Fanzine - Saúde Coletiva, 2016-1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Zines de saúde coletiva; questões de gênero, raça/etnia e diversidade sexual / [recurso eletrônico] / organização: Daniel Canavese de Oliveira, Odaísa Cristiane Faresin, Mauricio Polidoro ; edição: Daniel Canavese de Oliveira, Odaísa Cristiane Faresin; autores e autoras: Daniel Canavesi de Oliveira ... [et al.] – Porto Alegre : Curso de Graduação em Saúde Coletiva, UFRGS, 2016. 71 p. – il. ISBN: em registro.

Text of Fanzine - Saúde Coletiva, 2016-1

  • ZINES

    questes de gnero, raa/etnia e diversidade sexual

    de Sade Coletiva

  • Organizao: Daniel Canavese de Oliveira,

    professor do curso de Sade Coletiva da UFRGS. Mestre em Sade Coletiva pela UFRJ e

    Doutor em Cincias da Sade pela USP. Regente da UPP Pesquisa e Bioestatstica II.

    Odasa Cristiane Faresin, estudante do curso de Sade Coletiva da

    UFRGS, monitora da UPP Pesquisa e Bioestatstica II.

    Mauricio Polidoro, professor, coordenador de extenso do IFRS-campus Restinga e lder do grupo do CNPq de ensino-pesquisa-extenso Sade, Ambiente e

    Desenvolvimento.

    Edio: Daniel Canavese de Oliveira,

    Odasa Cristiane Faresin.

    Autoras e autores: Daniel Canavese de Oliveira,

    Ana Cristina de Oliveira, Ana Elvira Valrio Martins,

    Camila de Souza Silva, Cssia Jaqueline da Silva Santos,

    Clarrisa Einsfeld de Lima, Daiane Munari Dolejal,

    Elissandra Silva, Fabiana Oliveira Nobre,

    Flavia Martins Freitas, Francisco Glecirio Fagundes da Conceiao,

    Glria Jris Raphael, Haylla Travassos Caires, Jeferson Souto Pinheiro,

    Jonas Brum Gonzalez, Leonardo Martins de Magalhaes,

    Liege Melendo Beck, Luiz Alex dos Santos Gonalves,

    Marina Soares Buralde, Mirlei Santos da Silveira,

    Silvio Cantos Santos, Simone Ramos de Oliveira,

    Thais Sousa Costa, Veronica Lucas de Oliveira Guattini,

    Virginia Funk Kroth.

    Edit

    oria

    l

    s a d . e c o . b r

  • Z77 Zines de sade coletiva; questes de gnero, raa/etnia e diversidade sexual / [recurso eletrnico] / organizao: Daniel Canavese de Oliveira, Odasa Cristiane Faresin, Mauricio Polidoro ; edio: Daniel Canavese de Oliveira, Odasa Cristiane Faresin; autores e autoras: Daniel Canavesi de Oliveira ... [et al.] Porto Alegre : Curso de Graduao em Sade Coletiva, UFRGS, 2016. 71 p. il. ISBN:

    1.Sade coletiva Fanzine. 2. Diversidade sexual. 3. Gnero. 4. Etnia. I. Oliveira, Daniel Canavese de. II. Faresin, Odasa Cristiane. III. Mauricio Polidoro.

    NLM: WA100 Bibliotecria responsvel: Jacira Gil Bernardes CRB 10/463

  • Arte no tem pensa: O olho v, a lembrana rev, e a imaginao transv.

    preciso transver o mundo Manoel de Barros

    No caminho por estratgias de ensino-aprendizagem para a graduao em Sade Coletiva articuladas com o pensamento complexo foi possvel um feliz contato com as zines. Algumas de suas potncias, como forma de comunicao marginal de temas do cotidiano e o convite para elaborao por qualquer pessoa, parecem ser necessrias para a Unidade de Produo Pedaggica de Pesquisa Bioestatstica.

    H tempos assuntos articulados com mtodos quantitativos precisam tornarem-se mais vivos no cotidiano de estudos de um(a) sanitarista e, qui, de outros(as) profissionais. Acredito, pois, que os indicadores devem ser animados por assuntos do nosso redor, as mdias e medianas por situaes que nos passam e as mensuraes por aquilo que devemos mudar de imediato as inequidades, o racismo, a discriminao, para citar alguns. Anlises, descries e comparaes diante da concepo ampliada de sade so objeto da(o) sanitarista e o seu mltiplo mundo do trabalho. Para tanto preciso no apenas ferramentas, preciso sensibilidade e arte! A experincia reunida a seguir memria dos nossos momentos de debate sobre sade e suas interaes com questes de gnero, raa/etnia e diversidade sexual. Durante um perodo letivo articulamos diferentes dados e tpicos da bioestatstica, alm de estratgias de divulgao das informaes quantitativas com o apoio das zines. Entre os recortes dos temas, das revistas e dos jornais, fomos percebendo experincias mais intensas e conexes mais vvidas dos saberes, por isso resolvemos partilhar.

    Daniel Canavese de Oliveira Porto Alegre, 2016.

    Apresentao

  • O curso de graduao em Sade Coletiva da UFRGS, espao de ensino pblico para se pensar sade pblica, para exercitar o sonho de um processo de ensino-aprendizagem complexo, criativo, libertador e genuinamente humano.

