Era da cultura digital - .1 2Parametriza§£o 3 4 Parametriza§£o Parametriza§£o. RECURSOS PARAM‰TRICOS

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Era da cultura digital - .1 2Parametriza§£o 3 4 Parametriza§£o...

TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS AUXILIARES AO PROCESSO DE PRODU O ARQUITETNICA

Curso de Arquitetura e Urbanismo

Modelagem digital e prototipagemProfessores | Fernando Lima e Frederico Braida

RESUMO

processo criativo processo de produo arquitetnica

tecnologia da informao

interferncias dos avanos tecnolgicos

novas ferramentas computacionais

computao grfica

clculos estruturais complexos

novo paradigma de produo

novas possibilidades formais e tcnicas

PROCESSO CRIATIVO

(MAHFUZ, 1995)

imperativos de projeto : ( a definiimperativos de projeto : ( a definio do problema)o do problema)

necessidades pragmticas, a herana cultural, as caractersticas climticas e do stio e, por ltimo, os recursos materiais disponveis

inincio do processocio do processo

bagagem cultural e a personalidade do arquiteto

atitude analtica e objetiva X seletividade subjetiva

ferramentas tecnolgicas disponveis

Seis eras civilizatrias (Santaella, 2003; 2005)

Era da cultura oral

Era da cultura escrita

Era da cultura impressa

Era da cultura de massa

Era da cultura das mdias

Era da cultura digital

Disponvel em: < https://encrypted-

tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS2Zzm3XW0kGmhBV9nadgjYk

tuGRt1KkYtZ8jMH2-p9V_45c70P >. Acesso em: 01 maio 2013.

Projeto digital

Kolarevic (2005): as ferramentas de gerao digital passaram a

permitir uma nova abordagem da forma, eliminando diversas

restries geomtricas impostas pelos sistemas tradicionais de

desenho.

Oxman (2006) considera projeto digital aquele no qual o

processo de formao do objeto altamente mediado pela

tecnologia digital, e a posio do projetista permanece ainda

como central.

UM NOVO CONTEXTO

(FRAZER, 1995) Uma nova arquitetura estUma nova arquitetura est a ser criada no a ser criada no

ciberespaciberespao, grao, graas as cooperacooperao global de uma o global de uma comunidade mundial que desenvolve novas comunidade mundial que desenvolve novas ideiasideias, , modelando ambientes responsmodelando ambientes responsveis em termos veis em termos tecnoltecnolgicos e servindogicos e servindo--se do computador como se do computador como um acelerador evolutivo. (...) A nfase transferiuum acelerador evolutivo. (...) A nfase transferiu--se do produto para o processo, e abandonou as se do produto para o processo, e abandonou as formas em prol da relaformas em prol da relao entre as formas e seus o entre as formas e seus utilizadores.utilizadores.

UM NOVO CONTEXTO

ferramentas tradicionais de desenho ferramentas da era digital Novos meios de produo Nova maneira de entender os espaos. (em alguns casos) barreira do virtual-real. simuladores de espao terceira e a quarta dimenso visualizao de aspectos que na representao tradicional

poderiam passar desapercebidos apresentar ferramentas auxiliares ao processo de criao

RECURSOS PARAMTRICOS

Os softwares paramtricos de desenho so uma evoluo nos j tradicionais programas de desenho precisos(CAD). Inicialmente, precisamos compreender o que um software paramtrico de desenho:

Tecnologia paramtrica significa que se pode alterar o projeto em qualquer momento e todos os outros elementos so atualizados automaticamente, ou seja, um processo muito mais prtico que o dos programas utilizados normalmente.

