMMT se o

    preenchimento for efetuado com dados incompletos ou incorretos, bem como se constatado

    posteriormente serem inverdicas as informaes.

    6.11.2 A idoneidade dos dados e dos documentos apresentados de inteira responsabilidade do

    candidato, respondendo o mesmo por qualquer irregularidade que, porventura, venha a ser constatada.

    6.12 O requerimento de inscrio dos candidatos pagantes estar efetivado somente aps o pagamento

    do boleto bancrio correspondente a sua inscrio e devida confirmao da rede bancria, e aos que

    solicitaram iseno da taxa, aps o deferimento da mesma.

    6.13 Depois de confirmado o pagamento da taxa de inscrio, no haver alterao de opo de curso,

    local de realizao das provas ou outro dado contido no requerimento de inscrio.

    6.14 Em caso de mais de uma inscrio do mesmo candidato, com iseno de taxa, ser considerada a

    inscrio efetuada com data e horrio mais recentes. As demais sero canceladas automaticamente.

    6.15 Em caso de mais de uma inscrio do mesmo candidato, com pagamento de taxa de inscrio, ser

    considerada a inscrio paga com data e horrio mais recentes. As demais sero canceladas

    automaticamente.

    6.16 A Assessoria de Gesto de Concursos e Vestibulares no se responsabilizar por requerimento de

    inscrio/iseno no recebido por fatores de ordem tcnica que impossibilitem a transferncia de dados,

    falhas de comunicao ou congestionamento das linhas de comunicao.

  • 5 de 44

    6.17 No ser aceita a entrega condicional de documentos, bem como, aps a entrega da documentao,

    o encaminhamento de documentos complementares e/ou sua retirada.

    6.18 A inscrio do candidato implicar o seu conhecimento e a tcita aceitao das normas e condies

    estabelecidas neste Edital, seus Anexos, Editais Complementares, comunicados oficiais da COVEST, e

    posteriores alteraes, caso ocorram, das quais no poder alegar desconhecimento.

    6.19 O candidato somente ser considerado inscrito no Concurso Pblico CFO/PMMT aps ter cumprido

    todas as instrues pertinentes neste Edital, e tiver a sua inscrio deferida por ocasio da divulgao

    prevista no subitem 9.3 deste Edital.

    7. DAS INSCRIES COM ISENO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIO 7.1 O candidato, que se encontrar desempregado, ou que perceba at um salrio mnimo e meio ou ainda,

    aquele que seja doador regular de sangue, poder usufruir do benefcio da iseno de pagamento da taxa

    de inscrio, amparado na Lei Estadual n. 6.156, de 28 de dezembro de 1992, alterada pela Lei Estadual

    n. 8.795, de 07 de janeiro de 2008, ou na Lei Estadual n. 7.713, de 11 de setembro de 2002.

    7.2 O candidato que se enquadrar em uma das situaes previstas no subitem 7.1 deste Edital, para fazer

    jus iseno do pagamento da taxa de inscrio, dever obrigatoriamente, no perodo compreendido

    entre as 8 horas do dia 01/04/2013 e 23 horas e 59 minutos do dia 04/04/2013 requerer sua inscrio

    atravs do endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular, e ainda, aps a inscrio, dever protocolar at

    o dia 05/04/2013, os documentos relacionados nos subitens 7.4, 7.4.1 e/ou 7.4.2, nos Postos Autorizados

    constantes do Anexo V deste Edital, no horrio de atendimento das 8:00 s 12:00 e das 14:00 s 18:00.

    7.2.1 O protocolo dos documentos, conforme subitem 7.2 de responsabilidade exclusiva do candidato,

    podendo ser realizado por terceiros, a critrio do candidato, sem necessidade de procurao. Nesta

    hiptese, o candidato assumir as consequncias de eventuais erros do seu procurador.

    7.3 O formulrio de inscrio online, composto de duas partes: requerimento de inscrio e do

    comprovante de solicitao de iseno do pagamento da taxa de inscrio, dever ser preenchido de

    acordo com as determinaes contidas neste Edital e na prpria pgina de inscrio.

    7.3.1 Imediatamente aps o preenchimento e envio via internet do requerimento de inscrio, o candidato

    dever, obrigatoriamente, imprimi-lo e, em seguida, assin-lo.

    7.3.2 O requerimento de inscrio dever ser protocolado nos Postos Autorizados junto com a

    documentao relativa iseno, relacionada nos subitens 7.4, 7.4.1 e/ou 7.4.2 deste Edital.

    7.3.2.1 O candidato receber comprovante de solicitao de iseno do pagamento da taxa de inscrio,

    com o devido carimbo do posto recebedor, no momento da entrega dessa documentao.

    7.4 So documentos obrigatrios para a inscrio com pedido de iseno do pagamento da taxa a

    serem protocolados nos Postos Autorizados constantes do Anexo V deste Edital:

    a) Requerimento de inscrio;

    b) Fotocpia do Documento Oficial de Identidade - RG;

    c) Fotocpia do Cadastro de Pessoa Fsica CPF.

    7.4.1 Os trabalhadores que percebam at um salrio mnimo e meio, ou se encontrem

    desempregados, devero apresentar os documentos elencados no subitem 7.4 e os seguintes

    documentos como comprovante de renda, no caso de:

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 6 de 44

    a) empregados de empresas privadas: cpia da Carteira de Trabalho e Previdncia Social (CTPS)

    pginas que contenham fotografia, identificao e anotaes do ltimo contrato de trabalho (com as

    alteraes salariais), e da primeira pgina subsequente em branco.

    b) servidores pblicos: cpia do contracheque referente ao ms de Maro/2013;

    c) autnomos: declarao de prprio punho dos rendimentos correspondentes a contratos de prestao

    de servio e/ou original ou cpia de contrato de prestao de servios e de recibo de pagamento

    autnomo (RPA); e cpia da Carteira de Trabalho e Previdncia Social (CTPS) pginas que

    contenham fotografia, identificao e anotao do ltimo contrato e da primeira pgina subsequente em

    branco ou com correspondente data de sada da anotao do ltimo contrato de trabalho;

    d) desempregados: declarao de prprio punho de que est desempregado, no exerce atividade como

    autnomo, no participa de sociedade profissional e que a sua situao econmica no lhe permite

    arcar com o valor da inscrio, sem prejuzo do sustento prprio ou de sua famlia, respondendo civil e

    criminalmente pelo inteiro teor das afirmativas; cpia da Carteira de Trabalho e Previdncia Social

    (CTPS) pginas que contenham fotografia, identificao e anotao do ltimo contrato de trabalho e

    da primeira pgina subsequente em branco e com correspondente data de sada da anotao do ltimo

    contrato de trabalho;

    e) pensionistas: cpia do Comprovante de Crdito atual do benefcio, fornecida pela Instituio

    pagadora; cpia da Carteira de Trabalho e Previdncia Social (CTPS) pginas que contenham

    fotografia, identificao e anotao do ltimo contrato de trabalho e da primeira pgina subsequente em

    branco ou com correspondente data de sada da anotao do ltimo contrato de trabalho.

    7.4.2 Os Doadores Regulares de Sangue devero apresentar os documentos elencados no subitem 7.4

    e ainda, documento padronizado de sua condio de doador regular expedido pelo Banco de Sangue,

    pblico ou privado, autorizado pelo Poder Pblico, no qual o doador faz a sua doao, e que j tenha feito,

    no mnimo 03 (trs) doaes antes da publicao deste Edital.

    7.5 Qualquer inveracidade constatada nos documentos comprobatrios de iseno de pagamento da taxa

    de inscrio ser fato para o indeferimento da iseno, tornando-se nulos todos os atos dela decorrentes,

    alm de sujeitar o candidato s penalidades previstas em lei.

    7.6 No ser aceita solicitao de iseno de pagamento da taxa de inscrio encaminhada via postal, fax

    e/ou correio eletrnico.

    7.7 Ter seu pedido de iseno do pagamento da taxa de inscrio indeferido o candidato que:

    a) Omitir informaes e/ou torn-las inverdicas; ou

    b) Fraudar e/ou falsificar documentao; ou

    c) Protocolar com documentao incompleta ou no protocolar a documentao nos Postos

    Autorizados, deixando de atender ao disposto nos subitens 7.4, 7.4.1 e/ou 7.4.2; ou

    d) No observar o local, prazo e os horrios estabelecidos no subitem 7.2 deste Edital.

    7.8 O resultado do pedido de iseno do pagamento da taxa de inscrio ser divulgado a partir do dia

    12/04/2013 no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular, atravs de consulta individual.

    7.8.1 As inscries dos candidatos que requererem iseno sero efetivadas no momento em que forem

    consideradas deferidas.

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 7 de 44

    7.8.2 Caber recurso contra o indeferimento de pedido de iseno do pagamento da taxa de inscrio, em

    conformidade com que estabelece o subitem 27.1 deste edital.

    7.9 Caso o candidato constate que seu nome no consta em nenhum resultado (deferido e indeferido),

    dever, at o dia 17/04/2013, at s 17h entrar em contato com a Assessoria de Gesto de Concursos e

    Vestibulares - COVEST da Universidade do Estado de Mato Grosso, localizada na Avenida Santos

    Dumont, s/n. Bairro: Santos Dumont, Cidade Universitria. CEP: 78.200-000 Cceres-MT, e/ou via e-mail

    [email protected], sob pena de no ter sua inscrio confirmada.

    7.10 O candidato que tiver o pedido de iseno de pagamento da taxa de inscrio indeferido e, seu

    recurso contra o indeferimento de iseno julgado improcedente, querendo efetivar sua inscrio como

    candidato pagante, dever imprimir o boleto bancrio no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular,

    no perodo de 18 a 22/04/2013 e efetuar o pagamento do valor da taxa de inscrio fixado no subitem 6.7

    at o dia 22/04/2013, observado o horrio normal de expediente bancrio.

    7.10.1 O boleto a que se refere o subitem anterior dever ser gerado e impresso pelo prprio candidato,

    no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular e pago em qualquer agncia bancria ou qualquer

    internet Banking.

