Energia Solar Fotovoltaica: Panorama, Oportunidades e ABSOLAR - Energia Solar... · 13 Fonte: Energia

  • View
    221

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Energia Solar Fotovoltaica: Panorama, Oportunidades e ABSOLAR - Energia Solar... · 13 Fonte:...

  • Energia Solar Fotovoltaica: Panorama, Oportunidades e DesafiosDr. Rodrigo Lopes SauaiaPresidente Executivo

    Palestra no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia CONFEABraslia (DF) 21/11/2016

  • 2

    Representar e promover o setor fotovoltaico no pas e no exterior: Governo, empresas, mdia, ONGs, sociedade civil.

    Acompanhar o avano do mercado fotovoltaico no Brasil: Relatrios sobre capacidade instalada. Informaes sobre oportunidades de negcios (editais, projetos,

    leiles etc.). Divulgao de atividades e eventos relevantes ao setor.

    Servir de ponto de encontro e debate: Assemblias peridicas. Grupos de Trabalho estratgicos. Reunies com autoridades e especialistas convidados.

    Focos Principais

  • 3

    Nossos Associados

  • 4

    Nossos Associados

  • 5

    Energia Solar Fotovoltaica

    Habitao de interesse social: Programa Minha Casa Minha Vida, Juazeiro (BA).

    Edifcio residencial: domiclio, So Gabriel do Oeste (MS).

    Edifcio pblico: Palcio dos Bandeirantes, So Paulo (SP).

    Edifcio comercial ou industrial: data center, Uberlndia (MG).

    Usina solar fotovoltaica: Fernando de Noronha (PE).

  • 6

    Diferentes tecnologias utilizam diferentes materiais.

    Mais de 90% dos materiais e componentes de um mdulo FV so reciclveis:

    vidro, metais, polmeros etc.

    Programa europeu PV Cycle de reciclagem voluntria de mdulos fotovoltaicos: 96% de reciclagem em mdulos fotovoltaicos de silcio cristalino.

    Composio de um Mdulo FV

  • 7

    Principais componentes: Mdulo fotovoltaico. Inversor. Estrutura de suporte. Material eltrico (cabos,

    conectores etc.).

    A energia produzida pelos mdulos FV em corrente contnua.

    O inversor converte a corrente contnua em corrente alternada e realiza a interface com a rede eltrica.

    Funcionamento de um Sistema FV

  • 8

    Fonte: Snapshot of Global PV Markets, IEA PVPS, 2016.

    O Mercado Fotovoltaico no Mundo Capacidade instalada acumulada total: 230 GW (+50 GW em 2015).

  • 9

    Fonte: Balano Energtico Nacional 2015, Empresa de Pesquisa Energtica, 2016.

    Setor Eltrico Brasileiro

  • 10

    Fonte: Empresa de Pesquisa Energtica, 2015.

    Setor Eltrico Brasileiro Maior mercado de energia eltrica da Amrica Latina. Crescimento mdio da demanda de 4% ao ano. Adio de mais de 74 GW (todas as fontes) at 2024 (+56%). Meta de 23% de fontes renovveis no-hdricas at 2030 (COP21). Aumento mdio no preo da energia eltrica de +51% em 2015.

  • 11

    Fonte: Empresa de Pesquisa Energtica, 2016.

    Setor Eltrico Brasileiro

    Estimativa da ABSOLAR, com base na projeo da EPE: investimentos de mais de R$ 125 bilhes em energia solar fotovoltaica at 2030.

  • Fonte: G. M. Tiepolo, PhD Thesis, PUCPR, 2015.

    Recurso Solar no Brasil

  • 13

    Fonte: Energia Renovvel, EPE, 2016.

    Comparao entre as diferentes fontes de gerao de energia renovvel:

    Fonte Hdrica: 172 GW, sendo mais de um tero na regio amaznica.

    Fonte Elica: 440,5 GW. Fonte Solar Fotovoltaica, em Gerao

    Centralizada: 28.519,0 GW. Fonte Solar Fotovoltaica, em Gerao

    Distribuda (residencial): 164,1 GW.

