EDUCADOR FÍSICO - Cloud Object Storage | Store & Retrieve ...· 09 – Nenhum exercício é 100%

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of EDUCADOR FÍSICO - Cloud Object Storage | Store & Retrieve ...· 09 – Nenhum exercício é 100%

  • ESTADO DA PARABA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRATA

    * ATENO - CONFIRA SE ESTA PROVA CORRESPONDE AO CARGO QUE VOC CONCORRE

    * Neste Caderno de Questes, voc encontra: - 28 questes ESPECFICAS - 12 questes de Portugus * S inicie a prova aps a autorizao do Fiscal de Sala. * Durao da prova: 3 horas. O Candidato s poder retirar-se do recinto das provas aps 02 horas, contadas a partir do seu efetivo incio. * O candidato s ter o direito de levar o caderno de prova aps 02:30 horas do incio dos trabalhos, e deixar apenas o Carto de Respostas. * Caso o candidato opte em sair antes de 02:30 horas do incio dos trabalhos; NO ser permitido a anotao do gabarito seja qual for a forma. * Os Fiscais de Sala no esto autorizados a prestar quaisquer esclarecimentos sobre a resoluo das questes; esta tarefa obrigao do candidato. * No permitido que os candidatos se comuniquem entre si. proibida tambm a utilizao de quaisquer equipamentos eletrnicos. * O candidato receber do Fiscal de Sala, 01 (hum) Carto de Respostas correspondente s questes objetivas. * Assinale apenas uma opo em cada questo. No deixe questo em branco, nem assinale mais de uma opo, para seu Carto no ter questes anuladas. * O seu Carto de Respostas pessoal e insubstituvel. Portanto, CUIDADO, no rasure, dobre ou amasse seu Carto de Respostas pois em hiptese alguma ele ser substitudo, salvo por erro do fiscal ou por falha de impresso. Confira seus dados, leia as instrues para seu preenchimento e assinale no local indicado. * A assinatura no Carto de Respostas obrigatria. Assine o seu Carto de Respostas (Gabarito). Carto de Respostas sem assinatura acarretar na desclassificao do candidato. * O Gabarito desta prova estar disponvel no dia 20/11/2017, no site www.conpass.com.br. * Para exercer o direito de recorrer contra qualquer questo, o candidato deve seguir as orientaes constantes da Clusula XII do Edital de Reabertura do Concurso Pblico n 001/2017 da PREFEITURA MUNICIPAL DE PRATA, de 25/08/2017. * Aps o trmino da prova, o candidato dever deixar a sala e em hiptese alguma poder permanecer no estabelecimento onde realizou a mesma.

    BOA PROVA!!

    CONCURSO PBLICO PROVA PARA CARGO DE:

    EDUCADOR FSICO

  • PARTE I EDUCADOR FSICO 01 A sequncia complexa de eventos que inicia a contrao de uma fibra muscular chamada de acoplamento excitao-contrao, pois tem incio com a excitao do nervo motor e resulta na contrao das fibras musculares. Sobre o papel do clcio na contrao da fibra muscular considere as seguintes afirmaes: I A contrao muscular ter continuidade se houver ou no disponibilidade de clcio no sarcoplasma da fibra muscular. II No final da contrao muscular, o clcio bombeado de volta para o interior do retculo sarcoplasmtico, onde fica armazenado at que um novo potencial de ao chegue membrana da fibra muscular. III O clcio se liga troponina no filamento de actina, que traciona a tropomiosina para fora dos stios ativos, permitindo que as cabeas de miosina se fixem ao filamento de actina. IV A presena do clcio no sarcoplasma da fibra muscular bloqueia a ligao das pontes cruzadas de miosina com as molculas de actina, mantendo o estado de relaxamento muscular. Em relao as afirmaes:

    A) II e III esto corretas. B) I e IV esto corretas. C) I e II esto corretas. D) III e IV esto corretas. E) II e IV esto corretas.

    02 O msculo um tecido excepcionalmente heterogneo, composto principalmente de fibras musculares, tecido conjuntivo, estruturas nervosas e capilares que, em conjunto, so responsveis por sua funo principal: a contrao ativa. Na estrutura do tecido muscular encontramos dois tipos diferentes de fibras musculares: as de contrao lenta e as de contrao rpida. Sobre as fibras de contrao rpida, marque a alternativa correta.

    A) As fibras de contrao rpida possuem grande nmero de mitocndrias em relao as fibras de contrao lenta.

    B) As fibras de contrao rpida possuem alta atividade das enzimas oxidativas em relao as fibras de contrao lenta.

    C) As fibras de contrao rpida possuem tima vascularizao em relao as fibras de contrao lenta.

    D) As fibras de contrao rpida possuem rede de capilares mais desenvolvidas em relao as fibras de contrao lenta.

    E) As fibras de contrao rpida possuem alta capacidade glicoltica em relao as fibras de contrao lenta.

    03 O sistema nervoso simptico algumas vezes chamado de sistema de luta ou fuga: ele prepara o corpo para enfrentar crises, continuando a funcionar durante elas. Em uma situao de excitao, o sistema nervoso simptico gera uma descarga macia em todo o corpo, preparando-o para a ao. Os efeitos da estimulao simptica no atleta so vrios, exceto:

    A) Dilatao dos vasos sanguneos coronarianos. B) Acelerao da taxa metablica. C) Diminuio da frequncia e da fora de contrao do

    corao. D) Liberao da glicose heptica na corrente sangunea. E) Aumento da atividade mental.