    7.10.2 O boleto bancrio a ser utilizado para efetuar o pagamento da taxa de inscrio dever ser aquele

    correspondente ao requerimento de inscrio do candidato.

    7.11 O candidato que tiver seu pedido de iseno de pagamento da taxa de inscrio indeferido, que no

    impetrar recurso contra indeferimento ou que tiver seu recurso julgado improcedente e, ainda, no efetuar

    o pagamento da taxa de inscrio na forma e no prazo estabelecido neste Edital, ter sua inscrio

    indeferida automaticamente.

    8. DA INSCRIO COM PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIO

    8.1 A inscrio com pagamento da taxa de inscrio dever ser efetuada via internet, no endereo

    eletrnico www.unemat.br/vestibular, no perodo compreendido entre as 8 horas do dia 01/04/2013 e 23

    horas e 59 minutos do dia 21/04/2013.

    8.2 O candidato dever efetuar o pagamento do valor da taxa de inscrio por meio de boleto bancrio,

    obtido no prprio endereo eletrnico, pagvel em qualquer agncia bancria ou atravs de qualquer

    Internet Banking.

    8.3 O pagamento dever ser feito aps gerar e imprimir o boleto bancrio (opo disponvel aps o

    preenchimento e envio do formulrio de inscrio).

    8.4 O boleto bancrio a ser utilizado para efetuar o pagamento da taxa de inscrio dever ser aquele

    correspondente ao requerimento de inscrio do candidato.

    8.5 O pagamento do valor da taxa de inscrio dever ser efetivado at o dia 22/04/2013, observado o

    horrio normal de expediente bancrio.

    8.6 As orientaes e procedimentos a serem seguidos para gerar, imprimir e pagar o boleto bancrio

    estaro disponveis no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    8.7 As inscries com pagamento de taxa de inscrio deferidas e indeferidas sero divulgadas a partir

    do dia 26/04/2013, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular, atravs de consulta individual.

    9. DO INDEFERIMENTO/DEFERIMENTO DA INSCRIO

    9.1 Ser indeferida a inscrio:

    mailto:[email protected]://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibular

  • 8 de 44

    a) que incidir nas causas fixadas no subitem 7.7 deste Edital, para o candidato que pleitear iseno do

    pagamento da taxa de inscrio, ou;

    b) efetuada fora dos perodos fixados nos subitens 7.2, 8.1 e 8.5 deste Edital, ou;

    c) cujo pagamento no tenha sido confirmado pela rede bancria, ou;

    d) cujo requerimento de inscrio esteja preenchido de forma incompleta ou incorreta, ou;

    e) efetuada sem documento exigido neste Edital, ou;

    f) em desacordo com qualquer requisito deste Edital.

    9.2 Caber recurso contra indeferimento ou no confirmao de inscrio, em conformidade com o que

    estabelece o subitem 27 deste Edital.

    9.3 As inscries deferidas ao Concurso Pblico CFO/PMMT sero publicadas a partir do dia 03/05/2013

    no Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso, bem como divulgadas na internet, para consulta individual, no

    endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    10. DO CANDIDATO QUE NECESSITAR DE ATENDIMENTO DIFERENCIADO 10.1 assegurado ao candidato o direito de requerer atendimento diferenciado para realizao das

    provas.

    10.2 O requerimento de atendimento diferenciado descrito no subitem anterior, dever ser realizado no ato

    da inscrio, entretanto, o candidato dever enviar, via SEDEX ou Carta Registrada, toda a documentao

    exigida, conforme descrito no subitem 10.5 deste edital, no perodo de 01 a 22/04/2013.

    10.3 O atendimento diferenciado consistir em: fiscal transcritor e amamentao.

    10.3.1 Atendimentos diferenciados:

    a) fiscal transcritor para candidato com problema de sade que esteja impossibilitado de transcrever

    as respostas para os cartes de respostas;

    b) amamentao para a candidata que tiver necessidade de amamentar.

    10.4 No caso de atendimento diferenciado por fiscal transcritor, a COVEST/UNEMAT no se

    responsabilizar por eventual erro de transcrio alegado pelo candidato.

    10.5 O candidato que, por problema de sade, necessitar momentaneamente de condies especiais

    Fiscal Transcritor - para realizar as provas, dever at o dia 22/04/2013, preencher o Anexo IV deste

    Edital - Requerimento de Atendimento Diferenciado; anexar atestado mdico comprobatrio de sua

    condio de sade e protocolar na Universidade do Estado de Mato Grosso - COVEST, localizada na

    Avenida Santos Dumont, s/n. Bairro: Santos Dumont, Cidade Universitria. CEP: 78.200-000 -

    Cceres/MT; ou encaminhar via SEDEX ou Carta Registrada para o endereo acima citado.

    10.6 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realizao das provas, alm de solicitar

    atendimento diferenciado, dever levar um acompanhante, que ficar em local reservado e que ser

    responsvel pela guarda da criana. A amamentao dar-se- nos momentos que se fizerem necessrios.

    10.6.1 No haver nenhum tipo de compensao em relao ao tempo de prova dispensado

    amamentao. No ser permitida a realizao das provas da candidata que no levar acompanhante.

    10.6.2 A COVEST/UNEMAT no disponibilizar acompanhante para guarda de criana.

    10.7 As condies especiais a serem ofertadas no incluem atendimento domiciliar, hospitalar, transporte

    e prova em Braille.

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 9 de 44

    10.8 As solicitaes de atendimento especial sero atendidas segundo critrios de viabilidade e

    razoabilidade.

    11. DA DIVULGAO DOS LOCAIS DE PROVA 11.1 A divulgao dos locais de realizao da prova (nome do estabelecimento, endereo e sala) ser

    disponibilizada por meio de consulta individual, contendo nome, nmero do documento de identidade,

    curso pretendido, opo de lngua e vaga, e estar disponvel a partir do dia 07/05/2013, no endereo

    eletrnico www.unemat.br/vestibular, sendo que o candidato poder efetuar a impresso destas

    informaes.

    11.2 Caso o candidato constate que no foi alocado em nenhum do estabelecimento para a realizao da

    prova, dever entrar em contato com a COVEST/UNEMAT, via e-mail [email protected],

    impreterivelmente at s 17 horas do dia 10/05/2013, e seguir as orientaes fornecidas pela

    COVEST/UNEMAT.

    11.3 Divergncias relativas a nome, documento de identidade ou data de nascimento, devero ser

    comunicados apenas no dia de realizao das provas, ao fiscal de sala, para posterior anlise da

    solicitao de alterao de cadastro.

    11.4 de exclusiva responsabilidade do candidato o acompanhamento de todas as informaes

    divulgadas no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular, bem como, da observao do local

    especfico de realizao de sua prova.

    12. DA PRIMEIRA FASE EXAME INTELECTUAL 12.1 O Exame Intelectual compreender de duas fases, ambas de carter eliminatrio e classificatrio. A

    Primeira Fase constar de 04 (quatro) Provas Objetivas e a Segunda Fase de 01 (uma) Prova de

    Redao, e ser realizado em etapa nica, no dia e horrios abaixo:

    DATA HORRIO DE INCIO

    PROVAS DURAO

    26/05/2013

    (Domingo)

    8h Cincias da Natureza e suas tecnologias, Matemtica e suas tecnologias, Cincias Humanas e suas tecnologias

    4 horas

    15h Linguagens, Cdigos e suas tecnologias, e Redao 4 horas

    12.2 DA PRIMEIRA FASE DO EXAME INTELECTUAL

    12.2.1 A Primeira Fase ser constituda de questes objetivas de mltipla escolha Prova Objetiva

    (Cincias da Natureza e suas tecnologias; Matemtica e suas tecnologias; Cincias Humanas e suas

    tecnologias e Linguagens, Cdigos e suas tecnologias).

    12.2.1.1 Cada questo objetiva conter 05 (cinco) itens (elencados de a a e) de mltipla escolha, que o

    candidato dever assinalar uma alternativa como resposta.

    a) A prova objetiva da rea de Cincias da Natureza e suas tecnologias ter 21 (vinte e uma)

    questes;

    b) A prova objetiva da rea de Matemtica e suas tecnologias ter 10 (dez) questes;

    c) A prova objetiva da rea de Cincias Humanas e suas tecnologias ter 18 (dezoito) questes;

    d) A prova objetiva da rea de Linguagens, Cdigos e suas tecnologias ter 24 (vinte e quatro)

    questes.

    http://www.unemat.br/vestibularmailto:[email protected]://www.unemat.br/vestibular

  • 10 de 44

    12.2.3 O candidato dever transcrever, utilizando caneta esferogrfica de tinta preta ou azul, as respostas

    das questes da Prova Objetiva para o carto de respostas, que ser o nico documento vlido para

    correo eletrnica. No haver substituio do carto respostas por erro do candidato. O preenchimento

    do carto de respostas ser de inteira responsabilidade do candidato que dever proceder em

    conformidade com as instrues contidas neste Edital, no caderno de provas e no prprio carto de

    respostas.

    12.2.3.1 Sero de inteira responsabilidade do candidato os prejuzos advindos das marcaes feitas

    indevidamente no carto respostas. Sero consideradas marcaes indevidas as que estiverem em

    desacordo com este edital e com o carto de respostas, tais como: marcao rasurada ou emendada e

    campo de marcao no preenchido integralmente.

    12.2.4 Devero prestar a Primeira Fase todos os candidatos regularmente inscritos no Concurso Pblico

    CFO/PMMT.

    12.2.5 Por medida de segurana do Concurso Vestibular, a ningum ser entregue fotocpia ou original

    dos cartes de respostas de qualquer das provas.

    12.3 DA SEGUNDA FASE DO EXAME INTELECTUAL

    12.3.1 A Segunda Fase constituda de uma Prova de Redao em Lngua Portuguesa, de carter

    eliminatrio.

    12.3.2 Por medida de segurana do Concurso Pblico, a ningum ser entregue fotocpia ou original dos

    cartes de respostas da prova de Redao.

