Espec. COPEL 1.083- Vestimenta Condutiva_R5

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

  • ESPECIFICAO TCNICA N.

    1083 UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANA DO TRABALHO

    VESTIMENTA CONDUTIVA

    Data de criao: 04/01/2010

    Reviso: 05 17/11/2015

    SRH/DGC/CPGH Marcus Geraldo de Drusina Voos Pg. 1/12

    1. OBJETIVO Estabelecer as caractersticas e os requisitos tcnicos mnimos para o fornecimento de conjunto completo de vestimenta condutiva para uso em trabalhos ao potencial ou em linha viva, em Sistemas Eltricos de Potncia com tenso nominal at 800 kV c.a. e 600 kV c.c. 2. DEFINIES 2.1 Conjunto completo de vestimenta condutiva O Conjunto completo de vestimenta condutiva composto por jaqueta ou bluso com capuz, cala, luvas e meias, sendo todas as peas confeccionadas em material natural ou sinttico com fibras integrais condutivas entrelaadas, ou em camadas, fabricadas de modo a oferecer continuidade eltrica entre todas as partes da vestimenta e a reduo dos efeitos do campo eltrico sobre o corpo humano. 2.2 Material condutivo Material composto de fios metlicos ou substncias condutivas no metlicas e fios naturais ou sintticos proximamente tecidos, tricotados ou dispostos em camadas. 2.3 Cinta condutiva de ligao equipotencial Cinta confeccionada em fita metlica ou do mesmo material da vestimenta, usada pelo trabalhador para conectar ou desconectar sua vestimenta do circuito energizado para estabelecer a equipotencializao. Nota 1: Esta cinta condutiva no um dispositivo de aterramento. Nota 2: Os meios de fixar ou conectar a cinta condutiva ao potencial devem ser feitos de tal modo que em condies de emergncia, por exemplo, uma queda, a cinta condutiva se desconecte. 3. CONDIES DE UTILIZAO Destina-se ao uso exclusivo durante a realizao de atividades ao potencial ou em linha viva, em Sistemas Eltricos de Potncia com tenso nominal at 800 kV c.a. e 600 kV c.c., por trabalhador devidamente capacitado e formalmente autorizado pela empresa. A jaqueta ou bluso com capuz dever ser usada de forma totalmente fechada, com as mangas cobrindo os braos at os punhos. No devem ser utilizadas outras peas de vesturio compostas de material sinttico e sem caractersticas antichama sob a vestimenta condutiva. Antes de cada utilizao, recomendada a realizao de testes de continuidade eltrica, bem como as demais recomendaes do fabricante. 4. REQUISITOS TCNICOS 4.1 Generalidades O conjunto completo de vestimenta condutiva deve constituir um conjunto eletricamente contnuo e estar em conformidade com a ABNT NBR 16135:2012 - Trabalhos em linha viva - Vestimenta condutiva para uso em tenso nominal at 800 kV c.a. e 600 kV c.c. (IEC 60895:2002, MOD).

  • ESPECIFICAO TCNICA N.

    1083 UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANA DO TRABALHO

    VESTIMENTA CONDUTIVA

    Data de criao: 04/01/2010

    Reviso: 05 17/11/2015

    SRH/DGC/CPGH Marcus Geraldo de Drusina Voos Pg. 2/12

    Sempre que botes de presso, zperes, ganchos e olhais ou quaisquer outros mtodos de fixao forem usados na confeco da vestimenta completa, deve-se assegurar que a condutividade eltrica da vestimenta no seja prejudicada. A cinta condutiva de ligao deve ser capaz de resistir s tenses mecnicas e eltricas previstas. 4.2 Requisitos tcnicos para o material condutivo O material usado na fabricao da vestimenta condutiva completa, dever ser resistente abraso e ao rasgamento, alm de possuir as seguintes propriedades:

    a) O material usado na vestimenta condutiva no pode inflamar e continuar a queimar quando exposto a uma fonte de ignio;

    b) O material usado para a vestimenta condutiva ou partes componentes dever satisfazer a todos os

    requisitos de eficincia da blindagem, definidos pela NBR 16135:2012;

    c) Para assegurar que a eficincia e as propriedades de retardamento de chamas da vestimenta condutiva no se deteriore excessivamente depois de repetidas lavagens, o material deve ser submetido a dez ciclos de lavagem a seco de acordo com a ISO 6330 e/ou dez ciclos de lavagem a seco de acordo com a ISO 3175. Depois da concluso dos dez ciclos de lavagem, a eficincia de blindagem e as propriedades de retardamento de chamas do material devem ainda satisfazer os requisitos especificados;

    d) Para fornecer proteo para o trabalhador contra as descargas com centelhamento, o espaamento

    entre quaisquer componentes individuais de conduo adjacente no material condutivo no poder exceder a 5mm em todas as condies de uso normal, inclusive estiramento (como nos cotovelos ou joelhos);

    4.3 Requisitos especficos de cada parte da vestimenta condutiva 4.3.1 Jaqueta ou bluso com capuz Devero ser confeccionados com tecido condutivo e retardante chama, resistente abraso e ao rasgamento. Devero possuir mangas longas, dotadas de velcro retardante chama para ajuste dos punhos. Devero possuir marca smbolo e o logotipo da COPEL bordados na parte frontal da jaqueta ou bluso, do lado esquerdo, na altura do peito, conforme desenho abaixo:

    ATENO: a arte para a confeco deste logotipo est disponvel em COREL DRAW 9.0 (.cdr).