    Este potencial tcnico solar fotovoltaico j exclui as reas sensveis, como: Amaznia, Pantanal, Mata Atlntica, unidades de conservao, terras indgenas e comunidades quilombolas.

    Potencial Tcnico da FV no Brasil

  • 14

    Benefcios da FV para o BrasilEsfera Socioeconmica Gerao de empregos locais de qualidade. Atrao de uma nova cadeia produtiva ao pas. Aquecimento da economia local, regional e nacional.

    Esfera Ambiental Gerao de energia limpa, renovvel e sustentvel. Contribui para as metas de reduo de emisses do pas (NDC). No emite gases, lquidos ou slidos durante a operao. No gera rudos, no possui partes mveis.

    Esfera Estratgica Diversificao da matriz eltrica brasileira. Ampliao do uso de energias renovveis no pas. Reduo de perdas por transmisso e distribuio.

  • 15

    Fonte: The Solar Foundation, National Solar Job Sensus, USA, 2015..

    Gerao de Empregos FV nos EUA

    Projeo da ABSOLAR para o Brasil at 2020: gerao de 20.000 a 60.000 novos empregos diretos pelo setor solar fotovoltaico.

  • 16

    ANEEL REN 482/2012 Sistema de Compensao de Energia Eltrica Medio lquida (net-metering): inspirado em modelo internacional de sucesso usado h mais de uma dcada (ex: EUA).

    Micro e Minigerao Distribuda

    Fonte: ANEEL, 2016.

  • 17

    ANEEL REN 687/2015 Ampliao da minigerao de 1 MW para 5 MW. Ampliao da durao dos crditos de 3 anos para 5 anos. Eliminao de custos de aquisio de medidores. Reduo do tempo de tramitao de pedidos de 82 dias para 34 dias. Formulrios padronizados em todo pas para reduzir burocracia. Sistema de submisso de pedidos online a partir de 2017. Gerao distribuda em condomnios. Auto-consumo remoto: gerao em uma unidade, consumo em outra unidade do mesmo titular. Gerao compartilhada: grupo de consumidores proprietrios de uma nica unidade de gerao. Com estes aprimoramentos, o Brasil se posiciona como uma referncia internacional em regulao para gerao distribuda!

    Aprimoramentos REN 482/2012

  • 4 76426

    1788

    5525

    0

    1000

    2000

    3000

    4000

    5000

    6000

    2012 2013 2014 2015 set/16

    Nmero Acumulado de Sistemas de Gerao Distribuda

    18

    Evoluo do Mercado REN 482

    Fonte: ANEEL/ABSOLAR, 2016.

    +320%

    98,4% usam energia solar fotovoltaica

  • Biomassa Hidrulica Biogs

    Hbrido

    (Solar +

    Elica)

    Elica

    Solar

    Fotovoltaic

    a

    Total

    Potncia (kW) 6.000 2.518 3.367 286 159 39.491 51.821

    Porcentagem 11,6% 4,9% 6,5% 0,6% 0,3% 76,2% 100,0%

    6.0002.518 3.367

    286 159

    39.491

    51.821

    0

    10.000

    20.000

    30.000

    40.000

    50.000

    60.000

    Potncia de Micro e Minigerao por Fonte

    19

    Evoluo do Mercado REN 482

    Fonte: ANEEL/ABSOLAR, 2016.

    EUA possui 28 GW de capacidade

    acumulada FV, sendo 11 GW de GD.

    O Brasil est 15 anos atrasado e

    precisa acelerar sua gerao

    distribuda solar fotovoltaica.

  • 20

    Evoluo do Mercado REN 482

    Fonte: ANEEL/ABSOLAR, 2016.

    1,41%0,71% 0,10%

    2% 2%

    15%

    79%

    Distribuio por Classe de Consumo

    Rural Poder Pblico Servio Pblico Industrial Grupo A Comercial Residencial

  • 21

    Evoluo do Mercado REN 482

    Fonte: ANEEL/ABSOLAR, 2016.