    12.3.3 O candidato dever transcrever, utilizando caneta esferogrfica de tinta preta ou azul, para o

    carto de respostas verso definitiva, que ser o nico documento vlido para correo.

    12.3.4 A prova de Redao no poder ser assinada, rubricada e/ou conter qualquer palavra e/ou marca

    que a identifique em outro local que no seja o destinado, sob pena de ser anulada.

    13. DO LOCAL E DA REALIZAO DAS PROVAS 13.1 As provas sero realizadas nas seguintes cidades, dentre as quais o candidato dever optar no ato

    da inscrio:

    1) Alta Floresta

    2) Alto Araguaia

    3) Barra do Bugres

    4) Barra do Garas

    5) Cceres

    6) Colder

    7) Cuiab

    8) Juara

    9) Nova Xavantina

    10) Pontes e Lacerda

    11) Rondonpolis

    12) Sinop

    13) Tangar da Serra

  • 11 de 44

    13.2 Fica vedado ao candidato prestar a prova fora do local, data e horrio pr-determinados pela

    Assessoria de Gesto de Concursos e Vestibulares.

    14. DOS DOCUMENTOS DE IDENTIFICAO 14.1 So considerados documentos oficiais de identificao para fins deste Concurso Pblico: Carteiras

    expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Justia, pelas Secretarias de Segurana

    Pblica e pelo Corpo de Bombeiro Militar; Carteiras expedidas pelos rgos Fiscalizadores de Exerccio

    Profissional (Ordens, Conselhos, etc.); Passaporte brasileiro, Certificado de Reservista, Carteiras

    Funcionais do Ministrio Pblico, Carteiras Funcionais expedidas por rgo pblico que, por lei federal,

    valham como identidade; Carteira de Trabalho e Previdncia Social e Carteira Nacional de Habilitao

    (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei Federal n. 9.503, de 23 de setembro de 1997).

    14.2 No ser permitido o ingresso de candidatos na sala de aplicao de prova que no forem

    identificados por um dos documentos oficiais de identidade disposto no subitem 14.1.

    14.3 No ser aceita fotocpia de documento original, ainda que autenticada, bem como protocolo de

    documento.

    14.4 No sero aceitos como documento de identidade: certides de nascimento, CPF, ttulos eleitorais,

    carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade, nem documentos ilegveis, no-

    identificveis e/ou danificados.

    14.5 Os documentos devero estar em perfeitas condies, de forma a permitir, com clareza, a

    identificao do candidato e de sua assinatura.

    15. DAS CONDIES DE REALIZAO DA PROVA OBJETIVA 15.1 No dia de realizao das provas, o candidato dever comparecer ao local designado para a

    realizao das provas com antecedncia mnima de uma hora do horrio fixado para o seu incio,

    munido somente de:

    I. documento oficial de identificao, contendo fotografia e assinatura;

    II. caneta esferogrfica de tinta azul ou preta, no porosa, fabricada inteiramente em material

    transparente.

    15.1.1 Os portes dos estabelecimentos de aplicao de provas sero fechados, impreterivelmente, s 08

    horas (perodo matutino) e s 15 horas (perodo vespertino), no sendo permitido ingresso de candidato

    ao local de realizao da prova aps esse horrio.

    15.2 O candidato que no apresentar original de documento oficial de identidade, na forma definida no

    subitem 14.1, no realizar as provas deste Concurso Pblico, exceto no caso de apresentao de

    registro de ocorrncia policial (Boletim de Ocorrncia), confirmando perda, furto ou roubo de seus

    documentos.

    15.2.1 O Boletim de Ocorrncia, para fins deste Concurso Pblico, s ter validade se emitido h menos

    de 30 (trinta) dias da realizao das provas.

    15.2.2 O candidato que apresentar Boletim de Ocorrncia, conforme estabelecido no subitem anterior, ou

    que apresentar original de documento oficial de identidade que gere dvidas relativas fisionomia ou

  • 12 de 44

    assinatura, ser submetido identificao especial, compreendendo coleta de impresso digital e de

    assinatura em formulrio prprio (Termo Condicional), e far a prova em carter condicional.

    15.2.2.1 O candidato que realizar prova em carter condicional dever, ao final da mesma, entregar ao

    fiscal de sala todo o material de prova (caderno de provas e carto de respostas).

    15.3 Para a segurana dos candidatos e a garantia da lisura do certame, a UNEMAT proceder como

    forma de identificao, coleta da impresso digital de todos os candidatos no dia de realizao da

    provas.

    15.4 No ser admitido ingresso de candidato no local de realizao das provas aps o horrio fixado para

    o seu incio.

    15.5 A inviolabilidade das provas ser comprovada na sala de aplicao das provas, no momento do

    rompimento do lacre dos envelopes das provas na presena dos candidatos.

    15.6 O candidato no poder levar os cartes de respostas das provas objetivas e da prova de Redao.

    15.7 Os cartes de respostas no sero substitudos por erro do candidato.

    15.8 No horrio reservado a realizao das provas, est includo o tempo destinado ao preenchimento do

    carto de resposta e/ou carto resposta da prova de Redao verso definitiva e coleta de impresso

    digital de candidatos.

    15.9 No haver, por qualquer motivo, prorrogao do tempo previsto para a aplicao das provas em

    razo do afastamento de candidato da sala de realizao de provas.

    15.10 No haver segunda chamada para a realizao das provas. O no-comparecimento implicar a

    eliminao automtica do candidato.

    15.11 Por motivo de segurana, visando a garantia da lisura e da idoneidade do Concurso Pblico

    CFO/PMMT, sero adotados no dia de aplicao das provas, os procedimentos a seguir especificados:

    a) no ser permitida a entrada de candidato alcoolizado e/ou portando arma no estabelecimento de

    aplicao de provas;

    b) no ser permitida a entrada de candidato, na sala de aplicao de provas, usando culos escuros

    ou quaisquer itens de chapelaria, tais como chapu, bon, gorro etc;

    c) o candidato que adentrar a sala de provas portando lpis, lapiseira, borracha, livros, cdigos,

    impressos ou qualquer outra fonte de consulta, ou ainda, aparelhos eletrnicos (como bip, telefone

    celular, relgio de qualquer espcie, calculadora, walkman, agenda eletrnica, notebook, palmtop,

    pen drive, receptor, gravador, smartphone, tablet, mquina fotogrfica etc.) dever solicitar ao fiscal

    de sala envelope apropriado para acondicionar seus pertences, inclusive os aparelhos eletrnicos

    desligados. O envelope dever ser lacrado na presena do fiscal;

    d) antes do incio da prova, o candidato dever depositar o envelope lacrado, referido na alnea

    anterior, sob a sua cadeira, no podendo manipul-lo at o trmino de sua prova;

    e) o lacre do envelope s poder ser rompido aps a sada do candidato das dependncias do

    estabelecimento de aplicao de provas (na rua);

    f) ser vedado ao candidato realizar a prova fora do local, data e horrio pr-determinados pela

    organizao do Concurso Pblico;

    g) aps ser identificado, nenhum candidato poder retirar-se da sala de prova sem autorizao e

    acompanhamento da fiscalizao;

  • 13 de 44

    h) no ser permitido, sob hiptese alguma, durante a aplicao de prova, o retorno do candidato ao

    estabelecimento, aps ter-se ausentado do mesmo, ainda que por questes de sade;

    i) a COVEST/UNEMAT poder proceder, a qualquer momento, durante o horrio de aplicao das

    provas, coleta da impresso digital de candidatos;

    j) o candidato poder retirar-se da sala de prova somente duas horas decorridas do incio das provas

    e aps a entrega do seu caderno de provas objetiva e do seu carto de respostas. O candidato que

    insistir em sair da sala de prova, descumprindo o aqui disposto, dever assinar Termo de

    Desistncia, que ser lavrado pelo Coordenador do estabelecimento;

    k) a COVEST/UNEMAT manter um marcador de tempo na sala de realizao de prova para fins de

    acompanhamento pelos candidatos;

    l) o caderno de provas s poder ser levado pelo candidato faltando quinze minutos para o trmino

    da realizao das provas;

    m) os trs ltimos candidatos devero permanecer na sala de realizao da prova at que o ltimo

    candidato finalize a sua prova e devero sair juntos do recinto aps a assinatura da ata de aplicao

    de provas da respectiva sala;

    n) aps o trmino da prova, o candidato dever, obrigatoriamente, entregar ao fiscal de sala seu

    caderno de provas e seu carto de respostas, ressalvado o disposto na alnea l.

    15.12 No dia de realizao das provas, a COVEST/UNEMAT poder submeter os candidatos ao sistema

    de deteco de metal nas salas, nos corredores e banheiros, a fim de impedir a prtica de fraude e de

    verificar se o candidato est portando material no permitido.

    15.13 O candidato dever conferir as informaes contidas no carto de respostas e assinar seu nome no

    campo apropriado.

    15.14 Caso o candidato identifique erros nas informaes referentes a nome, nmero de documento de

    identidade, contidas nos cartes de respostas, deve no incio das provas informar o fiscal de sala.

    15.15 A COVEST/UNEMAT no se responsabiliza pela correo dos cartes de respostas no

    preenchidos com caneta esferogrfica transparente de tinta preta ou azul, no porosa, fabricada

    inteiramente em material transparente, assim como daqueles que no seguirem as instrues contidas na

    capa e/ou no verso da capa dos cadernos de prova e das contidas nos cartes de respostas.