RECURSOS PARAMTRICOS

Video balco unicamphttp://www.youtube.com/watch?v=cVAx9fEmulA

Parametrizao1 2

3 4

Parametrizao Parametrizao

RECURSOS PARAMTRICOS RECURSOS PARAMTRICOS

RECURSOS PARAMTRICOS Parametrizao

Parametrizao e projeto urbano Parametrizao e projeto urbano

Zaha Hadid Architects - One-North Masterplan

1 Parmetros formais

2 Parmetros funcionais

3 Parmetros ambientais

rea

densidade

fluxos

restries formais e contextuais

Zaha Hadid Architects - One-North Masterplan

1 Uso misto e dinmico

2 Conectividade sem costuras

3 Revitalizao constante

4 Identidade original

BUILDING INFORMATION MODELING

BIM (Building Information Modeling) o termo genricoutilizado para descrever a tecnologia avanada de CAD 3D paramodelao e gesto de edifcios e informaes relacionadas com eles. Os modelos BIM so diferentes dos sistemas de CAD tradicionais, na medida em que permitem um desenhoautomatizado, mudar algo no modelo automticamente modificatodos os desenhos tcnicos e vice-versa.

O BIM abrange geometria, relaes espaciais, informaesgeogrficas, as quantidades e as propriedades construtivas de componentes (por exemplo, detalhes dos fabricantes). BIM podeser utilizado para demonstrar todo o ciclo de vida da construo, incluindo os processos construtivos e fases de instalao.

BUILDING INFORMATION MODELING

BUILDING INFORMATION MODELING BUILDING INFORMATION MODELING

REVIT AUTODESK MICROSTATION BENTLEY VECTOR WORKS ARCHICAD

Possibilidade de alterao de dados tempo real Modelo virtual obteno de plantas, cortes, fachadasquantitativo de material Anlise estrutural Simulao - gerenciamento

Tela Revit Imagem gerada no MicroStationTela Revit

Tela Vector Works Concepo estrutural com Microstation

BUILDING INFORMATION MODELING BUILDING INFORMATION MODELING

PROTOTIPAGEM VIRTUAL

CFD (Computational Fluids Dynamics)

pode ser utilizada para se mensurar a velocidade do vento que incide em um edifcio, a presso atmosfrica em suas superfcies, bem como os efeitos

ambientais que este causar no entorno

PROTOTIPAGEM VIRTUAL

CFD (Computational Fluids Dynamics)

CFD (Computational Fluids Dynamics)

PROTOTIPAGEM VIRTUAL

Simulao de impacto acstico

PROTOTIPAGEM VIRTUAL

PROTOTIPAGEM VIRTUAL PROTOTIPAGEM FSICA

PROTOTIPAGEM FSICA PROTOTIPAGEM FSICA

Estereolitografia

consiste em se construir um modelo fsico de um projeto atravs da representao real e precisa de um modelo virtual.

PROTOTIPAGEM FSICA

Estereolitografia

PROTOTIPAGEM FSICA

PROTOTIPAGEM FSICA PROTOTIPAGEM FSICA

PROTOTIPAGEM FSICA PROTOTIPAGEM FSICA

PROTOTIPAGEM FSICA PROTOTIPAGEM FSICA

PROTOTIPAGEM FSICA APRESENTAES VIRTUAIS

CONCLUSO

A imerso em tecnologias como estas mostradas anteriormente, fazem com que os arquitetos se encontrem muito mais capacitados em oferecer formas arquitetnicas complexas, bem como edifcios antenados com a eficincia ambiental, desenvolvendo e encontrando maneiras de responder aos desafios do Sculo XXI. Apresentamos aqui, algumas das ferramentas disponveis e que podem auxiliar o processo projetual. As possibilidades so inmeras, principalmente com o crescente avano tecnolgico, que cada vez mais disponibiliza novas ferramentas, softwares e instrumentos capazes de conduzir o processo criativo rumo as novas perspectivas que o futuro e os avanos tecnolgicos proporcionam.

CONCLUSO

REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS

AUTODESK, Site disponvel na Web. URL : < http : //www.autodesk.com >. Acesso em 19 Nov. 2005.

BENTLEY, Site disponvel na Web. URL : < http : //www.bentley.com >. Acesso em 16 Nov. 2005.

CADNET. Site disponvel na Web. URL : < http : //www.cadnet.com.br >. Acesso em 28 Nov. 2005

FOSTER, Norman. CD-ROM interativo oficial Foster and Partners

FRAZER, John: The architectural Relevance of Cyberspace, in Architects in Cyberspace, Architectural Design, Londres, 1995.

MAHFUZ, Edson da Cunha. Ensaio sobre a razo Compositiva. Belo Horizonte: AP cultural, 1995