Click here to load reader

Evolucao 2

  • View
    215

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jholfly

Text of Evolucao 2

  • Evidncias da Evoluo

  • Explicaes para diversificaoCriacionismoAto sobrenaturalGerao espontneaVida matria brutaTransmutaoUma espcie da origem a outra

  • Evidncias da evoluoFsseis ( paleontologia)

    Taxonomia ( classificao dos s.v. )

    Anatomia Comparada ( similaridades e diferenas)

    Embriologia

  • FsseisFossiles = extrado da terra

  • conceito considerado fssil qualquer indcio da presena de organismos que viveram em tempos remotos da Terra.Um fssil animal forma-se quando as partes moles do corpo se decompe, mas seu esqueleto substitudo por minerais do solo.( mineralizao).Processo semelhante pode ocorrer com troncos de rvores so recobertos de lava, e a slica substitui a madeira.

  • importncia Representa a possibilidade de conhecermos organismos que viveram na Terra em tempos remotos, sob condies ambientais distintas das encontradas atualmente, e que podem fornecer indcios de parentesco com as espcies atuais. Por isso, os fsseis so testemunhos da evoluo.

    Conhecermos a morfologia de espcies extintas, e at seres com caractersticas intermedirias.

    ( Archaeopteryx) = rptil + ave

    Forte elo sobre a teoria da Transmutao das espcies.

  • TaxonomiaClassificao dos seres vivos

  • taxonomiaConhecer as espcies, suas semelhanas e diferenas, tornou-se muito til para analise da evoluo.Nem todos os indivduos de uma mesma espcie so exatamente iguais e entre duas espcies nitidamente diversas, existem uma srie gradual de formas intermedirias.

  • Tais evidncias que fundamentam a evoluo de um ancestral comum.

  • Variabilidade na espcie humana

  • Anatomia ComparadaEstudo das similaridades e das diferenas

  • conceitoA anatomia comparada enfatiza a diferena entre estruturas homlogas e estruturas anlogas.

  • ESTRUTURAS HOMLOGAS SO AS QUE TM CARACTERISTICAS EM COMUM, MAS REALIZAM FUNOES DIFERENTES. APRESENTAM A MESMA ORIGEM EMBRIONRIA.ESTRUTURAS SSEAS HOMLOGAS A irradiao adaptativa caracterizada pela diferenciao de organismos a partir de um ancestral comum. Dando origem a vrios grupos diferentes adaptados a explorar ambientes diferentes.

  • ESTRUTURAS ANLOGAS refere-se semelhana morfolgica entre estruturas, em funo de adaptao execuo da mesma funo , mas tem origem embrionria diferente.Aves e insetos tem asas, mas no so parentes, apenas ocorre o fenmeno de Convergncia Adaptativa, ou seja, que dois seres no relacionados resolveram de forma semelhante a adaptao ao mesmo tipo de ambiente.

  • rgos Vestigiais rgos reduzidos em tamanho e geralmente sem funo, que correspondem a rgos maiores e funcionais em outros organismos. Indicam ancestralidade comum Apndice vermiforme , estrutura pequena e sem funo especfica que parte do ceco ( estrutura localizada no ponto onde o intestino delgado liga-se ao grosso). Nos mamferos roedores, o ceco uma estrutura bem desenvolvida, na qual o alimento parcialmente digerido armazenado e a celulose, abundante nos vegetais ingeridos, degradada pela ao de bactrias especializadas.

  • Embriologiasemelhana de padro de desenvolvimento inicial

  • embriologia medida que o embrio se desenvolve, surgem caractersticas individualizantes e as semelhanas diminuem.

    Essa semelhana tambm foi verificada no desenvolvimento embrionrio de todos animais. Entretanto, quando mais diferentes so os organismos, menor o perodo embrionrio comum entre eles.

  • humanogalinhaporco