    15.16 Ser eliminado do Concurso Pblico o candidato que:

    a) chegar ao local de prova aps o fechamento dos portes;

    b) durante a realizao das Provas, for surpreendido em comunicao com outro candidato ou

    pessoa no autorizada, dando e/ou recebendo auxlio para a execuo da prova;

    c) for surpreendido no interior do estabelecimento, durante o horrio de realizao das provas

    alcoolizado e/ou portando arma;

    d) for surpreendido no interior do estabelecimento, durante o horrio de realizao da Prova Objetiva,

    portando, de forma diferente da estabelecida neste Edital, e/ou utilizando lpis, lapiseira, borracha,

    livros, cdigos, impressos ou qualquer outra fonte de consulta, e/ou quaisquer aparelhos

    eletrnicos (como bip, telefone celular, relgio de qualquer espcie, calculadora, walkman, agenda

    eletrnica, notebook, palmtop, pen drive, receptor, gravador, smartphone, tablet, mquina

    fotogrfica etc);

  • 14 de 44

    e) for surpreendido, na sala de aplicao de provas, usando caneta fabricada fora do padro

    especificado no subitem 15.1, bem como culos escuros ou quaisquer itens de chapelaria, tais

    como chapu, bon, gorro etc;

    f) tiver seu telefone celular e/ou aparelho eletrnico emitido sons/rudos durante o horrio de

    realizao da provas, mesmo tendo acondicionado e lacrado em envelope apropriado;

    g) fizer, em qualquer documento, declarao falsa ou inexata;

    h) desrespeitar membro da equipe de fiscalizao, assim como proceder de forma a perturbar a

    ordem e a tranquilidade necessrias realizao das provas;

    i) no realizar as provas; ausentar-se da sala de prova sem justificativa ou sem autorizao, aps ter

    assinado a lista de frequncia, portando ou no o carto de respostas das provas;

    j) no devolver o carto de respostas;

    k) no permitir a coleta de impresso digital;

    l) fizer anotao de informaes relativas s suas respostas em qualquer meio, exceto no caderno

    de provas;

    m) no atender s determinaes do presente Edital e do caderno de provas;

    n) mesmo aps as provas, for surpreendido, por meio eletrnico, estatstico, visual, grafolgico ou

    investigao policial, ter utilizado de procedimentos ilcitos;

    o) no assinar os cartes de respostas;

    p) for um dos trs ltimos e se recusar a permanecer em sala de realizao at que o ltimo

    candidato termine a prova, conforme previsto no subitem 15.11, alnea m.

    15.17 Os membros da equipe de Coordenao/Fiscalizao no assumiro a guarda de quaisquer objetos

    pertencentes aos candidatos.

    15.18 A COVEST/UNEMAT no se responsabilizar pelo extravio de quaisquer objetos ou valores

    portados pelos candidatos durante a realizao da Prova Objetiva.

    15.19 O candidato ausente e/ou eliminado conforme subitem 15.16 e suas alneas, fica impedido de

    realizar as demais provas do certame.

    15.20 No dia de realizao das provas, no sero fornecidas, por qualquer membro da equipe de

    aplicao destas e/ou pelas autoridades presentes, informaes referentes ao seu contedo e/ou aos

    critrios de avaliao e de classificao.

    16. DAS QUESTES OBJETIVAS 16.1 O gabarito preliminar das provas objetivas ser divulgado a partir de 27/05/2013, no endereo

    eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    16.1.1 O candidato poder interpor recurso contra gabarito preliminar das provas, na forma prevista na

    alnea c do subitem 27.1 deste Edital.

    16.2 O gabarito oficial das provas objetivas ser divulgado a partir de 10/06/2013, no endereo eletrnico

    www.unemat.br/vestibular.

    16.3 Nas questes objetivas, consideram-se os itens corretos aqueles que estiverem em concordncia

    com o gabarito da COVEST.

    http://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibular

  • 15 de 44

    16.4 Nas questes objetivas, no sero computados no clculo os itens deixados em branco ou com dupla

    marcao no carto de respostas, bem como os itens respondidos erradamente.

    17. DA DIVULGAO DO DESEMPENHO NAS PROVAS OBJETIVAS 17.1 O desempenho (pontuao) preliminar nas Provas Objetivas, ser publicado a partir do dia

    12/06/2013 no Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso, bem como divulgado na internet, para consulta

    individual, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    17.2 A COVEST/UNEMAT divulgar a imagem do carto de respostas dos candidatos que realizaram as

    provas objetivas, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular, a partir da data referida no subitem

    anterior.

    17.2.1 A referida imagem ficar disponvel at 15 (quinze) dias corridos da data de publicao do

    resultado final do Exame Intelectual do Concurso Pblico CFO/PMMT.

    17.2.2 Aps o prazo determinado no subitem anterior, no sero aceitos pela COVEST/UNEMAT pedidos

    de disponibilizao da imagem do carto de respostas.

    17.3 Caber recurso contra o desempenho preliminar do candidato nas provas objetivas, na forma prevista

    na alnea d do subitem 27.1 deste Edital.

    18. DA PROVA DE REDAO 18.1 A prova de Redao do candidato ser corrigida aps o clculo do resultado das provas objetivas.

    18.2 A prova de Redao ter valor numrico na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos.

    18.3 A prova de Redao constituir-se- de proposta de produo escrita a partir da reflexo de textos ou

    excertos de diversificados gneros discursivos da atualidade.

    19. DA CLASSIFICAO PARA CORREO DA PROVA DE REDAO 19.1 Sero selecionados para a correo Prova de Redao, somente os candidatos no eliminados no

    Concurso Pblico CFO/PMMT, classificados, segundo a ordem decrescente da pontuao obtida na

    Primeira Fase, no limite de 10 (dez) candidatos por vaga ofertada.

    19.2 Caso haja empate na ltima colocao, todos os candidatos empatados estaro classificados,

    mesmo que o limite estabelecido seja ultrapassado.

    19.3 Se a relao candidato/vaga for inferior a 10 (dez), todos os candidatos sero classificados para

    correo da Prova de Redao, exceto aqueles eliminados no Concurso Pblico CFO/PMMT.

    19.4 Alm desses critrios, o candidato dever preencher os seguintes requisitos para a correo da

    prova de Redao:

    a) Ter comparecido a todas as provas;

    b) No ter obtido nota igual a 0 (zero) nas reas constantes do quadro do subitem 19.5.

    19.5 Das reas que no podem obter a nota 0 (zero) na Prova Objetiva:

    Ord. Curso reas

    1 CFO/PM Linguagens, Cdigos e suas tecnologias e Matemtica e suas tecnologias

    http://www.unemat.br/vestibularhttp://www.unemat.br/vestibular

  • 16 de 44

    20. DOS CRITRIOS DE CORREO DA PROVA DE REDAO 20.1 As bancas de correo da prova de Redao analisaro se o texto desenvolvido pelo candidato

    atende s proposies solicitadas, observando a coerncia e a coeso, o nvel de argumentao, a

    capacidade de anlise e sistematizao das ideias, senso crtico e criatividade, em um texto pertinente ao

    gnero solicitado.

    20.2 Na Redao, o candidato dever revelar capacidade de expresso, domnio do lxico e da estrutura

    da lngua em seus aspetos fontico, morfolgico, semntico, sinttico e estilstico.

    20.3 A Redao s ser corrigida se estiver transcrita no espao destinado, na folha de verso definitiva,

    dentro do limite das linhas estabelecidas.

    20.4 Receber nota igual a zero na prova de Redao:

    a) Texto que no apresentar nenhuma relao com o que foi proposto ou, ainda, configurar fuga total

    temtica;

    b) Texto que no atender ao gnero discursivo solicitado na proposta de redao;

    c) Texto em forma de versos;

    d) Texto em forma no articulada verbalmente (apenas com nmeros, desenhos, palavras soltas,

    smbolos);

    e) Texto que no for redigido com caneta esferogrfica transparente de tinta azul ou preta, fabricada

    inteiramente em material transparente;

    f) Texto no desenvolvido no carto de respostas destinado VERSO DEFINITIVA;

    g) Texto que esteja em outro espao que no o destinado, mesmo que o candidato indique-a;

    h) Texto com a identificao e/ou assinatura do candidato.

    21. DA AVALIAO DO EXAME INTELECTUAL 21.1 As provas objetivas sero corrigidas por processo digital.

    21.2 Cada uma das quatro provas objetivas constar do nmero de questes determinadas no subitem

    12.2.1.1 e suas alneas e com o valor numrico na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos.

    21.3 Cada questo valer 01 (um) ponto, conter 05 (cinco) itens (elencados de a a e) de mltipla escolha,

    que o candidato dever assinalar uma alternativa como resposta.

    21.4 As provas objetivas sero multiplicadas por diferentes pesos, a saber:

    Prova Cincias da Natureza

    e suas tecnologias Matemtica e suas

    tecnologias Cincias Humanas e

    suas tecnologias Linguagens, Cdigos

    e suas tecnologias

    Peso 2 4 3 4

    21.5 O resultado parcial, o somatrio das notas obtidas em cada prova objetiva multiplicada por seus

    respectivos pesos, a saber:

    RP= P1 .N1 + P2.N2 + P3.N3 + P4.N4

    Sendo:

    Resultado Parcial = RP

    Nota de cada prova objetiva = Ni (com i = 1, 2, 3 e 4)

    Peso de cada prova objetiva = Pi (com i = 1, 2, 3 e 4)

  • 17 de 44

    21.6 A correo da Prova de Redao ser realizada por banca especializada constituda de docentes

    indicados pela COVEST, que manter as identidades em sigilo.

    21.7 A prova de redao possui peso 5 (cinco), cuja pontuao a que segue:

    PR= NP . 5

    Sendo:

    Prova de Redao = PR

    Nota da prova de Redao = NP

    22. DO RESULTADO DO EXAME INTELECTUAL 22.1 O resultado final ser obtido atravs da soma do seu Resultado Parcial (RP), com a sua respectiva

    nota obtida na Prova de Redao (PR).

    22.2 Calculado o resultado do Exame Intelectual, sero listados os candidatos, em ordem decrescente dos

    pontos finais obtidos, considerando-se o desempenho dos candidatos nas provas para preenchimento das

    vagas.

    22.3 Em caso de empate na ltima posio, todos os candidatos nessa condio sero convocados para a

    Segunda Fase Avaliao Fsica.

    22.4 Ocorrendo empate na classificao final, ter preferncia o candidato que obtiver na seguinte ordem:

    a) Maior nota na prova especfica (prova objetiva de peso 4);

    b) Maior nota na prova de Redao;

    c) Maior idade.

