Efeitos Diretos dos MCM

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação

Text of Efeitos Diretos dos MCM

  • Efeitos diretos
    da Comunicao

  • Anos 20 aos 50 = iniciam os estudos da influncia dos MCM no comportamento coletivo.

    Anos 50 = nos EUA, inicia a comunication research, a partir de nomes como Lazarsfeld.

    Anos 60 e 70 = estudo dos problemas terico-metodolgicos da comunicao nos EUA e na Europa. Tambm destaca-se a anlise do contedo.

    Final de 70 e anos 80 = 3 revoluo industrial. Emprego e estudo das altas tecnologias.

  • Plo do receptor = estudos que se preocupam com os efeitos das mensagens dos meios de comunicao. o caso das teorias behavioristas e hipodrmicas.

    Plo dos efeitos e das causas = estudos que preocupam-se com as causas e os efeitos do homem-massa, dominado pela racionalidade tcnica na sociedade da produo. o exemplo da teoria crtica da Escola de Frankfurt.

  • Plo dos contedos = estudo dos contedos das mensagens. o caso do estruturalismo.

    Plo do emissor = estudos que se debruam sobre o emissor. Preocupam-se com as foras produtivas, como a teoria do gatekeeper.

    Plo mdia = estudo dos meios de comunicao enquanto mdias; colocam as tcnicas em termos absolutos. o exemplo da teoria de McLuhan.

  • Teoria Hipodrmica

    Cada elemento do pblico pessoal e diretamente atingido pela mensagem.

    pblico

    mensagem

    ao

  • Teoria Hipodrmica
    - Contextualizao -

    novidade do prprio fenmeno de difuso dos meios de comunicao de massa (rdio e imprensa). O susto perante o desconhecido; ligao da difuso dos meios de comunicao em larga escala com as trgicas experincias totalitrias daquele perodo.

    Propaganda dos regimes = Guerra

  • Teoria Hipodrmica
    - Caracterizao -

    teoria indiferente diversidade existente entre meios de comunicao; buscava responder questo: que efeito tm os meios de comunicao numa sociedade de massa? tratava de uma teoria psicolgica de ao (a mensagem chega ao pblico e o leva a agir de determinada forma); modelo hipodrmico: teoria da propaganda e sobre a propaganda.
  • A propaganda

    vrios livros foram publicados nos anos vinte e trinta sobre propaganda e propaganda de guerra. Dentre eles: Psychology of Propaganda Doobs; Psychology and Social Movements Cantril; Propaganda Technique in the World War Lasswell; Propaganda in the Next War Rogerson.
  • Sociedade de Massa

    Sociedade Oitocentista: da industrializao progressiva; da revoluo dos transportes e do comrcio; da difuso dos valores abstratos de igualdade e liberdade.

    ELITES (perdem a exclusividade)

    Expostas s MASSAS

  • Sociedade de Massa

    Nesse contexto, a massa o comum que existe em todos os homens, inclusive nos de elite, uma ao sem subjetividade, portanto, baseada na tcnica.

    SIMMEL: a massa uma formao nova que se baseia naquelas partes que pem um membro em comum com os todos os outros.

  • Sociedade de Massa

    Constituda por um conjunto homogneo de indivduos que, enquanto seus membros, so: essencialmente iguais; indiferenciveis; manipulveis; so pessoas que no se conhecem; com pouca ou nenhuma possibilidade de exercer ao ou influncia - sem resistncia.
  • Sociedade de Massa

    A massa, ento: no possui tradies; nem regras de comportamento; ou estrutura organizativa.

    TEORIA HIPODRMICA: na medida em que so componentes da massa, esses indivduos esto expostos mensagem.

  • Sociedade de Massa = Teoria Hipodrmica

    O isolamento fsico e normativo do indivduo na massa o fator que explica a capacidade manipuladora que a teoria hipodrmica atribui aos primeiros meios de comunicao

  • E quanto cultura do indivduo?

    A massa nasce e vive contra os laos comunitrios, as culturas locais so desconsideradas.

    Essa fragmentao da cultura que gera uma massa passiva e manipulvel.

  • Teoria Hipodrmica

    Se as mensagens da propaganda conseguem alcanar os indivduos que constituem a massa, a persuaso facilmente inoculada.

    HIPODRMICA = DENTRO DA PELE

  • Modelo Comunicativo da Teoria Hipodrmica

    baseado na psicologia behaviorista; estudo do comportamento humano a partir de mtodos das cincias naturais e biolgicas; o sistema de ao do comportamento humano deveria ser decomposto em unidades:

    compreensveis

    diferenciveis

    observveis

  • Modelo Comunicativo
    da Teoria Hipodrmica
    - Comportamento Humano -

    Estmulo

    Resposta

    Mensagem

    Ao

  • Implicaes do modelo comunicativo - behaviorista

    Se todo o estmulo resulta em uma reao, os efeitos dos meios de comunicao na sociedade so: inevitveis; instantneos; mecnicos; amplos em relao massa.
  • Segundo Bauer (1964)

    Durante o perodo da Teoria Hipodrmica, os efeitos dos MCM, na sua maior parte, no so estudados, mas dados como certos.

    No havia a necessidade de estudar a massa individualmente ou os efeitos dos MCM separadamente. Se todo estmulo tem uma resposta, o efeito dos MCM certo.
  • Teoria Hipodrmica como Arte de influenciar as massas

    Defendia uma relao direta entre a exposio s mensagens e o comportamento: se uma pessoa apanhada pela propaganda, pode ser controlada, manipulada, levada a agir.
  • perodo de difuso dos MCM em larga escala; perodo entre guerras.

    Teoria da sociedade de massa; consumidor sem capacidade de resistncia frente aos MCM.

    estmulo resposta; quando o consumidor apanhado pela mensagem levado a agir.

    Contexto Social

    Teoria Social pressuposta

    Modelo Comunicativo

  • MODELO DE LASSWELL E O INCIO DA MASS COMUNICATION RESEARCH

    propaganda como onipotente; esquema estmulo-resposta; formalizao matemtica dos fatos sociais.

    teoria da sociedade de massa; consumidor sem capacidade de resistncia frente aos MCM.

    Processo entendido pela resposta s questes: quem, diz o qu, atravs de que canal, com que efeito.

    Contexto Social

    Teoria Social pressuposta

    Modelo Comunicativo