    2,8%

    43,2%

    26,5%

    14,8%

    10,8%

    1,1% 0,6% 0,1%

    Faixas de Potncia (kW)

    At 1 kW Entre 1 e 3 kW Entre 3 e 5 kW Entre 5 e 10 kW

    Entre 10 e 50 kW Entre 50 e 100 kW Entre 100 e 500 kW Entre 500 e 1000 kW

  • 22

    Evoluo do Mercado REN 482

    Fonte: ANEEL/ABSOLAR, 2016.

    AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO

    Sistemas 3 17 0 2 138 242 119 129 74 65 1.320 150 2 41 44 152 21 514 579 87 12 0 629 346 8 795 36

    Porcentagem 0,1% 0,3% 0,0% 0,0% 2,5% 4,4% 2,2% 2,3% 1,3% 1,2%23,9%2,7% 0,0% 0,7% 0,8% 2,8% 0,4% 9,3%10,5%1,6% 0,2% 0,0%11,4%6,3% 0,1%14,4%0,7%

    3 17 0 2

    138

    242

    119 12974 65

    1.320

    150

    241 44

    152

    21

    514579

    8712 0

    629

    346

    8

    795

    36

    Sistemas por Estado

  • 23Adeso e Decreto OK! Aderiu, mas falta Decreto Falta Adeso e Decreto

    Tributao

    Fonte: ABSOLAR, 2016.

    Convnio ICMS N 16/2015 Autoriza estados a isentarem o ICMS sobre a energia da REN 482/2012. 22 estados j aderiram:

    Mais de 177 milhes de brasileiros beneficiados(87% do pas). 18 estados j publicaram decreto estadual efetivando o benefcio. 5 estados ainda precisam aderir.Lei N 13.169/2015 Iseno de PIS/COFINS sobre a energia da REN 482/2012.

  • 24

    TributaoSituao Atual Lei N 13.169/2015 e Convnio ICMS N 16/2015 tornaram-se

    desatualizados, devido aos aprimoramentos regulatrios da Resoluo Normativa ANEEL N 687/2015.

    Propostas da ABSOLAR Atualizar a redao da Lei N 13.169/2015 e Convnio ICMS N

    16/2015 conforme a nova redao da Resoluo Normativa ANEEL N 482/2012:

    Novas faixas de potncia: microgerao (at 75 kW) e minigerao (at 5 MW). Novos mecanismos: gerao condominial, gerao compartilhada e

    autoconsumo remoto.

    Incentivar a adeso dos 5 estados remanescentes ao Convnio ICMS N 16/2015: AP, AM, ES, PR e SC.

  • 25

    Financiamento no BrasilSituao Atual Dificuldade de acesso a crdito por pessoas fsicas e jurdicas. Linhas de financiamento existentes no esto alinhadas com as

    caractersticas de empreendimentos de gerao distribuda solar fotovoltaica, inviabilizando projetos e reduzindo competitividade.

    Propostas da ABSOLAR Criao de linhas de financiamento especficas para a gerao

    distribuda solar fotovoltaica, para pessoas fsicas e jurdicas, atravs de bancos pblicos (BB, CAIXA, BNB, BASA, FINEP etc.).

    Criao de linhas de financiamento para empresas voltadas ao projeto, instalao, operao e manuteno de sistemas solares fotovoltaicos em seus clientes.

    Ao junto ao BNDES para publicao de uma linha de financiamento especfica para a gerao distribuda em edifcios pblicos, conforme disciplinado pela Lei N 13.203/2015.

  • 26

    Financiamento FV na AgriculturaGoverno Federal Ministrio de Desenvolvimento Agrrio PRONAF Mais Alimentos:

    Financiamento para projetos de gerao de energias renovveis. At 100% sobre os itens financiveis. Taxas de juros: de 2,5 a 5,5% a.a.. Prazos de amortizao: at 10 anos, com 3 anos de carncia.

  • 27

    Financiamento FV no NordesteBanco do Nordeste BN