    22.5 Ser eliminado do Concurso o candidato que:

    a) Deixar de comparecer a uma das provas;

    b) Obtiver nota igual a 0 (zero) na prova objetiva das reas, constantes no quadro do subitem 19.5;

    c) Obtiver nota igual a 0 (zero) na prova de Redao;

    d) Utilizar-se de expediente fraudulento de qualquer ttulo, modo ou espcie, comprovado a qualquer

    poca.

    22.6 O resultado do exame intelectual ser publicado a partir de 19/07/2013 no Dirio Oficial do Estado de

    Mato Grosso, bem como divulgado na internet, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    23. DA SEGUNDA FASE AVALIAO FSICA 23.1 Sero convocados para a Segunda Fase - Avaliao Fsica somente os candidatos no eliminados

    na Primeira Fase - Exame Intelectual e classificados em ordem decrescente do total de pontos no exame

    intelectual, dentro de 03 (trs) vezes o nmero de vagas do cargo.

    23.1.1 Caso haja empate na ltima colocao, todos os candidatos empatados estaro classificados,

    mesmo que o limite estabelecido seja ultrapassado.

    23.2 A data, o local e o horrio de realizao da Segunda Fase Avaliao Fsica sero divulgados no

    edital complementar de convocao com antecedncia mnima de 05 (cinco) dias da aplicao da referida

    Avaliao.

    23.2.1 A Avaliao Fsica ser realizada somente na cidade de Cuiab/MT.

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 18 de 44

    23.2.2 A banca examinadora poder utilizar-se de recursos audiovisuais (filmagens) com a finalidade de

    filmar a execuo dos testes pelos candidatos.

    23.2.3 A Avaliao Fsica ser aplicada por Banca Examinadora designada pela UNEMAT/COVEST.

    23.3 A Avaliao Fsica ter carter unicamente eliminatrio e os candidatos sero considerados aptos ou

    inaptos, tendo em vista a capacidade mnima exigida, conforme subitem 23.7.

    23.4 Os casos de alteraes orgnicas (estados menstruais, indisposies, cibras, contuses, gravidez,

    etc.), bem como qualquer outra condio que impossibilite o candidato de submeter-se aos testes ou

    diminua sua capacidade fsica e/ou orgnica, no sero levados em considerao e, portanto, nenhum

    tratamento diferenciado ser concedido.

    23.5 A avaliao Fsica constar de 5 (cinco) testes fsicos, aplicados sucessivamente, na seguinte

    ordem:

    1) Teste de corrida de 12 (doze) minutos;

    2) Teste de barra fixa;

    3) Teste de abdominal;

    4) Teste de meio-sugado;

    5) Teste de natao.

    23.6 Na realizao de todos os testes fsicos, o candidato ter apenas uma tentativa para execuo do

    exerccio.

    23.7 Os ndices requeridos para cada modalidade que compe a Avaliao Fsica so os seguintes:

    Masculino

    Pontos Corrida

    12(minutos) Barra

    Abdominal Remador

    Meio Sugado Natao

    5 2.700 m 8 repeties 47 repeties 16 repeties 150 m

    4 2.600 m 7 repeties 45 repeties 15 repeties 125 m

    3 2.500 m 6 repeties 43 repeties 14 repeties 100 m

    2 2.400 m 5 repeties 41 repeties 13 repeties 75 m

    1 2.300 m 4 repeties 39 repeties 12 repeties 50 m

    Feminino

    Pontos Corrida

    12(minutos) Barra

    Abdominal Remador

    Meio Sugado Natao

    5 2.300 m 15(segundos) 37 repeties 13 repeties 125 m

    4 2.200 m 14"(segundos) 35 repeties 12 repeties 100 m

    3 2.100 m 13"(segundos) 33 repeties 11 repeties 75 m

    2 2.000 m 12"(segundos) 31 repeties 10 repeties 50 m

    1 1.900 m 11"(segundos) 29 repeties 09 repeties 25 m

    23.8 O candidato que obtiver desempenho inferior ao mnimo em um dos testes fsicos relacionados no

    subitem anterior, no alcanando 1 (ponto) em cada teste, ser considerado inapto e estar eliminado do

    Concurso, no podendo prosseguir nos demais testes fsicos, inclusive, nem permanecer no local de

    realizao dos testes subsequentes.

  • 19 de 44

    23.9 Ser considerado apto na Avaliao Fsica somente o candidato que alcanar na soma dos pontos

    de cada teste fsico nota igual ou superior a 15 (quinze) pontos.

    23.9.1 O candidato considerado inapto na Avaliao Fsica estar eliminado do certame.

    23.10 Em todos os dias de realizao da Avaliao Fsica, o candidato dever comparecer ao local e no

    horrio designado para sua realizao, munido de documento oficial de identidade original e devidamente

    trajado, preferencialmente conforme especificado abaixo:

    a) Traje Masculino: descalo, ou com tnis ou sapatilha, meia, calo, camiseta e sunga;

    b) Traje Feminino: descalo, ou com tnis ou sapatilha, meia, short, camiseta e mai.

    23.10.1 O candidato que comparecer sem os trajes adequados no poder alegar prejuzos na execuo

    dos testes.

    23.11 Do Atestado Mdico

    23.11.1 No primeiro dia da Avaliao Fsica, o candidato dever apresentar, obrigatoriamente, no

    momento da identificao para realizao do exame biomtrico, o atestado mdico expedido h menos de

    30 (trinta) dias, que ateste estar em condies fsicas de sade compatvel com a prtica de exerccios

    fsicos.

    23.11.2 No ser aceita a entrega de atestado mdico em outro momento que no seja o especificado no

    subitem anterior.

    23.11.3 O candidato que no apresentar o atestado mdico conforme especificado no subitem 23.11.1,

    no poder realizar o exame biomtrico e nem os testes subsequentes, sendo consequentemente,

    eliminado do concurso para o Curso de Formao de Oficiais.

    23.11.4 Os candidatos inscritos para o CFO/PMMT, antes de realizarem as demais fases do concurso,

    estaro sujeitos aprovao prvia no Exame Biomtrico e nos Testes Fsicos a serem aplicados de

    acordo com os subitens 23.7 e 23.12.

    23.12 Do Exame Biomtrico (Ambos os Sexos): 23.12.1 O candidato descalo deve ter conferida sua altura mnima exigida: masculino 1m67cm (um

    metro e sessenta e sete centmetros) e feminino 1m57cm (um metro e cinquenta e sete centmetros), em

    ambos os casos, peso proporcional a altura, de acordo com o Artigo 22, VII, da Lei Complementar n. 408,

    de 01 de julho de 2010. Ser considerado inapto, o candidato que no atender os requisitos mencionados

    neste subitem.

    23.12.2 O candidato que no alcanar os ndices mnimos exigidos no Exame Biomtrico no poder

    prosseguir na realizao dos demais testes, sendo considerado inapto e consequentemente, eliminado do

    certame.

    Dos testes fsicos para o CFO/PMMT

    23.13 A preparao e a execuo do Teste de Corrida de 12 (doze) minutos, para os candidatos de

    ambos os sexos consistir de:

    a) Posio Inicial: em p, parado e atrs da linha de partida demarcada no solo;

    b) Execuo: ao sinal sonoro, o candidato dever percorrer a distncia mnima exigida, no tempo

    mximo de 12 (doze) minutos.

  • 20 de 44

    23.13.1 O candidato, durante os 12 (doze) minutos, poder deslocar-se em qualquer ritmo, correndo ou

    caminhando, podendo, inclusive, parar e depois prosseguir.

    23.13.2 O incio e o trmino do teste sero determinados pelo coordenador do teste por meio de sinal

    sonoro.

    23.13.3 Ser eliminado o candidato, quando da realizao do teste de corrida:

    a) depois de iniciado o teste abandonar a pista sem a autorizao do avaliador;

    b) deslocar-se no sentido progressivo ou regressivo aps findos os 12 (doze) minutos, sem a

    autorizao do avaliador;

    c) dar ou receber qualquer tipo de ajuda fsica (como puxar, empurrar, carregar, segurar na mo, etc.);

    d) praticar qualquer ato de deslealdade com candidato concorrente.

    23.13.4 O candidato dever atingir o ndice mnimo descrito no subitem 23.7.

    23.14 A preparao e a execuo do Teste em Barra Fixa, consistir de:

    23.14.1 Flexo na Barra - para o candidato do sexo masculino:

    a) Posio Inicial: O candidato dever dependurar-se na barra com pegada em pronao (dorso das

    mos voltado para o candidato), mantendo braos estendidos e, quando autorizado, dever iniciar a

    execuo.

    b) Execuo: Iniciar o movimento com a flexo do brao at que o queixo ultrapasse a parte superior

    da barra, estendendo novamente o brao e voltando posio inicial, sendo assim, considerando

    um movimento completo (uma flexo). O movimento s se completa com a total extenso dos

    braos.

    23.14.1.1 A no extenso total dos braos, e incio de nova execuo, considerado como movimento

    incorreto e no computado no desempenho do candidato.

    23.14.1.2 Ser eliminado o candidato, quando da realizao do Teste em Barra Fixa:

    a) Tocar com o(s) p(s) o solo aps incio das execues ( permitido a flexo de perna(s) para evitar o

    toque ao solo);

    b) Receber qualquer tipo de ajuda fsica;

    c) Utilizar qualquer artifcio para proteo das mos (exceto para cobrir ferimentos);

    d) Apoiar o queixo na barra;

    e) Aproveitar do impulso ao sair do solo para executar a primeira repetio.

    23.14.1.3 O candidato dever atingir o ndice mnimo descrito no subitem 23.7.

    23.14.2 Sustentao na Barra - para o candidato do sexo feminino:

    a) Posio inicial: A candidata dever dependurar-se na Barra Fixa com pegada em pronao (dorso

    das mos voltado para a candidata), mantendo os braos flexionados e o queixo ultrapassando a

    linha horizontal da barra, podendo receber ajuda para atingir esta posio;

    b) Execuo: Aps a tomada da posio inicial pela candidata, o avaliador da prova iniciar

    imediatamente a cronometragem do tempo, devendo a candidata permanecer na posio at a

    ordem do avaliador para descer, que ser dada quando expirar o tempo do ndice mnimo exigido.