    Gabriel Savaris Igncio e Mariane Radke - colaboraram com uma oficina muito especial sobre os zines e fanzines. Partilharam seus conhecimentos artsticos, de Sade Coletiva, Psicologia e tambm suas experincias em lidar com temas como gnero e diversidade, transversais aos assuntos de Bioestatstica que seriam um dos focos da UPP. Foram entusiastas e apoiaram o desenvolvimento desse processo. Agradeo pelo encontro.

    Camila Puni - inspiradora do uso pedaggico e artstico do fanzine. Colaborou com subsdio tcnico e terico, deu suporte a dvidas, fez sugestes e ficou na torcida e apoio incondicional para a conquista desse desafio. Artista admirvel, autora do "Didtica Zine" e de inmeros fanzines. Muito obrigado.

    Odasa Faresin - monitora da UPP, empreendedora e que incansavelmente apoiou, deu ideias, sugestes e desenvolveu inmeras etapas desse processo permitindo que ele tivesse xito e, tambm, viabilidade.

    O IFRS - campus Restinga que proporcionou a incurso dos zines da Sade Coletiva no lugar onde eles deveriam estar e serem feitos: em conjunto com a comunidade. O professor Freddy Cuzco e o coordenador de extenso professor Mauricio Polidoro.

    Haylla Travassos Caires pela feitura da capa, demais! Todas e todos estudantes do curso de graduao em Sade Coletiva da

    UPP Pesquisa e Bioestatstica II do primeiro semestre de 2016 que fizeram parte desse projeto. Um carinho especial quelas estudantes que estiveram nas oficinas no IFRS.

    As pontes e os apoios

  • por uma superfcie livre, movente, raivosa por vezes at colaborativamente que entramos no universo dos zines. Ao tocar em diferentes tipos de papel, canetas e purpurinas, tocamos tambm em nossos processos de subjetivao. Quando zinamos movemos, removemos e renovamos aqueles estagnados pensamentos. Com essas folhas dobradas ao meio h ainda a possibilidade de materializar e criar na carnatura das palavras-imagens questes urgentes, temas necessrios ou pouco falados. Nesse movimento deparei-me - por entre os zines aqui reunidos com a seguinte frase: cincia quem s tu? s nica ou muitas?, uma daquelas questes que nos fazem indagar mais e mais. Talvez essa seja uma das motivaes dessa zine-compilao, desse amontoado de frescas ideias no campo da Sade Coletiva.

    Quando falamos de zines falamos sobre essas mdias tteis criadas de maneira autnoma, geralmente feitos mo com colagens, frases e textos; seus contedos e materiais so diversos e que costumam ser fotocopiados, mas podem ser impressos, batidos na mquina de escrever ou offset digital. Uma descrio rasa (porm necessria), para aquilo que os zines fazem conosco. Seria preciso detalhar a potncia poltica-artstica que a feitura, a pesquisa, os saberes, as mos - tocando papeis quentes recm-sados da mquina - possibilitam. Mos abrindo tesouras, nas pontas dos dedos h cola, pedaos de jornal e gana por transformao.

    Prefcio

  • Aqui o fanzine zine-zona de passagem ao infinito. Colagens

    e mais colagens, frases ressoando cobranas polticas, intervenes nas teorias e tambm uma difuso fotocopiada. H uma fotocopiarte. Percebo aqui uma partilha de saberes subterrneos a tremer as estruturas da cincia nica, da grande mdia, da educao formalista e de nossas prprias prticas educativas. Nesse sentido no poderia dizer o que vamos encontrar aqui, pois so poucas as pginas-respostas e muitas as pginas-perguntas.

    Camila Olivia Melo

    Rio de Janeiro, 2016.

  • Outros olhares da/na cincia...3

    Questes de Gnero.4 Homofobia.5-12 Igualdade de Gnero.14-15

    Questes de Raa e Cor.16 Igualdade Racial.17-32 Racismo e Preconceito.34-38 Violncia Contra a Mulher.39-46 Sade da Mulher.47-48 Doenas Sexualmente Transmissveis.49-52 Mortalidade Materna.53-55 Padro de Beleza e comportamento.56-58 Igualdade de Direito.59-61 Cncer de Mama52-53

    Sumrio

  • Outros olhares da/na cincia

  • 3 Silva, E.

  • Questes de Gnero

    Homofobia

  • 5

  • 6

  • 7

  • 8

  • 9

  • 10

  • 11

  • 12

  • Questes de Gnero

    Igualdade de Gnero

  • 14

  • 15

  • Questes de Raa e Cor

    Igualdade Racial

  • 17

  • 18

  • 19

  • 20

  • 21

  • 22

  • 23

  • 24

  • 25

  • 26

  • 27

  • 28

  • 29

  • 30

  • 31

  • 32

  • Questes de Raa e Cor

    Racismo e Preconceito

  • 34

  • 35

  • 36

  • 37

  • 38

  • Violncia Contra Mulher

  • 40

  • 41

  • 42

  • 43

  • 44

  • 45

  • 46

  • Sade da Mulher

  • 48

  • Sade da Mulher

    Doenas Sexualmente Transmissveis

  • 50

  • 51

  • 52

  • Sade da Mulher

    Mortalidade Materna

  • 54

  • 55

  • Sade da Mulher

    Padro de Beleza e Comportamento

  • 57

  • 58

  • Sade da Mulher

    Igualdade de Direitos

  • 60

  • 61

  • Sade da Mulher

    Cncer de Mama

  • 63

  • questes de gnero, raa/etnia e dive