    04 A ao do bceps braquial, quando um indivduo estende o cotovelo para abaixar um objeto pesado, um exemplo de:

    A) Contrao excntrica. B) Contrao concntrica. C) Contrao esttica. D) Contrao isocintica. E) Contrao isomtrica.

    05 - O fuso muscular e os rgos tendinosos de Golgi so receptores sensitivos importantes que ajudam a controlar as funes musculares. Sobre essas estruturas considere as seguintes afirmativas: I - Os fusos musculares monitoram o comprimento do msculo. II Os rgos tendinosos de Golgi detectam a tenso aplicada por um msculo em seu tendo. III Os fusos musculares iniciam um reflexo que inibe a contrao se as fibras tendneas estiverem alongadas em virtude de alta tenso muscular. IV Os rgos tendinosos de Golgi percebem o comprimento e a velocidade de mudana de comprimento dos msculos. Das afirmativas:

    A) I e III esto corretas. B) II e III esto corretas. C) I e IV esto corretas. D) I e II esto corretas. E) III e IV esto corretas.

    06 - A concentrao plasmtica de glicose durante o exerccio depende do equilbrio entre o consumo de glicose na musculatura ativa e sua liberao pelo fgado. Quatro hormnios trabalham para aumentar a quantidade de glicose circulante no plasma, exceto:

    A) Glucagon. B) Insulina. C) Adrenalina. D) Noradrenalina. E) Cortisol.

    07 Sabe-se que quando as reservas de carboidratos esto baixas, o corpo se volta mais para a oxidao das gorduras para obter energia. A liplise fica facilitado pela:

    A) Diminuio da concentrao de insulina. B) Diminuio da concentrao de adrenalina. C) Diminuio da concentrao de noradrenalina. D) Diminuio da concentrao de cortisol. E) Diminuio da concentrao do hormnio do

    crescimento. 08 - A fadiga um aspecto importante das condies funcionais do indivduo, despertada temporariamente pela durao ou intensidade do trabalho e capaz de levar diminuio na eficcia do trabalho. De maneira geral, correto afirmar que a fadiga se manifesta:

    A) No aumento da resistncia dos msculos. B) Na reduo do gasto energtico para a realizao de um

    mesmo trabalho. C) Na diminuio do tempo de reaes. D) Na reduo da fora muscular. E) Na facilidade do processo de concentrao.

  • 09 Nenhum exerccio 100% aerbio ou 100% anaerbio. No existe um mtodo universalmente aceito para se determinar a capacidade anaerbia de uma pessoa. Vrios mtodos foram descritos, mas sua validade foi posta em questo e, na melhor das hipteses, esses mtodos oferecem apenas uma estimativa bruta da capacidade anaerbia do indivduo. Esse fato no acontece com a capacidade aerbia mxima, a qual medida pelo:

    A) Limiar de lactato. B) EPOC. C) Teste de Wingate. D) Teste de potncia critica. E) VO2max.

    10 A frequncia cardaca, o volume sistlico e o dbito cardaco variam sob vrias condies de repouso e exerccio. Sobre isso considere as afirmaes a seguir: I Quando o corpo passa de uma posio reclinada para uma posio sentada e, em seguida, para uma posio em p, sua frequncia cardaca diminui. II - Quando o corpo passa de uma posio reclinada para uma posio sentada e, em seguida, para uma posio em p, ocorre aumento do volume sistlico. III Durante os estgios iniciais de exerccios em indivduos no treinados, o aumento do dbito cardaco causado pela elevao da frequncia cardaca e tambm do volume sistlico. IV Em determinado nvel de exerccio o volume sistlico forma um plat ou continua a aumentar, mas em uma taxa muito lenta. Assim, os novos aumentos no dbito cardaco so decorrentes, em grande parte, dos aumentos na frequncia cardaca. Em relao as afirmaes:

    A) I e II esto corretas. B) I e III esto corretas. C) III e IV esto corretas. D) II e IV esto corretas. E) II e III esto corretas.

    11 A potncia anaerbia definida como o ndice de liberao de energia pelos processos metablicos celulares que funcionam sem o envolvimento de oxignio. Alm disso, correto afirmar que:

    A) A potncia anaerbia mxima refere-se a capacidade mxima de ressntese aerbia de ATP.

    B) A potncia anaerbia mxima fica limitada basicamente pelo sistema cardiovascular.

    C) O melhor teste laboratorial para potncia anaerbia um teste com exerccio incremental at a exausto, durante o qual se faz a mensurao do consumo mximo de oxignio.

    D) A potncia anaerbia mxima definida como a capacidade mxima do sistema ATP-PCr e sistema glicoltico anaerbio para produo de ATP.

    E) A potncia anaerbia considerada equivalente ao termo consumo mximo de oxignio.

    12 Nem todos os atletas possuem a mesma habilidade de responder a uma srie de exerccios agudos ou a mesma capacidade inata de responder ao treinamento fsico. A hereditariedade desempenha um papel importante na determinao da resposta do corpo a uma srie de exerccio isolada, bem como as mudanas crnicas diante de um programa de treinamento. Esse o princpio da:

    A) Especificidade. B) Individualidade. C) Reversibilidade. D) Sobrecarga progressiva. E) Variao.