    23.14.2.1 Ser eliminada candidata, quando da realizao do Teste em Barra Fixa:

    a) Receber qualquer tipo de ajuda fsica aps a tomada da posio inicial;

    b) Utilizar qualquer artifcio para proteo das mos (exceto para cobrir ferimentos);

  • 21 de 44

    c) Ceder sustentao, deixando o queixo ficar abaixo da parte superior da barra, antes do trmino do

    tempo mnimo.

    d) Apoiar o queixo na barra.

    23.14.2.2 O candidato dever atingir o ndice mnimo descrito no subitem 23.7.

    23.15 A preparao e a execuo do Teste de Abdominal Remador, para os candidatos de ambos os

    sexos consistir de:

    a) Posio inicial: O candidato partir da posio de decbito dorsal, pernas unidas e estendidas e

    braos estendidos atrs da cabea, baixados ao solo.

    b) Execuo: Ao comando de Iniciar, o candidato flexionar simultaneamente o tronco e membros

    inferiores na altura dos quadris, lanando os braos frente de modo que a planta dos ps se apie

    totalmente no solo e a linha dos cotovelos coincida com a linha dos joelhos. As repeties devero

    ser executadas sem interrupes.

    23.15.1 No ser permitido ao candidato, quando da realizao do teste de abdominal remador, receber

    qualquer tipo de ajuda fsica ou qualquer outro artifcio para seu auxlio no teste.

    23.15.2 O candidato dever atingir o ndice mnimo descrito no subitem 23.7.

    23.16 A preparao e a execuo do Teste de Meio Sugado para os candidatos de ambos os sexos

    consistir de:

    a) Posio inicial: O candidato partindo da posio inicial em p posiciona-se frente do avaliador ao

    comando de Em Posio, o candidato tomar a posio de Sentido com os ps juntos e os

    braos estendidos ao lado do corpo, com as palmas das mos junto coxa.

    b) Execuo: Ao comando de Iniciar, o candidato realizar flexo das pernas com os joelhos unidos,

    apoiando-se com as mos no solo por fora das pernas. Aps esse movimento, o candidato deve

    estender as pernas, tomando a posio para a flexo de brao, e volta a flexionar as pernas com os

    joelhos unidos, apoiando-se com as mos no solo. Aps esse movimento, o candidato deve retornar

    posio inicial, quando completar uma repetio.

    23.16.1 No ser permitido ao candidato, quando da realizao do teste de meio sugado, receber

    qualquer tipo de ajuda fsica para seu auxlio no teste.

    23.16.2 O candidato dever atingir o ndice mnimo descrito no subitem 23.7.

    23.17 A preparao e a execuo do Teste de Natao, para os candidatos de ambos os sexos consistir

    de:

    a) Posio inicial: Ao comando em posio, o candidato dever posicionar-se em p, fora da

    piscina, ou dentro, junto parede, podendo esta ser utilizada para impulso inicial.

    b) Execuo: Ao sinal, o candidato dever nadar de forma livre, o percurso em uma piscina de 25

    (vinte e cinco) metros, sem tempo fixado e em ritmo individual, objetivando atingir o ndice mnimo

    descrito no subitem 23.7. Na virada, ser permitido tocar a borda e impulsionar-se na parede.

    23.17.1 A chegada ser quando o candidato tocar com qualquer parte do corpo a borda ou linha de

    chegada.

    23.17.2 Ser eliminado o candidato, quando da realizao do Teste de Natao:

    a) Tocar com os ps o fundo da piscina;

    b) Utilizar-se das bordas ou raias para apoiar ou impulsionar;

  • 22 de 44

    c) Na virada parar na borda da piscina;

    d) Dar e receber qualquer ajuda fsica;

    e) Utilizar-se de qualquer acessrio que facilite o ato de nadar, exceto touca e culos de natao.

    23.18 O candidato para ser considerado apto na Avaliao Fsica ao CFO/PMMT ter que:

    a) Alcanar os ndices mnimos exigidos no Exame Biomtrico, (ndices especificados no subitem

    23.12.1);

    b) Realizar todos os testes fsicos, no tempo e repeties exigidas para cada uma delas, (ndices

    especificados no item 23.7).

    c) No poder atingir nenhum ndice inferior a 1 (um) ponto em qualquer uma das provas, (ndices

    especificados no item 23.7).

    d) Dever atingir na somatria final a pontuao total mnima de 15 (quinze) pontos, (ndices

    especificados no item 23.7).

    23.19 Caber a UNEMAT/COVEST decidir sobre quaisquer imprevistos ocorridos durante a Segunda

    Fase - Avaliao Fsica.

    23.20 Demais informaes e regulamentaes a respeito da Segunda Fase - Avaliao Fsica sero

    definidas no edital de convocao para essa fase.

    23.21 O resultado da Avaliao Fsica, ser publicado no Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso, bem

    como divulgado na internet, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    24. DA TERCEIRA FASE AVALIAO PSICOLGICA 24.1 Sero convocados para a Terceira Fase - Avaliao Psicolgica os candidatos que forem

    considerados aptos na Segunda Fase - Avaliao Fsica.

    24.2 A data, o local e o horrio de realizao da Terceira Fase Avaliao Psicolgica sero divulgados

    no edital complementar de convocao com antecedncia mnima de 05 (cinco) dias da aplicao da

    referida Avaliao.

    24.2.1 A Avaliao Psicolgica ser realizada somente na cidade de Cuiab/MT.

    24.2.2 A Avaliao Psicolgica ser aplicada por Banca Examinadora de empresas especializadas e

    credenciadas pelo PMMT, supervisionada por psiclogos nomeados por Portaria do Comandante Geral.

    24.3 A Avaliao Psicolgica ter carter unicamente eliminatrio e os candidatos sero considerados

    Aptos ou Inaptos.

    24.4 A Avaliao Psicolgica ser composta de bateria de testes psicolgicos validados pelo Conselho

    Federal de Psicologia (CFP), com o objetivo de avaliar o perfil do candidato para o cargo de Oficial da

    Polcia Militar do Estado de Mato Grosso.

    24.5 A Avaliao Psicolgica consistir da aplicao individual e/ou coletiva dos instrumentos psicolgicos

    servindo os resultados de parmetro para analisar o candidato ao exerccio das atividades inerentes

    carreira de Oficial da Polcia Militar, atravs dos padres previamente estabelecidos a serem divulgados

    no Edital Complementar de convocao.

    24.6 A Avaliao Psicolgica para os candidatos ao CFO/PMMT consistir em tcnicas capazes de aferir

    caractersticas como inteligncia, funes cognitivas, habilidades especficas e personalidade,

    relacionando-as ao perfil do Cargo de Oficial da Polcia Militar e aos fatores restritivos para a profisso,

    http://www.unemat.br/vestibular

  • 23 de 44

    considerando a capacidade do candidato para utilizar as funes psicolgicas necessrias ao

    desempenho do cargo.

    24.7 As despesas decorrentes da Avaliao Psicolgica sero de inteira responsabilidade do candidato.

    24.8 O resultado obtido no exame psicolgico ser decorrente da anlise conjunta de todas as tcnicas e

    instrumentos psicolgicos utilizados. Desta anlise resultar o parecer Apto para o candidato que no

    apresentar nenhum trao de personalidade incompatvel com o exerccio do cargo de oficial do PM e

    Inapto para aquele que apresentar traos de incompatibilidade.

    24.9 O fato do candidato ter sido considerado inapto na avaliao psicolgica no pressupe a existncia

    de transtornos mentais. Indica, to somente, que o avaliado no atendeu poca da avaliao

    psicolgica, aos parmetros exigidos para o exerccio do cargo de oficial da Polcia Militar e,

    consequentemente, sero eliminados do concurso.

    24.10 O candidato poder, durante o prazo para recurso, ter acesso ao laudo da avaliao psicolgica na

    empresa credenciada.

    24.11 O candidato considerado inapto poder requerer, por escrito, junto ao Comandante Geral da Polcia

    Militar, o acesso a seus resultados da Avaliao Psicolgica, no prazo mximo de 48 (quarenta e oito)

    horas, para fins de impetrar recurso administrativo, desde que esteja acompanhado por um profissional

    psiclogo que no tenha participado da banca examinadora da empresa credenciada, devidamente

    inscrito no Conselho Regional de Psicologia.

    24.12 Demais regulamentaes e informaes a respeito da Avaliao Psicolgica sero definidas no

    edital de convocao para esta fase.

    24.13 O resultado da Avaliao Psicolgica ser publicado no Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso.

    25. DA QUARTA FASE AVALIAO MDICA E ODONTOLGICA 25.1 Sero convocados para a Quarta Fase - Avaliao Mdica e Odontolgica e para entrega dos

    exames relacionados no item 18 do Anexo I deste edital, somente os candidatos considerados Aptos na

    Terceira Fase Avaliao Psicolgica.

    25.2 A data, o local e o horrio de realizao da Quarta Fase Avaliao Mdica e Odontolgica sero

    divulgados no edital complementar de convocao com antecedncia mnima de 05 (cinco) dias da

    aplicao da referida Avaliao.

    25.2.1 A Avaliao Mdica e Odontolgica ser realizada somente na cidade de Cuiab/MT.

    25.3 Avaliao Mdica e Odontolgica ser aplicada por Junta de inspeo de sade definida em Edital

    Complementar.

    25.4 A Avaliao Mdica e Odontolgica ter carter unicamente eliminatrio e os candidatos sero

    considerados aptos ou inaptos, de acordo com a concluso do laudo mdico expedido pela Junta

    Mdica. O candidato considerado inapto ser eliminado do concurso.

    25.5 A avaliao mdica e odontolgica compreende os exames: clnico, oftalmolgico, odontolgico,

    toxicolgico e de outros aspectos fsicos, conforme prev o item 18 do Anexo I deste Edital.

    25.5.1 Os exames exigidos no subitem anterior devero conter a identificao do candidato e ter prazo de

    validade no superior a 2 (dois) meses entre a data de realizao e a sua apresentao a Junta Mdica.