  • ESPECIFICAO TCNICA N.

    1083 UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANA DO TRABALHO

    VESTIMENTA CONDUTIVA

    Data de criao: 04/01/2010

    Reviso: 05 17/11/2015

    SRH/DGC/CPGH Marcus Geraldo de Drusina Voos Pg. 3/12

    A marca smbolo e logotipo devero ser na cor laranja, correspondente na escala Pantone ao Laranja 165 tinta Cromos G6700. As linhas utilizadas no bordado devero possuir caracterstica retardante chama, no podero descorar, apresentar manchas ou descontinuidades aps uso sucessivo. Devero possuir capuz em tamanho adequado, de forma que permita a sua utilizao sobre o capacete do usurio. O capuz dever ser dotado de cordo de ajuste fabricado no mesmo material da vestimenta condutiva ou de material com caracterstica retardante chama, proporcionando proteo para a cabea contra os efeitos do campo eltrico, sem prejudicar ou limitar a mobilidade do usurio. Devero possuir externamente, duas cintas condutivas de ligao, confeccionadas em fita metlica ou do mesmo material da vestimenta condutiva, sendo uma de cada lado, fixadas na linha da cintura, as quais devero ser capazes de resistir s tenses mecnicas e eltricas previstas, alm de garantir a equipotencializao entre a vestimenta condutiva e o ponto energizado. As cintas condutivas de ligao devero ser acondicionadas em bolsos externos, confeccionados no mesmo material da vestimenta condutiva e com fechamento em velcro retardante chama. Internamente, devero ser dotadas de duas fitas condutivas, tambm fixadas na linha da cintura, para proporcionar a conexo eltrica entre a jaqueta ou bluso e a cala, de forma a garantir a equipotencializao de toda a vestimenta condutiva. Na parte inferior traseira da jaqueta ou bluso, tambm devero possuir internamente velcro retardante chama, para fixao da cala. Todas as costuras devero utilizar linhas com caracterstica retardante chama, e devero ser duplas em pontos correntes, com travetes em pontos de reforo. As jaquetas com capuz devero possuir fechamento frontal atravs de zper com caracterstica retardante chama, e acabamento atravs de botes de presso, de forma que a condutividade eltrica da vestimenta no seja prejudicada. 4.3.2 Cala Dever ser confeccionada em tecido condutivo e retardante chama, resistente abraso e ao rasgamento. Dever ser dotada de cintos tipo suspensrios para sustentao da cala, dispostos em formato paralelo na parte frontal, e cruzado (em X) nas costas, confeccionados em fitas de material elstico de alta resistncia e retardante chamas, com fechos de plstico reforado e com engates rpidos, alm de fivelas ou outro dispositivo que permita o ajuste da altura da cala. Dever ser dotada de velcro retardante chama para ajuste do tornozelo. Dever ser dotada de dois pontos especficos, prximos linha da cintura, para proporcionar a conexo entre as cintas condutivas da jaqueta ou bluso e a cala, de forma a garantir a equipotencializao de toda a vestimenta condutiva. Externamente, na parte superior traseira da cala, dever possuir velcro retardante chama para fixao da cala jaqueta ou bluso. Dever possuir fechamento frontal atravs de zper ou velcro com caracterstica retardante chama, e acabamento atravs de boto de presso, de forma que a condutividade eltrica da vestimenta no seja prejudicada. Todas as costuras devero utilizar linhas com caracterstica retardante chama, e devero ser duplas em pontos correntes, com travetes em pontos de reforo.

  • ESPECIFICAO TCNICA N.

    1083 UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANA DO TRABALHO

    VESTIMENTA CONDUTIVA

    Data de criao: 04/01/2010

    Reviso: 05 17/11/2015

    SRH/DGC/CPGH Marcus Geraldo de Drusina Voos Pg. 4/12

    4.3.3 Meias Devero ser confeccionadas no mesmo material da vestimenta condutiva, ou tecido tricotado condutivo, com caractersticas retardantes chama, e resistncia abraso e ao rasgamento. No podero conter furos ou descontinuidades no tecido condutivo. As meias devero ser confeccionadas no modelo tradicional, projetadas para oferecer conforto e mobilidade ao usurio. Todas as costuras devero utilizar linhas com caracterstica retardante chama, e devero ser duplas em pontos correntes, com travetes em pontos de reforo. 4.3.4 Luvas Devero ser confeccionadas no mesmo material da vestimenta condutiva, ou tecido tricotado condutivo, com caractersticas retardantes chama, e resistncia abraso e ao rasgamento. Devero ser dotadas de reforo em material ignfugo nas palmas das mos e nos dedos para melhorar a pega e aumentar a aderncia e a resistncia ao rasgamento, assim como para reduzir o desgaste e manter as caractersticas da blindagem eltrica. Devero ser projetadas no modelo tradicional, de forma a oferecer conforto ao usurio e propiciar a maior facilidade de manuseio de ferramentas e equipamentos. No podero conter furos ou descontinuidades no tecido condutivo. 4.3.5 Sac