  • 24 de 44

    25.6 Para o exame toxicolgico a ser entregue nesta fase, com nus para o candidato, devero ser

    observadas as orientaes a seguir descritas:

    a) Dever ser do tipo larga janela de deteco que acusam uso de substncias entorpecentes ilcitas

    causadoras de dependncia qumica ou psquica de qualquer natureza e devero apresentar resultados

    para um perodo mnimo de 90 (noventa) dias.

    b) Dever ser realizado em laboratrio especializado, a partir de amostras de materiais biolgicos (pelos,

    unhas ou cabelos) doados pelo candidato, conforme procedimentos padronizados de coleta,

    encaminhamento do material, recebimento dos resultados e estabelecimento de contra-prova.

    c) Em caso de resultado positivo para uma ou mais substncias entorpecentes ilcitas, o candidato ser

    inapto, consequentemente ser eliminado da fase seguinte do certame.

    25.7 O resultado do exame para deteco do uso de drogas ilcitas ficar restrito a Junta Mdica, que

    obedecer ao que prescreve a norma referente salvaguarda de documentos classificados, sob pena de

    responsabilidades, conforme legislao vigente.

    25.8 Ser automaticamente eliminado do concurso o candidato que, na data e horrio determinado para a

    realizao da Avaliao Mdica e Odontolgica, no se encontrar em condio de sade compatvel com

    o cargo ao qual est concorrendo ou que deixar de apresentar qualquer um dos exames laboratoriais

    previstos neste Edital.

    25.8.1 Os candidatos devero atentar para os prazos de entrega de resultados de exames por parte dos

    laboratrios disponveis no mercado, uma vez existem exames de apresentao obrigatria que

    demandam demasiado tempo para serem confeccionados.

    25.9 No dia de realizao da avaliao mdica e odontolgica, os candidatos devero comparecer nos

    locais determinados, trazendo calo de banho, no caso de candidatos do sexo masculino, e mai, para

    candidatos do sexo feminino.

    25.10 Fica a critrio da Junta de Inspeo de Sade a solicitao de exames complementares.

    25.10.1 O candidato dever, s suas expensas, providenciar de imediato, qualquer outro exame

    complementar no mencionado neste Edital, que se torne necessrio para firmar um diagnstico, visando

    dirimir eventuais dvidas, sendo considerado inapto o candidato que apresentar, em seus exames

    complementares, qualquer alterao.

    25.11 Ser eliminado do concurso o candidato que:

    a) no entregar para realizao da Avaliao Mdica e Odontolgica, toda a documentao exigida no

    item 18 do Anexo I deste edital;

    b) no comparecer a Avaliao Mdica e Odontolgica;

    c) que for considerado inapto na Avaliao Mdica e Odontolgica.

    25.12 Demais informaes e regulamentaes a respeito da Avaliao Mdica e Odontolgica sero

    definidas no edital de convocao para esta fase.

    25.13 O resultado da Avaliao Mdica e Odontolgica ser publicado no Dirio Oficial do Estado de Mato

    Grosso.

    26. DA QUINTA FASE INVESTIGAO SOCIAL E FUNCIONAL

    26.1 Sero convocados para a Quinta Fase Investigao Social e Funcional, somente os candidatos

    considerados aptos na Quarta Fase Avaliao Mdica e Odontolgica.

  • 25 de 44

    26.2 A Investigao Social e Funcional de responsabilidade da Polcia Militar do Estado de Mato Grosso,

    ser realizada com base em documentos oficiais, a serem entregues pelo candidato.

    26.3 A Investigao Social e Funcional ter carter unicamente eliminatrio e os candidatos sero

    considerados recomendados ou no recomendados.

    26.4 A entrega da documentao descrita no subitem 26.7 pressupe a autorizao do candidato para

    que seja realizada a investigao de sua vida pblica e privada.

    26.5 Ao resultado da Investigao Social e Funcional no ser atribudo ponto ou nota, sendo o candidato

    considerado recomendado ou no recomendado para proceder incluso nas fileiras da Polcia Militar,

    nos termos do Art. 10, 4 da Lei Complementar n. 408 de 1 de Julho de 2010.

    26.6 O candidato estar em constante investigao social, podendo ser eliminado do Concurso pela

    prestao de informaes falsas, ou no preenchendo as condies prescritas em Lei ou nos

    regulamentos da Instituio, independente das responsabilidades penais ou civis decorrentes. Ressalta-se

    que a avaliao de sua conduta pregressa e idoneidade moral se devem ao fato de serem estes requisitos

    indispensveis para o ingresso e exerccio na profisso de Polcia Militar, definidos na Lei Complementar

    n. 231, de 15 de dezembro de 2005.

    26.7 Os candidatos convocados para a Investigao Social e Funcional, devero entregar os documentos

    abaixo relacionados, no Quartel do Comando Geral da Polcia Militar do Estado de Mato Grosso, na

    Avenida Historiador Rubens de Mendona, 6.135, Novo Paraso, Cuiab-MT.

    a) Carteira de identidade original, com validade em todo territrio nacional (original e fotocpia);

    b) CPF (original e fotocpia) (ser dispensado caso o nmero do CPF conste na Carteira de identidade);

    c) Certificado de concluso de Ensino Mdio, com o respectivo histrico escolar, realizado em instituio

    de ensino reconhecida pelo Ministrio da Educao e Cultura (original e duas fotocpias);

    d) Certificado de Reservista de 1 ou 2 Categoria ou do Certificado de Dispensa de Incorporao (CDI),

    (para os candidatos do sexo masculino) (original e fotocpia);

    e) Ttulo de eleitor e comprovante de votao da ltima eleio (quando pertinentes) (original e fotocpia);

    f) Carteira de trabalho ou documento equivalente que comprove o ltimo e o atual emprego, (quando

    pertinentes) (original e fotocpia);

    g) Certides negativas dos distribuidores Criminais e Civis dos lugares onde tenha residido nos ltimos 5

    (cinco) anos (original e fotocpia);

    h) Certides negativas das Justias: Federal e Militar (esta ltima para candidatos militares de co-irms ou

    outra fora militar) (original e fotocpia);

    i) Declarao de no acumulao remunerada de cargos pblicos (quando pertinentes) (original);

    j) Certido com conceito favorvel de seu atual comandante se for militar da ativa das foras armadas ou

    auxiliares, inclusive se for da Polcia Militar ou Corpo de Bombeiros Militar de outro Estado (original);

    k) Se o candidato for ex-funcionrio pblico, ele deve apresentar declarao expedida pelo setor de

    pessoal daquele rgo dizendo de que sua pessoa no foi demitido/exonerado/licenciado em

    decorrncia de prtica de ato irregular contra a administrao pblica ou a instituio (original);

    l) 2 (duas) fotografias tamanho 5x7, coloridas, datadas at 90 (noventa) dias antes do incio do certame,

    descoberto, sem culos e sem barba;

    m) Carteira do PIS e/ou PASEP, para os que possuem (original e fotocpia);

  • 26 de 44

    n) Comprovante de residncia (ser aceito cpia de conta de energia eltrica, gua e telefone, desde que

    esteja em nome do candidato ou de seus pais. No caso de no cumprimento desta exigncia o

    candidato dever providenciar outro documento oficial que comprove sua residncia);

    o) Carteira Nacional de Habilitao - CNH (original e fotocpia);

    p) Formulrio de Investigao Social FIS (original e fotocpia).

    26.7.1 O Formulrio de Investigao Social FIS dever ser impresso as expensas do candidato, o qual

    est disponvel no sitio www.pm.mt.gov.br para impresso.

    26.7.2 O Formulrio de Investigao Social FIS dever ser preenchido a prprio punho pelo candidato a

    caneta e sem rasuras, o qual dever assinar a todas as folhas.

    26.7.3 O recebimento, anlise e indicao quando a recomendao ou no recomendao dos candidatos

    na 5 Fase- Investigao Social e Funcional ser realizada pela Diretoria da Agencia Central de

    Inteligncia DACI.

    26.8 O resultado da Investigao Social e funcional ser publicado no Dirio Oficial do Estado de Mato

    Grosso.

    27. DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS 27.1 Caber recurso UNEMAT/Comandante Geral da PMMT contra:

    a) indeferimento de pedido de iseno do pagamento da taxa de inscrio;

    b) indeferimento da inscrio com pagamento da taxa de inscrio;

    c) gabarito preliminar, formulao ou contedo de questo das Provas Objetivas;

    d) desempenho preliminar dos candidatos nas Provas Objetivas;

    e) desempenho preliminar dos candidatos na Prova de Redao;

    f) desempenho preliminar dos candidatos na Segunda Fase Avaliao Fsica;

    g) desempenho preliminar dos candidatos na Terceira Fase Avaliao Psicolgica;

    h) desempenho preliminar dos candidatos na Quarta Fase Avaliao Mdica e Odontolgica;

    i) desempenho preliminar dos candidatos na Quinta Fase Investigao Social e Funcional;

    27.2 O candidato que desejar interpor recursos, contra a divulgao do disposto nas alneas do subitem

    27.1 deste Edital, dispor de dois dias teis para faz-lo, a contar do dia subsequente ao da divulgao.

    27.3 O candidato dever ser claro, consistente e objetivo em seu pleito.

    27.3.1 Recurso inconsistente ou interposto fora do prazo ser preliminarmente indeferido.

    27.4 Para recorrer das alneas a, b, c, d, e e f, o candidato dever utilizar o endereo eletrnico

    para interposio do recurso, www.unemat.br/vestibular, e seguir as instrues de preenchimento.

    27.4.1 Para recorrer das alneas g, h e i, o candidato dever protocolar recurso no Quartel do

    Comando Geral da Polcia Militar, na Avenida Historiador Rubens de Mendona, 6.135, Novo Paraso,

    Cuiab-MT.

    27.4.2 Quando se tratar de recurso contra gabarito, formulao ou contedo de questo da Prova

    Objetiva, o candidato dever indicar o nmero da questo, da resposta marcada pelo candidato e da

    resposta divulgada no gabarito preliminar; argumentao lgica e consistente, anexando arquivo com

    material bibliogrfico e documentos comprobatrios, quando for o caso.

    http://www.pm.mt.gov.br/

  • 27 de 44

    27.4.3 Quando se tratar de recurso contra desempenho na Prova Objetiva, o candidato dever indicar o

    nmero de acertos que julga ter obtido e dos divulgados pela COVEST.

    27.4.4 Quando se tratar de recurso contra desempenho na Prova de Redao, o candidato dever

    apresentar argumentao concisa, lgica, coerente e bem fundamentada, na forma de um texto

    consistente e preciso.

    27.5 Ser desconsiderada pela UNEMAT a tentativa de interposio de recurso fora do prazo, fora de

    contexto e de forma diferente da estipulada neste Edital.

    27.6 No ser aceito recurso via postal, via fax e via correio eletrnico.

    27.7 O resultado dos recursos das alneas a, b, d e f do subitem 27.1 ser disponibilizado atravs de

    consulta individual via Internet no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    27.7.1 O resultado dos recursos das alneas g, h e i do subitem 27.1 ser disponibilizado no Quartel

    do Comando Geral da Polcia Militar, na Avenida Historiador Rubens de Mendona, 6.135, Novo Paraso,

    Cuiab-MT.

    27.8 O acesso ao parecer dos recursos da alnea c e e, do subitem 27.1, ou seja, o conhecimento da

    deciso final pelo requerente, ser disponibilizado aos candidatos, exclusivamente, atravs de consulta

    individual via Internet no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular.

    27.9 Aps o julgamento dos recursos interpostos contra gabarito, formulao ou contedo de questo das

    provas, os pontos relativos s questes que por ventura virem a ser anuladas sero atribudos a todos os

    candidatos, independentemente de terem recorrido.

    27.10 Se houver alterao de gabarito, por fora de impugnaes, essa valer para todos os candidatos e

    as provas sero corrigidas de acordo com o novo gabarito.

    27.11 Em hiptese alguma o quantitativo de questes das provas objetivas sofrer alterao.

    27.12 As alteraes de gabarito das provas objetivas e do desempenho geral dos candidatos nas provas

    objetivas, caso ocorram, sero divulgadas via Internet, no endereo eletrnico www.unemat.br/vestibular,

    observados os prazos estabelecidos neste Edital.

    27.13 Da deciso final da UNEMAT e da PMMT no caber recurso administrativo, no existindo, desta

    forma, recurso contra resultado de recurso.

    28. DA APROVAO NO CONCURSO

    28.1 Ser considerado aprovado o candidato que concluir as cinco fases do certame, com

    aproveitamento, e estiver classificado dentro do limite de vagas estabelecidas neste edital.

    29. DO RESULTADO FINAL DO CONCURSO

    29.1 O resultado final do concurso ser homologado pelo Comandante Geral da PMMT e publicado no

    Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso.

    29.2 Os 20 (vinte) candidatos aprovados dentro do limite de vagas oferecidas no Concurso de que trata

    este Edital sero convocados para ingresso na PMMT e matrcula no Curso de Formao de Oficiais, por

    meio de publicao no Dirio Oficial do Estado de Mato Grosso, de acordo com cronograma da Polcia

    Militar.

    30. DISPOSIES FINAIS

    30.1 No haver em qualquer hiptese devoluo de taxa de inscrio.

  • 28 de 44

    30.2 Este edital poder ser alterado ou complementado mediante edital de aditamento ou complementar.

    30.3 A inscrio do candidato implica na aceitao total e incondicional das normas constantes neste

    Edital.

    30.4 Consideram-se as relaes de candidatos indeferidos, deferidos, classificados, eliminados e

    aprovados como complementares a este Edital.

    30.5 Consideram-se as informaes constantes dos cadernos de provas e dos cartes de respostas como

    complementares a este Edital.

    30.6 Ser considerado desistente e consequentemente eliminado do concurso, o candidato que, uma vez

    convocado para ingresso, no comparecer na data, horrio e local designados pela Polcia Militar do

    Estado de Mato Grosso.

    30.7 O CFO/PMMT 2014 ser realizado na Academia de Polcia Militar Costa Verde da Polcia Militar do

    Estado de Mato Grosso, localizada em Vrzea Grande, com dedicao exclusiva ao estudo e servio

    policial militar.

    30.8 Durante a realizao do Curso de Formao, o aluno perceber remunerao mensal de acordo com

    a legislao vigente.

    30.9 O candidato que fizer uso de documento falso, comparecer substituindo outro candidato ou utilizar

    algum artifcio ilegal e imoral, alm de ser eliminado do concurso, em qualquer de suas fases, estar

    sujeito s sanes previstas no Cdigo Penal Brasileiro.

    30.10 As despesas com transporte, alimentao, alojamento e outras similares, durante a realizao do

    concurso, correro por conta do candidato.

    30.11 No sero fornecidos atestados, certificados ou certides relativos classificao ou notas de

    candidatos no concurso, valendo para tal a divulgao no Dirio Oficial do Estado.

    30.12 Os candidatos devero cumprir rigorosamente os horrios estipulados para a realizao de todas as

    fases do concurso. O no cumprimento acarretar a eliminao do candidato do Concurso ao CFO.

    30.13 A UNEMAT e a PMMT esto isentos de quaisquer responsabilidades por acidente que resultem na

    incapacidade parcial ou total do candidato, originado por imprudncia, impercia ou negligncia do mesmo,

    durante a realizao do concurso.

    30.14 A inscrio do candidato implicar no conhecimento das presentes instrues e compromisso tcito

    de aceitar as condies do concurso, tais como se acham estabelecidas no presente Edital, seus anexos e

    instrues complementares, das quais no poder alegar desconhecimento.

    30.15 Os casos omissos neste Edital sero resolvidos pelo Comandante Geral da PMMT e pela

    Assessoria de Gesto de Concursos e Vestibulares COVEST.

    30.16 Ser eliminado do concurso, o candidato que deixar de entregar um ou mais documentos, previstos

    neste Edital, sendo convocado o prximo candidato aprovado, respeitada a ordem de classificao.

    30.17 A comisso do Concurso poder solicitar outros documentos sempre que julgar necessrio.

    30.18 Fazem parte deste Edital:

    a) Anexo I Informaes complementares sobre a Avaliao Mdica e Odontolgica 4 Fase.

    b) Anexo II - Lei 8.795/08.

    c) Anexo III - Programa das reas.

    d) Anexo IV - Requerimento de Atendimento Diferenciado.

  • 29 de 44

    e) Anexo V Relao dos Postos Autorizados para recebimento dos Processos de Iseno de Taxa.

    f) Anexo VI - Calendrio das atividades do concurso.

    30.19 Este Edital entra em vigor na data de sua publicao.

    QCG/PMMT em Cuiab-MT, 25 de Maro de 2013.

    JORGE CATARINO MORAIS RIBEIRO Coronel PM

    Comandante Geral da PMMT em Substituio Legal

  • 30 de 44

    ANEXO I

    INFORMAES COMPLEMENTARES SOBRE A AVALIAO MDICA E ODONTOLGICA 4

    FASE

    a) CONDIES INCAPACITANTES:

    Neste anexo, esto listadas as condies incapacitantes para ingresso no Quadro de Oficial Polcia Militar,

    alm dos ndices mnimos e as causas de aptido/inaptido nos exames mdicos, odontolgicos,

    biomtricos e fsicos.

    1. Cabea e pescoo: deformidade congnita na rea da cabea e do pescoo; alteraes estruturais da

    glndula tiride associadas ou no a sinais clnicos de hipertireoidismo.

    2. Ouvidos, audio, nariz e faringe: deformidades e/ou agenesia de pavilho auricular e conduto auditivo

    externo; deformidade de membrana timpnica decorrente de traumatismo e/ou de infeco crnica.

    Fissuras nasopalatinas; deformidade grave de pirmide e de septo nasal; defeitos na articulao da fala e

    tartamudez.

    3. Cavidade oral:

    3.1. Ser considerado no-recomendvel/inapto o candidato que apresentar:

    a) alteraes patolgicas csticas e/ou tumorais na cavidade oral;

    b) atresia severa de maxila e/ou mandbula.

    3.2. Ser considerado no-recomendvel/inapto o candidato que no possuir 24 (vinte e quatro)

    elementos dentrios, tolerando-se dentes artificiais (coroas, pontes fixas e mveis), sendo um mnimo de

    18 (dezoito) dentes hgidos e/ou restaurados.

    4. Olhos e viso: opacificaes corneanas, ceratocone e ceratopatias; glaucomas, doenas congnitas ou

    adquiridas; estrabismo (superior a 10 D prismtica); doenas e leses da retina, doenas neurolgicas que

    afetam os olhos; discromatopsia completa; pacientes com catarata ou operados de cataratas com ou sem

    Lio; AV s/c inferior a 20/100 em cada olho ou at 20/200 em um olho, desde que o outro seja superior ou

    igual a 20/60; A AV c/c em todos os casos deve ser 20/20 em pelo menos um olho e superior ou igual a

    20/40 no outro olho.

    5. Pele e tecido celular subcutneo: Infeces bacterianas micticas crnicas ou recidivantes; micoses

    extensas; parasitoses cutneas extensas: eczemas alrgicos cronificados ou infectados; expresses

    cutneas das doenas auto-imunes; manifestaes de doenas alrgicas de difcil resoluo; ulceraes e

    edemas; cicatrizes deformantes que comprometem a funo; tatuagem obscena ou ofensiva.

    6. Pulmes e paredes torcicas: deformidade relevante congnita ou adquirida; tumores malignos e

    benignos dos pulmes e pleura.

    7. Sistema cardiovascular: anormalidades congnitas ou adquiridas; infeces e inflamaes; arritmias;

    doenas do pericrdio, endocrdio e da circulao intrnseca do corao: anormalidade de conduo e

    outras detectadas no eletrocardiograma com repercusso clnica; doenas orovalvulares; doenas

    venosas arteriais e linfticas; hipertenso arterial de acordo com a definio da O.M.S; miocardiopatias.